terça-feira, 18 de dezembro de 2018

[Resenha] Vermelho como o sangue

|
Autora: Salla Simukka
Páginas: 240
Editora: Novo Conceito
Série: Branca de Neve, 1
No congelante inverno do Ártico, Lumikki Andersson encontra uma incrível quantidade de notas manchadas de vermelho, ainda úmidas, penduradas para secar no laboratório de fotografia da escola. Cédulas respingadas de sangue.
Aos 17 anos, Lumikki vive sozinha, longe de seus pais e do passado que deixou para trás. Em uma conceituada escola de arte, ela se concentra nos estudos, alheia aos flashes, à fofoca e às festinhas dominadas pelos garotos e garotas perfeitos.
Depois que se envolve sem querer no caso das cédulas sujas de sangue, Lumikki é arrastada por um turbilhão de eventos. Eventos que se mostram cada vez mais ameaçadores quando as provas apontam para policiais corruptos e para um traficante perigoso, conhecido pela brutalidade com que conduz os seus negócios. Lumikki perde o controle sobre o mundo em que vive e descobre que esteve cega diante das forças que a puxavam para o fundo. Ela descobre também que o tempo está se esgotando. Quando o sangue mancha a neve, talvez seja tarde demais para salvar seus amigos. Ou a si mesma.


Vermelho como o sangue é o primeiro livro da trilogia Branca de Neve, da autora finlandesa Salla Simukka e publicado no Brasil pela Editora Novo Conceito. Eu lembro que logo que a obra tinha sido lançada, pela capa e sinopse eu pensei que fosse uma fantasia, mas na verdade a trama tem uma pegada investigativa. Eu gosto bastante desse gênero, então sempre inicio esse tipo de leitura com as expectativas bem altas, e infelizmente nem todas foram atendidas com essa história.

Três adolescentes drogados encontram uma mala contendo trinta mil euros sujos de sangue. Por conta do estado deles, ou até mesmo por burrice, eles pegam a mala e levam para o laboratório de fotografia da escola para lavar o dinheiro. Lumikki, que nunca teve qualquer contato com esses adolescentes, acaba entrando no laboratório e encontra as cédulas em um varal. Sua curiosidade de entender porque aquilo estava ali acaba a colocando numa verdadeira enrascada.

Esse dinheiro era um pagamento da máfia e uma mensagem para a pessoa que deveria recebê-lo. Em paralelo ao grupo de jovens que tenta descobrir para quem era o dinheiro e por que estava sujo de sangue também acompanhamos as consequências de a mala não ter chegado a seu destino. E em certo momento essas duas situações se encontram dentro do enredo.


A trama tem uma dose de suspense, e o leitor é levado ao mundo do crime com muitos assassinatos, drogas e corrupção. E, em certo ponto é tudo realmente muito envolvente, até que nos deparamos com uma personagem pouco desenvolvida. Lumikki parece ser diferente dos outros jovens, talvez por conta do passado que quis deixar para trás, e ela fala muito sobre segredos da família. Mas, nada realmente nos revela o motivo de ela ser tão centrada e ter habilidades estranhas para uma adolescente. Essa falta de informação acabou deixando a narrativa um pouco fora de rumo, e não consegui me apegar totalmente a isso ou me convencer. Talvez a autora revele apenas na continuação, o que talvez tenha sido uma jogada errada.

Além de tudo, a história não tem grandes reviravoltas e não conseguiu me prender totalmente. A leitura em si é fluída, é um livro realmente rápido de ler, mas eu não tive aquela gana de pegar um livro do gênero e não querer mais desgrudar. E, referente ao nome da trilogia, não consegui identificar nenhuma semelhança com o conto de fadas.

Infelizmente a parte policial do livro foi extremamente fraca. Porém, é uma trilogia que eu pretendo continuar. Gostei da parte da máfia e como a personagem acabou metida nisso tudo. E, eu confesso, estou morrendo de curiosidade para saber mais sobre o passado de Lumikki. Espero que o próximo livro seja melhor e mais envolvente.

