segunda-feira, 26 de junho de 2017

[Resenha] Inversos

| 4 comentários
Autora: Carol Dias
Páginas: 214
Editora: Ler Editorial
Série: Clichê, 2
Como assistente pessoal de Carter Manning, Bruna sabia exatamente o que esperar do cantor: música, mulheres e um pouco de (muita) arrogância. Seria preciso uma interferência do universo para que ele se mostrasse alguém descente. E não é que o universo resolveu agir?!
As pequenas, Sam e Soph, serão a prova final de Carter, para mostrar que mesmo o cara mais idiota, possui algo além de uma camada de egocentrismo.






Inversos, da Carol Dias, é a continuação de Clichê – porém, pode ser lida de forma independente, pois são histórias diferentes. O primeiro livro teve como protagonista Killian Manning, já nesta nova obra, será a história de seu irmão, Carter Manning. Eu estava com saudade da escrita da autora, que é muito envolvente e possui tramas fofas, então não podia deixar esse lançamento passar e não pensei duas vezes na hora de solicitar. Carol nos presenteia com um romance divertido e encantador. Eu adoro essa pegada de homem babaca que acaba se endireitando, comigo a fórmula funciona muito bem!

domingo, 25 de junho de 2017

[Novidades] Grupo Companhia das Letras

| 5 comentários

Boa noite! Confiram os últimos lançamentos do Grupo Companhia das Letras. Tem para todos os gostos!


Para o Terceiro Reich, a Segunda Guerra Mundial pode ter acabado, mas para a resistência a luta está apenas começando. Yael é sobrevivente de um campo de extermínio e tem uma habilidade especial: é uma metamorfa, capaz de mudar a aparência física e assumir a forma de qualquer pessoa. Ela também é uma garota em fuga — o mundo acabou de vê-la atirar e matar Adolf Hitler.
Yael é a inimiga número 1 da Germânia e de seus aliados, e vai precisar se infiltrar no território inimigo mais uma vez se não quiser pagar com o seu próprio sangue. Em meio a segredos sombrios acompanhados por verdades obscuras, apenas uma pergunta paira na mente de todos do grupo de Yael: o quão longe você iria por aqueles que você ama?



Salvador levava uma vida tranquila e descomplicada ao lado de seu pai adotivo gay e de Sam, sua melhor amiga. Porém, o último ano do ensino médio vem acompanhado de mudanças sobre as quais o garoto não tem nenhum controle, como ímpetos de raiva que ele não costumava sentir. Além disso, Salvador tem que lidar com a iminente morte da avó, com uma tragédia repentina que acontece na vida de Sam e com o fato de seu pai estar se reaproximando de um ex-namorado. Em meio a esse turbilhão de sentimentos, que vão do luto ao amor e da amizade à solidão, Sal passa a questionar sua própria origem e identidade, e tenta encontrar alguma lógica para a sua vida — uma tarefa que parece quase impossível.



O detetive Bosch tem a chance de solucionar um caso que há vinte anos o incomoda. Em 1992, Los Angeles viveu uma onda de protestos que deram início a vários dias de anarquia e violência.
Foi quando o detetive Harry Bosch viu a fotojornalista Anneke Jespersen pela primeira vez: assassinada à queima-roupa no fundo de um beco escuro. Na confusão da época, o crime nunca foi resolvido. Vinte anos depois, Bosch tem uma nova chance de solucionar o mistério. Um caso o leva de volta àquela fatídica noite, e ainda mais longe, aos campos de batalha onde Anneke fez registros sangrentos e crimes de guerra foram enterrados; crimes que há décadas esperam por justiça.


Quando o advogado Mickey Haller recebe a mensagem “Me liga urgente — 187”, o código penal para assassinato logo chama sua atenção. Casos assim são sempre os mais complicados ― e os que pagam melhor ―, o que significa que ele não pode falhar. Mas quando descobre que a vítima é uma ex-cliente, uma prostituta que ele ajudou a tirar das ruas, Mickey sente que sua reputação está em jogo. A vítima estava de volta a Los Angeles e de volta à prostituição ― mas por quê? De repente, Mickey percebe que, em vez de salvá-la, pode ter sido ele a colocá-la em perigo. É hora de confrontar seu passado, e Haller precisará de todo seu talento e esperteza para cuidar de um caso que pode ser sua redenção ― ou a prova de toda a sua culpa.



