terça-feira, 29 de maio de 2018

[Resenha] Por lugares incríveis

|
Autora: Jennifer Niven
Páginas: 336
Editora: Seguinte
Violet Markey tinha uma vida perfeita, mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando ela e a irmã sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pelo que aconteceu, Violet se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente. Theodore Finch é o esquisito da escola, perseguido pelos valentões e obrigado a lidar com longos períodos de depressão, o pai violento e a apatia do resto da família.
Enquanto Violet conta os dias para o fim das aulas, quando poderá ir embora da cidadezinha onde mora, Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio e imagina se conseguiria levar algum deles adiante. Em uma dessas tentativas, ele vai parar no alto da torre da escola e, para sua surpresa, encontra Violet, também prestes a pular. Um ajuda o outro a sair dali, e essa dupla improvável se une para fazer um trabalho de geografia: visitar os lugares incríveis do estado onde moram. Nessas andanças, Finch encontra em Violet alguém com quem finalmente pode ser ele mesmo, e a garota para de contar os dias e passa a vivê-los.


Por lugares incríveis, da Jennifer Niven, é o segundo livro que eu leio da autora; Juntando os pedaços foi uma leitura única e delicada, mas sempre vi comentários de que essa obra era ainda mais marcante, então eu não poderia deixar de conferir. E agora que finalmente eu conheci a história de Violet e Finch estou sem chão. Essa leitura tem a hora certa de quebrar seu coração em mil pedacinhos, e apesar de ser algo que você espera, você ainda assim não está preparado para isso - eu pelo menos não estava. Essa obra é um young adult que trata sobre um tema que até então era um tabu: suicídio. Jennifer Niven consegue falar sobre esse assunto de forma delicada, e ao mesmo tempo, muito real. 

Theodore Finch é considerado uma aberração. Seus pais são divorciados, e quando criança, Finch sofria agressões físicas e na escola era vítima de bullying. Tudo isso contribuiu para que ele se tornasse um jovem problemático. Cada dia ele tem uma personalidade diferente, desde um britânico até um bad boy. Foi daí que veio o apelido de aberração. Ele conhece Violet em uma situação inusitada. A garota é uma das mais populares da escola: linda, inteligente, divertida e com o namorado mais gato. Então o que ela estava fazendo na torre do sino da escola?

Finch subiu lá para ter a escolha entre viver ou não. Ele gosta desse sentimento de liberdade. Apesar de pensar em formas de suicídio, ele nunca realmente chega a fazer algo. Quando ele encontra Violet na torre, uma garota que ele nunca conversou, percebe que ambos acabam salvando um ao outro de alguma forma. Violet estava pensando em se atirar, mas com o garoto por perto, ela perde a coragem. Os dois têm algo em comum, e Finch faz de tudo para se aproximar dela.


Quando um trabalho em dupla de geografia surge, a amizade entre eles cresce, e eles acabam conhecendo um ao outro profundamente. Violet perdeu a irmã em um acidente de carro, e desde então sua vida tem sido miserável, pois ela se culpa por tudo. Ter Finch por perto, obrigando-a a viver a vida ao máximo possível faz Violet perceber coisas sobre si mesma. A amizade desses dois jovens é algo que surge em segredo, afinal, Violet é muito popular. Os dois vão evoluindo juntos durante a leitura em meio a tantos pensamentos negativos. 

Por lugares incríveis é uma obra que consegue tratar de um assunto pesado de forma única, trazendo personagens com problemas, e que conseguem ser carismáticos. Eu iniciei a leitura já sabendo que esse tipo de história não teria um final feliz. Mas nem por isso não sofri com tudo o que eu li. Eu não chorava tanto com um livro há muito tempo. E essa leitura me quebrou em pedacinhos, fiquei alguns dias impactada com a história.

