quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

[Resenha] O problema do para sempre

|
Autora: Jennifer L. Armentrout
Páginas: 392
Editora: Galera Record
Mallory viveu muito tempo em silêncio. Mas o destino lhe reserva um novo desafio. E ela percebe que está na hora de encontrar a própria voz Já na infância, Mallory Dodge percebeu que só poderia sobreviver se ficasse calada. Teve que aprender a ficar o mais quieta possível. Aprendeu a passar despercebida. A se esconder. Mas agora, após ter sido adotada por pais amorosos e dedicados, ela precisa enfrentar um novo desafio: sobreviver ao último ano do Ensino Médio numa escola de verdade. O que Mallory não imaginava é que logo no primeiro dia de aula daria de cara com um velho amigo que não via desde criança, quando viviam juntos no abrigo. E começa a notar que não é a única que guarda cicatrizes do passado, além de uma paixão adormecida e inevitável.



O problema do para sempre, da autora Jennifer L. Armentrout - conhecida também pela série Lux -, tem uma trama delicada e envolvente. O livro trata sobre um assunto importante de uma forma leve, e ao mesmo tempo, vai nos ensinando como cada pessoa lida com seus traumas e como superá-los. Eu me encantei com a escrita da autora nessa obra, ela trouxe personagens com histórias diferentes, e a forma como ela desenvolve cada uma delas, deixou a trama ainda mais real. Todos os personagens são marcantes para o enredo de alguma forma.

Mallory vivia em um lar adotivo com outro garoto, que virou seu melhor amigo e aquele que sempre a protegeu de tudo. Os dois sofriam abusos psicológicos e físicos - principalmente Rider, que sempre fazia com que os tapas direcionados a Mallory caíssem nele -, e anos nesse casa, marcaram profundamente cada um deles. Quando eles já estavam quase na adolescência, um horrível acidente ocorre. Os amigos acabam se separando, e Mallory é adotada por um incrível casal de médicos.

Mesmo algum tempo depois de ter saído daquele lugar tão sufocante, ela possui marcas internas que a deixaram traumatizada. Por sempre ter que ficar em silêncio para não atrair a ira dos moradores da casa, Mallory acabou tendo problemas para se relacionar com as pessoas. Seus pais adotivos sempre a incentivaram a melhorar, e ela passou anos fazendo terapia. Então, quando pensa estar pronta, ela decide frequentar o último ano do ensino médio. Essa é sua chance de enfrentar seus medos.


O que a garota não esperava era encontrar alguém do seu passado. Alguém que prometeu sempre cuidar dela. Alguém que ela não sabia se ainda estava vivo. Rider novamente em sua vida balança totalmente seu psicológico, e lhe faz reviver momentos dolorosos. Mallory percebe que Rider aparenta estar bem, mas ao mesmo tempo, ele está diferente. É como se os dois fossem estranhos um ao outro, apesar de compartilharem uma história juntos.

A trama tem um assunto bastante pesado, mas a autora não detalha muito as cenas de abuso. A história nos mostra o amadurecimento de personagens que sofreram abusos e estão traumatizadas. Também nos mostra que as pessoas lidam de formas diferentes, e muitas vezes não conseguimos enxergar o quanto as feridas são profundas.

O romance do livro é algo tão amorzinho, que te faz pensar que o mundo poderia ser melhor. Mallory e Rider são pessoas que sofreram, mas que querem deixar o passado para trás. Só é preciso saber como. Eu gostei muito da história, é comovente e envolvente. Acompanhar o avanço de Mallory é angustiante, parece que a cada passo, ela volta dois. Porém, no decorrer da trama, a personagem começa a ter mais voz em suas atitudes e relações, e é muito bacana esse amadurecimento.

A leitura é bastante fluída, O problema do para sempre tem uma história marcante, e faz o leitor refletir. Esse é um livro que precisa ser lido por todos. Trata não apenas sobre abuso, mas também sobre escolhas erradas. Que nem sempre o caminho mais curto é o mais fácil. Em paralelo, a autora nos apresenta outros personagens com histórias igualmente marcantes, e isso deixou a leitura ainda mais impactante. Eu recomendo muito a leitura! A edição está muito bonita, eu amei essa capa, e todos os detalhes.

9 comentários:

  1. Aah, fico feliz que tenha gostado.
    Tenho um amor por esse livro, por Mallory e Rider... Realmente é uma história delicada e contada de uma forma linda pela Jennifer.
    Amei tanto que quero conhecer mais da escrita dela.
    E essa capa é linda.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Como sou uma manteiga derretida e por esse motivo não leio livros pesados, gostei de saber que a Jennifer L. Armentrout trata sobre um assunto sério de uma forma leve em O problema do para sempre pois fiquei bastante curiosa para conhecer a história de Mallory e Rider, e não vejo a hora de ler esse livro!
    Ainda não li a série Lux mas está na minha lista de leitura, amo a escrita dessa mulher!
    Abraços, valeu pela dica.

    ResponderExcluir
  3. Adorei o tema, de traumas e superação. Traumas antigos devem ser superados. A vida não segue sem um recomeço. É bom reconhecer que cada um passa por isso de forma diferente. Espero me surpreender com a leitura, ótima resenha. Bjos

    ResponderExcluir
  4. Nossa, li esse livro e amei. Super recomendo pra quem ainda não leu, vale muito a pena ler! É uma história que te prende do início ao fim, e faz com que nós não queira mais parar de ler! Linda história de amor e também de superação!

    ResponderExcluir
  5. Ola
    Não costumo ler livros de adolescentes mas vou dar uma chance para esse. Otima resenha.
    Jis Rocha
    Blog Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Que história mas lida! Eu já tinha visto porém nunca me chamou atenção, mas ao ler a resenha me deixou bem curiosa essa história, uma premissa realmente boa. Com certeza irei ler!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Pela resenha a história parece ser bem terna!
    Com certeza eu leria agora se não fosse os prazos de leituras atrasadas.
    Obrigada pela dica!
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Oie
    Parece ser um livro bem interessante, adoro livros que me faz refletir. Adorei a dica, já anotei aqui. Adorei as fotinhas e linda resenha.
    Bjos, Bya! ��

    ResponderExcluir
  9. Oii! Ainda não tive a oportunidade de conhecer a escrita da Jennifer, mas tenho bastante curiosidade. Esse livro parece ser tão envolvente quanto emocionante, ainda mais por conta do tema. A sua resenha está ótima e já vou adicioná-lo à minha lista. Bjss!

    ResponderExcluir