sábado, 20 de janeiro de 2018

[Resenha] Dear heart, eu odeio você!

| 4 comentários
Autora: J. Sterling
Páginas: 288
Editora: Faro Editorial
Jules era viciada em trabalho. Colocando sempre o amor em segundo plano, sua principal meta era construir uma carreira com sólida reputação. Cal Donovan era muito parecido. Ele havia traçado uma lista de objetivos para alcançar na vida, e nela só havia espaço para ascensão profissional. Mas um encontro ao acaso muda tudo. De repente, o amor não parece uma distração para atrapalhar seus planos. Como fazer um relacionamento dar certo quando a sua cara-metade mora a milhares de quilômetros de você? Como viver esse amor sem abandonar tudo o que construiu? Algumas vezes as nossas mentes elaboram planos, estabelecem metas, perseguem sonhos. E algumas vezes os nossos corações ignoram as nossas mentes e decidem apostar no amor.



Eu estava louca para ler o novo livro da J. Sterling, eu adoro a escrita dessa mulher! E mais uma vez fui arrebatada por um romance envolvente e delicado, com personagens extremamente marcantes. Eu coloquei minhas expectativas nesse livro lá em cima, e confesso que eu até tive medo de acabar me decepcionando, mas pelo contrário, gostei da trama muito mais do que eu esperava. A leitura é uma daquelas que você pode fazer em algumas horas, de tão gostosinha que é a história e a escrita da autora.

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

[Resenha] Batgirl na Super Hero High

| 3 comentários
Autora: Lisa Yee
Páginas: 256
Editora: Rocco Jovens Leitores
Série: DC Super Hero Girls, 3
No terceiro livro da série DC Super Hero Girls, parte de um bem-sucedido projeto multiplataforma que apresenta personagens clássicos da DC Comics para as novas gerações, Barbara Gordon é uma garota muito inteligente, gênio da tecnologia e ótima detetive. Embora não tenha superpoderes, esses talentos a levam a conseguir uma vaga na Super Hero High, e ela não desiste até convencer o pai, o Comissário Gordon, a deixá-la frequentar a famosa escola de super-heróis, ao lado de Supergirl, sua melhor amiga, e de outras super-heroínas. Lá, ela rapidamente se torna uma das alunas preferidas do professor de Robótica e Ciência da Computação, e vai precisar ganhar uma batalha de computadores para salvar a Terra. Mas será que sua inteligência e domínio da tecnologia serão suficientes? Barbara Gordon sempre teve o coração de uma heroína. Transformada em Batgirl, ela deverá provar que pode ser uma.

1. As aventuras de Wonder Woman na Super Hero High
2. Supergirl na Super Hero High


Eu estou amando a rapidez com que a Editora Rocco está lançando os livros da série DC Super Hero High! ♥♥ Volto a repetir, essa série é muito amorzinho. Se você procura livros que mostrem algo bem do tipo girl power, eu recomendo muito a leitura, e nem é porque as personagens são super-heroínas, afinal, a protagonista de Batgirl na Super Hero High mostra que não precisa de poderes para ser uma heroína. Sua inteligência é uma grande habilidade e que a faz se destacar.

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

[Resenha] Eleanor Oliphant está muito bem

| 5 comentários
Autora: Gail Honeyman
Páginas: 352
Editora: Fábrica 231
Livro de estreia da escocesa Gail Honeyman, Eleanor Oliphant está muito bem foi revelado através de um concurso literário e, desde então, vem conquistando excelentes críticas e uma bela carreira internacional. Aos 30 anos, Eleanor Oliphant trabalha na área administrativa de uma empresa de design e leva uma vida solitária, mas feliz. Apesar de ser alvo de bullying no ambiente de trabalho por sua aparência e hábitos peculiares, ela não sente falta de nada e parece perfeitamente à vontade com sua falta de habilidades sociais. Mas tudo muda quando ela conhece Raymond, novo funcionário da área de TI da empresa, e os dois, por acaso, salvam a vida de um senhor que desmaia no meio da rua. Com sensibilidade e muito bom humor, a autora conta a história de uma amizade que muda para sempre a vida de três pessoas muito diferentes, que descobrem que a melhor maneira de sobreviver é abrindo o coração.

