terça-feira, 31 de julho de 2018

[Resenha] Fraude legítima

|
Autora: E. Lockhart
Páginas: 273
Editora: Seguinte
Jule West Williams é uma garota capaz de se adaptar a qualquer lugar ou situação. Imogen Sokoloff é uma herdeira milionária fugindo de suas responsabilidades. Além do fato de serem órfãs, as duas garotas têm pouco em comum, mas isso não as impede de desenvolver uma amizade intensa quando se reencontram anos depois de terem se conhecido no colégio. Elas passam os dias em meio a luxo e privilégios, até que uma série de eventos estranhos começa a tomar curso, culminando no trágico suicídio de Imogen e forçando Jule a descobrir como viver sem sua melhor amiga. Mas, talvez, as histórias das duas garotas tenham se unido de maneira inexorável — e seja tarde demais para voltar atrás.




Fraude legítima, da autora E. Lockhart, é um livro do ano passado que eu estava louca para ler. Eu sempre li críticas positivas de Mentirosos, outro livro da autora, então minha curiosidade para ler algo dela era imensa. Resolvi iniciar por essa obra, apesar de já ter Mentirosos na estante, por conta da sinopse com todo esse ar de mistério e suspense. Fiquei muito animada para conhecer a história de Jule e Imogen. O engraçado é que teve momentos em que eu pensei que a leitura não era o que eu esperava, para logo em seguida a autora me surpreender. 

A trama tem reviravoltas interessantes, mas o desenvolvimento em si é algo um pouco mais lento, o que pode desanimar alguns leitores. O ponto alto do livro é a narrativa, que é feita de trás para frente., até chegar ao capítulo um, onde tudo começou. Esse tipo de narrativa é algo que você pode demorar um pouco para se habituar, mas quando enfim consegue fazer isso, você não consegue largar o livro até chegar no dito do primeiro capítulo.

Imogem e Jule são garotas que ao mesmo tempo que não são nem um pouco parecidas, ambas possuem histórias de vida um pouco tristes. Imogem foi adotada por uma família rica, e nunca conheceu a mãe biológica, e Jule teve os pais assassinados. Iniciamos a leitura sabendo que Imogem se suicidou. Em um primeiro momento pensamos: por que uma garota que tinha tudo ia fazer isso? E aos poucos vamos sabendo mais detalhes sobre sua família e sua amizade com Jule.


Essa história é tão intricada que é até difícil falar sem largar algo que possa estragar a leitura de vocês. Eu fui pega de surpresa em alguns momentos, e quando fui chegando perto do final, comecei a duvidar de tudo. Eu já não sabia mais o que era verdade ou não. Fiquei me perguntando quem afinal era Jule? E por que as duas se tornaram amigas?

O epílogo só serviu para me deixar ainda mais em dúvida, eu tive que reler duas vezes ele, e eu confesso que eu ainda não saquei o que a autora queria nos mostrar. Mas, em todo caso, fiquei extremamente surpreendida com o que eu encontrei. O ritmo dos acontecimentos é um pouco lento, mas conforme vamos voltando ao início tudo começa a fazer mais sentido - ou não - e ficar ainda mais emocionante.

Jule é uma personagem cheia de personalidade, se ela não me aparentasse ser um pouco desequilibrada, eu teria gostado dela ainda mais. Fraude legítima é um excelente livro, que vai te fazer quebrar um pouco a cabeça para conseguir encaixar todas as peças. Recomendo!

13 comentários:

  1. Eu tbm quero ler esse livro desde que foi lançado, mas ainda não consegui hahaha
    E agora com sua resenha, a vontade só aumentou. Vou tentar comprar na bienal <3

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  2. Tudo bem?
    Já li esse livro e curti bastante.
    A história flui de forma rápida, e objetiva.. Prendendo o leitor do começo ao fim.

    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  3. Oi tudo bem? Adoro livros que deixam você pensando no depois, não conhecia a autora e nem essa obra, mais fiquei extremamente curiosa outra coisa que eu gosto muito é quando nos deixam imaginando os fatos como é escrito de trás para frente deve deixar essa dúvida. Obrigado pela dica, parabéns pela resenha. Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Oi Andressa! Adoraria quebrar a cabeça com esse livro, ele parece ser ótimo :)
    Adorei a capa, a sinopse e a sua resenha, o fato de se tratar de um suspense me deixou ainda mais desejosa, sem falar no estilo de narrativa, nunca vi algo parecido :)
    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Olá!! :)

    Eu confesso que não conhecia este livro ainda e que, pela capa, não compraria. Ainda bem que gosatste de fazer a leitura! :)

    Adoro quando temos assim personagens cheias de personalidade. E fico com vontade de ler so para perceber esse final…

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  6. Sim, esse desenvolvimento mais lento pode ser um problema pra mim... Mas achei tao interessante isso da história ser contada de trás pra frente que com certeza vou querer ler. Adoro livros que me fazem quebrar a cabeça!

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?

    Não conhecia a autora e nem suas obras. Achei interessante o formato como a história é contada, acho que nunca li um livro assim. E sobre o desenvolvimento, não sei se conseguiria ler. Pode ser que seja difícil de engatar na história. Mas anotei a dica, quem sabe um dia eu dê uma chance e me surpreenda.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Também estou louca para ler esse livro, principalmente depois que li Mentirosos da autora, até hoje estou de boca aberta, então saber que esse livro é cheio das reviravoltas me anima ainda mais para tal leitura e quero muito conferir esse epílogo que te encheu de dúvidas, quero muito ler.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Estou louca pra ler esse livro e acho que vou adorar. Curto todo esse enigma dentro da trama e fico louca até conseguir descobrir tudo.
    Espero curtir a leitura.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  10. Eu li Mentirosos e achei interessante, mas não conhecia Fraude legítima e já fiquei na vontade, essa coisa de a gente duvidar de tudo em certo momento da leitura para mim é genial.

    ResponderExcluir
  11. Oi Andressa,
    Que legal que, apesar de você ter pensado que o livro poderia não te agradar em alguns momentos, ele te surpreendeu. Eu não tenho muita vontade de ler os livros dessa autora, pois acho que os livros não vão me agradar, mas sua resenha aguçou minha curiosidade. Fiquei intrigada para entender essas reviravoltas e a personalidade da Jules, pois o fato de ela ser desequilibrada chama minha atenção.
    Adorei sua resenha e vou me arriscar.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem? Sei muito pouco desse livro dela, e ainda não tive muita vontade de ler. Mas gosto de livros que abordem a juventude de formas inusitadas, já que muita gente acha que livros jovens são vazios e bobos. Gosto desse maquineísmo :) Com certeza, iria gostar da leitura.

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Não conhecia este livro novo da autora e fiquei interessada na trama. Gosto de enredo em que eu tenha um quebra-cabeça para resolver.
    Bjs Rose

    ResponderExcluir