domingo, 31 de março de 2019

Caixinha de correio #140

| 1 comentários

Boa noite, leitores! Está no ar a caixinha de correio com tudo o que eu recebi nesse mês de março. Tem bastante coisa para mostrar, então vamos lá! ♥

sexta-feira, 29 de março de 2019

[Resenha] Guardiões da Galáxia: Caos na galáxia

| 11 comentários
Autor: Dan Abnett
Páginas: 416
Editora: Novo Século
Quando os poderosos Vingadores... Bem, eh, não, este livro não é sobre eles. Na verdade, este livro não é sobre ninguém lá muito famoso. Enfim...
Os Guardiões da Galáxia tinham tudo para ser a equipe mais heroica do Multiverso sério, você deu uma boa olhada no uniforme de Rocket Raccoon na capa? Mais heroico, impossível. Mas até eles têm uma queda por grana. E quando Rocket Raccoon e Groot não estão por aí protegendo a Galáxia, estão cuidando de suas contas bancárias.
Mas as coisas nem sempre são fáceis, né? Menos ainda quando um pegajoso, incivililzado e rude alienígena badoon, em busca de um androide fugitivo, começa a invadir bares e interromper drinks absolutamente perfeitos. Rocket e Groot intercedem (por razões puramente altruístas, é claro) em favor do androide um gravador rigelliano mais coerente do que feijoada sem linguiça que todo mundo parece querer conhecer.
Rocket Raccoon e Groot precisam descobrir o quanto vale o tal gravador. E, bem, salvá-lo. Mas terão que fazer isso com o Império Kree e a Tropa Nova em sua cola. A ajuda virá de inesperados célebres convidados! Tiros serão disparados por armas irracionais, insanas e inumanas! Naves espaciais colidirão, e a morte gloriosa será iminente. Tudo isso em apenas um dia de trabalho da dupla mais bizarra da Galáxia.


Guardiões da Galáxia: Caos na galáxia, do autor Dan Abnett, é mais um livro da coleção Marvel, da Novo Século. Esse já é o segundo livro que eu leio, e mais uma vez fui surpreendida com uma história envolvente. E, diferente de A morte do Capitão América, essa trama é muito mais divertida, e não poderia se esperar menos já que temos como protagonistas Rocket Raccoon e Groot. Eu amei os filmes de Os guardiões das galáxias, e esses dois personagens são os meus preferidos. Rocket é um guaxinim modificado muito inteligente e bom com armas, além de ser impulsivo, sarcástico e bastante desbocado. Já Groot é mais reservado e tímido, porém, muito altruísta e proporciona alguns diálogos muito engraçados, mesmo que só use a linguagem do 'eu sou Groot'.

domingo, 24 de março de 2019

[Resenha] Banidos

| 5 comentários
Autora: Liz Braswell
Páginas: 224
Editora: Galera Record
Série: As nove vidas de Chloe King, 1
Chloe King parece uma adolescente normal. Vai à escola, discute com mãe e se apaixona. Mas perto de seu aniversário de 16 anos, ela desconfia que pode não ser assim tão comum. A visão noturna, os reflexos super-rápidos e as garras são algumas das pistas... Ao descobrir o que é — e de onde vem — ela logo percebe que não está sozinha. Alguém quer pegá-la. A qualquer custo. Ela tem nove vidas. Mas serão o bastante?





Banidos é o primeiro volume da série As nove vidas de Chloe King, da autora Liz Braswell e publicado pela Galera Record. Eu já conhecia a trama por conta do seriado, que infelizmente foi cancelado, e que era muito bom! Então, resolvi iniciar essa leitura para conhecer melhor a história e dar continuidade no que eu não tive respostas. No entanto, eu acabei me decepcionando com a leitura. Ela não foi o que eu esperava, tanto que eu iniciei no kindle na metade de 2018 e só fui finalizar em janeiro, eu simplesmente não consegui me envolver com o livro. Mas, como eu odeio abandonar leituras, resolvi insistir mais um pouco e finalmente terminei. 