Para Kivrin, que se prepara para um estudo de campo em uma das eras mais mortais da história humana, viajar no tempo é tão simples quanto tomar uma vacina — desde que seja uma vacina contra as doenças encontradas na Idade Média. Já para seus professores, isso significa cálculos complexos e um monitoramento constante para garantir o reencontro. No entanto, uma crise de proporções inimagináveis pode colocar o futuro de Kivrin, e de todo o Reino Unido, em perigo. Seu professor mais próximo, o sr. Dunworthy, fará de tudo para resgatá-la. Mas até que ponto é possível desafiar a morte? De 1300 a 2050, Connie Willis faz um trabalho magnífico na construção de personagens complexos, densos e pelos quais é impossível não sentir empatia. O livro do juízo final é ao mesmo tempo uma incrível reconstrução histórica e uma aula sobre o poder da amizade.


[Novidades] Editora Fundamento

| 5 comentários

Venham conferir os lançamentos mais fofos da Editora Fundamento! Os livros são para o público infantil, mas garanto que você irá se interessar por algum deles eu me interessei por todos!.


Você sabia que o ursinho Pooh existiu mesmo? E que ele era uma ursa?
Esta é a verdadeira história da ursa Winnie, que serviu de inspiração para o personagem da série de livros do Ursinho Pooh. E é uma aventura inspiradora, recheada de amizade e dedicação aos animais.
Tudo começou quando Winnie era apenas uma filhotinha e foi comprada de um caçador por um veterinário que amava animais. Juntos, eles atravessaram o mar, indo do Canadá até a Inglaterra na época da 1ª Guerra Mundial.
Quando o veterinário teve que partir para a batalha, levou Winnie para um lugar seguro: o zoológico de Londres. E foi lá que ela conheceu Christopher Robin! E o pai de Christopher era um escritor, que acabou escrevendo a história do... Você sabe de quem, não é?

A Billie vai ganhar um irmãozinho! Agora ela vai ser a irmã mais velha. Isso é muito emocionante!
Billie está muito animada e resolve dar para o bebê o seu urso de pelúcia preferido, o sr. Fred. Meninas grandes não precisam de bichinhos de pelúcia, não é? Será que Billie vai conseguir mesmo dar o ursinho ao bebê?
A pequena Billie vai ter que aprender a lidar com a chegada de um irmão – ao mesmo tempo que ela quer ser a irmã mais velha, não quer deixar de ser criança também. Os acontecimentos da vida de Billie podem servir de exemplo e inspiração para os pequenos leitores.





São as férias de verão e Billie está na praia com a família. Ela quer fazer um castelo de areia bem lindo e bem grande. Outras crianças também estão na praia e Billie quer brincar com elas, mas tem vergonha.
Billie encontra uma garrafa enterrada na areia e quer saber o que tem dentro. As outras crianças também querem. Será que tem uma mensagem de piratas lá dentro?
Neste livro, a pequena Billie descobre que fazer novos amigos é mais fácil do que ela imagina. Os acontecimentos da vida de Billie podem servir de exemplo e inspiração para os pequenos leitores.


Rio de Janeiro! Que cidade maravilhosa! Lindas praias, calor, muito verde e... Carnaval!!!
Pérola está fascinada com tudo isso e já fez uma nova amiga, A Fada Morena. Mas organizar o carnaval dá muito trabalho, Por isso Morena pede a ajuda de pérola. Será que a fadinha Pérola vai dar conta de tudo ou vai acabar estragando o Carnaval?
Junte-se a pérola e venha sambar de alegria!

[Novidades] Editora Arqueiro

| 5 comentários

Boa noite, leitores! Hoje o dia é para divulgar os lançamentos do mês das editoras parceiras. Vamos conferir o que a Arqueiro está lançando? < 3

A casa da família Edevane está pronta para a aguardada festa do solstício de 1933. Alice, uma jovem e promissora escritora, tem ainda mais motivos para comemorar: ela não só criou um desfecho surpreendente para seu primeiro livro como está secretamente apaixonada. Porém, à meia-noite, enquanto os fogos de artifício iluminam o céu, os Edevanes sofrem uma perda devastadora que os leva a deixar a mansão para sempre.
Setenta anos depois, após um caso problemático, a detetive Sadie Sparrow é obrigada a tirar uma licença e se retira para o chalé do avô na Cornualha. Certo dia, ela se depara com uma casa abandonada rodeada por um bosque e descobre a história de um bebê que desapareceu sem deixar rastros.
A investigação fará com que seu caminho se encontre com o de uma famosa escritora policial. Já uma senhora, Alice Edevane trama a vida de forma tão perfeita quanto seus livros, até que a detetive surge para fazer perguntas sobre o seu passado, procurando desencavar uma complexa rede de segredos de que Alice sempre tentou fugir. Em A casa do lago, Kate Morton guia o leitor pelos meandros da memória e da dissimulação, não o deixando entrever nem por um momento o desenlace desta história encantadora e melancólica.