Eleanor Oliphant está muito bem é um livro que te conquista aos poucos. A trama é delicada e comovente, e a personagem é peculiar, o que a faz ser o grande destaque no enredo. A leitura foi um pouco difícil para mim, eu confesso, achei o ritmo um pouco arrastado, e demorou um pouco a engrenar. Porém, é aquele tipo de livro que ainda assim você não consegue desgrudar. E ainda bem que eu não fiz isso, pois foi incrível conhecer Eleanor Oliphant e seu pequeno mundinho. 

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

[Resenha] As sobreviventes

| 6 comentários
Autor: Riley Sager
Páginas: 336
Editora: Gutenberg
Há dez anos, a estudante universitária Quincy Carpenter viajou com seus melhores amigos e retornou sozinha, foi a única sobrevivente de um crime terrível. Num piscar de olhos, ela se viu pertencendo a um grupo do qual ninguém quer fazer parte: um grupo de garotas sobreviventes com histórias similares. Lisa, que perdeu nove amigas esfaqueadas na universidade; Sam, que enfrentou um assassino no hotel onde trabalhava; e agora Quincy, que correu sangrando pelos bosques para escapar do homem a quem ela se refere apenas como Ele. As três jovens se esforçam para afastar seus pesadelos, e, com isso, permanecem longe uma da outra; apesar das tentativas da mídia, elas nunca se encontraram.
Um bloqueio na memória de Quincy não permite que ela se lembre dos acontecimentos daquela noite, e por causa disso a jovem seguiu em frente: é uma blogueira culinária de sucesso, tem um namorado amoroso e mantém uma forte amizade com Coop, o policial que salvou sua vida naquela noite. Até que um dia, Lisa, a primeira sobrevivente, é encontrada morta na banheira de sua casa com os pulsos cortados; e Sam, a outra garota, surge na porta de Quincy determinada a fazê-la reviver o passado, o que provocará consequências cada vez mais assustadoras. O que Sam realmente procura na história de vida de Quincy? Quando novos detalhes sobre a morte de Lisa vem à tona, Quincy percebe que precisa se lembrar do que aconteceu naquela noite traumática se quiser as respostas para as verdades e mentiras de Sam, esquivar-se da polícia e dos repórteres insaciáveis. Mas recuperar a memória pode revelar muito mais do que ela gostaria.

Eu simplesmente amo thrillers psicológicos, então As sobreviventes me chamou a atenção desde que lançou. Tanto a sinopse quanto os comentários me deixaram bastante animada pela leitura. Mas, senhor! Que livro é esse? Fui totalmente surpreendida, e esse foi um dos melhor livros do gênero que eu li em 2017. Normalmente eu sempre erro nas minhas suspeitas, mas nessa leitura chegou a ser ridículo, me senti muito boba, pois Riley Sager traça um crime completamente difícil de adivinhar quem é o culpado. Tudo é muito óbvio, você tem certeza de quem está por trás de tudo, mas na verdade, não é tão simples assim. Duas revelações me fizeram perceber o quão distante da verdade eu estava.

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

[Resenha] Duas vezes amor

| 6 comentários
Autora: Katie Cotugno
Páginas: 384
Editora: Rocco Jovens Leitores
É possível se apaixonar duas vezes pela mesma pessoa? Em Duas vezes amor, elogiado romance de estreia da norte-americana Katie Cotugno, a jovem Reena descobre que sim. Aos 16 anos, ela vê seus sonhos interrompidos por uma inesperada gravidez, ao mesmo tempo em que enfrenta a ausência da mãe, que morreu quando Reena era criança, a indiferença do pai e o sumiço do namorado, Sawyer. Mas quando ele retorna à cidade, dois anos depois, e fica sabendo que é pai de uma menina, Reena tem a chance de tentar entender o que levou o garoto a desaparecer. E desse reencontro, os dois descobrem o amor pela segunda vez.





