sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

[Resenha] Menina veneno

|
Autora: Carina Rissi
Páginas: 192
Editora: Galera Record
Contada sob a perspectiva ferina e cheia de humor ácido de Malvina, a madrasta, essa história vai te surpreender. Da mesma autora da série best-seller Perdida. Você conhece a história de uma certa princesa que sofreu inúmeras tentativas de assassinato por sua madrasta, uma delas com uma maçã envenenada. O bem contra o mal, a indefesa donzela ameaçada pela perversa Rainha... É bonito, não é mesmo? Francamente, me embrulha o estômago só de falar dessa história da carochinha. Eu não sou uma bruxa, não sou má e eu nunca planejei matar ninguém. Por anos, fui a maior modelo do planeta, o nome mais poderoso do mundo da moda... Até o dia em que a insossa da minha enteada, Bianca, roubou a minha maior campanha. Dá pra acreditar? Bianca é tão sonsa... e tem esse arzinho azedo e avoado que me dá vontade de voar no pescoço dela... Eu sei, parece mesmo que eu fiz tudo o que a imprensa me acusa de ter feito. Mas não foi bem assim. Senta aqui e me ouça até o fim. Depois me diga se acha mesmo que mereço o título de Rainha Má... Talvez só Rainha seja muito melhor.

Carina Rissi nos apresenta Malvina Neves na antologia O livro dos vilões. A personagem conquistou tanto os leitores que a autora resolveu fazer um conto completo da história. Menina veneno é narrada pela madrasta, que todos consideram a vilã da história, e neste livro vamos descobrir que nem tudo é o que parece. Foi muito bom reler essa trama, e ainda ter alguns detalhes a mais, o que eu mais gosto é o fato de a narradora, a Malvina, conversar com o leitor. E, claro, o fato de ser uma releitura de Branca de Neve é outro motivo para eu gostar tanto do livro. 

Eu amo releituras, principalmente aquelas que fogem um pouco da essência do conto, como é o caso de Menina má. Temos uma órfã, uma madrasta, um "caçador" e sete garotos jovens. Na história, Malvina é uma modelo de sucesso, que casou com o pai de Bianca. Porém, este morreu e deixou a filha aos cuidados dela, que odeia a menina. O ódio aumenta mais ainda quando a garota rouba seu lugar em uma grande propaganda de uma marca famosa. 

Malvina é uma mulher ambiciosa, seu passado mostra uma mulher que passou por dificuldades, e por isso, faz questão de não voltar para aquela vida. Abel a conhece desde criança, e sempre permaneceu por perto para tomar conta dela. Mesmo que seus sentimentos nunca tenham sido retribuídos. Aquele homem faz qualquer coisa por ela.

Bianca é uma menina bem sonsa, com o tempo percebemos que algumas de suas atitudes são de se desconfiar. Será que realmente a madrasta é a vilã da história? Logo no início percebemos que ela foi acusada de coisas horríveis, mas faz questão de contar seu lado da história. Malvina, no entanto, faz algumas escolhas que é difícil de defender. Seu ódio pela enteada é tão grande, que é difícil não suspeitar de suas atitudes.

Menina veneno é uma releitura bem rápida de ler, e muito envolvente. Eu adorei que a autora utilizou desse elemento de não definir mocinho e vilão. Todos têm defeitos e fazem escolhas erradas. E, ainda assim, é surpreendente a forma como a história termina. O desenvolvimento acontece bem rápido, e quando menos percebemos, chega o final do livro. Que pena! Queria ler mais sobre Malvina.

Carina criou uma personagem cativante, apesar de tanta ambição e futilidade, o passado de Malvina é muito interessante, assim a forma como conseguiu tanto sucesso. Eu odiei Bianca, aquela lá não me enganou em nenhum momento com a carinha de anjo e papel de boba, haha.

Eu gostei bastante dessa releitura, a trama tem uma boa dose de diversão, suspense e reviravoltas incríveis. É um livro para ler em poucas horas. A história não é muito complexa, a autora deixou ela leve e fácil de se envolver. E essa capa é muito bonita, adorei a combinação de cores. Recomendo! 


6 comentários:

  1. Também gostei do fato da Malvina conversar com o leitor, deixou a história ainda mais descontraída.
    Queria muito uma continuação, entender melhor sobre o Abel. Esse foi o meu ponto negativo, ficou muito inconclusivo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi Andressa,
    Também amo releituras e as dos contos de fadas sempre me deixam muito interessada, mas, por mais que eu ame os livros da Carina Rissi, não me sinto muito atraída para ler Menina Veneno. Malvina pode não ser exatamente a vilã a que estamos acostumados e achei isso bem interessante, pois sempre que uma história é narrada, fatos são distorcidos e nem todos tem a chance de contar sua versão. Já a Bianca não me cativou muito por causa de sua personalidade. Sei que as mocinhas tem a questão da bondade e do bom coração, mas sejamos honestas, ninguém é totalmente bom ou ruim.

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Os livros da autora são ótimos e ouvir fala muito deles e já li resenhas. Eu obtenho esse livro e estou bastante curiosa em ler, ainda mais contando o lado da história da madrastra ma, às vezes é bom ter as duas perspectivas da história né.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  4. Andressa!
    Muito bom uma releitura da Branca de Neve pelo ponto de vista da madastra, acredito que é por essas e outras inovações que a Carina Rissi faz tanto sucesso com seus livros.
    Entender melhor o ponto de vista da Rainha Malvada é bem diferente e interessante, deve ser uma leitura prazerosa.
    Um feriado de alegria e moderação e desejo uma ótima semana!
    “Ninguém é assim tão velho que não acredite que poderá viver por mais um ano.” (Cícero)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA FEVEREIRO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  5. Oi Andressa!
    Também amo releituras, e essa é uma das que estou doida para ler. Sabe que sempre simpatizei com a madrasta da Branca de Neve? Talvez por isso tenha amado essa resenha, conhecer o lado da madrasta má - ou não - deve ser bem legal, e sendo com a escrita da Carina Rissi então ... Eu gostei!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá! Gosto muito de releituras, a cada livro sobre o tema já fico interessada. Menina Veneno é ainda mais interessante, por trazer o ponto de vista da madrasta. Carina arrasa sempre e não poderia ser diferente com essa história. Realmente a leitura flui e é muita rápida e quando vê acabou e a sensação que fica é a de quero mais. Confesso que também não fui com a cara da Bianca (risos).

    ResponderExcluir