Essa temática nunca é fácil de ler, mas eu acho muito importante até mesmo para conseguirmos ajudar outras pessoas. Essa história é bastante reflexiva, e mostra que não podemos deixar de ver as coisas boas da vida. Ela pode estar em pequenas coisas, e nunca é tarde para deixar sua marca no mundo. 

Por lugares incríveis é uma leitura que vai se tornando difícil ao longo da narrativa. Mas, é essencial, e merece ser lida. Foi o melhor livro que eu li em 2018, e vai ficar marcado para sempre. 

10 comentários:

  1. Olá! Ah, este livro está na minha lista de desejados há tanto tempo.. Quando li uma sinopse dele fiquei muito encantada pela história.. Esses personagens tão necessitados de ajuda, e amor, prestes a desistir, se encontram e se salvam, á sua maneira. Tenho medo de ler, porque você diz que chorou, eu sou a chorona molenga, imagina como vou ficar ao concluir esta leitura.. Imagino que aconteça algo muito triste. Obrigada pela resenha, vou tentar juntar a coragem pra ler e sofrer.


    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
  2. Pois é, só leio coisas boas sobre este livro e já está nos meus desejados pois sei que é uma leitura pesada mas gosto de livros de drama e intensos. Eu tenho lido ótimas resenhas dele e acho que é uma marca profunda o personagem perder alguém assim tão de perto né?

    ResponderExcluir
  3. Esse livro tem um lugar especial no meu coração!
    Nossa, realmente quebrou meu coração em milhares de pedacinhos.
    Amei a escrita da Jennifer e a maneira como conduziu a história.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá, ficou ótima a sua resenha. Eu comprei esse livro recentemente por gostar de obras desse estilo, mas acho que tenho que preparar meu psicológico para realizar essa leitura.

    ResponderExcluir
  5. Ahhhhh nem sei oque falar desse livro!
    Para mim foi o melhor de 2017, haha e como eu choreiiiii no final.
    Eu nao aceitei nada bem e fiquei virando as paginas para achar um final alternativo, pq foi mto doloroso, mas eu tb entendi o que a autora quis passar, mas foi dificil aceitar mesmo assim.
    Linda resenha, deu vontade de reler.

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Esse é um livro muito intenso, lindo e emocionante. Cheio de mensagens para reflexão, mas triste e comovente.
    Li assim que foi lançado e até hoje está nos meus favoritos.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  7. Li este livro em 2015 e fiquei arrasada por semanas. Eu não imaginava que o final viesse a ser aquele e quando percebi o que tinha acontecido, chorei igual criancinha. Concordo com você sobre tratar de um assunto difícil que precisa ser conversado sempre. Adorei a resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi Andressa,
    Tenho Por Lugares Incríveis, sei que é um livro maravilhoso, mas também sei que é um livro que vai me deixar com o coração partido. Acho que é por isso que ainda não o li. Sempre que leio resenhas como a sua fico com vontade de ler logo. Gostou de Juntando os Pedaços?
    Com amor, André
    Garotos Perdidos

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bom?
    Eu tenho esse livro, inclusive eu já tentei ler ele, mas como sei que eu vou ficar mal e com o coração partido no fim, eu deixei de lado a leitura para retomar num momento em que eu possa me dar ao luxo de ter o coração quebrado por um livro. Adorei sua resenha e ela me deixou com ainda mais vontade de ler esse livro que parece ser maravilhoso.

    Beijos!
    http://www.manuscritoliterario.com.br

    ResponderExcluir
  10. Olá! Tudo bom?

    Já tinha visto esse livro circulando por aí, mas nunca parei para de fato ver do que se tratava. Faz um bom tempo que não leio um livro que me faz chorar da forma que você citou. Confesso que o estilo da obra não é o que costumo ler, mas fiquei bem curiosa sobre. Parece que é um daqueles livros que merecem uma oportunidade mesmo não sendo o seu gênero de preferencia. Fico feliz que tenha gostado tanto ao ponto de ser o seu favorito de 2018! A resenha está linda ♥

    beijos

    ResponderExcluir