quinta-feira, 21 de março de 2019

[Resenha] Mensageira da Sorte

| 8 comentários
Autora: Fernanda Nia
Páginas: 424
Editora: Plataforma21
Em pleno Carnaval carioca, durante uma confusão em um protesto contra a AlCorp – uma corporação que controla o preço dos alimentos e medicamentos no país – Cassandra Lira, ou Sam, passa a ser uma mensageira temporária no Departamento de Correção de Sorte (DCS), uma organização extranatural secreta incumbida de nivelar o azar na vida das pessoas. Para manter esse equilíbrio, os mensageiros devem distribuir presságios de sorte ou azar para alguns escolhidos. O primeiro "cliente" de Sam é justamente o seu vizinho e colega de classe, Leandro. O garoto é um youtuber em ascensão e a ajuda dela, na forma de uma mensagem sobre nada menos que paçocas, impulsiona Leandro a fazer um vídeo que o levará para o auge da fama. O que Sam não sabe é que o rapaz também é um ávido participante dos protestos contra os abusos da AlCorp, comprometido a expô-los em seu canal, independentemente dos riscos que possa correr, e a garota se vê obrigada a usar a sorte do DCS para protegê-lo. Mesmo que não entenda por que foi escolhida para trabalhar para o Destino, logo ela se vê no meio de uma rede de intriga, corrupção e poder. Ainda lidando com a culpa pela morte do próprio pai e com seus sentimentos por Leandro, Sam embarcará na jornada de desmascarar a quadrilha que está deteriorando o sistema da Justiça, tanto a natural quanto a extranatural, e fazer com que a balança do Destino se equilibre outra vez.

Mensageira da Sorte é um livro que deu o que falar antes mesmo de ser lançado, e eu estava muito empolgada por essa leitura. Com uma premissa original e atual, Fernanda Nia consegue nos envolver com sua escrita leve e personagens cativantes. E, o melhor de tudo é a parte fantasiosa que ela insere no enredo, o que deixou tudo ainda mais fantástico. 

domingo, 17 de março de 2019

[Resenha] A morte do Capitão América

| 5 comentários
Autor: Larry Hama
Páginas: 352
Editora: Novo Século
Coleção: Marvel Comics
Ele foi um herói para milhões de pessoas. Uma inspiração para as forças armadas norte-americanas e personificação dos maiores ideais de sua nação. Ele viveu por seu país – e agora, alvejado a sangue frio, deu sua contribuição final à terra que tanto amou. A morte do herói tem sérias consequências. Falcão, seu parceiro de toda a vida, faz da vingança sua prioridade. Sharon Carter, prisioneira dos capangas de Caveira Vermelha, encontra-se fora de controle. E Bucky Barnes, mais conhecido como Soldado Invernal, precisa se reconciliar com seu passado sórdido, a fim de encarar uma missão que mudará sua vida.



A morte do Capitão América faz parte da coleção Marvel, publicada pela Novo Século. E, apesar de eu já ter uns dez livros dessa coleção, essa é a primeira obra que leio (finalmente!), e eu gostei bastante da experiência. Eu não tenho o costume de ler HQ's, eu já falei isso várias vezes por aqui, e até já tive vontade de ler as da Marvel, mas o problema é que são muitas e eu nunca soube direito por qual começar, então acabo conferindo apenas os filmes; quando soube das novelizações minha empolgação não poderia ser maior, pois ficaria muito mais fácil conhecer melhor as histórias dos personagens e tudo que vivenciamos nos filmes. 

segunda-feira, 11 de março de 2019

TBR de março

| 19 comentários

Boa noite, leitores! Tudo bom? Estou um pouco atrasada para mostrar minha TBR de março, mas aqui está! Escolhi cinco livros para ler nesse mês (dois são da TBR de fevereiro que eu não consegui ler), e por incrível que pareça já estou terminando o terceiro, espero que continue nesse ritmo.

