sexta-feira, 13 de outubro de 2017

[Resenha] Os quatro cavaleiros

|
Autora: Veronica Rossi
Páginas: 350
Editora: Galera Record
Série: Riders, 1
O que você faria se descobrisse que se tornou um dos Cavaleiros do Apocalipse? Da mesma autora da Trilogia Never Sky. Nada além da morte pode impedir Gideon Blake de conquistar seu objetivo de se tornar um soldado americano. Bem, o problema é que ele morreu. Por algum tempo. Enquanto se recupera do acidente que deveria ter sido fatal, Gideon nota que seus ferimentos estão cicatrizando muito rapidamente. É um milagre. Se você considerar um milagre o fato de se tornar um dos quatro cavaleiros do Apocalipse. Gideon é Guerra. E ele precisa se unir aos outros cavaleiros, Fome, Morte e Peste, para, juntos, proteger uma chave que a Ordem quer ter em mãos para abrir as portas de um reino infernal na Terra, ameaçando escravizar todos os humanos.


Os quatro cavaleiros é o primeiro livro da série Riders, escrito por Veronica Rossi - autora também da trilogia Never sky -, e essa é uma fantasia diferente de tudo o que eu já li do gênero. Fui extremamente surpreendida pela trama e pela maneira que a autora quis narrar sua história. Com uma narrativa ágil, Veronica vai nos levando através de um enredo sombrio e intrigante. Ao decorrer da leitura fui ficando cada vez mais envolvida com os personagens, que são bastante marcantes para a história.

Gideon Blake é um soldado. Certo dia, quando estava realizando um treinamento, ocorre um acidente que o mata por alguns instantes. Ele sobrevive, porém, descobre que seus ferimentos estão se curando extremamente rápido. Após algumas situações inusitadas em que as pessoas perdem o controle perto dele, Gideon descobre que é um dos quatro cavaleiros do apocalipse, ele é Guerra.

Guerra é um personagem cheio de raiva e culpa dentro de si. Ele sempre se culpou pela morte do pai, e decidiu se afastar um pouco da mãe e da irmã para que elas não percebessem o quanto aquilo o transformou. Impetuoso e muito orgulhoso, ele se mostra aos poucos ser também muito leal e corajoso. Ele é o maior destaque do livro, o conhecemos profundamente durante a narrativa. 

Gideon não sabe muito sobre o que está acontecendo. Nem como ele morreu e voltou como um cavaleiro. Até o dia em que Daryn surge em sua vida, a garota que precisa juntar os quatro cavaleiros para derrotar a Ordem - um grupo de demônios que quer escravizar a humanidade -, e que sabe sobre tudo! Ou seria ótimo ter ela por perto se a garota realmente contasse o que está ocorrendo, o que ela não conta completamente. As informações vão surgindo aos poucos para Gideon, que acaba confiando na garota. Os dois precisam localizar logo os outros três cavaleiros - Peste, Fome e Morte, e evitar que a chave caia em poder da Ordem. 

O que eu achei mais surpreendente no livro foi a narrativa. A história inicia com Gideon sendo interrogado por pessoas do governo - talvez, ele não tem certeza -, e contando sua história desde o início. Começando pelo acidente que sofreu. É muito intrigante não saber o que ele está fazendo ali. Quem são aquelas pessoas e o que elas querem. Gideon vai contando por tudo o que passou, a tensão vai aumentando conforme algumas peças vão sendo encaixadas e mais revelações são feitas. Até chegar o clímax, onde tudo é muito empolgante, até que termina e você fica 'preciso da continuação agora!'.


Eu adorei conhecer os outros cavaleiros, acho que nos próximos livros eles serão mais explorados. Todos possuem algo cativante, desde um ar sombrio até um carisma enorme. É muito bacana acompanhar o desenvolvimento de suas habilidades como cavaleiros do apocalipse. A história é incrível demais. As cenas de ação são bem detalhadas, foi muito fácil de imaginá-las. A escrita da autora é bastante envolvente, é uma leitura difícil de pausar.