Freya é o nome da deusa nórdica do amor. Também é o codinome da mais recente invenção nazista, de acordo com uma mensagem interceptada pelas forças aliadas. A inteligência britânica desconfia que é graças a ela que os alemães estão conseguindo abater os bombardeiros ingleses a uma velocidade tão alarmante.
Hermia Mount, uma analista do MI6, é recrutada para ajudar a descobrir qual é essa nova arma. Tendo morado a vida inteira na Dinamarca, ela possui contatos valiosos que poderão auxiliá-la em sua missão.
Do outro lado do mar do Norte, numa ilha dinamarquesa ocupada pelos alemães, o estudante Harald Olufsen descobre uma instalação estranha dentro da base militar nazista. Ele não sabe o que é, mas não se parece com nada que já tenha visto, e ele precisa contar para alguém.
Em Copenhague, o detetive Peter Flemming colabora com os alemães para desvendar quem está repassando informações de dentro do país nórdico para os aliados britânicos.
Numa Europa praticamente dominada pela Alemanha, a vida dessas três pessoas se entrelaça de forma irreversível, e quando um decrépito avião bimotor se transforma no único meio de fazer a verdade chegar até as forças aliadas, o destino delas poderá mudar o rumo da guerra – e da história.

Ninguém sabe exatamente como nem onde começou. Uma pandemia global de combustão espontânea está se espalhando como rastilho de pólvora, e nenhuma pessoa está a salvo. Todos os infectados apresentam marcas pretas e douradas na pele e a qualquer momento podem irromper em chamas.
Nos Estados Unidos, uma cidade após outra cai em desgraça. O país está praticamente em ruínas, as autoridades parecem tão atônitas e confusas quanto a população e nada é capaz de controlar o surto.
O caos leva ao surgimento dos impiedosos esquadrões de cremação, patrulhas autodesignadas que saem às ruas e florestas para exterminar qualquer um que acreditem ser portador do vírus.
Em meio a esse filme de terror, a enfermeira Harper Grayson é abandonada pelo marido quando começa a apresentar os sintomas da doença e precisa fazer de tudo para proteger a si mesma e ao filho que espera.
Agora, a única pessoa que poderá salvá-la é o Bombeiro – um misterioso estranho capaz de controlar as chamas e que caminha pelas ruas de New Hampshire como um anjo da vingança.

Simon Fairfax, o fatalmente charmoso marquês de Lisburne, acaba de retornar relutantemente a Londres para cumprir uma obrigação familiar.
Ainda assim, ele arranja tempo para seduzir Leonie Noirot, sócia da Maison Noirot. Só que, para a modista, o refinado ateliê vem sempre em primeiro lugar, e ela está mais preocupada com a missão de transformar a deselegante prima do marquês em um lindo cisne do que com assuntos românticos.
Simon, porém, está tão obcecado em conquistá-la que não é capaz de apreciar a inteligência da moça, que tem um talento incrível para inventar curvas – e lucros. Ela resolve então ensinar-lhe uma lição propondo uma aposta que vai mudar a atitude dele de uma vez por todas. Ou será que a maior mudança da temporada acabará acontecendo dentro de Leonie?

Maya Stern é uma ex-piloto de operações especiais que voltou recentemente da guerra. Um dia, ela vê uma imagem impensável capturada pela câmera escondida em sua casa: a filha de 2 anos brincando com Joe, seu falecido marido, brutalmente assassinado duas semanas antes.
Tentando manter a sanidade, Maya começa a investigar, mas todas as descobertas só levantam mais dúvidas.
Conforme os dias passam, ela percebe que não sabe mais em quem confiar, até que se vê diante da mais importante pergunta: é possível acreditar em tudo o que vemos com os próprios olhos, mesmo quando é algo que desejamos desesperadamente?
Para encontrar a resposta, Maya precisará lidar com os segredos profundos e as mentiras de seu passado antes de encarar a inacreditável verdade sobre seu marido – e sobre si mesma.

Ally e Charlotte poderiam ter sido grandes amigas se David nunca tivesse entrado em suas vidas. Mas ele entrou e, depois de ser o primeiro grande amor (e também a primeira grande desilusão) de Ally, casou-se com Charlotte.
Oito anos depois do último encontro, o que Ally menos deseja é rever o ex e sua bela esposa. Porém, o destino tem planos diferentes e, ao longo de uma noite decisiva, as duas mulheres se reencontram na sala de espera de um hospital, temendo pela vida de seus maridos. Diante de incertezas que achavam ter vencido, elas precisarão repensar antigas decisões e superar o passado para salvar aqueles que amam.
Com a delicadeza tão presente em seus livros, Dani Atkins mais uma vez nos traz uma história de emoções à flor da pele, um drama familiar comovente que não deixará nenhum leitor indiferente.


