quinta-feira, 23 de maio de 2019

[Resenha] O cara dos meus sonhos (ou quase)

| 0 comentários
Autora: Jenn Bennett
Páginas: 462
Editora: Plataforma21
E se você tivesse que atravessar o país para descobrir um grande amor?A cinéfila Bailey “Zibelina” Rydell troca mensagens com um nerd carismático igualmente apaixonado por filmes – Alex, seu crush virtual. Eles viviam separados por mais de mil quilômetros, até Bailey se mudar para a casa do pai na Califórnia – mais precisamente, para a mesma cidade de Alex.
Insegura e temendo que o Alex da vida real seja muito diferente de suas idealizações, Bailey não conta a ele que estão na mesma cidade. Ou que conseguiu um trabalho num museu “caça-turistas” local. Ou que ela está, pouco a pouco, sendo fisgada por um rapaz irritantemente atraente que trabalha no lugar – Porter Roth, cujo berço é uma lendária família de surfistas.
Só que a vida é muito mais complicada que qualquer filme, principalmente quando Bailey percebe a estreita fronteira entre ódio, amor ou seja lá o que estiver sentindo por Porter. Além disso, descobrir a verdadeira identidade de Alex mostra-se uma tarefa mais difícil do que ela imaginava.
Assim, conforme o verão passa, Bailey precisa decidir se permanece apegada a suas projeções de um Alex que ela nem sabe se existe ou se arrisca uma relação com Porter. Afinal, o cara dos seus sonhos não pode ficar só no mundo virtual. Mas o que Bailey não sabe é que Porter também guarda um segredo…

O cara dos meus sonhos (ou quase), da Jenn Bennett, é meu primeiro contato com a escrita da autora. Jenn tem também publicado no Brasil, A anatomia de um coração, também da Plataforma21. Essa história é quase um filme de sessão da tarde de tão gostosinha e leve que é! Eu iniciei a leitura de forma despretensiosa e quando menos esperei já estava totalmente envolvida com o enredo e personagens.

segunda-feira, 20 de maio de 2019

[Resenha] Crianças do Éden

| 2 comentários
Autor: Joey Graceffa
Páginas: 266
Editora: Galera Record
Série: Crianças do Éden, 1
Em uma Terra envenenada e morta pelo homem, onde todos os animais e a maioria das plantas foram destruídos, o Éden é o último refúgio para o que restou da raça humana. Mas as medidas de controle populacional garantem que a existência de Rowan seja ilegal. A garota não pode frequentar a escola, fazer amigos, ou mesmo ser vista em público. Cada dia em que continua viva é um risco para sua família.
Cansada de viver escondida, Rowan decide pular os muros que a escondem, e, embora descubra ser fácil permanecer invisível quando não se existe legalmente, a noite de aventura pode acabar em tragédia. Cabe a Rowan usar toda sua habilidade para sobreviver em um mundo que a renega.



Crianças do Éden é o primeiro volume da série de mesmo nome, livro de estreia do autor Joey Graceffa, e publicado pela Galera Record. Eu recebi essa obra de surpresa da editora, e no outro dia já tinha iniciado a leitura. Essa é uma distopia com alguns elementos de ficção científica, e possui um enredo bem desenvolvido e que traz um tema muito real: a morte do planeta Terra. Essa premissa me deixou muito empolgada pela leitura, e o que eu encontrei no decorrer da narrativa foi ainda mais fascinante. 

quinta-feira, 16 de maio de 2019

[Resenha] Química perfeita

| 7 comentários
Autora: Simone Elkeles
Páginas: 428
Editora: Globo alt
Série: Química perfeita, 1
Brittany e Alex são de mundos opostos: ela é a menina perfeita com um futuro brilhante pela frente, ele o membro de uma gangue perigosa que não tem nada a perder. Os dois não teriam nenhum contato um com o outro, se não tivessem sido forçados a ser parceiros nas aulas de química do último ano. Alex sabe que qualquer relação que Brittany tenha com ele pode colocar em risco sua reputação impecável de boa aluna e namorada dedicada e, por orgulho e diversão, aposta com os amigos que consegue fazer com que ela saia com ele. No entanto, quanto mais se aproximam, mais fica evidente que eles têm algo em comum que ninguém parece perceber: nenhum dos dois é o que se esforça tanto para ser.



Química perfeita é o primeiro volume da série de mesmo nome, da autora Simone Elkeles. Esse livro já tinha sido lançado anos atrás por uma editora que não existe mais, e eu sempre tive vontade de ler, porém, estava esgotado. Ainda bem que a Globo alt, que já publicou outros livros da autora, resolveu relançar essa série e agora tive a oportunidade de conhecer a história de Alex e Britt. Apesar de suas mais de quatrocentas páginas essa foi uma leitura de poucos dias, porque é simplesmente impossível querer largar o livro.

domingo, 12 de maio de 2019

TBR de maio

| 4 comentários

Boa noite, leitores! Vim mostrar para vocês a minha TBR de maio. Eu escolhi sete livros, e já li três até o momento. Vamos conferir o que eu selecionei?!

sexta-feira, 10 de maio de 2019

[Resenha] Uma dobra no tempo

| 7 comentários
Autora: Madeleine L'Engle
Páginas: 240
Editora: HarperCollins Brasil
Série: Uma dobra no tempo, 1
Era uma noite escura e tempestuosa; a jovem Meg Murry e seu irmão mais novo, Charles Wallace, descem para fazer um lanche tardio quando recebem a visita de uma figura muito peculiar.
“Noites loucas são a minha glória”, diz a estranha misteriosa. “Foi só uma lufada que me pegou de jeito e me tirou da rota. Descansarei um pouco e seguirei meu rumo. Por falar em rumos, meu doce, saiba que o tesserato existe, sim.”
O que seria um tesserato? O pai de Meg bem andava experimentando com a quinta dimensão quando desapareceu misteriosamente... Agora, com a ajuda de três criaturas muito peculiares, chegou o momento de Meg, seu amigo Calvin e Charles Wallace partirem em uma jornada para resgatá-lo. Uma jornada perigosa pelo tempo e o espaço.
Uma dobra no tempo é uma aventura clássica, que serviu de inspiração para os mestres da fantasia e da ficção científica do mundo, agora adaptada para os cinemas pela Disney. Junte-se à família Murray nesta jornada, entre criaturas fantásticas e novos mundos jamais imaginados.

