quarta-feira, 12 de setembro de 2018

[Resenha] A montanha

|
Autor: John Flanagan
Páginas: 360
Editora: Fundamento
Série: Brotherband, 5
Depois de enfrentar os comerciantes de escravos de Socorro, Hal e a tripulação do Garça-Real retornam a Araluen e recebem uma nova missão do rei Duncan: proteger sua filha, a princesa Cassandra. Ela sofreu um atentado que, felizmente, foi frustrado. Contudo, os assassinos pertencem à seita de Imrika, conhecida por caçar e perseguir suas vítimas até a morte – incansavelmente. Esses fanáticos precisam ser detidos antes que seja tarde e, assim, os Brotherbands e Gilan, o lendário arqueiro de Araluen, partem à procura do covil inimigo na temida Montanha do Escorpião, localizada no deserto de Ephesa.
Só que, quando religião e morte se misturam, nem mesmo a calmaria das águas mais profundas dará trégua aos corajosos aventureiros. No caminho, um tirano sedento por vingança e um grupo de cruéis mercenários unem forças para tomar o Garça-Real e impedir Hal e seus amigos de chegar a seu destino. É o início de uma sangrenta batalha por mar e por terra que pode sair muito caro à jovem tripulação. O perigo espreita entre as sombras. Contando com a experiência de Thorn e a agilidade de Gilan, Hal precisa combinar as habilidades de marinheiros e arqueiros para enfrentar adversários impiedosos. Mas será que Hal conseguirá comandar e proteger todos ao mesmo tempo? Ou sua jornada terminará antes de começar?


1. Os exilados
2. Os invasores
3. Os caçadores
4. Os escravos

A montanha é o quinto volume da série Brotherband, do John Flanagan. É muito difícil eu pegar uma série e ler um livro atrás do outro, mas com essa é simplesmente impossível não querer ler mais e mais. A escrita do autor é muito envolvente e o enredo é cheio de aventuras e perigos, o que deixa tudo ainda mais empolgante. Esse é um livro juvenil, mas não pense nem por um momento que a história tem um desenvolvimento fácil e bobo, pelo contrário, John trabalha muito bem tanto os personagens quanto a trama. 

Nesse livro mais uma vez vamos ter muitos acontecimentos, todos se desenrolam de forma difícil e que precisa ser muito bem planejada. Por sorte, Hal, o capitão do Garça-Real, é um jovem muito inteligente e que está a cada dia conseguindo mais experiência. Eles são um grupo unido e forte, e que desde o início conseguem complementar as habilidades uns dos outros.


Depois de sair do mercado de escravos e finalmente ir para Araluen, eles conhecem o Rei Duncan, que tem uma importante missão para os garotos: proteger Cassandra, sua filha. Um inimigo contratou uma seita para matar a princesa, e eles são conhecidos por nunca desistirem e não aceitarem a quebra do contrato. O serviço só termina quando a pessoa morre. Os garças vão precisar ir para a Montanha, onde os assassinos se escondem. Essa é uma aventura nunca esperada pelos garotos: eles vão precisar atravessar o deserto para chegar ao local. Nesse meio tempo, eles sofrem um ataque ao navio, e mais uma vez eles precisam mostrar todas suas habilidades para lidar com essas situações.

O arqueiro Gilan continua presente na trama, e vai ajudar os marinheiros nessa jornada. E, rapidamente são citados Halt, Will e Horace (da série Rangers), e eu fico me perguntando se em algum momento eles vão aparecer realmente. Pelo que eu percebi, eles agora já estão mais velhos. Eu fiquei ainda mais empolgada para dar logo continuidade em Rangers.


Hal é um excelente inventor, e neste livro ele usará sua criatividade para ajudar um dos garças. Eu achei muito bacana, e fiquei encantada com esse sentimento de lealdade e preocupação que eles sentem um pelo outro. Porém, ao mesmo tempo o autor foca somente em alguns personagens dos garças, e os outros acabam ficando bem em segundo plano. Eu entendo que são muitos personagens e ficaria impossível detalhar todos, mas eu acho que o autor poderia intercalar o foco em seus livros, mostrando melhor a personalidade e histórias dos outros garotos.