sexta-feira, 23 de junho de 2017

[Resenha] A garota de treze

| 5 comentários
Autora: Lilian Reis
Páginas: 220
Editora: Mundo Uno
Oi, meu nome é Luce. Odeio ter treze anos, ser chamada de pirralha e não ser popular, mas, Acima De Tudo, odeio nunca ter sido beijada! Só tenho uma amiga de verdade, a Rafa, e um amigo apaixonado que tenta de todas as formas chamar minha atenção, o Bruno. Ele é pra lá de fofo, mas não gosto de garotos tão novos, entende? Minha vida sem graça começou a mudar quando botei os olhos no vocalista de uma nova banda. Nossa. Que gato! Eu já queria fazer aulas de violão, mas, depois que ouvi o carinha, decidi me matricular. Quase caí dura quando descobri que ele era o professor! Pelamordideus! Além de atencioso, paciente e lindo, tocava MUITO! Fiquei maluca por ele, tão maluca que decidi trapacear. Eu só não imaginava que as consequências seriam tão desastrosas!




A garota de treze, da autora Lilian Reis, é um livro juvenil muito fofo e que todos os adolescentes deveriam ler. Hoje em dia, cada vez mais as crianças "amadurecem" cedo. E o que é a protagonista, Luce, nos mostra: seu desespero para ser mais velha e as consequências de pular fases. Eu fiquei encantada com a forma que a autora tratou o assunto: direta, simples e bem desenvolvida. Eu nunca havia lido nada da Lilian, mas já fiquei animada para ler mais obras dela. Este livro tem uma grande lição, principalmente que nossas ações e mentiras podem machucar outras pessoas. E bem, apesar de não concordar com a maior parte das decisões da personagem, confesso que foi um romance fofo, e até mesmo divertido com as enrascadas em que ela se meteu.

quarta-feira, 21 de junho de 2017

[Resenha] Plants Vs Zombies - A história em quadrinhos baseada no game

| 6 comentários
Páginas: 88
Editora: Pixel
Baseada no videogame de sucesso mundial, a HQ conta o que aconteceu antes de Garden Warfare 2! Como começou a invasão zumbi em Suburbia? E de onde surgiram as novas plantas e os novos zumbis? Você descobre aqui! Com roteiro de Paul Tobin (Bandette, Banana Sunday) e desenhos de Jacob Chabot (Mighty Skullboy Army, SpongeBob Comics), essa batalha antizumbi é hilária e repleta de ação para todas as idades!Algo de sinistro tomou conta de Suburbia. Seus... miolossssss... estão preparados para a infestação zumbi.







Faz um bom tempo que eu não leio uma HQ, então resolvi pegar Plants Vs Zombies, que tem uma edição muito atrativa. Eu já joguei Plants Vs Zombies para PC, e atualmente jogo o do celular, que é de cartas. Então, conheço um pouco da história. Porém, esta HQ se passa antes do Garden Warfare 2, e esses jogos eu ainda não conheço.


terça-feira, 20 de junho de 2017

[Resenha] A lenda da noite

| 6 comentários
Autora: Blendina Franco
Páginas: 40
Editora: Callis
Em A lenda da noite, uma menina muito espevitada, daquelas que têm resposta para tudo, se deixará envolver por um conto bem antigo que a Vó Betica conhece: a história de como surgiu a noite. Com uma narrativa vivaz, no fim do livro só nos resta concordar: a Vó Betica sabe contar histórias como ninguém!





A lenda da noite é uma obra infantil muito fofa de ler. Quando eu iniciei o livro já sabia que seria uma leitura rápida e muito gostosa de fazer. Ler um livro desses me lembra muito a infância, e acredito que vá trazer essa sensação de nostalgia a qualquer outra pessoa que também adorava ler quando criança. 

segunda-feira, 19 de junho de 2017

[Resenha] Maria Borralheira

| 6 comentários
Autora: Rosana Rios
Páginas: 48
Editora: Edelbra
O que Borralheira pensava sobre a madrasta e por que razão não seguiu os conselhos de sua vaquinha? Que explicação tem a madrasta para transformar sua enteada em criada?Uma mesma história pode ser contada de muitas formas. Depende de quem conta o conto...