Uma dobra no tempo é o primeiro volume da série de mesmo nome, da autora Madeleine L'Engle. Considerado um clássico da fantasia e da ficção científica esse livro irá nos levar em uma grande aventura pelo tempo e espaço de forma divertida e envolvente, com crianças carismáticas, e reviravoltas loucas. Essa obra é voltada público jovem, onde a autora trata de alguns assuntos de forma direta, e sem muitas explicações. Considerei algumas partes até mesmo um pouco bobas demais, porém, como eu adoro livros infantojuvenis isso não foi um problema para mim.

quarta-feira, 8 de maio de 2019

Leituras de abril

| 6 comentários

Boa noite, leitores! Em abril eu consegui dar um gás nas leituras e li seis livros e dois e-books! Vamos conferir o que eu andei lendo? :)

domingo, 5 de maio de 2019

Caixinha de correio #141

| 1 comentários

Boa tarde, leitores! Vim mostrar para vocês os livros que eu comprei e recebi em abril. Depois de tirar as fotos e começar a guardar os livros percebi que já estou sem espaço na estante de novo, hahaha. Enfim... Tem bastante coisa, vamos começar?! ♥

sábado, 4 de maio de 2019

[Resenha] Por favor, ignore Vera Dietz

| 12 comentários
Autora: A. S. King
Páginas: 288
Editora: Novo Século
Vera Dietz e Charlie Kahn foram melhores amigos desde crianças até completarem 17 anos. Mas agora Charlie está morto. E morreu de uma maneira horrível e misteriosa. E morreu brigado com Vera.A vida não tem sido fácil desde então. Vera não sabe direito como agir, como pensar, o que sentir. Sua mãe foi embora quando ela tinha apenas 12 anos, e seu pai é adepto da filosofia de ignorar os problemas até que eles desapareçam por mágica.
Mas Vera precisa fazer suas entregas no Templo da Pizza. Precisa abrir o coração para o amor. Precisa concluir o Ensino Médio. Precisa colecionar palavras para a aula de Vocabulário. Precisa entender o que realmente aconteceu com Charlie.
Precisa seguir em frente.


Por favor, ignore Vera Dietz, da A. S. King, é o segundo livro que eu leio da autora. Minha primeira experiência com a escrita da King foi com Todo mundo vê formigas, um livro muito marcante, e desde então eu estava louca para conferir outras obras dela. E, pelo que pude perceber, a autora gosta de trazer assuntos importantes e reflexivos, mais uma vez me vi mergulhada em um enredo profundo.

sexta-feira, 3 de maio de 2019

[Resenha] Guerras secretas

| 8 comentários
Autor: Alex Irvine
Páginas: 304
Editora: Novo Século
Vingadores, X-Men, Quarteto Fantástico, Homem-Aranha: os maiores heróis do universo. Magneto, Doutor Destino, Ultron, Galactus: os maiores vilões. Convocados pelo onipotente Beyonder para um desafio interestelar, heróis e vilões deverão se confrontar no Mundo de Batalha, visando conquistar o maior prêmio que alguém jamais poderia cobiçar.







Guerras secretas, do Alex Irvine, é mais um livro da coleção Marvel, da Novo Século. Eu já falo isso em todas as resenhas, mas vou repetir: não acompanho nada dos quadrinhos desse universo, então minha experiência com esses romances é sem nenhuma comparação ou um entendimento maior das histórias. E, eu nem me importo com isso. Na verdade ter a oportunidade de conhecer o universo com algo além dos filmes é muito incrível, e eu estou adorando as leituras. 

terça-feira, 30 de abril de 2019

[Resenha] Naomi & Ely e a lista do não-beijo

| 7 comentários
Autores: David Levithan e Rachel Cohn
Páginas: 256
Editora: Galera Record
A quintessência menina-gosta-de-menino-que-gosta-de-meninos. Uma análise bem-humorada sobre relacionamentos. Naomi e Ely são amigos inseparáveis desde pequenos. Naomi ama Ely e está apaixonada por ele. Já o garoto, ama a amiga, mas prefere estar apaixonado, bem, por garotos. Para preservar a amizade, criam a lista do não-beijo — a relação de caras que nenhum dos dois pode beijar em hipótese alguma. A lista do não-beijo protege a amizade e assegura que nada vá abalar as estruturas da fundação Naomi & Ely. Até que... Ely beija o namorado de Naomi. E quando há amor, amizade e traição envolvidos, a reconciliação pode ser dolorosa e, claro, muito dramática.




Naomi & Ely e a lista do não-beijo, do David Levithan e Rachel Cohn, é um livro que eu queria ler há muito tempo. E finalmente consegui fazer isso. Porém, confesso que eu acabei um pouco decepcionada com a leitura. Eu ADORO esses dois autores, mas essa combinação não ficou muito boa. Na verdade, eu não consegui me envolver muito com os personagens principais.

domingo, 28 de abril de 2019

[Resenha] Southernmost

| 11 comentários
Autor: Silas House
Páginas: 304
Editora: Tag Inéditos / Faro Editorial
Até onde seu amor pode ir? Após uma enchente que leva consigo a maior parte de uma cidadezinha do sul dos Estados Unidos, o pastor Asher Sharp oferece seu telhado a um casal homossexual. As respostas ao ato de solidariedade, entretanto mudam sua visão de vida - e o que vem depois pode fazê-lo colocar tudo a perder: sua esposa, presa no preconceito religioso; sua congregação, que o expulsa apos um sermão sobre tolerância; e seu filho, Justin, preso no meio de uma batalha por sua custódia. Em uma jornada que atravessa o país, Silas House nos conduz a uma bela reflexão sobre o amor, coragem e sobre as consequência de nossos atos.





Southernmost, de Silas House, é o livro de setembro da Tag Inéditos, e foi lançado há pouco tempo com a edição da Faro Editorial com o nome de: Rumo ao Sul. Então, quem não assina a caixinha tem a oportunidade de conhecer essa história incrível. Pela sinopse eu confesso que não estava esperando nada muito extraordinário, mas acabei me surpreendendo, e emocionando, bastante. A escrita do autor é muito fluída e leve, de forma delicada ele vai nos apresentando uma narrativa sobre aceitação e amor. 

quarta-feira, 24 de abril de 2019

[Resenha] A filha do rei do pântano

| 4 comentários
Autora: Karen Dionne
Páginas: 288
Editora: Verus / Tag Inéditos
Helena tem um segredo: ela é o fruto de um sequestro. Sua mãe foi raptada quando ainda era adolescente e mantida em uma casa escondida no pântano de Michigan. Nascida dois anos depois do sequestro, Helena aprendeu a amar sua infância fora do comum - e aprendeu, até mesmo, a amar seu pai, um homem selvagem e brutal. Quando ele escapa da prisão, ela precisa encarar o passado que ocultou tão habilmente do marido e das filhas. Em uma caçada de tirar o fôlego, ela faz de tudo para encontrar seu pai enquanto reexamina os episódios da infância que moldaram seu futuro.






A filha do rei do pântano, da Karen Dionne, é o livro de outubro da Tag inéditos (que será publicado pela Verus). Logo que eu vi esse título e capa eu fiquei extremamente empolgada para ler, mesmo sem saber sobre o que se tratava a história. E, começar a leitura no escuro não foi nem um pouco decepcionante, me vi totalmente envolvida nessa trama, um thriller psicológico bastante sombrio e profundo. 

sábado, 20 de abril de 2019

[Resenha] A mulher com olhos de fogo

| 4 comentários
Autora: Nawal El Saadawi
Páginas: 160
Editora: Faro Editorial
Esta ficção é baseada no relato verdadeiro de uma mulher que espera sua execução em uma prisão no Egito. Sua história chega até a autora, que resolve conhecer Firdaus para entender o que levou aquela prisioneira a um ponto tão crítico de sua existência. “Deixe-me falar. Não me interrompa. Não tenho tempo para ouvir você”, começa Firdaus. E ela prossegue contando sobre como foi crescer na miséria, sua mutilação genital, ser violada por membros da família, casar ainda adolescente com um homem muito mais velho, ser espancada frequentemente, e ter de se prostituir... até que, num ato de rebeldia, reuniu coragem para matar um de seus agressores, levando-a à prisão. Esse relato é um implacável desafio a nossa sociedade. Fala de uma vida desprovida de escolhas, mas que em meio ao desespero encontra caminhos. E, por mais sombrio que isso possa parecer, sua narrativa nos convida a experimentar um pouco dessa liberdade encorajadora através das transformações internas de Firdaus. O que acontece com ela é o despertar feminista de uma mulher.