Duas vezes amor é um livro que fala sobre segundas chances, e eu não esperava toda a carga dramática que o livro tem. Eu realmente achei que a história iria ser um pouco boba e clichê, mas me vi derramando algumas lágrimas e refletindo bastante com esta leitura. Katie Cotugno utiliza, sim, de alguns clichês, mas a forma com que ela desenvolve a trama, e os desafios que os personagens enfrentam, fazem com que essa seja uma leitura única e delicada. 

domingo, 14 de janeiro de 2018

[Resenha] Treze

| 6 comentários
Autora: FML Pepper
Páginas: 406
Editora: Galera Record
Às vésperas de cometer o maior golpe de sua vida, a céticaRebeca vai a um parque de diversões decadente e se depara com uma enigmática cartomante que, contra a sua vontade, faz uma série de previsões bizarras sobre seu futuro. Para seu desespero, todas as nefastas previsões viriam a se concretizar e a arremessariam em um furacão de perdas e de derrotas. Quando sua vida chega ao fundo do poço, circunstâncias inesperadas lhe dão a chance de um recomeço e, querendo ou não, agora Rebeca não pode desprezar a última e mais perturbadora previsão da vidente: o número TREZE, ou melhor, o décimo terceiro namorado seria o homem que traria sua salvação. Longe dele, sua existência seria apenas caos e ruína. O que Rebeca jamais poderia imaginar, no entanto, é a que a cartomante camuflaria o predestinado atrás de charadas. Dois rapazes surgem em seu caminho e se encaixam perfeitamente nas pistas, mas apenas um deles será o grande amor da sua vida. É chegada a hora de decifrar o enigma do coração ou arriscar perder tudo para sempre.


Eu conheço a FML Pepper por conta da trilogia Não pare, e gosto muito de sua escrita. Treze é um lançamento que eu estava ansiosa para ler, tanto por conta da autora quanto pela história, que me chamou a atenção. Esse é um livro que vai falar sobre recomeços, segundas chances, superação e fé... não apenas fé religiosa, mas também em si mesmo. O romance é muito bem desenvolvido, e fui arrebatada pela trama. Os personagens são daqueles que apanham tanto da vida que você acaba querendo colocá-los embaixo da sua asa e cuidar sempre. 

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

[Resenha] Lady Whistledown contra-ataca

| 7 comentários
Autoras: Julia Quinn, Mia Ryan, Suzanne Enoch e Karen Hawkins
Páginas: 352
Editora: Arqueiro
Com a participação especial da famosa cronista da sociedade criada por Julia Quinn, Lady Whistledown Contra-Ataca é formado pelas narrativas curtas de quatro escritoras consagradas, tendo como fio condutor o roubo de uma pulseira milionária. Seus contos são como pérolas que se unem e formam uma peça de valor inestimável.
Quem roubou o bracelete de lady Neeley?
Terá sido o caça-dotes? O apostador? A criada? Ou o libertino? Londres está fervendo com as especulações, mas, se ainda restam muitas dúvidas, pelo menos uma coisa é certa: um desses quatro está envolvido no crime.
Crônicas da sociedade de lady Whistledown, maio de 1816
Julia Quinn encanta...
Um belo caçador de fortunas foi enfeitiçado pela debutante mais desejada da temporada. Agora ele precisa provar que o que deseja é o coração da jovem, não o dote dela.
Mia Ryan delicia...
Uma criada adorável e espirituosa está deslumbrada com as atenções românticas que tem recebido de um charmoso conde. Mas um relacionamento entre eles seria escandaloso e poderia arruinar a reputação dos dois.
Suzanne Enoch fascina...
Uma jovem inocente que passou a vida evitando escândalos de repente se vê secretamente cortejada pelo maior libertino de Londres.
Karen Hawkins seduz...
Um visconde que vaga sem destino volta para casa para reacender o fogo da paixão de seu casamento, mas descobre que sua linda e decidida esposa não será conquistada tão facilmente.

Lady Whistledown contra-ataca
 é um livro que reúne quatro contos, de diferentes autoras, mas que possuem algo em comum: Lady Whistledown, a famosa cronista da série Os Bridgertons, da Julia Quinn. Eu ainda não li essa série, mas algo que sempre me interessou foi saber que tinha uma personagem que contava as fofocas da sociedade londrina de forma ácida e sarcástica. Uma gossip girl em pleno romance de época? Já amei! Achei algo muito diferente, e por isso fiquei ainda mais interessada quando soube deste lançamento. Teria uma oportunidade de conhecê-la e ainda poder conferir contos de outras autoras. O bacana da obra é que há uma trama central, o roubo de uma joia, e cada autora escreve sobre personagens que fazem parte deste enredo. Conhecemos melhor a história de alguns casais, e ao mesmo tempo, acompanhamos o escandaloso roubo. 