Hoje trago para vocês a resenha de mais um livro da coleção Quem foi que disse, da autora Rosana Rios. Conhecemos a história de Maria Borralheira, conhecida também como Cinderela, uma personagem que sofre nas mãos da madrasta e de suas filhas. Esta é uma história bastante conhecida, mas adorei poder conferir a narrativa de Rosana.

domingo, 18 de junho de 2017

[Resenha] O canto mais escuro da floresta

| 6 comentários
Autora: Holly Black
Páginas: 294
Editora: Galera Record
Hazel e seu irmão, Ben, moram em uma cidade onde humanos e fadas convivem. A magia aparentemente inofensiva desses seres atrai turistas de todas as partes, que querem ver de perto as maravilhas do lugar e, principalmente, o garoto de chifres e orelhas pontudas que descansa em um caixão de vidro. Hazel e Ben eram fascinados pelo garoto quando crianças. Mas, à medida que crescem, as histórias e teorias que inventavam perdem o encanto. Eles sabem que o garoto de chifres nunca acordará... Até que um dia ele acorda. Agora, os irmãos precisam se tornar os heróis que fingiam ser em suas brincadeiras e desvendar os mistérios que envolvem aquele príncipe com chifres.




O canto mais escuro da floresta é o novo livro de fantasia da autora Holly Black, bastante conhecida por sua série As crônicas de Spiderwick. Eu li toda essa série, e como gostei muito da escrita da autora, fiquei muito feliz quando recebi de surpresa da editora uma caixinha com o livro, folhas secas e vidrinho com perfume. O cheirinho é a coisa mais maravilhosa do mundo, e combina muito com essa coisa de flores, floresta e seres mágicos. Foi uma ótima forma de imersão na leitura, a todo momento eu lembrava do aroma. E, apesar de ser suspeita para falar, já que eu amo livros de fantasia, essa história é incrível demais. Eu adorei a autora colocar humanos e seres mágicos convivendo juntos, e explorando mais sobre esse relacionamento no decorrer da trama.


sábado, 17 de junho de 2017

[Resenha] O verão em que tudo mudou

| 6 comentários
Autores: Gabriela Freitas, Thaís Wandrofski e Vinícius Grossos
Páginas: 304
Editora: Faro Editorial
A vida às vezes guarda inúmeras surpresas. Sem avisar, ela muda de direção. Na hora você não entende, já que “tudo parecia estar bem”. Então percebe que havia sinais.... um sentimento, uma lembrança, um fato que parecia bobo, mas não era... É quando a gente entende que todo o caminho estava errado, que nada fazia muito sentido. Pelo menos, pra você. Fred sente-se absolutamente comum diante de um mundo com tanta gente especial. Lavínia, ao alcançar aquilo que parecia um sonho, algo pelo qual tanto lutou descobre que a nova conquista nunca foi realmente um desejo seu. E Sol, sem perceber, vive sempre à espreita, desconfiada, em constante alerta, tentando controlar tudo ao redor, na esperança de não se ferir novamente... Mas que controle podemos ter diante de tudo? Três jovens, de cidades distantes, com diferentes realidades, descobrindo o mundo a partir de suas próprias escolhas: complexo, difícil, libertador.Três histórias que se cruzam, no exato momento em que se coloca, diante de cada uma delas, uma exigência capaz de definir algo para o resto de suas vidas.

O verão em que tudo mudou é um livro com três histórias, cada uma escrita por um dos autores: Vinícius Grossos, Gabriela Freitas e Thaís Wandrofski. Desses três autores, eu só conheço o trabalho do Vinícius, e eu adoro a escrita dele. Eu estava bastante empolgada pela leitura, e muito curiosa para saber como tinha ficado essa parceria com as outras autoras. Eu amei os contos, eles se complementam de forma sutil, e são retratados em uma época do ano tão gostosinha: o verão! ♥ O trabalho da Faro Editorial está maravilhoso do início ao fim. Todos os detalhes são fofos e combinam muito com o enredo. Esse é aquele tipo de livro que você lê em uma tarde.

quinta-feira, 15 de junho de 2017

[Resenha] O livro ilustrado dos maus argumentos

| 7 comentários
Autor: Ali Almossawi
Páginas: 64
Editora: Sextante
Diante das discussões cada vez mais absurdas nas redes sociais, Ali Almossawi resolveu resgatar uma dose – necessária e urgente – de lógica para a era da internet. O resultado é este livro acessível, que explica, com divertidas ilustrações, as 19 principais falácias que tornam insustentáveis tantos argumentos e debates.
Você aprenderá a reconhecer frequentes abusos da razão, como a falácia do espantalho (em que se deturpa o argumento do outro para poder atacá-lo com mais facilidade), o apelo a uma autoridade irrelevante e a bola de neve (em que uma proposição é desacreditada sob a alegação de que levará inevitavelmente a uma sequência de eventos indesejáveis).
Os desenhos mostram animais cometendo erros de argumentação. O coelho acha que uma estranha luz no céu só pode ser um disco voador porque ninguém consegue provar o contrário (apelo à ignorância). O leão não acredita que a emissão de gases do gado prejudica o planeta porque, se isso fosse mesmo verdade e tivéssemos que eliminar as vacas, ele teria que comer grama, um resultado altamente indesejável (argumento a partir das consequências).
Assim, ficará mais fácil escapar das armadilhas da lógica que se espalham por todos os lugares, dos debates no Congresso aos comentários no Facebook. Indispensável para qualquer pessoa que cultive o hábito de ter uma opinião, este livro é um antídoto contra raciocínios fracos.