A mulher com olhos de fogo, de Nawal El Saadawi, é uma história baseada em fatos reais. Sempre que eu pego livros baseados em histórias reais sei que vão ser leituras marcantes e que irão me deixar sem rumo ao terminar. E com esse lançamento da Faro Editorial não foi diferente. Terminei a leitura como se tivesse levado um soco no estômago. O livro é curto, com menos de duzentas páginas, mas consegue tocar o leitor com uma história sensível e triste.

sexta-feira, 19 de abril de 2019

[Resenha] Um acordo pecaminoso

| 5 comentários
Autora: Lisa Kleypas
Páginas: 304
Editora: Arqueiro
Série: Os Ravenels, 3
Lady Pandora Ravenel é muito diferente das debutantes de sua idade. Enquanto a maioria delas não perde uma festa da temporada londrina e sonha encontrar um marido, Pandora prefere ficar em casa idealizando jogos de tabuleiro e planejando se tornar uma mulher independente.
Mas certa noite, num baile deslumbrante, ela é flagrada numa situação muito comprometedora com um malicioso e lindo estranho.
Gabriel, o lorde St. Vincent, passou anos conseguindo evitar o casamento, até ser conquistado por uma garota rebelde que não quer nada com ele. Só que ele acha Pandora irresistível e fará o que for preciso para possuí-la.


1. Um sedutor sem coração
2. Uma noiva para Winterborne

Um acordo pecaminoso é o terceiro volume da série Os Ravenels, da autora Lisa Kleypas. Eu estava muito ansiosa por esse volume, pois é protagonizado por uma das gêmeas, minhas personagens favoritas. E a minha surpresa maior foi ver personagens da série As quatro estações do amor nessa história! Eu amo essa outra série da autora e foi muito lindo ver Evangeline e Sebastian mais velhos e com filhos. Foi uma leitura encantadora e eu adorei poder conhecer melhor Lady Pandora.

terça-feira, 16 de abril de 2019

[Resenha] A canção das águas

| 7 comentários
Autora: Sarah Tolcser
Páginas: 432
Duologia: Plataforma21
Série: Jornada das águas, 1
Caroline Oresteia está prometida ao rio. Por gerações, sua família ouviu o chamado do deus do rio, que guiou suas embarcações em incontáveis viagens pelas terras fluviais. Aos dezessete anos, Caroline está preparada para conhecer seu destino, após anos ouvindo a voz das águas. Mas o deus do rio ainda não falou o seu nome – e se ele não o fez até agora, existe uma chance de que nunca o fará. Ela decide tomar as rédeas de seu próprio destino quando seu pai é preso por se recusar a transportar um caixote misterioso. Ao concordar em fazer a entrega em troca de sua liberdade, Caroline é pega em uma rede de políticas e mentiras, sem a ajuda do deus do rio e com perigosos piratas atrás da carga. Com tanta coisa em jogo, ela precisa escolher entre a vida que sempre quis e a que nunca imaginou para si.



A canção das águas é o primeiro volume da duologia Jornada das águas, da autora Sarah Tolcser. Essa é uma fantasia que me surpreendeu bastante. Sarah consegue nos guiar pelas águas de forma envolvente, com muitos piratas, lendas e seres místicos. O melhor de tudo é o livro ter uma personagem principal tão empoderada e corajosa quanto Caroline. Embarquei junto nessa aventura e quando menos percebi já não conseguia mais desgrudar da leitura. 

domingo, 14 de abril de 2019

[Resenha] Nunca jamais - Parte dois

| 3 comentários
Autoras: Colleen Hoover e Tarryn Fisher
Páginas: 144
Editora: Galera Record
Série: Nunca jamais, 2
A segunda parte do suspense romântico de tirar o fôlego “Nunca Jamais” Um garoto abre os olhos e sequer se lembra que seu nome é Silas. O telefone toca... “Encontrou ela?”, pergunta a voz do outro lado da linha. Quem é ela? Quem sou eu? Charlie se vê presa em um lugar parecido com quartos de hospital (ou de um manicômio). Também não se lembra de nada, nem sequer do próprio rosto. O tempo passa e ninguém vem salvá-la. Ela precisa escapar por conta própria. Aos poucos, os dois descobrem que vêm perdendo a memória em períodos cíclicos. E também que se amam imensamente. Numa corrida para descobrir a razão dos apagões em suas memórias, Silas e Charlie acabam descobrindo muito mais sobre si e os mistérios que envolvem suas famílias. Mas muito em breve vão esquecer tudo de novo. E precisam estar juntos para evitar o pior.




Essa é a segunda parte do livro Nunca jamais, publicado pela Galera record. Eu havia sido completamente fisgada pelo enredo no livro anterior, e aquele final me deixou muito empolgada para saber mais. Eu demorei um pouco para começar a segunda parte porque queria que a terceira já estivesse quase sendo lançada, para não sofrer tanto de novo. E após terminar essa leitura, minha crítica continua a mesma: POR QUE UM LIVRO TÃO CURTO? Eu ainda acho muita maldade da Tarryn e Colleen de dividir a história em três partes. 

quinta-feira, 11 de abril de 2019

[Resenha] Garota em pedaços

| 9 comentários
Autora: Kathleen Glasgow
Páginas: 384
Editora: Outro Planeta
Além de enfrentar anos de bullying na escola, Charlotte Davis perde o pai e a melhor amiga, precisando então lidar com essa dor e com as consequências do Transtorno do Controle do Impulso - um distúrbio que leva as pessoas a se automutilarem. "Viver não é fácil". Quando o plano de saúde de sua mãe suspende seu tratamento numa clínica psiquiátrica - para onde foi após se cortar até quase ficar sem vida -, Charlotte Davis troca a gelada Minneapolis pela ensolarada Tucson, no Arizona (EUA), na tentativa de superar seus medos e decepções. Apesar do esforço em acertar, nessa nova fase da vida ela acaba se envolvendo com uma série de tipos não muito inspiradores.
Cansada de se alimentar do sofrimento, a jovem se imbui de uma enorme força de vontade e decide viver e não mais sobreviver. Para fugir do círculo vicioso da dor, Charlotte usa seu talento para o desenho e foca em algo produtivo, embarcando de cabeça no mundo das artes. Esse é o caminho que ela traça em busca da cura para as feridas deixadas por suas perdas e os cortes profundos e reais que imprimiu em seu corpo.


