quinta-feira, 3 de agosto de 2017

[Resenha] Inevitável

|
Autora: Joy Fielding
Páginas: 368
Editora: Onyria
Casey Marshall tem tudo na vida: é linda, rica, tem amigas maravilhosas e um marido amoroso. Para completar sua felicidade, ela e seu marido, Warren, pretendem começar uma família. Mas, quando tudo parecia perfeito, o inesperado acontece: um carro em alta velocidade atropela Casey, que fica em coma. Completamente incapacitada em uma cama de hospital, a consciência de Casey retorna aos poucos e ela se torna testemunha silenciosa do que acontece ao seu redor. Consciente, mas incapaz de se mexer, ver ou se comunicar, ela descobre que seu acidente na verdade não passou de uma tentativa de assassinato. Mas quem poderia odiá-la a ponto de querer matá-la? E por quê? Trancada no próprio corpo, Casey logo percebe que seu assassino está muito mais perto do que ela poderia imaginar... E tudo o que ela quer é levantar da cama e fugir. Ah, se ela pudesse... Dentro de sua mente, Casey está gritando socorro. Mas quem poderá ouvi-la?


Inevitável  tem uma sinopse que chama a atenção logo de cara. Eu adoro esse tipo de suspense em que precisamos descobrir quem é o assassino, e por isso fiquei tão empolgada pela leitura. Porém, o mais marcante na trama é Casey e sua condição: ela está em coma. Ela não tem controle de seu corpo, mas está lúcida e consegue escutar tudo o que falam ao seu redor. É angustiante para o leitor saber que Casey está trancada dentro de si mesma e não pode fazer nada. A autora escreveu um thriller psicológico muito envolvente e intenso. É a primeira obra que eu leio da Joy, e gostei bastante.

Casey tem a vida perfeita: é linda, rica, tem um marido maravilhoso e os dois estão pretendendo ter filhos. Além disso, tem duas melhores amigas, Janine e Gail. Após sair de um encontro com as amigas, Casey é atropelada por um carro em alta velocidade. É assim que ela fica em coma, além de ter quebrado algumas partes de seu corpo. Porém, ela "acorda" no hospital e percebe que não consegue se mover, falar ou enxergar. Ela só pode ouvir. Entre momentos de delírio, sonhos e lucidez, ela percebe que não foi um acidente, alguém a queria morta. E a pessoa está por perto para terminar o serviço.

A trama gira em torno disso, mas a autora nos joga vários possíveis assassinos: Janine, sua ex-sócia que não ficou satisfeita com a saída de Casey da firma; Drew, a irmã drogada que ficou fora do testamento dos pais e não pode ter sua parte do dinheiro. Casey ficou de testamenteira e dá todo mês uma mesada para a irmã se sustentar com a filha; Warren, o marido perfeito; um advogado insatisfeito com a empresa de Janine e Casey; entre outros...

Cada vez que a autora colocava em foco algum dos personagens e citava motivos e defeitos dele, eu pensava: ok, esse é o assassino. Nisso, acabei duvidando de todos, e só descobrindo quase no final o culpado. Eu gostei bastante de como a autora levou a trama, foi um suspense arrebatador, que me fez não querer desgrudar das páginas.

O enredo nos mostra bastante da relação de Casey com a irmã, assim como sua relação com os pais. Sua mãe sempre bebeu muito, e nunca se importou com as filhas. Casey levou alguns anos para entender que aquela pessoa era sua mãe, e foi triste quando percebeu que ela não era como as outras mães que via por aí. Porém, ela sempre aceitou tal situação, enquanto que Drew acabou se rebelando pela falta de atenção.

Warren meio que surgiu na vida de Casey por acaso, sabemos como eles se conhecerem e como iniciou a relação deles, mas não sabemos nada sobre o passado dele. Mas, perfeito daquele jeito, quem se importa? Ele é um homem atencioso e está sempre por perto quando Casey está no hospital. É lindo o jeito que ele a trata.

A leitura é bastante fluída, os personagens são carismáticos, e a autora tem uma escrita maravilhosa. Eu gostei bastante de Inevitável! A edição está muito bonita também. Eu recomendo a leitura para quem gosta de um bom suspense.

13 comentários:

  1. Oi!
    Não conhecia o livro e nem li nada da autora, portanto, não conheço sua escrita. Mas, como adoro um bom suspense, já vai para a minha lista de desejados. Se a escrita é envolvente e inteligente, com personagens que cativam, já vale muito a pena.
    Parabéns pela resenha!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Menina, que sinopse! Já fiquei aqui imaginando quem poderia ser o assassino, e até pensando no marido como um dos suspeitos, ninguém conhece de verdade quem está do lado ne? Fiquei super curiosa e angustiante com essa personagem, coitada.
    Percebi na sua resenha que suspeitos é o que não falta ne? A vida da nossa personagem não é tão perfeita assim.
    Já me imagino lendo esse livro e gostanto bastante! Obg pela resenha :*

    ResponderExcluir
  3. Oi Andressa.
    Inevitável parece ser um ótimo suspense.
    A parte mais interessante é o fato de Casey estar em coma, mas consciente do que acontece ao seu redor.
    Gosto bastante de suspenses em que você tem que descobrir quem é o assassino, mas não é algo óbvio! Deixa a leitura bem mais interessante e você mente para si mesma quando diz "só vou ler mais um capítulo" rs
    Com certeza vou ler esse livro!
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Eu amo suspense e o livro parece ótimo mesmo, adorei a trama do livro, e fiquei muito curiosa pra saber quem é o assassino, realmente o mais marcante da trama é Casey e sua condição, gente eu imagino o apavoro da mulher em descobrir que não foi um acidente e sim uma tentativa de assassinato e ja fiquei pensando se o assassino teria algum motivo para isso. O livro parece ser muito bom, quero ler.