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

[Resenha] Ruínas de gelo

| 7 comentários
Autora: Kel Costa
Páginas: 372
Editora: Ler Editorial
Uma nova ascensão.Um elo de sangue sem precedentes.
Um poder capaz de transformar o mundo.
Na última parte da série Fortaleza Negra, Sasha precisa enfrentar as consequências de seus mais recentes atos. A caça aos mitológicos se intensifica e a jovem se torna peça fundamental na batalha que se aproxima.
Amor, amizade e lealdade se entrelaçam a cada nova decisão que precisa ser tomada antes que o cronômetro pare de rodar.





1. Fortaleza negra
2. Tempestades de sangue

Ruínas de gelo é o último livro da trilogia Fortaleza negra, e eu não estava preparada para dizer adeus. O universo criado pela Kel Costa sempre me fascinou, eu gostei muito da forma com que ela introduziu os vampiros, e além de tudo, criou inimigos totalmente diferentes do que estamos acostumados em se tratando de livros do gênero. Seres mitológicos - centauros e minotauros -, capazes de destruir uma cidade inteira. Nesta trilogia, os vampiros não são totalmente bonzinhos, mas eles conseguem conviver em paz com os humanos, até porque, é algo que os favorece. Eu gostei bastante da mitologia que a autora inseriu em sua história, e é muito bom ler algo diferente assim.

domingo, 7 de janeiro de 2018

[Resenha] Tudo junto e misturado

| 8 comentários
Autora: Ann Brashares
Páginas: 336
Editora: Seguinte
Sasha e Ray sempre passam o verão na velha casa de férias da família. Desde pequenos, os dois dividiram muitas coisas — leram os mesmos livros, correram pela mesma praia, comeram pêssegos colhidos na mesma fazenda, tomaram café da manhã sentados à mesma mesa. Até dormiram na mesma cama, mas nunca ao mesmo tempo. Afinal, eles jamais se encontraram. O pai de Sasha um dia foi casado com a mãe de Ray, e juntos tiveram três filhas: Emma, Quinn e Mattie. Mas o casamento acabou, deixando para trás apenas rancor e ressentimentos. Os dois casaram de novo e formaram novas famílias, mas nenhuma delas pretende desistir da casa de praia, muito menos compartilhá-la. Até este verão. As vidas de Sasha e Ray estão prestes a se cruzar — e, com tudo junto e misturado, as famílias vão mudar para sempre.


Tudo junto e misturado era um livro que eu estava esperando ansiosamente que chegasse na minha caixa postal. Eu li a série A irmandade das calças viajantes, também da Ann Brashares, e eu gostei muito da trama e da escrita da autora. Por isso, eu estava muito animada por esse lançamento. Eu estava esperando uma história leve e divertida, e realmente a sinopse nos dá essa impressão de ser descontraída, apesar de o relacionamento familiar ser confuso, porém, após finalizar a leitura, percebi que a obra em si é muito mais que isso. A autora nos surpreende com um drama, daqueles que te destrói aos poucos, e que você nem percebe chegar.

sábado, 6 de janeiro de 2018

[Resenha] Mister O

| 8 comentários
Autora: Lauren Blakely
Páginas: 272
Editora: Faro Editorial
Nick Hammer tem a vida que todo cara sempre sonhou: dinheiro e mulheres lindas aos seus pés, que não esperam nada em troca além do melhor sexo de suas vidas. E tudo isso graças ao seu personagem, Mister Orgasmo, que saiu das páginas dos gibis para ganhar um programa na televisão. Agora Nick se tornou o mentor sexual de homens ao redor do mundo e o objeto de desejo de todas as mulheres. Para para Nick, e seu alter ego Mister O, a receita é simples: dar prazer, sempre!
Mas tudo isso pode estar em risco quando um pedido acontece. Harper, A irmã de seu melhor amigo, Spencer Holiday, também quer aprender as valiosas lições de Nick e Mister O. Harper é divertida, inteligente, linda e irresistivelmente sexy. E lutar contra o desejo de ter ela em sua cama será o pior pesadelo de Nick. Mister O vai conseguir “salvar” essa mocinha e ainda não ferrar a relação com o seu melhor amigo? Um romance divertido, leve, sexy e que vai arrancar suspiros dos leitores. Afinal, não dizem que o amor e a amizade andam lado a lado? Talvez eles até possam dormir na mesma cama.

