domingo, 18 de junho de 2017

[Resenha] O canto mais escuro da floresta

|
Autora: Holly Black
Páginas: 294
Editora: Galera Record
Hazel e seu irmão, Ben, moram em uma cidade onde humanos e fadas convivem. A magia aparentemente inofensiva desses seres atrai turistas de todas as partes, que querem ver de perto as maravilhas do lugar e, principalmente, o garoto de chifres e orelhas pontudas que descansa em um caixão de vidro. Hazel e Ben eram fascinados pelo garoto quando crianças. Mas, à medida que crescem, as histórias e teorias que inventavam perdem o encanto. Eles sabem que o garoto de chifres nunca acordará... Até que um dia ele acorda. Agora, os irmãos precisam se tornar os heróis que fingiam ser em suas brincadeiras e desvendar os mistérios que envolvem aquele príncipe com chifres.




O canto mais escuro da floresta é o novo livro de fantasia da autora Holly Black, bastante conhecida por sua série As crônicas de Spiderwick. Eu li toda essa série, e como gostei muito da escrita da autora, fiquei muito feliz quando recebi de surpresa da editora uma caixinha com o livro, folhas secas e vidrinho com perfume. O cheirinho é a coisa mais maravilhosa do mundo, e combina muito com essa coisa de flores, floresta e seres mágicos. Foi uma ótima forma de imersão na leitura, a todo momento eu lembrava do aroma. E, apesar de ser suspeita para falar, já que eu amo livros de fantasia, essa história é incrível demais. Eu adorei a autora colocar humanos e seres mágicos convivendo juntos, e explorando mais sobre esse relacionamento no decorrer da trama.


O cenário tem algo mágico, mas ao mesmo tempo perigoso. É interessante ver que as pessoas da cidade estão acostumadas e já sabem as regras para conviver ali: não agir como um turista. Todo ano algum turista desaparece misteriosamente, ou é encontrado morto, e isso tem acontecido com mais frequência.


Hazel e Ben são irmãos, sempre caçavam na floresta quando pequenos, mas o fascínio dos dois era um garoto de chifres dentro de um caixão de vidro. Ele está há anos ali, e os dois sempre fantasiaram que ele deveria ser algum príncipe. Com o tempo eles pararam de acreditar que o garoto iria acordar algum dia. Mas, ele acorda. Ninguém sabe o motivo e nem quem o acordou. Só que coisas estranhas começam a acontecer na cidade, e até mesmo os moradores correm perigo.

"Há um monstro em nossa floresta. E ela irá te pegar se você não se comportar. Irá te arrastar por folhas e galhos. Te castigar por todos os malhos. Partidos teus ossos e cortadas tuas asas. Você nunca, nunca mais voltará para casa."

A dinâmica entre Hazel e Ben é muito bacana. Apesar de esconderem segredos um do outro, eles possuem uma cumplicidade incrível. Hazel tenta aparentar não se apegar a ninguém, e Ben já é mais carente. Os dois são cativantes, e mostram amadurecer bastante durante a narrativa. Eu adorei conhecer esses dois personagens. Aliás, a obra toda possui personagens marcantes.


O canto mais escuro da floresta tem um ritmo de leitura bastante fluída. A narrativa da autora é muito gostosinha. Apesar de ser uma fantasia, ela não é muito infantil, mas também não tem muita complexidade. É desenvolvida muito bem, e as reviravoltas que acontecem na trama são muito surpreendentes. Foi incrível desvendar os mistérios da floresta com Hazel e Ben.

A edição está muito linda e combina bastante com a ambientação do livro. Se você procura uma leitura leve e rápida, essa é uma excelente fantasia para ler no final de semana. A história é ágil e é apresentada pela autora de uma maneira muito envolvente. Recomendo!

6 comentários:

  1. Achei a capa desse livro muito bonita e a proposta interessante, tô bem interessada em lê-lo e curti a resenha. Gostei de saber que a história é ágil e os protagonistas cativantes, conheço a autora de A menina mais fria de Coldtown, ao qual espero ler a continuação um dia pois curti muito a história, bem como espero poder ler esse livro da resenha que parece ser tão bom quanto. ;)

    ResponderExcluir
  2. Eu já tinha visto a imagem do livro em algum outro blog, mas até agora não tinha lido a sinopse. Eu fujo bastante de fantasias, não sou fã não sabe? Kkk mas confesso que achei a capa linda e remete mesmo ao que a história traz.

    ResponderExcluir
  3. Oi Andressa ;)
    Sou apaixonada pela capa, é daqueles livros que eu compraria só por causa dela *-*
    Adorei essa ideia da editora de enviar esse aroma que combina com a história!
    O livro parece ser bem escrito e parece ter personagens cativantes, que só amadurecem ao decorrer da narrativa.
    Adorei a resenha, e como gosto de fantasia já está na lista de leitura!
    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Olá Andressa.
    A coisa que mais me chama atenção neste livro, com certeza é a capa, que coisa mais maravilhosa. A estória tem uma premissa muito intrigante, e esses irmãos me lembraram muito João e Maria. Adoro fantasias e tenho certeza que vou amar este livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Esse livro é daqueles que você compraria só pela capa né!? Muito capricho, sério <3
    Estou bem animada pra ler essa história, nunca li nenhuma obra da Holly e essa me parece ser incrível.
    Tudo muito bem desenvolvido e fluído. Tanto história, como a aventura em si, os personagens, cenários...
    Minha curiosidade só aumenta, a cada resenha que leio :)
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Eu tinha visto esse livro é tinha amado a capa é bem linda, parece uma primeira. A premissa do livro é muito boa, tem aquele mistério e suspense no ar nessa cidadezinha, realmente fiquei curiosa para conhecer esses mistério que envolve todo mundo e assassinato de pessoas.

    ResponderExcluir