Hoje em dia ter opinião é o que te marca e te posiciona socialmente, e isso vale para qualquer assunto. E nem adianta tentar ficar em cima do muro, parece que todos precisam ter e saber argumentar sobre tudo, ainda mais que a grande maioria possui um aparelho que dá acesso a informações e acontecimentos a qualquer momento, em qualquer lugar do mundo, e ainda uma falsa sensação de que tudo o que você precisa saber está ao seu alcance. Não é bem assim que as coisas funcionam. A complexidade de vários fatores podem fazer várias pessoas enxergarem o mesmo assunto de forma completamente diferente. Uma manchete, tragédia, sensacionalismo ou entretenimento, tudo acaba sendo mais do que apenas as linhas do título de destaque. Mas será mesmo necessário abrir a boca (ou digitar no twitter) pra falar o que você pensa, quando nem se tem conhecimento e noção sobre a profundidade do assunto em questão? E isso é o que mais acontece. Opiniões vazias, sem reflexão e principalmente: lógica argumentativa. 

terça-feira, 13 de junho de 2017

[Resenha] O misterioso Sr. Spines - Cântico

| 10 comentários
Autor: Jason Lethcoe
Páginas: 136
Editora: Farol Literário
Série: O misterioso Sr. Spines, 3
Você só pode cantar depois de encontrar sua própria voz... Edward Macleod finalmente aceitou a verdade - ele fora destinado a tornar-se o Construtor de Pontes de Vinhedo. E, então, caberia a ele salvar sua mãe e todas as almas aprisionadas pelo Chacal. Porém, antes de encarar essa batalha final, ele precisa encontrar a música dentro de seu coração.






1. Asas
2. Voo

E Cântico finaliza a trilogia O misterioso Sr. Spines, publicada pela Farol Literário, e escrita por Jason Lethcoe. Desde o primeiro livro eu gostei bastante da mitologia criada pelo autor. Foi incrível acompanhar o amadurecimento do personagem, mas chegou a hora de dizer adeus, infelizmente. Esse último volume encerra bem a história de Edward, e mesmo não tendo grandes reviravoltas, foi uma leitura sensacional.

segunda-feira, 12 de junho de 2017

[Resenha] Butterfly

| 12 comentários
Autora: Kathryn Harvey
Páginas: 520
Editora: Pandorga
Trilogia: Butterfly, 1
Uma história de mistérios e paixões...
No andar de cima de uma loja exclusivamente masculina na Rodeo Drive existe um clube particular chamado Butterfly, um espaço em que as mulheres são livres para expressar suas fantasias eróticas mais secretas.
Somente as mulheres mais belas e mais poderosas de Beverly Hills são convidadas a entrar: Jessica, uma advogada que suspira pela época em que os homens eram machos e as mulheres satisfaziam seus prazeres; Trudie, uma construtora que quer um homem que a desafie em todos os sentidos e sem tabus; e Linda, uma cirurgiã que usa máscaras para desmascarar os desejos que esconde até de si mesma.
Contudo, a mais misteriosa de todas as mulheres é a que criou o Butterfly. Ela mudou o nome, o sotaque, até mesmo o rosto para esconder sua verdadeira identidade. E agora está prestes a revelar seu passado para concretizar a obsessão secreta que a levará além do êxtase...


É sempre complicado falar de livros que eu gosto muito, nesse caso o desafio é maior porque além de gostar muito da obra da autora, ao invés de escrever sobre cada um dos livros dessa trilogia, resolvi fazer a resenha dos três livros de uma vez. Espero que fique compreensível e convincente. 