sábado, 9 de março de 2019

[Resenha] Wink Poppy Midnight

| 4 comentários
Autora: April Genevieve Tucholke
Páginas: 224
Editora: Galera Record
Um thriller que traz narradores nada confiáveis que vão fazer você duvidar até da sua própria moral. Indicado pela YALSA e pela TeenVogue como um dos melhores livros de ficção jovem-adulta de 2016. Wink é a nova vizinha esquisita e misteriosa, com seus cachos ruivos rebeldes, suas sardas e suas roupas estranhas. Poppy é a rainha do ensino médio, com seu cabelo loiro perfeito, sua beleza estonteante e sua grande habilidade para a manipulação e crueldade. Midnight é o menino doce e inseguro que se vê entre as duas. Wink sabe contar muitas histórias de cor. Ela está ciente de que todas elas precisam de um herói para derrotar o vilão. Poppy não acredita em histórias. Ela acredita acima de tudo, em si mesma e acha que pode conquistar e derrotar qualquer coisa. Midnight até acredita em histórias, mas ele está certo de que nunca vai ser protagonista de nenhuma, mesmo que Wink pense o contrário. Ele não é bom em nada. Poppy é a rainha da escola. Wink é a menina excluída que parece viver em um mundo particular e fantasioso. Midnight é o garoto preso entre elas que se vê obrigado a lidar com as consequências de um trote sombrio. Mas o que realmente aconteceu? Alguém sabe a verdade. Alguém está mentindo. Mas quem?


Wink Poppy Midnight, da Galera Record, foi uma das minhas leituras de janeiro, mas estou conseguindo resenhar só agora (um pouco atrasada, né não?). Esse livro lançou quase no final de 2017, e na época eu lembro que eu fiquei bastante interessada na sinopse. Todo esse mistério, três jovens com personalidades tão diferentes e uma capa igualmente misteriosa me deixaram bastante empolgada para ler. But, como podem ver, demorei todo esse tempo para finalmente iniciar a leitura. E o que eu posso dizer? O livro é louco, diferente de tudo que eu já li, com uma narrativa viciante e personagens estranhos.

quarta-feira, 6 de março de 2019

[Resenha] As garotas Spring

| 10 comentários
Autora: Anna Todd
Páginas: 355
Editora: Vergara & Riba
Em uma família aparentemente perfeita de Nova Orleans, nos Estados Unidos, vivem quatro garotas: Meg, Jo, Beth e Amy. Por mais que cada uma delas tenha características diferentes e bem definidas, o fato de serem filhas de um pai militar, combatente no Iraque, e de uma mãe desgastada por suas responsabilidades familiares, tornam seus medos muito semelhantes. "As Garotas Spring" é uma história poderosa sobre amor, família, aceitação e como descobrir sua prórpia identidade.
Com muito romance e drama, Anna Todd, autora best-seller do New York Times revisita o clássico de Louisa May Alcott, "Mulherzinhas", com uma linguagem moderna para os leitores do século 21.



As garotas Spring, da Anna Todd, é uma releitura do clássico Mulherzinhas, onde a autora traz para o leitor uma linguagem mais moderna e com situações atuais. Eu nunca li o clássico, mas depois de conferir essa leitura fiquei bastante curiosa para conhecer a história original que se passa no século XIX, onde certamente irá mostrar outros costumes. 

domingo, 3 de março de 2019

Leituras de fevereiro

| 1 comentários

Boa noite, leitores! Eu li cinco livros em fevereiro (não sei que tá acontecendo! kkkk), sendo que dois que eu tinha colocado na minha TBR acabaram ficando de fora. :( But, vamos conferir minhas leituras? ♥

sábado, 2 de março de 2019

Caixinha de correio #139

| 0 comentários

Boa noite, leitores! Vim mostrar para vocês o que eu recebi no mês de fevereiro, o que não foi muito. Esse mês não comprei nenhum livro, além das caixinhas que eu já assino, aleluia! Vamos conferir?