Garota em pedaços, da Kathleen Glasgow, foi publicado pelo selo Outro planeta (da Editora Planeta), e foi um soco enorme no estômago. Eu estava procurando algum livro para ler no kindle e quando vi esse título resolvi iniciar a leitura sem nem saber muito sobre o enredo. E, no fim, acabei bastante surpreendida com a obra, que nos mostra algo que é quase um tabu: automutilação. Esse livro nos mostra a realidade de muitos jovens que sofrem calados, e usam a dor para continuar sobrevivendo. 

segunda-feira, 8 de abril de 2019

[Resenha] Mil beijos de garoto

| 7 comentários
Autora: Tillie Cole
Páginas: 400
Editora: Outro Planeta
Um beijo dura um instante. Mas mil beijos podem durar uma vida inteira. Um garoto. Uma garota. Um vínculo que é definido num momento e se prolonga por uma década. Um vínculo que nem o tempo nem a distância podem romper. Um vínculo que vai durar para sempre. Ao menos era o que eles imaginavam. Quando, aos dezessete anos, Rune Kristiansen retorna da Noruega para o lugar onde passou a infância – a cidade americana de Blossom Grove, na Geórgia –, ele só tem uma coisa em mente: reencontrar Poppy Litchfield, a garota que era sua cara-metade e que tinha prometido esperar fielmente por seu retorno. E ele quer descobrir por que, nos dois anos em que esteve fora, ela o deletou de sua vida sem dar nenhuma explicação.




Mil beijos de garoto, da Tillie Cole, e lançado pelo selo Outro planeta, foi uma das minhas leituras de fevereiro do kindle. Essa obra não estava nos meus desejados, mas como eu já tinha lido algumas resenhas e a trama tinha me interessado resolvi dar uma chance. E, no fim das contas foi uma leitura muito emocionante e fofa. Porém, tive minhas ressalvas, e por isso acabei não dando cinco estrelas.

sexta-feira, 5 de abril de 2019

TBR de abril

| 15 comentários

Boa noite! Para a minha TBR de abril escolhi quatro livros (porque o medo de floopar é grande), e eu nem acredito que já estou na metade do terceiro (eu ouvi um amém?!), então dessa vez estou realmente confiante que vou conseguir aumentar meu ritmo de leitura.

terça-feira, 2 de abril de 2019

Leituras de março

| 7 comentários

Boa noite, leitores! Março foi mais um mês em que as minhas leituras foram vergonhosas. Eu li cinco livros, e todos eram leituras de poucos dias, que acabaram se estendendo por semanas. Vamos conferir o que eu andei lendo?

domingo, 31 de março de 2019

Caixinha de correio #140

| 1 comentários

Boa noite, leitores! Está no ar a caixinha de correio com tudo o que eu recebi nesse mês de março. Tem bastante coisa para mostrar, então vamos lá! ♥

sexta-feira, 29 de março de 2019

[Resenha] Guardiões da Galáxia: Caos na galáxia

| 11 comentários
Autor: Dan Abnett
Páginas: 416
Editora: Novo Século
Quando os poderosos Vingadores... Bem, eh, não, este livro não é sobre eles. Na verdade, este livro não é sobre ninguém lá muito famoso. Enfim...
Os Guardiões da Galáxia tinham tudo para ser a equipe mais heroica do Multiverso sério, você deu uma boa olhada no uniforme de Rocket Raccoon na capa? Mais heroico, impossível. Mas até eles têm uma queda por grana. E quando Rocket Raccoon e Groot não estão por aí protegendo a Galáxia, estão cuidando de suas contas bancárias.
Mas as coisas nem sempre são fáceis, né? Menos ainda quando um pegajoso, incivililzado e rude alienígena badoon, em busca de um androide fugitivo, começa a invadir bares e interromper drinks absolutamente perfeitos. Rocket e Groot intercedem (por razões puramente altruístas, é claro) em favor do androide um gravador rigelliano mais coerente do que feijoada sem linguiça que todo mundo parece querer conhecer.
Rocket Raccoon e Groot precisam descobrir o quanto vale o tal gravador. E, bem, salvá-lo. Mas terão que fazer isso com o Império Kree e a Tropa Nova em sua cola. A ajuda virá de inesperados célebres convidados! Tiros serão disparados por armas irracionais, insanas e inumanas! Naves espaciais colidirão, e a morte gloriosa será iminente. Tudo isso em apenas um dia de trabalho da dupla mais bizarra da Galáxia.


Guardiões da Galáxia: Caos na galáxia, do autor Dan Abnett, é mais um livro da coleção Marvel, da Novo Século. Esse já é o segundo livro que eu leio, e mais uma vez fui surpreendida com uma história envolvente. E, diferente de A morte do Capitão América, essa trama é muito mais divertida, e não poderia se esperar menos já que temos como protagonistas Rocket Raccoon e Groot. Eu amei os filmes de Os guardiões das galáxias, e esses dois personagens são os meus preferidos. Rocket é um guaxinim modificado muito inteligente e bom com armas, além de ser impulsivo, sarcástico e bastante desbocado. Já Groot é mais reservado e tímido, porém, muito altruísta e proporciona alguns diálogos muito engraçados, mesmo que só use a linguagem do 'eu sou Groot'.

domingo, 24 de março de 2019

[Resenha] Banidos

| 5 comentários
Autora: Liz Braswell
Páginas: 224
Editora: Galera Record
Série: As nove vidas de Chloe King, 1
Chloe King parece uma adolescente normal. Vai à escola, discute com mãe e se apaixona. Mas perto de seu aniversário de 16 anos, ela desconfia que pode não ser assim tão comum. A visão noturna, os reflexos super-rápidos e as garras são algumas das pistas... Ao descobrir o que é — e de onde vem — ela logo percebe que não está sozinha. Alguém quer pegá-la. A qualquer custo. Ela tem nove vidas. Mas serão o bastante?





Banidos é o primeiro volume da série As nove vidas de Chloe King, da autora Liz Braswell e publicado pela Galera Record. Eu já conhecia a trama por conta do seriado, que infelizmente foi cancelado, e que era muito bom! Então, resolvi iniciar essa leitura para conhecer melhor a história e dar continuidade no que eu não tive respostas. No entanto, eu acabei me decepcionando com a leitura. Ela não foi o que eu esperava, tanto que eu iniciei no kindle na metade de 2018 e só fui finalizar em janeiro, eu simplesmente não consegui me envolver com o livro. Mas, como eu odeio abandonar leituras, resolvi insistir mais um pouco e finalmente terminei. 

quinta-feira, 21 de março de 2019

[Resenha] Mensageira da Sorte

| 8 comentários
Autora: Fernanda Nia
Páginas: 424
Editora: Plataforma21
Em pleno Carnaval carioca, durante uma confusão em um protesto contra a AlCorp – uma corporação que controla o preço dos alimentos e medicamentos no país – Cassandra Lira, ou Sam, passa a ser uma mensageira temporária no Departamento de Correção de Sorte (DCS), uma organização extranatural secreta incumbida de nivelar o azar na vida das pessoas. Para manter esse equilíbrio, os mensageiros devem distribuir presságios de sorte ou azar para alguns escolhidos. O primeiro "cliente" de Sam é justamente o seu vizinho e colega de classe, Leandro. O garoto é um youtuber em ascensão e a ajuda dela, na forma de uma mensagem sobre nada menos que paçocas, impulsiona Leandro a fazer um vídeo que o levará para o auge da fama. O que Sam não sabe é que o rapaz também é um ávido participante dos protestos contra os abusos da AlCorp, comprometido a expô-los em seu canal, independentemente dos riscos que possa correr, e a garota se vê obrigada a usar a sorte do DCS para protegê-lo. Mesmo que não entenda por que foi escolhida para trabalhar para o Destino, logo ela se vê no meio de uma rede de intriga, corrupção e poder. Ainda lidando com a culpa pela morte do próprio pai e com seus sentimentos por Leandro, Sam embarcará na jornada de desmascarar a quadrilha que está deteriorando o sistema da Justiça, tanto a natural quanto a extranatural, e fazer com que a balança do Destino se equilibre outra vez.