sábado, 10 de junho de 2017

[Resenha] A rainha de Tearling

| 12 comentários
Autora: Erika Johansen
Páginas: 352
Editora: Suma de Letras
Série: A rainha de Tearling, 1
Quando a rainha Elyssa morre, a princesa Kelsea é levada para um esconderijo, onde é criada em uma cabana isolada, longe das confusões políticas e da história infeliz de Tearling, o reino que está destinada a governar. Dezenove anos depois, os membros remanescentes da Guarda da Rainha aparecem para levar a princesa de volta ao trono – mas o que Kelsea descobre ao chegar é que a fortaleza real está cercada de inimigos e nobres corruptos que adorariam vê-la morta. Mesmo sendo a rainha de direito e estando de posse da safira Tear – uma joia de imenso poder –, Kelsea nunca se sentiu mais insegura e despreparada para governar. Em seu desespero para conseguir justiça para um povo oprimido há décadas, ela desperta a fúria da Rainha Vermelha, uma poderosa feiticeira que comanda o reino vizinho, Mortmesne. Mas Kelsea é determinada e se torna cada dia mais experiente em navegar as políticas perigosas da corte. Sua jornada para salvar o reino e se tornar a rainha que deseja ser está apenas começando. Muitos mistérios, intrigas e batalhas virão antes que seu governo se torne uma lenda... ou uma tragédia.


A história da herdeira de um trono repleto de corrupção e caos, com súditos que passam fome e sofrem sem perspectiva de mudança. Esse é um futuro onde a maioria da tecnologia e da ciência foi perdida, e a monarquia voltou a ser uma forma de governo possível, pois um utopista sonhador, resolveu tentar salvar as pessoas através da travessia (acredito que das Américas para a Europa) levando-as ao um novo mundo, conhecido como Nova Europa, que por um tempo fora democrático, com alguns países com terras abundantes e outras nem tanto, mas em certo período, uma feiticeira resolveu tomar um dos países, e não se contentando apenas com ele, quis dominar toda a Nova Europa. Assim surgiu a Rainha Vermelha, que através de tratados medonhos, conquistou e dominou praticamente tudo que tivesse vontade, escravizando pessoas, e criando um exército capaz da mais cruel e perversa perseguição. No meio de todo esse pesadelo, Kelsea é inserida, depois de passar 19 anos afastada - para sua segurança e do reino ao qual tem direito: o Tearling.

quarta-feira, 7 de junho de 2017

[Resenha] Tropas estelares

| 13 comentários
Autor: Robert A. Heinlein
Páginas: 352
Editora: Aleph
Alistar-se no Exército foi a primeira – e talvez a última – escolha livre que Juan Rico pôde tomar ao sair da adolescência. Apesar do árduo e rigoroso treinamento pelo qual é obrigado a passar, o perseverante recruta está determinado a tornar-se um capitão de tropas. No acampamento militar, ele aprenderá a ser um soldado. Mas apenas ao final de seu treinamento, quando, enfim, a guerra chegar (e ela sempre chega), Rico saberá por que se tornou um. Vencedor do prêmio Hugo e um dos maiores clássicos da ficção científica mundial, Tropas estelares traz um enredo repleto de ação, tecnologia, superação de desafios, guerras espaciais e complexas relações políticas e humanas. A obra foi adaptada para o cinema pelo diretor Paul Verhoeven.




Muitas pessoas buscaram ler o livro, depois de ter visto o filme, mas eu não fazia ideia da existência dele (acabei de ver o trailer e achei tão tosco. Bem que poderiam fazer um remake, não é?) então foi tudo novidade pra mim. Nem a sinopse parei pra ler, apenas queria conhecer a história do livro, pois é uma ficção científica.

terça-feira, 6 de junho de 2017

[Resenha] Inesquecível

| 13 comentários
Autora: Jessica Brody
Páginas: 336
Editora: Rocco Jovens Leitores
Série: Unremembered, 1
Após um acidente aéreo, uma garota é encontrada ilesa e sem memória em meio aos destroços em pleno oceano Pacífico. Ela não estava na lista de passageiros da aeronave e seu DNA e suas impressões digitais não são reconhecidos em nenhum lugar do mundo. Sua única esperança é um garoto estranho e sedutor que afirma conhecê-la. E que eles eram apaixonados um pelo outro. Mas será que ela pode confiar nele para recuperar seu passado e descobrir quem ela realmente é?





Inesquecível é primeiro livro da série Unremembered, da autora Jessica Brody. Um romance com elementos de ficção científica, a premissa me chamou a atenção de imediato, ainda mais com uma capa tão linda assim - sim, sou dessas!, foi impossível não querer ler a obra. O que me surpreendeu imediatamente foi a leitura ser tão fluída. Eu juro que só não acabei o livro em um dia porque tinha que dormir. A trama criada pela autora é extremamente interessante, e me fez querer continuar a ler a série, mas tem alguns pontos que podem fazer o leitor torcer a cara.

segunda-feira, 5 de junho de 2017

[Resenha] Esqueça o amanhã

| 13 comentários
Autor: Pintip Dunn
Páginas: 384
Editora: Galera Record
Série: Esqueça o amanhã, 1
Em uma sociedade onde jovens recebem uma visão de seu futuro quando completam 17 anos, todos têm uma carreira a qual dedicar seus esforços. Um campeão de natação, um renomado cientista, um chef de sucesso... ou, no caso de Callie, uma assassina. Em sua visão, a garota se vê matando a própria irmã. Antes que ela possa entender o que aconteceu, Callie é presa – e a única pessoa capaz de ajudá-la é Logan, uma paixonite de infância com quem não fala há cinco anos. Agora, Callie precisa descobrir uma forma de proteger sua irmã da pior das ameaças: ela mesma.