    ResponderExcluir
  5. Nunca leio muito suspense, pois fico nervosa!
    Porém realmente a sinopse nos deixa bem curiosa para saber quem quer vê a protagonista morta! E pensar que o assassino está mais perto do que parece me deixou angustiada para saber quem pode ser.
    Lerei em breve.

    ResponderExcluir
  6. Deve ser realmente angustiante vocês estar consciente mas ao tempo não estar; fiquei super curiosa para descobrir quem é o verdadeiro assassino - acredito que não seja o marido, já que no fim da resenha você disso que ele é realmente perfeito e fica o tempo todo com ela no hospital - e quais os motivos para ele querer a Casey morta, também gosto quando os autores nos fazem desconfiar de quase todos os personagens, deixa a trama bem mais interessante.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Adoreeeei essa sinopse, to apaixonada!
    Deve ser um jogo bem psicológico e envolvente mesmo que a autora conseguiu criar.
    Ainda mais por ter tanto personagens que podemos pensar ser o assassino.
    A visão de alguém em coma e saber o que acontece ao redor mesmo assim é bem aterrorizante.
    Adorei a dica e vou ler com certeza.

    beijinhos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir
  8. Não tinha visto nada da autora Ainda, mas eu adoro suspense e gostei muito da premissa dele. Adoro essas histórias em que a gente tem que descobrir quem é o culpado e no caso da protagonista, a gente tem vários suspeitos que a autora entrega para o leitor. Fiquei curiosa pra saber quem é o verdadeiro e qual foi a real intenção.
    Obg pela indicação ;)

    ResponderExcluir
  9. Andressa!
    Achei a história bem inédita com a protagonista em coma e a aproximação de um estranho que sente-se a vontade em conversar com ela, todos pensam que ela não entende o que se passa ao seu redor, porém, mesmo em seu estado ela sabe, apenas não consegue se comunicar.
    E ainda tem o tal suspense devido ao crime, tremendo livro e quero ler.
    Desejo um mês repleto de realizações e um ótimo final de semana!
    “A vida guarda a sabedoria do equilíbrio e nada acontece sem uma razão justa.” (Zíbia Gasparetto)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE AGOSTO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
  10. Sem dúvidas a sinopse deste livro chama a atenção e deixa o leitor curioso para conferir a história de Casey, sem dúvidas é angustiante para o leitor ver a condição de Casey, que está lúcida dentro de seu corpo, mas não pode fazer nada, pois está em coma, gosto muito de livros de suspense e investigação, então após ler sua resenha adicionei este livro em minha lista de leituras e pretendo ler ele em breve.

    ResponderExcluir
  11. Ola!
    Gostei muito da resenha e agora fiquei curiosa pelo assasino misterioso da personagem. Ao ler fiquei pensando na forma de como a autora fez a trama é bem interessante, uma pessoa em coma ver tudo que se passa ao seu redor sem que as pessoas vejam é isso é super legal. O livro também em mostra todas as pessoas que poderiam ser o assasino também mostra o lado da vida dela, dos momentos e isso me deixou bem intrigada para conhecer. Com certeza iria amar essa leitura!

    ResponderExcluir
  12. Que livro e este no qual e a primeira vez que me deparo com a obra, que me pareceu ser um mistério e tanto, e que pela sua resenha já foi suficiente para me deixar bastante curiosa. Já que vemos que teremos vários suspeitos com motivo suficiente para querer atropelar nossa personagem, mas quem será realmente o culpado. O mais angustiante, e ver a personagem pressa no corpo, ouvindo tudo que todos estão dizendo e não poder falar.

    Participe do TOP COMENTARISTA de AGOSTO, para participar e concorrer Ao livro "Dois Mundos", o primeiro da série "Tesouros da Tribo de Dana" da escritora Simone O. Marques, publicado numa edição linda pela Butterfly Editora.
    http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oie! Poxa, eu adoro um suspense, ainda mais desses que você fica toda hora achando que já sabe tudo e é surpreendido com um novo suspeito. No final, é sempre quem nós menos esperamos, né? Fiquei muito curiosa, e eu também nunca li nada desse autora, tenho certeza que irei gostar tanto quanto você quando ler.
    Agora, imagina, que angustia ficar em coma percebendo tudo que se passa ao seu redor? E mais, sabendo que tem alguém rondando ali querendo acabar com a sua vida? Ai ai ai.

    ResponderExcluir