Eu realmente não tenho nenhuma crítica negativa em relação a esse livro, mais uma vez fui surpreendida com uma história envolvente e com uma narrativa fluída. Eu estou animada pelo sexto livro, e já ansiosa para que a Editora Fundamento lance logo o sétimo - que saiu ano passado no exterior -, essa é uma série muito boa. Recomendo!

9 comentários:

  1. Oi! Nossa, que série incrível! Estou aqui me perguntando como nunca tinha ouvida falar dela antes? Achei muito legal, essa saga, do jovens guerreiros, que juntos um complementa o outro e essa aventura no deserto. Eu gosto muito de fantasia, e fantasia juvenil sempre me conquista. Parece ser bem movimentada a história, com muitos personagens e lugares muito diferentes. gostei muito de conhecer! Obrigada pela dica!

    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  2. Oi Andressa tudo bem? Quando o livro é série eu gosto de ter todos a mão para ler tudo de uma vez, não conhecia esse autor, não gostei das capas, mas já ouviu aquele ditado "quem vê cara, não vê coração"? Me encantei com a aventura e vou esperar a resenha do próximo livro que você fará, e ao ler sua resenha pelo que entendi os personagens principais são bem trabalhados em questão de amizades e companheirismos, viagens de navio e a esperança de conseguir completar a missão tudo isso bem construído me fascina. Dica anotada, parabéns pela resenha foi maravilhosa e bem direta, bjs!

    ResponderExcluir
  3. Oi, Andressa!
    Cai meio de paraquedas porque não conhecia esses livros haha Mas pela sua resenha deu para perceber que o desenvolvimento dos personagens (que são focados pelo autor) é muito bem construído. Gostei muito que o autor consegue colocar na trama esse sentimento de lealdade e companheirismo que é realmente necessário ter em uma irmandade né. Vou dar uma olhada nas suas resenhas anteriores para entender melhor o enredo de uma forma geral hehe
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Oi Dessa, tudo bem? Quando eu trabalhava em livraria, sempre me perguntei porque essa série vendia tão bem se era tão numerosa, hoje entendo totalmente, meu irmão é apaixonado por ela e também lê um livro seguido do outro, acho muito bacana essa pegada do autor que realmente consegue envolver o leitor, como nao amar, ne?

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bom?
    Não conhecia nada desta série,mas saber o quanto está gostando ao ponto de acompanhá-la a risca me deixou curiosa para conferir. Adoro quando o autor nos fisga assim, construindo uma obra que além de nos prender, nos agrada por completo, ao ponto de não acharmos pontos negativos na mesma. Adorei a sugestão e já anotei!
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Não conhecia essa série, mas também achei interessante a forma como ela vem se desenrolando. Mostrando grandes reviravoltas e o melhor com o autor dando conta do recado, com personagens bem construídos.
    A única ressalva que tenho é pela quantidade de livros, acho que no momento não encararia uma leitura desse tamanho. Mas vale a pena ressaltar que a edição é muito caprichada.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  7. Oi Andressa!
    Eu venho adorando ler as suas impressões sobre os livros do John Flanagan, pois ele é um autor que gosto demais e os livros da série Rangers estão entre os meus favoritos da vida. Esses volumes sobre navegadores eu não fiquei muito interessada e apesar de já ter os cinco primeiros livros, não li nenhum e tenho as minhas dúvidas se lerei tão já.
    Achei muito legal alguns personagens da outra série aparecerem aqui (inclusive alguns arqueiros), pois não lembrava que se passava no mesmo mundo.
    Se puder, termine a série Rangers, porque a história só vai melhorando e apesar dos seus 12 livros, o John em nenhum momento perde a mão.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Olá,

    Li comentários bacanas sobre essa série, até senti vontade durante um tempo em conferir, no entanto, estou evitando começar novas séries, tenho um número absurdo de séries começadas e não terminadas. Claro que anotarei a dica, mas não é algo que lerei num futuro breve.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem?
    Eu não conhecia esses livros ainda e confesso que não fiquei muito animada, pois eu sempre fujo de séries, sabe? E também não costumo ler histórias desse gênero. Enfim, não é meu gênero de leitura, mas acredito que é uma ótima dica para quem curte.

    Beijos :*

    ResponderExcluir