Os quatro cavaleiros é uma fantasia maravilhosa, eu adorei a trama. Todos os elementos foram bem usados. Adorei as armas, a parte dos cavalos, os treinamentos e o relacionamento que os cavaleiros criaram entre si. Eu espero uma continuação cheia de ação e com diversas revelações. Recomendo a leitura.

A capa é a mesma que a original, e é muito linda. A diagramação está bem caprichada, com folhas amareladas. 

8 comentários:

  1. Oi.
    Esse é um livro que eu quero muito ler, fiquei feliz com o fato de que achou os personagens bem desenvolvidos o que mais me chamou atenção foi Gideon e o fato de que ele não sabe como ele morreu Acho que esse mistério envolvendo sua morte tudo que aconteceu realmente me cativares eu adoro esse cenário de mistério e assim como você falou toda ambientação esse sim sim não vejo a hora de ler Eu concordo com você essa capa é linda.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Ainda não li nada da autora e não sabia que ela tinha essa série!
    Adoro fantasias e fiquei doida só pela sinopse!
    Que capa linda e original. Já fiquei ansiosa para começar a leitura.

    ResponderExcluir
  3. Interessante conhecer sobre o trabalho da Veronica (não a conhecia até o momento) e sobre esta série.
    Confesso que não é o tipo de livro que me desperta o interesse, mas é sempre legal conhecer sobre outros gêneros.
    Senti falta de saber sobre os outros cavaleiros, mas acredito que seja um livro pra cada um né... e fiquei intrigada com o nome que eles receberam.
    Parece uma boa história.
    A capa está lindíssima!

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Andressa!
    Não conhecia a autora também.
    Gosto de livros que abordem os quatro cavaleiros do apocalipse e pelo visto, cada um deles será o protagonista de um dos livros da série.
    Gideon é o primeiro e achei interessante ver como ele se descobre um dos cavaleiros e terá de ir em busca dos outros.
    Um final de semana alegre e feliz!
    “Não há nada que faça um homem suspeitar tanto como o fato de saber pouco.” (Francis Bacon)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE OUTUBRO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
  5. Oi Andressa,
    A premissa do livro se destaca, pois se trata de um livro contemporâneo que uni mistério e muita aventura. É uma trama diferente das que leio, mas isso não diminui meu interesse, pelo contrário, sua resenha me deixou bem curiosa. A narrativa trás uma forma diferente de se contar um história e até acho isso interessante, pois combina bem com a proposta do livro. Gideon terá que controlar seus impulsos, pois sendo Gerra tudo o que sente pode se refletir em ações ao seu redor. Ainda não sei se quando lerei o livro, mas vou adicioná-lo a lista de leituras, pois a história, realmente, me chamou atenção.

    ResponderExcluir
  6. Ainda não li nem um livro da autora Veronica Rossi, esta série Riders, parece ser bem interessante, que bom que a narrativa deste livro te surpreendeu, e que bom que a história torna a leitura empolgante, gosto muito deste estilo de livros, adicionei Os quatro cavaleiros em minha lista de leituras.

    ResponderExcluir
  7. Olá,achei a trama desse livro bem diferente. Gosto muito de livros de fantasia. E se deparar com uma história original como essa,é sempre interessante!
    Essa é a primeira vez que leio algo sobre o livro,e fiquei surpresa e muito curiosa em poder conhecer o Gideon. Além de ter gostado de saber também que a autora foi bem detalhista em seu livro. Nos momentos de ação,situações assim são quase mágicas.

    E quanto a capa,também a achei linda!

    Boa dica! :)

    ResponderExcluir
  8. Oi Andressa ;)
    Queria uma Daryn perto de mim, pois estou precisando de alguém que saiba de tudo kkk
    Gostei da premissa. Deve ser muito confuso pro Gideon se tornar de repente um cavaleiro.
    Gostei da divisão chamada ordem também, apesar de ser um gênero que eu não curto muito.
    Obrigada pela indicação ;)
    Bjs

    ResponderExcluir