15 comentários:

  1. Eu tive o mesmo pensamento que você, a NC investiu bastante para ter esta saga, porém não publicou a trilogia toda e fiquei sem saber dela. Eu queria que tivesse sido toda publicada mas não. Eu tinha achado legal por ser fluída, mesmo que tivesse toda esta loucura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, só tem o segundo volume. Espero que publiquem o terceiro. :/

      Excluir
  2. Se não me engano esbarrei nesse livro algumas vezes em feiras de livros. Lembro dessa capa e do título e de ter me chamado a atenção justamente por nos fazer pensar nos contos de fadas. E confesso que o fato de ser um suspense não me desanimou, pois sempre fico curiosa com um suspense. Todavia, tenho um certo receio de ler, pois não curto tramas que se referem à máfia e corrupção. Nem sobre o mundo das drogas. Prefiro thrillers diferentes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também adoro suspense, e não me importo de ser foca nessa coisa mais política, máfia e tal, achei a história bem diferente.

      Excluir
  3. Oi, Andressa.
    Fiquei impressionada em saber que esse livro tem essa pegada policial... Nem podia imagina! A capa e o título não me passavam essa impressão. Mas que pena que o livro não seja assim aquela maravilha. É chato quando um livro do gênero não consegue nos prender...
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, guria! Também não imaginava essa pegada, e de certa forma acabei gostando, mesmo com algumas ressalvas.

      Excluir
  4. Oi, tudo bem?
    Eu já vi esse livro por ai, mas nunca parei para ler mais sobre a obra, sabe? Eu confesso que não costumo ler histórias com pegada investigativa. E é uma pena ver que a obra não alcançou todas as suas expectativas, que a mesma deixou muita informação de fora e isso acabou deixando a narrativa um pouco fora do rumo. Enfim, gostei da sua resenha, mas essa não é uma obra que chamou minha atenção.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, eu esperava um pouco mais da leitura. Mas, de certo modo eu gostei da história, só poderia ter sido trabalhada de outra forma.
      beijos

      Excluir
  5. Olá!
    Nunca tinha visto esse livro, mas confesso que mesmo a premissa me atraindo, as suas ressalvas com a leitura e o fato de ser mais arrastado, já me desanimam completamente.
    Obrigada pelas considerações sinceras.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, que pena! Minhas ressalvas são mais para a pessoa não ir com tanta expectativa como eu fui, do que não recomendar a leitura. Se tiver um tempinho e oportunidade dê uma chance a leitura, pode ser que contigo funcione melhor. ;)

      Excluir
  6. Oi, Andressa! Uma pena que a leitura não foi o que você esperava. Dá um pouco de raiva quando a gente começa a ler esperando uma coisa e vem outra (às vezes nos surpreendemos e gostamos, mas outra vezes...). Enfim, espero que os demais livros sejam bons para compensar esse primeiro livro sem sal. Não sei se eu mesma o leria, se tiver oportunidade, quem sabe eu dou uma chance.
    bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, esperava um pouco mais do desenvolvimento. Espero mesmo que o próximo seja melhor, estou curiosa com o passado da personagem.
      beijos

      Excluir
  7. Tudo bem? Li esse livro assim que lançou. Eu esperava bem mais. A trama deu uma forçada em algumas situações tornando algumas partes um pouco ridículas, na minha opinião.
    Foi um daqueles livros que me decepcionou, mas talvez tenha sido minhas expectativas.

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, boa parte da minha decepção foi por conta das expectativas que coloquei em cima mesmo.
      beijos

      Excluir
  8. Que pena que o livro não tenha te agradado tanto assim. É bem ruim quando isso acontece, ainda mais quando se trata de uma trilogia ou série. Ainda não conhecia o livro, mas ela não me chamou muito a atenção.

    ResponderExcluir