Mensageira da Sorte é um livro que deu o que falar antes mesmo de ser lançado, e eu estava muito empolgada por essa leitura. Com uma premissa original e atual, Fernanda Nia consegue nos envolver com sua escrita leve e personagens cativantes. E, o melhor de tudo é a parte fantasiosa que ela insere no enredo, o que deixou tudo ainda mais fantástico. 

domingo, 17 de março de 2019

[Resenha] A morte do Capitão América

| 5 comentários
Autor: Larry Hama
Páginas: 352
Editora: Novo Século
Coleção: Marvel Comics
Ele foi um herói para milhões de pessoas. Uma inspiração para as forças armadas norte-americanas e personificação dos maiores ideais de sua nação. Ele viveu por seu país – e agora, alvejado a sangue frio, deu sua contribuição final à terra que tanto amou. A morte do herói tem sérias consequências. Falcão, seu parceiro de toda a vida, faz da vingança sua prioridade. Sharon Carter, prisioneira dos capangas de Caveira Vermelha, encontra-se fora de controle. E Bucky Barnes, mais conhecido como Soldado Invernal, precisa se reconciliar com seu passado sórdido, a fim de encarar uma missão que mudará sua vida.



A morte do Capitão América faz parte da coleção Marvel, publicada pela Novo Século. E, apesar de eu já ter uns dez livros dessa coleção, essa é a primeira obra que leio (finalmente!), e eu gostei bastante da experiência. Eu não tenho o costume de ler HQ's, eu já falei isso várias vezes por aqui, e até já tive vontade de ler as da Marvel, mas o problema é que são muitas e eu nunca soube direito por qual começar, então acabo conferindo apenas os filmes; quando soube das novelizações minha empolgação não poderia ser maior, pois ficaria muito mais fácil conhecer melhor as histórias dos personagens e tudo que vivenciamos nos filmes. 

segunda-feira, 11 de março de 2019

TBR de março

| 19 comentários

Boa noite, leitores! Tudo bom? Estou um pouco atrasada para mostrar minha TBR de março, mas aqui está! Escolhi cinco livros para ler nesse mês (dois são da TBR de fevereiro que eu não consegui ler), e por incrível que pareça já estou terminando o terceiro, espero que continue nesse ritmo.

sábado, 9 de março de 2019

[Resenha] Wink Poppy Midnight

| 4 comentários
Autora: April Genevieve Tucholke
Páginas: 224
Editora: Galera Record
Um thriller que traz narradores nada confiáveis que vão fazer você duvidar até da sua própria moral. Indicado pela YALSA e pela TeenVogue como um dos melhores livros de ficção jovem-adulta de 2016. Wink é a nova vizinha esquisita e misteriosa, com seus cachos ruivos rebeldes, suas sardas e suas roupas estranhas. Poppy é a rainha do ensino médio, com seu cabelo loiro perfeito, sua beleza estonteante e sua grande habilidade para a manipulação e crueldade. Midnight é o menino doce e inseguro que se vê entre as duas. Wink sabe contar muitas histórias de cor. Ela está ciente de que todas elas precisam de um herói para derrotar o vilão. Poppy não acredita em histórias. Ela acredita acima de tudo, em si mesma e acha que pode conquistar e derrotar qualquer coisa. Midnight até acredita em histórias, mas ele está certo de que nunca vai ser protagonista de nenhuma, mesmo que Wink pense o contrário. Ele não é bom em nada. Poppy é a rainha da escola. Wink é a menina excluída que parece viver em um mundo particular e fantasioso. Midnight é o garoto preso entre elas que se vê obrigado a lidar com as consequências de um trote sombrio. Mas o que realmente aconteceu? Alguém sabe a verdade. Alguém está mentindo. Mas quem?


Wink Poppy Midnight, da Galera Record, foi uma das minhas leituras de janeiro, mas estou conseguindo resenhar só agora (um pouco atrasada, né não?). Esse livro lançou quase no final de 2017, e na época eu lembro que eu fiquei bastante interessada na sinopse. Todo esse mistério, três jovens com personalidades tão diferentes e uma capa igualmente misteriosa me deixaram bastante empolgada para ler. But, como podem ver, demorei todo esse tempo para finalmente iniciar a leitura. E o que eu posso dizer? O livro é louco, diferente de tudo que eu já li, com uma narrativa viciante e personagens estranhos.

quarta-feira, 6 de março de 2019

[Resenha] As garotas Spring

| 10 comentários
Autora: Anna Todd
Páginas: 355
Editora: Vergara & Riba
Em uma família aparentemente perfeita de Nova Orleans, nos Estados Unidos, vivem quatro garotas: Meg, Jo, Beth e Amy. Por mais que cada uma delas tenha características diferentes e bem definidas, o fato de serem filhas de um pai militar, combatente no Iraque, e de uma mãe desgastada por suas responsabilidades familiares, tornam seus medos muito semelhantes. "As Garotas Spring" é uma história poderosa sobre amor, família, aceitação e como descobrir sua prórpia identidade.
Com muito romance e drama, Anna Todd, autora best-seller do New York Times revisita o clássico de Louisa May Alcott, "Mulherzinhas", com uma linguagem moderna para os leitores do século 21.



As garotas Spring, da Anna Todd, é uma releitura do clássico Mulherzinhas, onde a autora traz para o leitor uma linguagem mais moderna e com situações atuais. Eu nunca li o clássico, mas depois de conferir essa leitura fiquei bastante curiosa para conhecer a história original que se passa no século XIX, onde certamente irá mostrar outros costumes. 

domingo, 3 de março de 2019

Leituras de fevereiro

| 1 comentários

Boa noite, leitores! Eu li cinco livros em fevereiro (não sei que tá acontecendo! kkkk), sendo que dois que eu tinha colocado na minha TBR acabaram ficando de fora. :( But, vamos conferir minhas leituras? ♥

sábado, 2 de março de 2019

Caixinha de correio #139

| 0 comentários

Boa noite, leitores! Vim mostrar para vocês o que eu recebi no mês de fevereiro, o que não foi muito. Esse mês não comprei nenhum livro, além das caixinhas que eu já assino, aleluia! Vamos conferir?

terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

[Resenha] Calamidade

| 11 comentários
Autor: Brandon Sanderson
Páginas: 382
Editora: Aleph
Trilogia: Os executores, 3
Os Executores se preparam para a batalha definitiva. Mas pode ser que suas armas e habilidades não sejam suficientes. Para derrotar os Épicos de uma vez por todas, David e sua equipe precisam descobrir o segredo de Calamidade, a misteriosa estrela vermelha. As respostas podem estar em Ildithia, uma bizarra e perigosa cidade de sal. Com a união e a coragem pelas quais são conhecidos, os Executores vão até lá, e contam com a ajuda de amigos poderosos para tentar pôr fim ao caos.