Lauren Blakely me cativou em Big Rock com o casal Spencer e Charlotte, então quando eu soube que Mister O teria o melhor amigo de Spencer, Nick, e sua irmã, Harper, eu fiquei muito animada por essa leitura. Sabe quando você já pressente que a leitura será divertida e envolvente? Eu já esperava tudo isso novamente, afinal, mais uma vez a narrativa é feita por um homem, como poderia não ser divertido? Nick é aquele personagem que vira o crush de qualquer pessoa. 

quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

[Resenha] Sobrenatural

| 8 comentários
Autora: Paige McKenzie
Páginas: 304
Editora: Fábrica 231
Série: Sobrenatural, 1
Sunshine Griffith é uma garota que acaba de fazer dezesseis anos. Depois de sua mãe receber uma proposta de emprego, as duas se mudam para a fria cidade de Ridgemont, em Washington. A transição de Austin, uma cidade acalorada do Texas, para Ridgemont já é bem complicada para Sunshine, mas esse é o menor de seus problemas. Logo ela descobre que além de seu quarto ser todo, hum..., bem rosa, sua nova residência é uma casa poeirenta e assombrada. À medida que os fenômenos vão ficando mais frequentes, assustadores e perigosos, a mãe de Sunshine vai demonstrando um comportamento mais estranho. Restará a Sunshine aceitar seu destino e – juntamente com Nolan, a única pessoa que acredita na garota e seu único amigo na cidade – salvar sua mãe de um futuro tenebroso.


Sobrenatural é um livro com um tema que eu adoro muito: fantasmas. Eu confesso que nunca havia lido uma história - com fantasmas - que me deixasse tão aflita quanto essa. O livro não é de terror, não se enganem se virem em algum lugar algo do tipo, mas o suspense é bastante intenso. Me senti vendo um filme de suspense e aguardando algo ruim acontecer. E em outras vezes, até mesmo tive medo de alguns barulhos dentro de casa. Solicitei esse livro por conta da capa e sinopse, mas a leitura se mostrou melhor do que eu esperava.

terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Pilha de leitura #56

| 10 comentários

Boa noite, leitores! E vamos para a primeira pilha de leitura de 2018, yay!! Em dezembro tirei uns vinte e poucos dias de férias, e por isso consegui ler 21 livros! Três não estavam na pilha, mas eu consegui incluir por conta da #maratona24hnosleep. Na maratona li Ferinos, Um beijo à meia-noite e Os invasores. Gostei bastante do meu ritmo de leitura nessas férias, e já quero a próxima logo, haha. Vários desses livros foram leituras curtas, então isso ajuda muito na hora de montar uma TBR. Vamos conferir rapidinho o que eu andei lendo?!

segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

Caixinha de correio #125

| 11 comentários

Boa tarde, pessoal! Está no ar a caixinha de correio, com tudo o que eu recebi em dezembro. Como é final de ano, as encomendas ainda estão atrasadas, então tem mais coisa para chegar. :/ Vamos conferir o que eu recebi?

[Top comentarista] Janeiro

| 12 comentários

Boa tarde, leitores! O top comentarista de janeiro irá presentear a pessoa que mais comentar no blog com o livro Indomável, da editora Valentina! Confiram as regras!

Regras:

Para validar sua participação é necessário comentar neste post com um e-mail válido. Só serão contabilizados os comentários de quem se inscrever neste post;
Apenas os comentários feitos nos posts de 01/01 até 31/01 serão válidos para o Top, exceto promoções e resultados;
Só será contabilizado um comentário por post, independente de quantos você fizer;
Os comentários precisam ser relevantes, um "Quero ler" não valerá, nem algo do tipo que mostre que a pessoa não leu o post;
 Dia 01/02 sairá o resultado;
✓ Será feito um sorteio entre aqueles que tiveram mais comentários;
Os livros serão enviados em até 45 dias. O blog não se responsabiliza por extravios.

[Resultado] Top Comentarista Dezembro

| 11 comentários

Boa tarde, leitores! Está no ar o resultado do top comentarista de dezembro. Duas pessoas foram desclassificadas, pois conforme as regras, comentários que fosse visível que a pessoa não leu o post, não contaria. Três pessoas comentaram em todos os posts, então tem sorteio para decidir o ganhador. :)

A ordem de sorteio é:
1. Any
2. Lily Viana
3. Vitória Pantielly


E a ganhadora é...