quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

[Resenha] Só escute

|
Autora: Sarah Dessen
Páginas: 352
Editora: Seguinte
Para encarar a verdade, você precisa estar disposta a ouvi-la.
Ano passado, Annabel era a típica “garota que tem tudo” — inclusive era esse o papel que interpretava no comercial de uma loja de departamentos da cidade. Este ano, porém, ela é a garota que não tem nada: não tem mais a amizade de Sophie; não tem uma família feliz desde a descoberta do distúrbio alimentar de uma de suas irmãs; e não tem ninguém com quem passar a hora do almoço na escola. Até conhecer Owen Armstrong.
Alto, misterioso e obcecado por música, Owen é um garoto que vivia se metendo em brigas, mas agora está tentando mudar. Um de seus novos lemas é sempre falar a verdade, não importa qual seja, e jamais guardar ressentimentos.
Será que com a ajuda desse amigo inesperado Annabel vai conseguir encarar a verdade e enfrentar o que aconteceu na noite em que brigou com Sophie?

Só escute é um young adult com uma trama delicada, que aborda assuntos importantes como bullying, distúrbio alimentar, estupro e relações familiares. Sarah Dessen tem o dom de trazer enredos que marcam o leitor, e ainda por cima, com personagens cativantes. Esse é mais um livro com uma história bastante real, daquelas que te deixam destruída, esperançosa e com uma boa ressaca literária. Eu demorei mais de duas semanas para conseguir fazer essa resenha, e ainda assim penso que não ficou como eu queria. 

Annabel é modelo desde criança, assim como suas irmãs, sua mãe sempre ajudou e esteve muito presente na carreira das filhas. Apesar de aparecer em vários comerciais, ser linda e aparentar ter uma vida perfeita, nada disso é real. Após uma briga com sua melhor amiga, Sophie, seu retorno ao colégio se mostra aterrorizante. As pessoas ainda cochicham, outras nem tanto - falam abertamente mesmo -, sobre o que aconteceu no verão entre ela e a amiga. De uma garota popular, ela passa a comer sozinha pelos cantos. 

Nesse meio tempo conhecemos Owen, um garoto de quase dois metros, que mete medo em todos por conta do seu temperamento explosivo bastante conhecido. O garoto não faz nenhuma questão de socializar com os colegas, está sempre com fones de ouvidos, e perdido em seu mundinho. Até o dia em que ele percebe que precisa ajudar Annabel a sair de uma situação constrangedora. Os dois acabam se aproximando, e passam algum tempo juntos.

Owen está aprendendo a lidar com seus acessos de raiva, e o que surpreende Annabel é que seu lema é sempre contar a verdade, independente se for algo que pode ser doloroso. A garota bem que gostaria de ser igual ao seu novo amigo. E ele realmente tenta colocar em sua cabeça que ela não pode esconder as coisas, ela não pode fingir para as pessoas. Mas, é difícil quando seu segredo é algo tão sufocante, como no caso de Annabel. Ela não sabe se um dia poderá contar a verdade.


A trama é de uma delicadeza sem tamanho, e eu me apaixonei por Owen. Ele é um personagem diferente de qualquer um que já conhecemos. Ele não é lindo, não é charmoso, às vezes falta um pouco de senso de humor, e seu amor pela música chega a ser um pouco bizarro. Porém, a forma com que ele enxerga a vida e que escolhe como vivê-la, além de sua personalidade marcante, o fazem ser uma pessoa que você queria ter como amigo. E foi impossível não shippar esses dois. 

Porém, Só escute não é um livro que foca no romance. Na verdade, o relacionamento dos dois é algo gradativo, e eu achei muito bonitinho. Os assuntos que realmente são tratados são um pouco mais intensos, e nos mostram que não devemos julgar pelas aparências. As partes em que mostravam o distúrbio alimentar da irmã de Annabel foram muito angustiantes. Ela ficou tão focada no seu trabalho de modelo, que acabou se destruindo. E eu fico pensando em quantas garotas passam por algo do tipo, buscando uma perfeição, que muitas vezes nem existe.

Só escute tem uma história emocionante, e é muito rápida de se envolver. Eu amei a leitura!  A relação familiar é retratada de uma forma que mostra que muitas vezes não queremos ver ago que acontece dentro da nossa própria casa. Recomendo o livro para todos. 

6 comentários:

  1. Já li algumas resenhas sobre esse livro, e achei bem interessante que até inclui na minha lista. Mas depois dessa resenha vou incluir na minha lista de prioridades.
    E também leio muitos comentários positivos sobre a escrita da Sarah, estou super curiosa para conhecer.
    Não sabia que aborda sobre o estupro, e é bom saber disso antes porque já vamos preparando o emocional.
    Aaaah, quero muito ler!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Uau! Sabe fiquei sem o que dizer sobre o livro. A história é bem incrível e impactante, vemos uma amizade verdadeira é sendo oposto. Com certeza merece ser lida!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  3. Oi Andressa,
    Ouço falar da Sarah Dessen há um bom tempo, só que nunca tive vontade de ler seus livros. Só escute, conseguiu prender minha atenção com uma trama cheia de drama que mesmo voltada para um público mais jovem aborda temas sérios e de grande discussão. Muitos leitores podem se reconhecer em Annabel, pois o medo de decepcionar e, consequentemente, a forma de lidar com os problemas é algo muito recorrente na vidas das pessoas, principalmente, quando se é jovem. A autora me parece ter bastante tato para abordar os conflitos familiares, pois já li sinopses de outros livros seus e é algo bem marcante. É um livro, que acredito, será interessante de ler e uma boa oportunidade de conhecer a escrita da autora.

    ResponderExcluir
  4. Andressa!
    Bom ver que o livro não foca apenas no romance.
    Os livros da autora sempre trazem grandes reflexões para o cotidiano de nossa realidade, talvez porque aborde problemas tão reais que as personagens e enredo tornam-se críveis de forma incontestável.
    E tem um pouquinho de tudo, inclusive de música, deve ser um ótimo livro.
    Um feriado de alegria e moderação e desejo uma ótima semana!
    “Ninguém é assim tão velho que não acredite que poderá viver por mais um ano.” (Cícero)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA FEVEREIRO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  5. Olá! Conheci esse livro por acaso, mas me apaixonei de primeira pela sinopse e pelo Owen (falar a verdade sempre é o melhor, mas nem sempre é fácil), ainda não consegui ler, mas espero começar ainda esse mês. A história tem vários elementos que me agrandam, ainda mais quando a ressaca literária é garantida (minha caixinha de lencinhos já esta separada). Gosto quando o autor consegue passar uma mensagem por meio da sua história, tenho certeza que muitas pessoas se identificam com Annabel, suas irmãs, Sophie e seus dilemas.

    ResponderExcluir
  6. Oi Andressa!
    Não conheço a escrita da autora ainda, mas sei que seus livros são um sucesso, não é atoa, a autora trata de temas tão importante e é ótimo que atinja um público juvenil.
    Lendo a resenha acho que consigo entender um pouco o que a personagem passa, quantas vezes não escondemos algo por medo não é? Fiquei bem curiosa pra saber o que aconteceu com ela e o namorado da Sophie (já sei que tem algo envolvido com isso), deve ter sido bem ruim já que mesmo a prejudicando ela esconde. E claro que quero conhecer Owen, um personagem bem diferente... Adoro quando o romance surge gradativamente, fica mais original. Espero ter a oportunidade de ler!
    Beijos

    ResponderExcluir