1. Coração de aço
2. Tormenta de fogo

Calamidade é o último livro da trilogia Os executores, do autor Brandon Sanderson, e publicado pela Editora Aleph. Desde o primeiro livro eu me vi fisgada pelo enredo, eu adoro tramas com heróis e poderes, mas Brandon conseguiu usar esses elementos para algo ainda mais grandioso e reflexivo. Essa trilogia nos mostra um mundo dominado por Épicos, pessoas que por algum motivo desenvolveram habilidades, e usam seus poderes para dominar cidades e amedrontar as pessoas. Essa realmente vai ser a última batalha, a última chance de salvar a humanidade. E, iniciar esse livro foi algo muito doloroso, é tão difícil se despedir de livros que nos conquistam. Porém, ao mesmo tempo eu estava muito empolgada para ter as respostas finais.

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

[Resenha] Caixa de pássaros

| 9 comentários
Autor: Josh Malerman
Páginas: 272
Editora: Intrínseca
Basta uma olhadela para desencadear um impulso violento e incontrolável que acabará em suicídio. Ninguém é imune e ninguém sabe o que provoca essa reação nas pessoas. Cinco anos depois do surto ter começado, restaram poucos sobreviventes, entre eles Malorie e dois filhos pequenos. Ela sonha em fugir para um local onde a família possa ficar em segurança, mas a viagem que tem pela frente é assustadora: uma decisão errada e eles morrerão.






Caixa de pássaros é o livro de estreia do autor Josh Malerman, publicado pela Editora Intrínseca. Eu já estava com esse livro na estante há algum tempo, e por conta do lançamento do filme me obriguei a colocá-lo na TBR de dezembro, e finalmente eu li! Cada vez mais estão saindo adaptações de livros, e eu acho isso algo incrível. No entanto, a narrativa e história de Caixa de pássaros é algo que eu não consigo imaginar como um filme, então estou ansiosa e empolgada para conferir se pegaram a essência e como transformaram isso. Mas, estamos aqui para falar da leitura, então vamos lá!

domingo, 17 de fevereiro de 2019

Séries para iniciar em 2019

| 2 comentários

Boa tarde, leitores! Mês passado eu mostrei que uma das minhas metas literárias era finalizar/continuar algumas séries de livros, agora eu quero mostrar para vocês as que eu quero iniciar esse ano. ~ que também são muitas ~

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

[Resenha] Perdão, Leonard Peacock

| 4 comentários
Autor: Matthew Quick
Páginas: 224
Editora: Íntrinseca
Hoje é o aniversário de Leonard Peacock. Também é o dia em que ele saiu de casa com uma arma na mochila. Porque é hoje que ele vai matar o ex-melhor amigo e depois se suicidar com a P-38 que foi do avô, a pistola do Reich. Mas antes ele quer encontrar e se despedir das quatro pessoas mais importantes de sua vida: Walt, o vizinho obcecado por filmes de Humphrey Bogart; Baback, que estuda na mesma escola que ele e é um virtuose do violino; Lauren, a garota cristã de quem ele gosta, e Herr Silverman, o professor que está agora ensinando à turma sobre o Holocausto. Encontro após encontro, conversando com cada uma dessas pessoas, o jovem ao poucos revela seus segredos, mas o relógio não para: até o fim do dia Leonard estará morto. 



Perdão, Leonard Peacock, de Matthew Quick, foi uma leitura extremamente tocante e delicada. Esse é o primeiro livro que eu leio do autor, e foi uma experiência muito boa, apesar de ter temas tão pesados, porém, necessários. A escrita do Matthew é bastante realista, e nos faz pensar que há muitos Leonard Peacock no mundo, só esperando alguém para notá-los. Eu fiquei impactada com tudo o que encontrei no livro, sofri junto com o personagem, e a cada página a frustração só aumentava ao perceber que ninguém ao seu redor conseguia enxergar seu pedido de socorro. 

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

[Resenha] Império dos Lobos

| 14 comentários
Autora: Kayla Olson
Páginas: 424
Editora: Plataforma21
Antes da guerra, a vida de Éden era fácil: ar-condicionado, sorvete e longos dias de praia. Tudo mudou quando veio a revolução.Agora, um poderoso grupo chamado Alcateia controla a Terra e seus recursos. Éden perdeu tudo. Eles assassinaram sua família e amigos, destruíram sua casa e a tornaram uma prisioneira. Ela, no entanto, se recusa a morrer nas mãos dos Lobos.
Éden sabe a localização do único ambiente seguro no mundo, um lugar chamado Refúgio – e ela está desesperada para alcançar a ilha.
Quando Éden finalmente chega a Refúgio, encontra outros que fugiram dos Lobos. Mas o alívio é apenas momentâneo: uma de suas novas parceiras desaparece. Embrenhando-se na floresta em busca da aliada perdida, rapidamente o grupo de Éden descobre que Refúgio é cheia de armadilhas letais e abriga um inimigo que
jamais imaginaram.
Esta ilha pode ser mais mortal que o mundo que Éden deixou para trás, mas lutar pela sobrevivência é tudo o que lhe resta para reconquistar a liberdade.


Império dos Lobos, da Kayla Olson, é uma mistura de distopia e ficção científica, e eu estava muito empolgada por esse livro. Eu recebi a obra da Plataforma21 e foi uma das minhas leituras de dezembro. O universo criado pela autora é muito envolvente e tem como pano de fundo desastres ambientais. Eu fui completamente fisgada por esse enredo, sou apaixonada por distopias, porém o final foi um banho de água fria em mim, principalmente quando eu descobri que é um volume único e eu não teria algumas respostas.

sábado, 9 de fevereiro de 2019

[Resenha] João e Maria

| 2 comentários
Autor: Neil Gaiman
Páginas: 56
Editora: Intrínseca
O prestigiado escritor Neil Gaiman e o brilhante ilustrador Lorenzo Mattotti se encontram para recontar o clássico João e Maria. Familiar como um sonho e perturbador como um pesadelo, o conto narra a saga de dois irmãos que, em tempos de crise e falta de esperança, são abandonados pelos próprios pais e precisam enfrentar com coragem os perigos de uma floresta sombria. Em um texto poético, Gaiman revive a tradição dos contos de fada, dando profundidade à aventura dos irmãos, mas sem abandonar a autenticidade e o talento único de mesclar realismo e fantasia que o transformaram em um dos maiores autores de sua geração. Mattotti, por sua vez, dá um ar inteiramente novo ao clássico. Seus traços criam um jogo de luz e sombra, permitindo que o leitor desvende aos poucos a imagem, assim como os segredos da história de João e Maria.


Eu duvido que tenha alguém que não conheça a história de João e Maria! Eu conheci a fábula quando era criança e desde então ela ficou marcada em minha memória. Esse conto é um clássico, e foi escrita originalmente pelos irmãos Grimm de forma bem mais sombria da que conhecemos dos livros e desenhos. E é essa a proposta do autor Neil Gaiman e do ilustrador Lorenzo Mattotti ao recontar a história: trazer um clima mais sombrio e chocante. 