Esqueça o amanhã é uma mistura de distopia, ficção científica e young adult. Todos esses elementos deixaram a leitura muito interessante, mas eu entendo porque a maioria das pessoas não gostaram tanto assim da história. A premissa é diferente, e tinha tudo para arrebatar o leitor do início ao fim, mas o romance meio que ofusca o desenvolvimento dessa sociedade e da ideia geral do livro. Mas, logo eu que odeio romance desnecessário nas obras que conseguem se sustentar apenas com o que é criado pela autor, acabei curtindo bastante o livro. Desde que eu li a sinopse fiquei curiosa para conferir a trama, e não me arrependi de ter lido. 

domingo, 4 de junho de 2017

Caixinha de correio #118

| 14 comentários

Boa noite, leitores! O post de hoje é para mostrar tudo o que eu recebi no mês de maio. Chegaram os livros que comprei no meu aniversário! ♥ Vamos conferir?

sábado, 3 de junho de 2017

[Resenha] A melodia feroz

| 14 comentários
Autora: Victoria Schwab
Páginas: 384
Editora: Seguinte
Série: Monstros da violência, 1
Kate Harker e August Flynn vivem em lados opostos de uma cidade dividida entre Norte e Sul, onde a violência começou a gerar monstros de verdade. Eles são filhos dos líderes desses territórios inimigos e seus objetivos não poderiam ser mais diferentes. Kate sonha em ser tão cruel e impiedosa quanto o pai, que deixa os monstros livres e vende proteção aos humanos. August também quer ser como seu pai: um homem bondoso que defende os inocentes. O problema é que ele é um dos monstros, capaz de roubar a alma das vítimas com apenas uma nota musical. Quando Kate volta à cidade depois de um longo período, August recebe a missão de ficar de olho nela, disfarçado de um garoto comum. Não vai ser fácil para ele esconder sua verdadeira identidade, ainda mais quando uma revolução entre os monstros está prestes a eclodir, obrigando os dois a se unir para conseguir sobreviver.


A melodia feroz
 é o primeiro livro da duologia Monstros da violência, da autora Victoria Schwab. A obra será lançada agora no início de junho, e eu recebi a prova antecipada da Seguinte para resenhar para vocês! Eu amo distopias, e quando soube que o livro tinha também uma pegada de fantasia fiquei ainda mais animada pela leitura. Convenhamos que a premissa é muito interessante: monstros que surgem da violência?! Como não querer ler essa história? Ainda mais quando ela se parece tanto com a vida real...

sexta-feira, 2 de junho de 2017

Pilha de leitura #49

| 16 comentários

Boa noite! Esse post demorou um pouco para sair, mas venham finalmente conferir o que eu andei lendo no mês de maio! Consegui ler quatorze livros, e fiquei bem feliz de voltar ao meu ritmo de leituras, claro que, boa parte dos livros eram muito rápidos de ler, então ajudou. Vamos saber um pouco mais de cada um?

[Top comentarista] Junho

| 19 comentários

Boa noite, leitores! O top comentarista de junho irá presentear as duas pessoas que mais comentarem no blog com os livros Resistência Victória e o patife, cada um fica com um dos livros! Confiram as regras!

Regras:

Para validar sua participação é necessário comentar neste post com um e-mail válido. Só serão contabilizados os comentários de quem se inscrever neste post;
Apenas os comentários feitos nos posts de 01/06 até 30/06 serão válidos para o Top, exceto promoções e resultados;
Só será contabilizado um comentário por post, independente de quantos você fizer;
Os comentários precisam ser relevantes, um "Quero ler" não valerá, nem algo do tipo que mostre que a pessoa não leu o post;
 Dia 01/07 posto a planilha com a contagem e o resultado;
✓ Será feito um sorteio entre aqueles que tiveram mais comentários;
Os livros serão enviados em até 45 dias. O blog não se responsabiliza por extravios.

[Resultado] Top Comentarista Maio

| 13 comentários

Boa noite, leitores! Está no ar o resultado do top de maio. Teve muitos participantes, adorei ver vocês comentando! <3 Treze pessoas comentaram em todos os posts, então tem sorteio!


E o ganhador é...