segunda-feira, 16 de julho de 2018

[Resenha] Tudo pode acontecer

|
Autor: Will Walton
Páginas: 246
Editora: Vergara & Riba
Tretch Farm vive em uma cidadezinha no interior dos Estados Unidos onde todo mundo sabe da vida de todo mundo. O que torna ainda mais difícil o fato de ele estar apaixonado por Matt, seu melhor amigo. Matt não desconfia de absolutamente nada e Tretch não sabe se isso é bom ou ruim... Para ele o problema não é apenas com Matt. Sua família não tem ideia de quem ele realmente é e o que ele realmente pensa no auge dos seus quinze anos. sua mãe acredita que o filho está prestes a sair com uma garota. E Bobby Handel, que sempre insinua que Tretch é gay na escola, mal sabe que está bem perto da verdade. Aos poucos essa história revela que viver uma mentira pode não ser a melhor escolha para alguém que busca a felicidade.




Tudo pode acontecer é um livro que fala sobre a descoberta do primeiro amor e da sexualidade. Eu estava esperando uma leitura delicada e fácil de se envolver, e a sinopse não me enganou, eu encontrei tudo isso na narrativa do autor, que com muita simplicidade mostra como é se descobrir apaixonado por seu melhor amigo, além de toda parte dramática de se revelar aos familiares sobre ser gay. Will Walton consegue nos cativar com essa trama tão sensível, mas já aviso que se você está esperando algo do tipo: garoto se apaixona pelo amigo hétero e os dois têm um final feliz, bom... pode desconsiderar essa opção, pois o foco é realmente mostrar como é lidar com todos esses sentimentos e, ao mesmo tempo, se aceitar e mostrar ao mundo quem você é.

Tretch é apaixonado por dança, seu jeito mais tranquilo sempre foi alvo de Bobby, um valentão que sempre pegou no seu pé e vive o chamando de gay. Matt virou seu melhor amigo após o defender de Bobby quando eram crianças. Desde então os dois se tornaram inseparáveis. Prestes a sair de férias Tretch percebe que é apaixonado por seu melhor amigo.


Eu realmente cheguei a torcer para que Matt acabasse descobrindo que também era apaixonado por Tretch, mas no fim, eu gostei que o foco não foi esse. Tornaria tudo um pouco surreal, e fácil, e a mensagem que o autor passa é ainda mais bacana. Tretch passa por todo um processo de aceitação, tanto por parte dele quanto das pessoas próximas. A primeira pessoa para quem ele conta que é gay é seu irmão mais velho. E essa cena é uma das mais bonitas do livro todo!

Tretch é aquele amigo que queríamos ter por perto. É gentil, divertido e pensa sempre na felicidade dos outros. Inclusive, quando Matt se mostra interessado em uma garota que acaba virando amiga dos dois, ele percebe que a felicidade do amigo é o mais importante. Mesmo que ele acabe não fazendo parte, diretamente, dela. 

Tudo pode acontecer é um livro curtinho, com uma leitura fluída e uma narrativa envolvente. Eu gostei bastante do que eu encontrei. Todos os personagens são marcantes e fazem o desenvolvimento da história ser ainda mais emocionante. A trama é bem juvenil, mas consegue passar uma boa mensagem. A primeira coisa para ser feliz é se aceitar. Recomendo muito essa obra!

15 comentários:

  1. Oi Andressa!
    Eu não conhecia o livro nem o autor, mas achei a sinopse interessante e mais ainda o principal objetivo da história, que não é somente trazer um final bonitinho e acharmos que tudo é sempre muito fácil.
    Fiquei curiosa e já coloquei na minha lista.
    Obrigada pela dica.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oiiii,

    Eu gosto muito destes livros que mostram o processo de aceitação porque deixa as coisas mais reais, achei legal que o autor não tornou o melhor amigo gay de repente só pra poder realizar o desejo do personagem principal, porque isto raramente acontece na vida kkkk. Acho super importante livros com esta temática para mostrar aos que viveram ou vivem este tipo de situação que eles estão sendo representados, que é difícil, mas que eles não estão sozinhos. Gostei bastante da dica.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  3. Li esse livro no watpadd a pedido de um amigo; eu confesso que esperava mais da leitura.
    Realmente é fluida e bem rápida.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. O livro é lindo e a trama sensível que mencionou me chama atenção, ainda mais por saber que o foco seja mostrar como lidar com os sentimentos e não a "romance". Então fiquei muito curiosa para saber o desfecho desse amor ganhou e acho que o tudo pode acontecer do título já me deixa na espectativa. Não conhecia o livro, mas quero ler.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi! Que história bacana, e gostei muito do fato de que, ao que parece não tem aquele final feliz, onde ele fica com seu amor, porque sabemos que nem sempre a realidade é assim tão linda. Gostei da maneira sensível que o autor usa pra criar a história, e que ainda que não tenha aquele final pronto e clichê, seja delicado e gostoso de ler. Obrigada pela dica!

