domingo, 8 de abril de 2018

[Resenha] Batman: Criaturas da noite

|
Autora: Marie Lu
Páginas: 256
Editora: Arqueiro
Série: Lendas da DC, 2
As criaturas da noite estão caçando a elite de Gotham. Bruce Wayne é o seu novo alvo.
Bruce Wayne está prestes a completar 18 anos e herdar a fortuna de sua família, além do controle das indústrias Wayne. No entanto, no dia do seu aniversário, ele faz uma escolha impulsiva e é condenado a prestar serviço comunitário no Asilo Arkham, uma mescla de prisão e hospital psiquiátrico onde estão detidos os criminosos mais desequilibrados da cidade.
Lá ele conhece Madeleine, integrante das Criaturas da Noite, um grupo radical que deseja acabar com a elite de Gotham. Até então, a moça se recusava a confessar seus crimes ou informar à polícia os futuros ataques que planejavam, mas ela resolve se abrir para Bruce Wayne, dando início a um perigoso jogo de sedução e inteligência.
Será que o jovem Wayne vai conseguir convencê-la a revelar todos os seus segredos ou ela está apenas manipulando-o para arruinar Gotham? Enquanto o golpe final das Criaturas da Noite se aproxima, Bruce percebe que não é tão diferente de Madeleine. E, mesmo longe de se tornar o Cavaleiro das Trevas, precisará provar que está preparado para deter uma das maiores ameaças que Gotham já presenciou.

1. Mulher-Maravilha: Sementes da guerra

Batman: Criaturas da noite é o segundo volume da série Lendas da DC. O primeiro livro foi Mulher-Maravilha: Sementes da guerra, e quem leu e resenhou aqui no blog foi a minha colaboradora, Dandra. Eu confesso que quando soube que o segundo livro era do Batman fiquei bem animada para ler, e como a Dandra não teve interesse no livro, resolvi solicitar. Outro ponto que me deixou muito empolgada é que a autora era a Marie Lu! Eu amo a escrita dessa mulher, estou até hoje sem coragem para finalizar a trilogia Legend, acreditam?! Marie pegou um dos personagens mais complexos para criar sua história, mas no final, ela desenvolveu a trama maravilhosamente bem, e conseguiu nos trazer o personagem com toda a essência do Batman, só que mais jovem. 

Apesar de no título estar "Batman", a trama é muito mais sobre Bruce Wayne, antes de se tornar o Cavaleiro das Trevas. Perto de completar dezoito anos e herdar a fortuna e as indústrias da família, Bruce se mostra um jovem rebelde, com um senso de justiça apurado e um pouco inseguro com sua exposição na mídia, e com uma ferida profunda em relação a morte dos pais, a qual ele presenciou. 

Após um ato impensado, Bruce precisa cumprir trabalho comunitário no Asilo Arkham, uma prisão e hospital psiquiátrico onde abriga os criminosos mais perigosos. Essa punição era para ser um choque de realidade no jovem, porém, só o faz ter mais vontade ainda de livrar Gotham dessa podridão. É lá que ele conhece Madeleine, uma integrante das Criaturas da noite, um grupo que está matando a pessoas ricas e influente da cidade, além de roubar também suas fortunas.


Madeleine se recusa a falar desde que foi pega. Porém, ela acaba conversando com Bruce, que pensa que pode fazer com que ela revele mais informações sobre os próximos ataques. Nem tudo é tão simples assim, já que o jovem percebe que Madeleine está brincando com ele, e que é muito inteligente para ler as pessoas. Bruce acaba se sentindo atraído para conhecer mais Madeleine, e desta forma, acaba se envolvendo profundamente no jogo que está rolando. 

Os dois personagens foram os protagonistas da trama toda. Quando eles começavam a conversar eu esquecia de tudo o que estava rolando lá fora. O relacionamento deles chega a ser divertido, pois Bruce é muito ingênuo em alguns pontos, enquanto que Madeleine conseguiu ver no garoto algo mais profundo e obscuro, e que poderia usar isso à seu favor. 

Marie Lu não escreve com muitos detalhes, o que tornou a leitura fluída e a história leve de acompanhar. Tudo se desenrola de maneira rápida, e nas páginas finais temos muitas reviravoltas e ação. A trama tem um ritmo intenso, no sentindo de que é difícil querer largar o livro, pois a cada página a curiosidade para saber o que vem a seguir é maior. 

Batman: Criaturas da noite é uma excelente leitura. Eu adorei conhecer esse Batman mais jovem, sua personalidade vai sendo moldada para chegar no que conhecemos do personagem hoje. E os acontecimentos do livro contribuem muito para isso. Eu gostei muito da obra, e estou curiosa para conferir os próximos livros. 

Lendas da DC ainda tem mais dois livros, e assim como os dois primeiros, são escritos por autoras diferentes. Essa série pode ser lida fora da ordem sem nenhum problema, pois cada livro é único e com personagens diferentes. A edição está muito bonita, a capa combina com o enredo, tem toda essa coisa meio sombria e tal. Recomendo!

4 comentários:

  1. Mesmo tendo a Marie Lu como autora do livro eu não estou muito empolgada com a história por nunca ter curtido tanto o Batman (e a representação do cara nos cinemas pra mim nos últimos anos poderia ser bem melhor), mas é bom saber que a escrita da autora se manteve fluida nesse projeto! Leio "fim da trilogia Legend" e já brota as lágrimas, o tanto que sofri com o livro!

    https://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Adorei a obra.

    Marie Lu me conquistou mais uma vez. Eu amo os heróis e os vilões de muitas histórias e claro que eu conheço Batman, quem não conhece? Então, Marie não recria algo irracional, ela fala do antes do Bruce ser o defensor que conhecemos e isso é muito bacana, pois não nos perdemos pensando em dois personagens diferentes e sim em um mesmo personagem que tem um passado que o levou a ser quem é na história original. Ver esse desenvolvimento e crescimento de Bruce foi fantástico! Amei cada página que virei.

    Adoro a escrita de Marie Lu e ela conseguiu mais uma vez me conquistar com essa leitura.

    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?
    Eu ainda não li nenhum livro da Marie Lu e como já vi algumas críticas bem negativas sobre os livros dela, fiquei com medo de ler este livro. O Batman é meu herói favorito, então, tinha receio de me decepcionar com a leitura.
    No entanto, tinha curiosidade de conferir a obra e sua resenha me deixou mais animada. Gostei de saber que o livro mostra o Bruce mais jovem e que a autora conseguiu fazer com que a personalidade dele fosse sendo moldada até vermos o personagem que se tornará o Batman que conhecemos. Além disso, achei bom saber que a escrita da autora é fluida e sem muitos detalhes.
    Adorei a resenha e espero poder ler este livro em breve.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Eu sou encantada pela escrita da Marie Lu, e também apaixonada por esse mundo Geek, então estou muito ansiosa para ler Batman. Acho que vou adorar conhecer esse lado mais teen do Batman. Que bom que você gostou, só me incentiva mais ainda a embarcar nessa leitura.
    Bjs
    Amanda Nery
    www.leituraentreamigas.com.br

    ResponderExcluir