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019

TBR de fevereiro

| 13 comentários

Boa noite, leitores! Tudo bem por aí? Vim mostrar a minha TBR para fevereiro! Eu resolvi separar apenas quatro livros, e vamos ver se sobra tempo para mais algum durante o mês.

terça-feira, 5 de fevereiro de 2019

Leituras de janeiro

| 14 comentários

Boa noite, leitores! Em janeiro eu li oito livros (um no kindle e dois no aplicativo do celular) e vim mostrar para vocês quais foram eles e o que eu achei. Vamos lá?!

domingo, 3 de fevereiro de 2019

Caixinha de correio #138

| 0 comentários

Boa noite, leitores! Estou sumida há alguns dias daqui, mas hoje resolvi mostrar para vocês tudo o que eu recebi em janeiro na caixa postal. A primeira caixinha de correio do ano está bem recheada, vem conferir tudo! ♥

segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

[Resenha] Gelo negro

| 14 comentários
Autora: Becca Fitzpatrick
Páginas: 304
Editora: Intrínseca
Britt Pfeiffer passou meses se preparando para uma trilha na Cordilheira Teton, um lugar cheio de mistérios. Antes mesmo de chegar à cabana nas montanhas, ela e a melhor amiga, Korbie, enfrentam uma nevasca avassaladora e são obrigadas a abandonar o carro e procurar ajuda. As duas acabam sendo acolhidas por dois homens atraentes e imaginam que estão em segurança.
Os homens, porém, são criminosos foragidos e as fazem reféns. Para sobreviver, Britt precisará enfrentar o frio e a neve para guiar os sequestradores para fora das montanhas. Durante a arriscada jornada em meio à natureza selvagem, um homem se mostra mais um aliado do que um inimigo, e Britt acaba se deixando envolver. Será que ela pode confiar nele? Sua vida dependerá dessa resposta.


Gelo negro é um thriller que me prendeu a atenção do início ao fim. Depois de ter lido Sussurro, também da Becca Fitzpatrick, e não ter gostando tanto, me vi envolvida com esse outro livro da autora, que possui uma trama cheia de suspense e mistério. Depois dessa leitura até resolvi dar mais uma chance para a série Hush hush, eu li bem na época que tinha dado aquele bum de pessoas elogiando e tal, e acho que coloquei muitas expectativas. Lembro que fiquei decepcionada e pensei: sério que vocês acham esse livro tudo isso? Enfim, voltando a Gelo negro...

sábado, 26 de janeiro de 2019

Séries para finalizar/continuar em 2019

| 8 comentários

Boa noite, leitores! No início do mês eu postei sobre as minhas metas literárias para 2019, e uma delas era sobre continuar algumas séries. Vim mostrar para vocês as que eu escolhi para dar continuidade - são muitas que eu preciso fazer isso. :(

quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

[Resenha] A era dos mortos - Parte II

| 11 comentários
Autor: Rodrigo de Oliveira
Páginas: 320
Editora: Faro Editorial
Série: As crônicas dos mortos, 6
O último livro da saga AS CRÔNICAS DOS MORTOS. Zumbis, tiranos e rebeldes travam sua derradeira batalha pela sobrevivência da espécie humana.
Os trágicos acontecimentos que dizimaram os habitantes da Serra Catarinense levaram Sarah e Fernando a caminhos diferentes, o que só reforçou o desejo de derrubar o terrível ditador Otávio a qualquer custo.
Separados, os jovens enfrentam uma odisseia pela sobrevivência, em meio a navios abandonados, grupos em guerra e trabalho escravo. Agora, todos sabem que Otávio detém as mais poderosas armas de guerra já concebidas e está disposto a usá-las contra qualquer um que fique em seu caminho.
A sensação de segurança desaba e qualquer comunidade pode ser o próximo alvo. Enquanto isso, os zumbis atingem um novo patamar de evolução, tão letal que nenhum exército é capaz de detê-los. Finalmente, o ser humano não tem mais como combater os mortos-vivos.

1. O vale dos mortos
1.5. Elevador 16
2. A batalha dos mortos
3. A senhora dos mortos
4. A ilha dos mortos
5. A era dos mortos, parte I

A era dos mortos - Parte II é o sexto, e último, livro da série As crônicas dos mortos, do Rodrigo de Oliveira. Eu acompanho essa série desde o primeiro lançamento, então a angústia por sair a continuação sempre foi presente, e cada livro novo que lançava, e eu lia, fui me apaixonando ainda mais pela escrita e trama do autor. Essa é uma das séries de apocalipse zumbi que eu mais gosto, sério! Quando eu li A era dos mortos - parte I foi me dando uma tristeza de finalizar a série, mas quando enfim iniciei essa segunda parte, comecei a aceitar o fim. Sim, vou sentir saudade dos personagens, mas o autor termina de uma forma que eu consegui lidar que acaba ali, daquele jeito.

segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

[Resenha] A seleção

| 5 comentários
Autora: Kiera Cass
Páginas: 368
Editora: Seguinte
Série: A seleção, 1
Nem todas as garotas querem ser princesas. America Singer, por exemplo, tem uma vida perfeitamente razoável, e se pudesse mudar alguma coisa nela desejaria ter um pouquinho mais de dinheiro e poder revelar seu namoro secreto.
Um dia, America topa se inscrever na Seleção só para agradar a mãe, certa de que não será sorteada para participar da competição em que o príncipe escolherá sua futura esposa.
Mas é claro que seu nome aparece na lista das Selecionadas, e depois disso sua vida nunca mais será a mesma...




Olha quem finalmente leu A seleção! Esse é o primeiro livro da série de mesmo nome, da autora Kiera Cass, lançado pela Seguinte. E, eu amei a leitura! Eu adoro livros de distopia, e o grande diferencial dessa é que tem todo esse ar de contos de fadas e reality show, o que tornou o enredo interessante e envolvente. É claro que por conta de todo furor em cima do livro eu já imaginava que seria uma leitura muito boa, mas acabei gostando bem mais do que o esperado. 

quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

[Resenha] Replay

| 2 comentários
Autor: Marc Levy
Páginas: 238
Editora: Suma
Tudo que Andrew Stilman queria era uma segunda chance. Após partir o coração da mulher que amava, seu maior desejo era voltar no tempo e consertar os erros, mas isso é impossível – ou, ao menos, era o que ele pensava.
Na manhã do dia 9 de julho de 2012, durante sua caminhada matinal às margens do Rio Hudson, o prestigioso repórter Andrew Stilman é violentamente atacado, sem conseguir ver o criminoso. Após sua morte, o inesperado acontece. O jornalista não vê uma luz no fim do túnel, nem muito menos abre os olhos no céu, mas acorda dois meses antes de seu assassinato. Quando acorda, Andrew está de volta ao dia 9 de maio do mesmo ano. Ele vai reviver os dois próximos meses atento a qualquer detalhe que possa ajudá-lo a descobrir quem o agrediu – ou melhor, irá agredi-lo – dois meses depois.
Do coração de Nova York até as ruas de Buenos Aires, Andrew vive uma aventura repleta de reviravoltas, enquanto tenta salvar a própria pele e não decepcionar seu grande amor mais uma vez. O protagonista de Replay, best-seller de Marc Levy, além de consertar os erros que cometeu, terá de correr contra o tempo para tentar evitar sua morte e encontrar seus possíveis assassinos.


Replay é meu primeiro contato com a escrita do autor Marc Levy, publicado pela editora Suma. Eu sempre li muitas resenhas falando bem dos livros dele, porém, nunca tinha tido a oportunidade de ler. Na verdade, Replay estava há alguns bons anos na minha estante, só faltava um empurrãozinho. E agora eu finalmente posso dizer que já li algo do Marc Levy! E, eu já quero ler mais obras do autor, pois essa história foi muito surpreendente e a escrita dele é bastante envolvente. Como eu já tinha esse livro na estante resolvi começar a leitura sem relembrar a sinopse, o que nesse caso acabou se tornando algo ainda mais empolgante.

quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

[Resenha] A febre

| 14 comentários
Autora: Megan Abbott
Páginas: 272
Editora: Intrínseca
Na Escola Secundária de Dryden, Deenie, Lise e Gabby formam um trio inseparável. Filha do professor de química e irmã de um popular jogador de hóquei da escola, Deenie irradia a vulnerabilidade de uma típica adolescente de 16 anos. Quando Lise sofre uma inexplicável e violenta convulsão no meio de uma aula, ninguém sabe como reagir.Os boatos começam a se espalhar na mesma velocidade que outras meninas passam a ter desmaios, convulsões e tiques nervosos, deixando os médicos intrigados e os pais apavorados. Os ataques seriam efeito colateral de uma vacina contra HPV?
Envoltos em teorias e especulações, o pânico rapidamente se alastra pela escola e pela cidade, ameaçando a frágil sensação de segurança daquelas pessoas, que não conseguem compreender a causa da doença terrível e misteriosa.


A febre, da autora Megan Abbott, é um livro de suspense e estava nos meus desejados desde que eu fui em um encontro da Editora Intrínseca e a trama foi apresentada. O ritmo da narrativa cresce a cada momento que novas teorias são jogadas, e a autora em nenhum momento nos dá uma pista concreta. Eu fui avançando na leitura me perguntando onde tudo ia chegar. Uma cidade com um lago misterioso, acontecimentos estranhos, meninas com reações bizarras... Sério, qual o sentido de tudo? É paranormal? Fantasia? Psicológico? Durante a leitura são vários e vários questionamentos, e tudo isso só serviu para me fazer ficar grudada no livro até terminar.

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

[Resenha] Os Caras de Fantasma

| 5 comentários
Autor: John Flanagan
Páginas: 307
Editora: Fundamento
Série: Brotherband, 6
Hal e seus companheiros foram pegos por uma monumental tormenta quando partiram de Clonmel e por isso acabaram desviando de seu curso. Atracaram em uma terra tão distante que Hal não conseguiu reconhecê-la ou identificá-la nos mapas. E, mesmo sem avistar nenhum habitante no local, a tripulação do Garça-Real tinha uma sensação horripilante de que estava sendo observada. De repente, o silêncio foi rompido quando um urso gigantesco atacou duas crianças. Os garças entraram em ação e salvaram os garotos, ganhando, assim, o reconhecimento e a amizade da população. Mas não houve tempo para um merecido descanso ou comemoração! Os Caras de Fantasma, uma tribo selvagem e cruel que pinta os rostos de branco, estavam a caminho para saquear e destruir a vila. Os garças não poderiam deixar isso acontecer! Pelo menos, não sem uma boa luta.

1. Os exilados
2. Os invasores
3. Os caçadores
4. Os escravos 
5. A montanha


Os Caras de Fantasma é o sexto volume da série Brotherband, do autor John Flanagan e publicado pela Editora Fundamento. A série faz parte do mesmo universo de Rangers, porém, com outros personagens e voltado mais para a cultura viking. Quem acompanha o blog sabe o quanto eu adoro Brotherband, todos os livros que eu li até agora foram fascinantes e muito envolventes, e em Os Caras de Fantasma isso não mudou. Então, você sabe que está viciada em uma série quando já leu cinco volumes dela em um ano, pois é. Essa resenha não tem nenhum spoiler, mas você pode conferir as resenhas anteriores para se situar melhor na história.  

domingo, 13 de janeiro de 2019

Loja Apenas um vício ♥

| 11 comentários

Vocês sabiam que o Apenas um vício tem uma lojinha (@lojaapenasumvicio) com produtos de papelaria e decoração? São itens perfeitos para os amantes de livros, seja para decorar a estante ou escrever as leituras do mês no planner. Alguém gosta de post it? Temos vários modelinhos, e é algo que não pode faltar para aquela leitura maravilhosa, concordam?

E temos uma novidade, a loja agora tem um site onde você pode fazer suas compras: Loja Apenas um vício

Nos sigam no perfil da loja e confiram as novidades! :)

quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

[Resenha] Simon vs. a agenda Homo Sapiens

| 13 comentários
Autor: Becky Albertalli
Páginas: 272
Editora: Intrínseca
Simon tem dezesseis anos e é gay, mas ninguém sabe. Sair ou não do armário é um drama que ele prefere deixar para depois. Tudo muda quando Martin, o bobão da escola, descobre uma troca de e-mails entre Simon e um garoto misterioso que se identifica como Blue e que a cada dia faz o coração de Simon bater mais forte. Martin começa a chantageá-lo, e, se Simon não ceder, seu segredo cairá na boca de todos. Pior: sua relação com Blue poderá chegar ao fim, antes mesmo de começar.
Agora, o adolescente avesso a mudanças precisará encontrar uma forma de sair de sua zona de conforto e dar uma chance à felicidade ao lado do menino mais confuso e encantador que ele já conheceu.
Uma história que trata com naturalidade e bom humor de questões delicadas, explorando a difícil tarefa que é amadurecer e as mudanças e os dilemas pelos quais todos nós, adolescentes ou não, precisamos enfrentar para nos encontrarmos.


Eu percebi que dezembro foi o mês de ler livros que viraram adaptações! Eu ainda não assisti Com amor, Simon, mas resolvi me aventurar na leitura antes de fazer isso. Simon vs. a agenda Homo Sapiens é um romance LGBT, escrito por Becky Albertalli e lançado pela Editora Intrínseca. Eu estava com um pouco de receio de começar essa leitura e acabar não gostando (por causa de tanta gente falando bem), mas foi bem pelo contrário, eu me apaixonei pela história, e principalmente por Simon.

segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

[Resenha] Uma garota entre nós

| 8 comentários
Autora: Cecily von Ziegesar
Páginas: 320
Editora: Galera Record
Série: It girl, 2
Passar vergonha na frente de todo o colégio e desrespeitar o comitê disciplinar tornam Jenny realmente popular no colégio. Mas a fama não é nada, Jenny está totalmente apaixonada. O único problema é que ele é namorado de
sua colega de quarto. Além disso, Tinsley Carmichel – que todos pensavam que tinha sido expulsa – está de volta e quer recuperar seu posto de “A Garota”.






Uma garota entre nós é o segundo volume da série It girl, da autora Cecily von Ziegesar. Essa série tem como foco a personagem Jenny Humphrey, de Gossip girl. Como eu falei na resenha do livro anterior, eu amo Gossip girl! Poder acompanhar um personagem dessa forma é algo incrível, mesmo que a Jenny dos livros seja bem diferente da série de TV. Eu ainda quero a Jenny barraqueira e ousada. Ela está muito calma e inocente, e eu espero que nos próximos livros isso mude um pouco, ou então ela vai ser comida viva naquele colégio.

domingo, 6 de janeiro de 2019

Metas literárias para 2019

| 10 comentários

Boa noite, leitores! Vamos falar sobre metas literárias? Eu, particularmente, nunca criei muitas metas. Em 2018 me propus a ler 100 livros (e consegui ler 127! \o/) e selecionei uns 90 livros da minha estante que eu queria muito ler e coloquei em um potinho para ir sorteando a cada mês. But, esse ano eu resolvi criar mais desafios/metas.