    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
  6. Oi, Andressa.
    Pela sua resenha pude ver que essa é uma história bem bacana.
    Infelizmente já não sinto mais atração por livros jovens, mas tenho certeza que é uma ótima dica para quem está passando por essa fase da vida e sente que está enfrentando as mesmas questões que os personagens!!
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  7. Oi, Dessa!
    Não conhecia esse livro, mas bacana que ele parece fugir um pouco do usual e tratar mais principalmente da aceitação da pessoa e do encarar os demais à respeito disso. Também, eu sou suspeita para falar, porque amo histórias de melhores amigos que se apaixonam - cof cof romântica incorrigível detectada, você sabe, haha cof cof -, mas o fato do livro seguir por outro caminho nesse quesito e o próprio protagonista incentivar e ajudar o amigo sobre o interesse amoroso nele na nova amiga também é algo muito bacana, porque, realmente, resume a essência do amor que é, antes de a si mesmo, querer que o outro seja feliz, não importa se com você ou não. Que bom que o livro, com todas essas ressalvas e mais um pouco, se mostrou mesmo o que você esperava e te conquistou! Valeu a dica! ^_^
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ Sonhando aos Vinte ♥

    ResponderExcluir
  8. Oi Andressa, tudo bem?
    Nao conhecia o livro e nem o autor, mas achei a historia muito linda e de extrema importancia, muito raro mostrar um livro assim em que mostra os sentimentos do inicio, a aceitação e tudo mais de maneira fluida e gostosa.
    Dica anotada com sucesso

    beijos,
    Mayara

    ResponderExcluir
  9. Acho que é a primeira vez que ouço falar desse livro. Não conhecia as obras do autor.

    A trama do livro é interessante e por mais que viesse a ser uma leitura leve e simples também poderia provocar alguns momentos de sofrimento, creio, por causa das escolhas dos personagens.

    Tenho muita vontade de ler um livro sobre o assunto, mas ainda não consegui. Tenho alguns na lista de desejados e talvez acrescente esse também. :)

    Fico triste que o romance em si não seja o foco, pois sou uma romântica incurável, mas entendo que o autor tenha preferido falar mais de aceitação.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  10. Oie!
    Não conhecia o livro, mas pela sua resenha parece ser uma boa leitura e passa uma mensagem legal de aceitação.

    Beijos
    Carol
    www.thereviewbooks.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oiii tudo bem???

    Acredito que esse tipo de leitura além de ser fofo e legal ela vem para orientar, e ajudar quem esteja passando por isso. É legal saber que o o foco do autor não é o romance, e gostei de ter modificado um pouco, pois o gênero geralmente foca no romance sim.
    Adorei ler sua resenha, e não conhecia o livro, quem sabe eu não leia futuramente.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  12. Oi, Andressa!
    Gostei bastante de conhecer essa história, pela narrativa fluida deve ser daquelas leituras bem gostosas de se fazer.
    Bjs
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Eu adorei a proposta dessa trama. Apesar dos personagens mais jovens e com toda aquela busca em torno das curiosidades pertinentes a idade, sempre podemos aprender e nos encantar com o enredo.
    Certamente vou curtir essa leitura.
    Beijos!

    Camila de MOraes

    ResponderExcluir
  14. Oi Andressa,
    Sempre vi a capa desse livro por aí, mas não me recordo de ter lido nenhuma resenha dele até hoje. Fiquei muito contente por você ter curtido a leitura e curiosa para saber o que acontece com o protagonista, principalmente, por a dança fazer parte da história.
    Vou anotar a dica.
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oi, Andressa

    Não conhecia o livro, mas acho esse tipo de literatura super válida. Há milhões de jovens em dúvida sobre sua sexualidade sem ter com quem conversar, se enxergar em uma história é muito importante, histórias assim acalentam e mostram que eles não estão sozinhos. Gostei também do fato do protagonista gostar de dança, uma pena ele sofre bullying por isso!

    Beijo
    - Tami
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir