domingo, 10 de dezembro de 2017

[Resenha] Lembra aquela vez

| 4 comentários
Autor: Adam Silvera
Páginas: 336
Editora: Rocco Jovens Leitores
Aos 16 anos, Aaron carrega no pulso uma cicatriz que registra a dor pelo suicídio do pai, mas, com o apoio da mãe e da namorada, Genevieve, está determinado a seguir em frente. Quando a garota viaja para um acampamento, porém, Aaron se aproxima de Thomas, e acaba encontrando nele mais do que um melhor amigo. Confuso, Aaron considera recorrer ao LETEO, um instituto que realiza procedimentos científicos para apagar memórias indesejáveis, na tentativa de esquecer lembranças ruins e, principalmente, quem ele é. Mas será possível encontrar a felicidade fugindo de si mesmo? Com uma narrativa pungente e sincera, Adam Silvera fala sobre bullying, homofobia, medo, incertezas, ética, amizade, amor, aceitação e a procura pela felicidade.



Lembra aquela vez é um livro que te destrói aos pouquinhos, e quando você termina, te faz ficar pensando por horas em tudo o que leu. A estreia de Adam Silvera foi excelente, o autor escreveu uma história difícil de ler, com temas pesados, e rumos não tão felizes. Esse não é um livro com temática LGBT com final feliz ou momentos fofos e românticos. Tudo é desenvolvido de forma delicada, e é um soco no estômago do leitor a cada descoberta.

sábado, 9 de dezembro de 2017

[Resenha] Reformed vampire - Grupo de apoio ao vampiro

| 2 comentários
Autora: Catherine Jinks
Páginas: 392
Editora: Farol Literário
"Reformed Vampire – Grupo de Apoio ao Vampiro" é uma história diferente de tudo o que você já leu sobre vampiros. Na verdade, você vai conhecer o lado real de ser um vampiro, aquele que ninguém conta! Eles estão quase sempre doentes ou com dor, e se reúnem em uma espécie de terapia de grupo para discutirem seus problemas e como controlar seus instintos, ou seja, o desejo de sair mordendo pessoas. Nina tornou-se vampira quando tinha apenas quinze anos, e não envelheceu um dia desde então. Mas também não teve um dia sequer de diversão, já que sua rotina isolada dentro de casa é incrivelmente chata, sem poder fazer o que realmente tem vontade. No entanto, tudo vai mudar na vida dela e de seus amigos vampiros quando um membro do grupo é morto de forma misteriosa. Tendo sua identidade ameaçada, terão que sair à caça do assassino, e logo se descobrirão em uma disputa contra lobisomens. Será que vampiros tão frágeis poderão vencer uma batalha como esta? Sangue, desejo e instinto vem à tona com uma bala de prata no peito, estopim de uma batalha em busca da identidade.


Reformed vampire - Grupo de apoio ao vampiro é diferente de tudo que eu já li do gênero. E aposto que você também. Foi uma leitura diferente, mas que aos poucos conseguiu me conquistar. O enredo, narrativa e personagens são muito peculiares, o que me fez estranhar em um primeiro momento, mas depois eu me acostumei, e até mesmo me vi envolvida com a história. Bem, vampiros... neste livro eles são tratados de uma forma diferente: eles não têm nenhum poder. A infecção é uma doença, que os deixa cansados, com náuseas e fracos. Além, é claro, da famosa vontade de beber sangue. E, eles não podem com o sol. E podem ser mortos com uma estaca no coração. 

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

[Resenha] O problema do para sempre

| 8 comentários
Autora: Jennifer L. Armentrout
Páginas: 392
Editora: Galera Record
Mallory viveu muito tempo em silêncio. Mas o destino lhe reserva um novo desafio. E ela percebe que está na hora de encontrar a própria voz Já na infância, Mallory Dodge percebeu que só poderia sobreviver se ficasse calada. Teve que aprender a ficar o mais quieta possível. Aprendeu a passar despercebida. A se esconder. Mas agora, após ter sido adotada por pais amorosos e dedicados, ela precisa enfrentar um novo desafio: sobreviver ao último ano do Ensino Médio numa escola de verdade. O que Mallory não imaginava é que logo no primeiro dia de aula daria de cara com um velho amigo que não via desde criança, quando viviam juntos no abrigo. E começa a notar que não é a única que guarda cicatrizes do passado, além de uma paixão adormecida e inevitável.



O problema do para sempre, da autora Jennifer L. Armentrout - conhecida também pela série Lux -, tem uma trama delicada e envolvente. O livro trata sobre um assunto importante de uma forma leve, e ao mesmo tempo, vai nos ensinando como cada pessoa lida com seus traumas e como superá-los. Eu me encantei com a escrita da autora nessa obra, ela trouxe personagens com histórias diferentes, e a forma como ela desenvolve cada uma delas, deixou a trama ainda mais real. Todos os personagens são marcantes para o enredo de alguma forma.

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

[Resenha] Uma noite inesquecível

| 6 comentários
Autora: Lisa Kleypas
Páginas: 144
Editora: Arqueiro
Série: As quatro estações do amor, 4.5
O Natal está se aproximando e Rafe Bowman acaba de chegar a Londres para uma união arranjada com Natalie Blandford. Com sua beleza estonteante e o físico imponente, ele tem certeza de que a linda aristocrata logo cairá a seus pés. No entanto, seus terríveis modos americanos e sua péssima reputação de farrista deixam Hannah, a prima da moça, chocada. Determinada a proteger Natalie, ela vai tornar a tarefa de cortejar a jovem muito mais difícil do que Rafe esperava. Hannah, porém, logo começa a se importar mais do que gostaria com o rude pretendente da prima. Rafe, por sua vez, passa a apreciar um pouco demais a companhia de Hannah, uma mulher forte e pragmática com um coração doce e gentil. E quando Daisy, Lillian, Annabelle e Evie, quatro amigas inseparáveis que já conseguiram encontrar o homem de seus sonhos, decidem agir como cupidos, quem sabe o que pode acontecer? Uma noite inesquecível é uma viagem mágica pela Londres vitoriana, com os diálogos espirituosos e personagens memoráveis que consagraram Lisa Kleypas como uma das autoras de romances de época mais aclamadas pelo público. Nesta continuação da série As Quatro Estações do Amor, os mais cínicos se tornam românticos e até os mais tímidos suspiram, arrebatados de paixão.

1.
Segredos de uma noite de verão

Eu amei a série As quatro estações do amor, então foi uma grata surpresa ter mais uma história envolvendo esses personagens tão queridos, além de conhecer novos. Apesar de ser um livro bônus, a autora consegue mais uma vez encantar o leitor com um enredo cheio de romance, algumas brigas e relacionamentos familiares. No entanto, o livro é mais curto que os outros. A história é desenvolvida sem muitos obstáculos, o que se tornou uma leitura bastante fluída. 

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

[Resenha] Refúgio

| 5 comentários
Autora: Ann Aguirre
Páginas: 288
Editora: Callis
Trilogia: Enclave, 2
O mundo que Dois, até então, conhecia mudou completamente. A vida em Salvação é bem diferente do que ela esperava. A sua relação com Vago, Tegan e Perseguidor também não é mais a mesma. E, para piorar, a ameaça das aberrações nunca foi tão grande. Coisas muito estranhas estão acontecendo ali e Dois precisará confiar em seus instintos para sobreviver e proteger as pessoas que ama.





1. Enclave

Refúgio é o segundo volume da trilogia Enclave, e quem leu a resenha do livro anterior sabe o quanto eu amei a história. Se você não leu a resenha, aconselho a fazer isso antes de conferir essa, para poder ficar por dentro do enredo. Eu adoro tramas com cenário pós-apocalíptico, e a autora nos traz uma de tirar o fôlego e diferente de tudo que já vimos. Com alguns elementos distópicos, Ann Aguirre consegue conquistar o leitor desde o início com personagens marcantes em uma sociedade repleta de regras. 

domingo, 3 de dezembro de 2017

Pilha de leitura #55

| 10 comentários

Boa noite, leitores! Está no ar a pilha de leitura de dezembro. A última do ano, socorro! :O Em novembro eu li onze livros, e achei o ritmo muito bom, teve alguns livros que fiquei mais tempo que outros, mas todos foram leituras sensacionais. Eu consegui ler todos que eu tinha escolhido para a pilha, então fiquei bem satisfeita. Vamos conferir um pouco de cada livro?! ;)

sábado, 2 de dezembro de 2017

Caixinha de correio #124

| 9 comentários

Boa noite, leitores! Está no ar a caixinha de correio com tudo o que eu recebi em novembro. Chegou muita coisa! Mas, um dos motivos foi: black friday! Vamos conferir o que chegou por aqui?

[Top comentarista] Dezembro

| 11 comentários

Boa noite, leitores! O top comentarista de dezembro irá presentear a pessoa que mais comentar no blog com o livro Treze, da editora Galera Record! Confiram as regras!

Regras:

Para validar sua participação é necessário comentar neste post com um e-mail válido. Só serão contabilizados os comentários de quem se inscrever neste post;
Apenas os comentários feitos nos posts de 01/12 até 31/12 serão válidos para o Top, exceto promoções e resultados;
Só será contabilizado um comentário por post, independente de quantos você fizer;
Os comentários precisam ser relevantes, um "Quero ler" não valerá, nem algo do tipo que mostre que a pessoa não leu o post;
 Dia 01/01 sairá o resultado;
✓ Será feito um sorteio entre aqueles que tiveram mais comentários;
Os livros serão enviados em até 45 dias. O blog não se responsabiliza por extravios.

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

[Resultado] Top Comentarista Novembro

| 14 comentários

Boa noite, leitores! Está no ar o resultado do top comentarista de novembro. Quatro pessoas comentaram em todos os posts, então tem sorteio para decidir o ganhador. :)

A ordem de sorteio é:
1. Carolina Santos
2. Lily Viana
3. Marlene Conceição
4. Naiara Fidelis


E a ganhadora é...

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

[Resenha] O enigma do chifre

| 5 comentários
Autor: Lou Anders
Páginas: 376
Editora: Jangada
Série: Tronos & Ossos, 2
Depois de atravessar florestas e desertos gelados para salvar Thianna, Karn precisará viajar montado num réptil voador até Castelurze, aprender a jogar um novo jogo chamado Aurigas, decifrar o Enigma do Chifre e enfrentar misteriosos elfos. Todos estão atrás do Chifre de Osius, um antigo artefato com poder suficiente para mudar o mundo. Mas com facções rivais de elfos, anões rebeldes, exércitos em guerra e mantícoras devoradoras de gente no caminho, Karn não sabe em quem confiar. Até onde ele será capaz de ir em nome da amizade? A solução deste enigma pode ser fatal.




1. Jornada no gelo

O enigma do chifre é o segundo livro da série Tronos & Ossos, e quem leu a minha resenha do primeiro livro, Jornada no gelo, sabe o quanto eu adorei essa fantasia. O autor conseguiu criar uma história cheia de elementos fantásticos que instigam o leitor a querer saber mais sobre o universo criado. As reviravoltas são marcantes e as aventuras são bem desenvolvidas e envolventes. Eu gostei bastante da trama, mas quem marca a leitura mesmo, são os personagens principais. Como eu disse na resenha anterior, essa fantasia não é muito descritiva, não tornando a leitura chata, o autor narra o que acha mais importante, sem enrolar muito. 

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

[Resenha] Corpo

| 5 comentários
Autora: Audrey Carlan
Páginas: 364
Editora: Verus
Série: Trinity, 1
"Eu te amo. Eu te quero. Eu nunca vou te deixar." Gillian Callahan entra em pânico só de ouvir esse tipo de frase. Por anos ela viveu uma relação abusiva com seu ex-namorado violento. Agora ela está livre e segura, trabalhando para uma fundação de apoio a mulheres vítimas de violência - a mesma que a resgatou e salvou sua vida. Gillian não quer saber de homem nenhum. Até conhecer Chase Davis, o presidente da fundação. O bilionário é tão sexy e sedutor que Gillian fica sem chão. Chase sempre consegue o que quer - e ele quer Gillian.Agora ela terá de enfrentar a batalha entre o desejo e o medo. Gillian vai conseguir confiar em Chase? Ela está segura com ele? E quão perigoso pode ser um passado sombrio... não só o dela, mas o do homem que ela aprendeu a amar?


Corpo é o primeiro livro da série Trinity, da autora Audrey Carlan. Para quem não lembra, ela é a autora da série A garota do calendário, que conquistou inúmeros leitores. Eu simplesmente amei os livros, então quando soube que a Verus iria lançar uma nova série da autora eu fiquei muito empolgada. A Verus foi muito amorzinho e mandou de ação esse lançamento para ser resenhado no blog. Imagina se eu não comecei a ler assim que chegou?! E fui surpreendida desde a primeira página com uma trama forte e sensual. O tema retratado no livro - violência doméstica - é extremamente marcante. 

terça-feira, 28 de novembro de 2017

[Resenha] A garota com a tribal nas costas

| 6 comentários
Autora: Amy Schumer
Páginas: 336
Editora: Intrínseca
É como uma longa conversa entre uma mulher e a melhor amiga: ela confessa que é introvertida, embora tenha uma profissão que pareça exigir exatamente o contrário; já saiu com caras que foram um completo desastre, mas também já teve em mãos o equivalente humano de um príncipe da Disney e fez com ele só um sexozinho casual. Precisou de anos de terapia para entender que a mãe não é perfeita, mas que é possível amá-la mesmo assim, e de uma grande dose de coragem para admitir que já esteve num relacionamento abusivo. Mais de uma vez.Em A garota com a tribal nas costas, a atriz, roteirista, comediante vencedora do Emmy e estrela de um filme indicado ao Globo de Ouro Amy Schumer expõe seu passado em histórias sobre a adolescência, a família, relacionamentos e sexo, e divide as experiências que a tornaram quem ela é — uma mulher com a coragem de desnudar a própria alma e se colocar diante do que acredita, tudo isso enquanto faz as pessoas rirem.
Com a inteligência e o humor ácido que conquistaram o show business norte-americano, Amy Schumer prova, nessa reunião divertida e honesta de crônicas extremamente pessoais, ser uma pessoa destemida, dona de um coração generoso, e uma criativa contadora de histórias que vai levar o leitor a se identificar, rir alto ou chorar copiosamente, mas só porque o livro acabou.


Comprei o livro simplesmente porque estava em promoção, mas tenho que admitir que adoro o antigo especial de stand-up da autora no Netflix, ainda que não ache o programa de TV dela tão espetacular assim.

domingo, 26 de novembro de 2017

[Resenha] Archie Greene e o segredo dos magos

| 4 comentários
Autor: D. D. Everest
Páginas: 272
Editora: Rocco Jovens Leitores
Série: Archie Greene, 1
Em seu aniversário de 12 anos, Archie Greene recebe um pacote misterioso contendo um velho livro com cheiro de queimado, capa de couro escuro manchada pelo tempo e um fecho de prata em que há um estranho símbolo. Um objeto aparentemente inofensivo que envolverá uma desafiante charada e uma viagem até Oxford, onde o garoto acaba se envolvendo com os Guardiões da Chama, um grupo devotado a encontrar e preservar livros mágicos. E enquanto tenta desvendar o mistério por trás do presente enigmático, descobre que o livro que tem em mãos é muito mais poderoso do que imaginava. Primeiro romance do jornalista britânico D. D. Everest, autor de diversas obras de não ficção, Archie Greene e o segredo dos magos é uma empolgante aventura em que livros também são personagens e inusitados feitiços podem brotar de suas páginas.


Archie Greene e o segredo dos magos me encantou de imediato quanto eu descobri que era um juvenil com magia. É claro que imediatamente pensamos em Harry Potter quando vemos um trio de amigos + magia no mesmo enredo, mas, neste livro teremos elementos diferentes e únicos, que deixaram a leitura ainda mais prazerosa, mas que ao mesmo tempo, serviram para matar a saudade dos outros bruxinhos tão famosos. D. D. Everest criou uma narrativa muito gostosinha e divertida de acompanhar. Eu tenho uma queda por histórias voltadas para o público jovem, mas posso afirmar que esse livro irá encantar leitores de qualquer idade.

sábado, 25 de novembro de 2017

[Resenha] Marca do caos

| 5 comentários
Autora: Sylvia Day
Páginas: 312
Editora: Faro Editorial
Série: Marked, 3
Ao passar uma incrível noite de amor com Alec Caim, Evangeline não tinha ideia de que seria punida com uma Marca e empurrada para uma vida em que teria de caçar demônios como penitência. Agora ela está em sérios apuros. Além de viver como uma marcada, entre dois irmãos sensuais, Evangeline conseguiu chamar a atenção do próprio Satanás. Surgem também grandes revelações e reviravoltas, cercadas de sensualidade e inúmeras batalhas.






1. Marca da escuridão

Marca do caos é o terceiro volume da série Marked - falei que e editora lança rapidinho os livros ♥ -, e mais uma vez somos surpreendidos com uma trama cheia de intrigas, perigos e muita ação. Evangeline não está para brincadeira em se tratando de ser imã para problemas. Como se não bastasse ficar divida entre os irmãos Caim e Abel, o próprio Satanás está interessado nela. O enredo continua muito envolvente, e ao contrário do livro anterior, que eu achei com algumas partes confusas, nessa continuação várias respostas são dadas, deixando o leitor por dentro de tudo. 

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

[Resenha] Retratos de uma vida

| 6 comentários
Autora: Naty Rangel
Páginas: 200
Editora: Ler Editorial
Na adolescência, Jennifer precisou superar a perda dos pais e a traição do namorado com sua melhor amiga. Mas o tempo e o irmão inseparável deram a força que ela precisava para seguir adiante.O emprego dos sonhos é a primeira de muitas conquistas e é só o começo de uma sessão de flashes emocionantes em sua vida. Ela está prestes a conquistar o coração de alguém bastante improvável, mas terá que lutar para superar os obstáculos que estão por vir.
Retratos de Uma Vida narra a história da fotógrafa Jennifer Torres, seus conflitos no início da vida adulta, as dificuldades para conseguir um bom emprego e a descoberta do amor.
Um livro que experimenta a fórmula teen dos dramas americanos em nossa cultura, trazendo uma história repleta de superações e reviravoltas.


Retratos de uma vida tem uma capa linda demais. Eu confesso que um dos motivos para eu solicitar a obra foi esse. E claro, a sinopse em si chama bastante a atenção, que realmente me deixou intrigada e me fez querer conhecer mais sobre Jennifer. A obra cativa o leitor da primeira à última página. Com uma escrita leve, Naty Rangel nos presenteia com uma história linda, encantadora e com alguns momentos tristes. Esses momentos tocam nosso coração, e nos deixam com raiva, mas conseguem ser esquecidos com tantos outros momentos divertidos e fofos no meio.

terça-feira, 21 de novembro de 2017

[Resenha] Os 12 signos de Valentina

| 5 comentários
Autora: Ray Tavares
Páginas: 392
Editora: Galera Record
Isadora é ariana e seu ex namorado pisciano... Inferno astral! Em busca da combinação astrológica perfeita, ela cria um blog para relatar suas experiências. Isadora descobriu da pior forma possível que o namorado a traíra. E com sua melhor amiga, ainda por cima! A estudante de jornalismo entra numa fossa sem fim. Sem nenhum estágio à vista, ela se afoga em filmes feitos para chorar, pizza e em sua mais nova obsessão: stalkear o perfil do ex namorado no Facebook. Até descobrir exatamente o que deu errado entre ela e Lucas: seus signos são incompatíveis. Basta encontrar um rapaz de libra e seu mundo entrará nos eixos novamente. Com a nova obsessão e a desculpa do trabalho final de jornalismo online, uma reportagem investigativa sob um pseudônimo, Isadora une o útil ao agradável e cria um blog para relatar a experiência: Os 12 signos de Valentina. Já que precisa encontrar o libriano perfeito, por que não aproveita e experimenta os outros signos do zodíaco para ter certeza mesmo?

Os 12 signos de Valentina me conquistou de cara! Eu não sou louca por astrologia, mas confesso que de vez em quando gosto de ler sobre o meu signo. A verdade é que eu acho esse tema muito interessante, e adorei ver em um livro. O que me conquistou também foi o fato da protagonista também ser do signo de Áries. Me vi um pouco na personagem em algumas atitudes, e eu achei isso o máximo. Eu já sabia que iria curtir a leitura, mas foi muito mais que isso. É claro que nossa vida não pode ser totalmente baseada no que o horóscopo diz, mas várias coisas têm um pouco de sentido vistas por esse ângulo.

domingo, 19 de novembro de 2017

[Resenha] Volúpia de veludo

| 5 comentários
Autora: Loretta Chase
Páginas: 320
Editora: Arqueiro
Série: As modistas, 3
Simon Fairfax, o fatalmente charmoso marquês de Lisburne, acaba de retornar relutantemente a Londres para cumprir uma obrigação familiar.
Ainda assim, ele arranja tempo para seduzir Leonie Noirot, sócia da Maison Noirot. Só que, para a modista, o refinado ateliê vem sempre em primeiro lugar, e ela está mais preocupada com a missão de transformar a deselegante prima do marquês em um lindo cisne do que com assuntos românticos.
Simon, porém, está tão obcecado em conquistá-la que não é capaz de apreciar a inteligência da moça, que tem um talento incrível para inventar curvas – e lucros. Ela resolve então ensinar-lhe uma lição propondo uma aposta que vai mudar a atitude dele de uma vez por todas. Ou será que a maior mudança da temporada acabará acontecendo dentro de Leonie?
Volúpia de veludo, terceiro livro da série As Modistas, é uma história de amor envolvente, com personagens femininas fortes e determinadas que transitam com perfeição entre o romantismo e a sensualidade.

Volúpia de veludo é o terceiro volume da série As modistas, e se você não leu as outras resenhas, aconselho a ler logo! Essa é uma das minhas séries favoritas de romance de época. A trama foca na terceira - e última - irmã Noirot, e mais uma vez me vi apaixonada pela trama e personagens. Loretta Chase sabe conduzir muito bem suas histórias, e consegue criar personagens com personalidades diferentes e cativantes. As três irmãs Noirot são completamente admiráveis, porém, Leonie, a irmã caçula, foi a que menos teve destaque nos livros anteriores. Soubemos muito pouco sobre ela, então iniciar essa leitura foi ainda mais empolgante.

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

[Resenha] Notas de um megalomaníaco minimalista

| 4 comentários
Autor: Matheus Peteleiro
Páginas: 83
Editora: Giostri
Uma novela, um romance, uma história de amor, ou um simples debate existencialista de caráter profundo e linguagem popular. São estas algumas das maneiras as quais pode ser denominada essa obra, que, na verdade, é muito mais que uma história, um relato, um desabafo. Uma história contada por um rapaz que discute sobre tudo o que teme e lhe agrada, um relato sobre os seus egoísmos e suas formas de buscar a grandeza nas coisas mais simples, um desabafo aos ouvidos de uma moça que sorri e esbanja estilo enquanto tudo que deseja é perpetuar aquele momento.
Notas de um megalomaníaco minimalista é uma manifestação do autor em torno das aflições contemporâneas e das suas próprias também. Ou, talvez, apenas um singelo registro do conjunto de inquietações de um mundo globalizado, sob a face de um rapaz e uma moça num dia ensolarado frente ao mar.

Notas de um megalomaníaco minimalista é o segundo livro que eu leio do autor. Gostei bastante de Mundo cão, com todas suas críticas sociais e uma escrita envolvente, então quando o Matheus Peteleiro me enviou um e-mail contando sobre seu novo livro eu fiquei bastante animada para resenhá-lo. A obra tem menos de cem páginas, mas consegue fazer o leitor refletir sobre diversos assuntos que são comentados. Diferente de sua outra obra, essa não é uma história com início, meio e fim, é quase que uma crônica, onde duas pessoas dialogam sobre a vida, cinema, preconceitos, os pensamentos mais profundos e experiências.

terça-feira, 14 de novembro de 2017

[Resenha] Amor de todas as formas

| 5 comentários
Autoras: JC Ponzi, Mila Wander, M.S. Fayes, Raiza Varella e Tatiana Amaral
Páginas: 384
Editora: Pandorga
Não existe um jeito certo de amar nem a hora certa para o amor chegar. O amor pode aparecer no supermercado depois que a porta se fechar, que mal tem? Ou quem sabe aparecer através de uma forma pura, meiga e delicada como em uma linda dança de balé? Ao espiar por uma janela proibida, quem sabe você se depara com aquele garoto de olhos azuis que sonha? Você pode viver uma aventura deliciosa, mesmo não parecendo muito correta, e essa aventura aquecerá seu coração. O destino tem, sim, o poder de unir dois corações de caminhos opostos, afinal, no amor não existe impossível. Todo dia é dia de comemorar o amor. O importante é abrir o coração, sair do convencional, driblar as asperezas da vida, estar pronto para dar um fora na rotina e viver todos os dias uma grande paixão. Experimente o Amor… De Que Forma? Não importa! O Que Importa Mesmo É Se Entregar Ao Amor De Todas As Maneiras.


Amor de todas as formas é um livro que reúne contos de cinco autoras: Tatiana Amaral, M. S. Fayes, Raiza Varella, JC Ponzi e Mila Wander. Todas as histórias são sobre amor, e é impossível não se apaixonar por cada uma delas. Algumas dessas autoras eu ainda não conhecia, então foi uma ótima forma de ter um contato com a escrita delas. E outras, eu já conheço, e adorei poder matar a saudade. ♥ Eu sou apaixonada por contos, e pela primeira vez - eu acho - eu gostei de todas as histórias. Posso dizer que os cinco contos são meu favoritos?!

domingo, 12 de novembro de 2017

[Resenha] Sangue por sangue

| 4 comentários

Autora: Ryan Graudin
Páginas: 440
Editora: Seguinte
Série: Lobo por lobo, 2
Para o Terceiro Reich, a Segunda Guerra Mundial pode ter acabado, mas para a resistência a luta está apenas começando. Yael é sobrevivente de um campo de extermínio e tem uma habilidade especial: é uma metamorfa, capaz de mudar a aparência física e assumir a forma de qualquer pessoa. Ela também é uma garota em fuga — o mundo acabou de vê-la atirar e matar Adolf Hitler.
Yael é a inimiga número 1 da Germânia e de seus aliados, e vai precisar se infiltrar no território inimigo mais uma vez se não quiser pagar com o seu próprio sangue. Em meio a segredos sombrios acompanhados por verdades obscuras, apenas uma pergunta paira na mente de todos do grupo de Yael: o quão longe você iria por aqueles que você ama?



1. Lobo por lobo

Este é o segundo livro que finaliza a trajetória de Yael depois da corrida no Tour do Eixo, quando ela precisou se metamorfosear como a campeã Adele Wolfe para conseguir chegar perto de Hitler e completar sua missão de livrar o mundo dessa maldição. 

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

[Resenha] O vale de Elah

| 6 comentários
Autora: Carla Montebeler
Páginas: 100
Editora: Redondezas
Série: As crônicas de Adulão, 1
O Vale de Elá começa com as reminiscências do ancião Samá, relembrando seus tempos de combate na construção do Reino de Israel. Quando jovem, a ambição de sua mãe o leva a fugir do povoado onde morava para salvar sua irmã de um casamento imposto e da dívida recorrente da negociação do dote. Ele integra então aos guerreiros que haviam rompido com o rei daquela época, Saul, e aliado a Davi, candidato a sucessor do trono devido a uma profecia. A jovem aldeã Nazaré acompanha seu amado nesta fuga e o trio chega ao vale de Elah, onde são recebidos e integrados à comunidade que vivia na caverna de Adulão. Samá percebe que a vida de pastor de ovelhas havia ficado para trás quando inicia seu treinamento de combate nesse grupo formado de guerreiros descontentes com o sistema em vigor. Devido a sua altura e grande destreza com a espada, logo ele passa a contar com a confiança e amizade não só de Joabe, capitão que treina os milicianos, mas do próprio Davi.O drama de Davi e sua família, os motivos da ruptura entre Saul e seu principal capitão, coincidem com o início da formação da família de Samá. A calma da narrativa desse primeiro tomo esconde um segredo: muito drama, guerras, risos e lágrimas ainda estão por vir. Deixe-se conduzir nas memórias de um homem para ver o descortinar do surgimento de todo um reino através da história desse reino: os hebreus!

O vale de Elah é um romance histórico, baseado na Bíblia, e é o primeiro livro da série As crônicas de Adulão. Ambientado em Israel, é perceptível o quanto a autora pesquisou para trazer ao leitor questões culturais, econômicas e sociais da época. Eu, sinceramente, nunca li toda a Bíblia, então não conhecia alguns dos fatos citados nesta obra. Fiquei extremamente empolgada com todo o desenvolvimento do enredo, eu nunca havia lido uma história deste tipo, e a escrita da autora conseguiu me envolver completamente.

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

[Resenha] Sorrisos quebrados

| 5 comentários
Autora: Sofia Silva
Páginas: 240
Editora: Valentina
Série: Quebrados, 1
Sorrisos Quebrados gira em torno de três personagens: a jovem Paola, a pequena Sol e seu pai, André. Os três são vítimas de violências distintas, que deixaram marcas profundas em cada um. Trata-se de uma história de superação de dores, magia, estrelas e de como importantes laços humanos podem se formar a partir da autoaceitação, da arte e da tolerância no cotidiano.





Sorrisos quebrados é um livro que já no prólogo te parte o coração em mil pedaços. Sentimos medo, angústia e tristeza. Me vi aflita enquanto lia as poucas páginas do prólogo, e já imaginei que seria uma história muito marcante e comovente. E realmente foi isso e mais um pouco. Temos também uma personagem que não segue literalmente o padrão de beleza da maioria das mulheres de outros livros. Sua beleza externa foi totalmente retirada dela, e no lugar ficarem cicatrizes, que sempre a lembrarão do pior dia de sua vida.

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

[Resenha] Belinda & Em

| 6 comentários
Autora: Cammie McGovern
Páginas: 400
Editora: Galera Record
Autora de “Amy & Matthew”, Cammie McGovern volta às livrarias contando a história de uma outra dupla desta vez. Emily sempre se orgulhou da sua capacidade de enxergar além das aparências. Copresidente da Coalizão para Ação Jovem da escola, é a primeira a defender os direitos das minorias. Mas, secretamente, Emily ainda é um pouquinho fascinada pelos populares da escola. E nutre um leve rancor quanto a sua inexistente vida amorosa. É justamente enquanto pensa nisso que a garota testemunha uma colega de classe com necessidades especiais, Belinda, ser atacada embaixo das arquibancadas da escola. E não faz nada. Emily e Lucas, outra testemunha passiva do ataque, são obrigados a prestar serviço comunitário em um centro de pessoas como Belinda. Logo os jovens começam a sentir que podem fazer uma diferença real.



Belinda & Em é o segundo livro que eu leio da Cammie McGovern, e mais uma vez a autora nos trouxe uma história delicada. O tema do livro tem um impacto muito grande, não só por retratar pessoas com algum tipo de deficiência, mas por estar atrelado a isso situações como bullying e abuso sexual. Como é angustiante ver assuntos tão importantes como esses relacionados à pessoas com uma visão diferente do mundo, que muitas vezes não conseguem ver a maldade das pessoas ao seu redor. Essa leitura é um tremendo choque de realidade no leitor, pois nos faz sair da nossa bolha e pensar sobre algo que muitas vezes não damos atenção.

domingo, 5 de novembro de 2017

[Resenha] Trago seu amor de volta sem pedir nada em troca

| 7 comentários
Autor: Ique Carvalho
Páginas: 240
Editora: Sextante
A vida de Ique Carvalho era tranquila e parecida com a de muitos jovens de Belo Horizonte, sua cidade natal. Ele morava com os pais e os irmãos, era apaixonado pela namorada e trabalhava na agência de publicidade da qual era sócio. Suas impressões sobre o cotidiano iam para o blog The Love Code, onde podia dar vazão ao seu talento para escrever. Até que, em 2013, dois fatos fizeram tudo virar de ponta-cabeça.
Na mesma semana, seu namoro teve um fim traumático e o pai recebeu o diagnóstico de uma doença degenerativa grave, que o mataria aos poucos. Sem chão e em meio a um turbilhão, foi no blog que encontrou refúgio para expressar seus sentimentos.
Os textos fortes e genuínos acabaram viralizando, popularizando o site e dando a Ique milhares de fãs e seguidores. Suas palavras possuem o incrível dom de ser, ao mesmo tempo, simples e profundamente verdadeiras, traduzindo o que há de mais puro e desejável no amor. Essa mesma capacidade de causar impacto e despertar as emoções dos leitores permeia as reflexões tocantes de Trago seu amor de volta, seu aguardado segundo livro solo. Ique mais uma vez demonstra sua vocação única como cronista do amor em todas as suas expressões.

Eu iria começar a postagem com um não: "não li o primeiro livro do Ique...", mas como poderia iniciar esse texto com uma palavra negativa, se o livro do Ique Carvalho é uma brisa leve e suave sobre o amor? Ficaria bem feio da minha parte, vocês não acham?

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Pilha de leitura #54

| 8 comentários

Boa noite, leitores! Vim contar para vocês como foram as minhas leituras de outubro. Eu havia escolhido nove livros para a pilha, e além de conseguir finalizar todos, ainda li mais dois! ♥ Os meus favoritos foram Os exilados e Sorrisos quebrados, ambos os livros são de gêneros diferentes, mas os dois conseguiram me conquistar igualmente! 

quinta-feira, 2 de novembro de 2017

[Top comentarista] Novembro

| 11 comentários

Boa noite, leitores! O top comentarista de novembro irá presentear a pessoa que mais comentar no blog com o livro Sorrisos quebrados, da editora Valentina! Confiram as regras!

Regras:

Para validar sua participação é necessário comentar neste post com um e-mail válido. Só serão contabilizados os comentários de quem se inscrever neste post;
Apenas os comentários feitos nos posts de 01/11 até 30/11 serão válidos para o Top, exceto promoções e resultados;
Só será contabilizado um comentário por post, independente de quantos você fizer;
Os comentários precisam ser relevantes, um "Quero ler" não valerá, nem algo do tipo que mostre que a pessoa não leu o post;
 Dia 01/12 sairá o resultado;
✓ Será feito um sorteio entre aqueles que tiveram mais comentários;
Os livros serão enviados em até 45 dias. O blog não se responsabiliza por extravios.

[Resultado] Top Comentarista Outubro

| 7 comentários

Boa noite, leitores! Está no ar o resultado do top comentarista de outubro. Sete pessoas comentaram em todos os posts, então tem sorteio para decidir o ganhador. :)

A ordem de sorteio é:
1. Gislaine Lopes
2. Herica Lima
3. Janaina Silva
4. Lily Viana
5. Mariele Antonello
6. Marlene Conceição
7. Vitória Pantielly

E a ganhadora é...

terça-feira, 31 de outubro de 2017

[Resenha] A hora do lobisomem

| 8 comentários
Autor: Stephen King
Páginas: 152
Editora: Suma de Letras
O primeiro grito veio de um trabalhador da ferrovia isolado pela neve, enquanto as presas do monstro dilaceravam sua garganta. No mês seguinte, um grito de êxtase e agonia vem de uma mulher atacada no próprio quarto. Agora,a cada vez que a lua cheia brilha sobre a cidade de Tarker’sMill, surgem novas cenas de terror inimaginável. Quem será o próximo? Quando a lua cresce no céu,um terror paralisante toma os moradores da cidade. Uivos quase humanos ecoam no vento. E por todo lado as pegadas de um monstro cuja fome nunca é saciada. Um clássico de Stephen King,com as ilustrações originais de Bernie Wrightson.




A hora do lobisomem faz parte da coleção Biblioteca Stephen King, que a editora Suma está relançado clássicos do autor. Em capa dura e com ilustrações originais de Bernie Wrightson, essa é uma obra linda de se ter na estante. Como eu nunca li nenhum dos livros do King de terror, eu fiquei bem contente de poder ler esse relançamento. Eu já sabia que essa não era uma das obras mais memoráveis do autor em se tratando de terror, mas resolvi começar por algo rápido e leve. E eu gostei bastante da forma como ele conduz a história e descreve as cenas.


segunda-feira, 30 de outubro de 2017

[Resenha] Os exilados

| 10 comentários
Autor: John Flanagan
Páginas:352
Editora: Fundamento
Série: Brotherband, 1
O pequeno e franzino Hal nunca conheceu o pai, um dos maiores guerreiros que defenderam o reino de Escândia. Bem diferente dele, Hal em nada se parecia com um forte e bravo lutador, características valorizadas por seus conterrâneos, tradicionalmente valentes homens do mar. Isso e o mais o fato de ele ser filho de uma escrava vinda de Araluen o tornava um estrangeiro em seu país. Mesmo sentindo-se exilado entre seu povo, havia algo que aproximava Hal dos outros garotos - o Brotherband, ou 'irmãos em armas' - um conjunto de treinamentos que simulava as atividades da tripulação de um barco, com equipes que competiam entre si em testes de resistência e força e aprendiam as habilidades necessárias para se tornarem guerreiros invencíveis. Rejeitado pelos líderes dos demais grupos, Hal junta-se a seu grande amigo Stig e a outros renegados e forma o próprio time. Mas um fato inesperado poderá mudar o destino dessa equipe incomum e levá-la a navegar por mares perigosos, rumo a aventuras e batalhas.

Os exilados é o primeiro volume de Brotherband, com uma história ambientada no mesmo universo de Rangers, outra série do autor John Flanagan, e que fez um grande sucesso. Apesar de ter lido apenas os três primeiros livros de Rangers, eu gostei bastante da série, então quando soube sobre uma nova trama, pensei: "azar que nem terminei a outra ainda, mas quem liga, né?", hahaha. E gente, que história mais envolvente! Já me apaixonei por Brotherband, mas prometo que vou tentar ler todos os livros antes de ler algo novo do autor. Eu simplesmente amo esse tipo de leitura, cheia de fantasia, aventura e muita ação. Foi impossível não acabar comparando com Rangers, que possui menos ação, mas ambas tramas são igualmente envolventes e com personagens marcantes.

domingo, 29 de outubro de 2017

Caixinha de correio #123

| 12 comentários

Boa tarde, leitores! Essa pilha enorme aí em cima são os livros que eu recebi em outubro. Por conta da greve dos correios, teve pedidos atrasados, e então chegou tudo junto. Pelo menos vou ter o que ler em dezembro nas minhas férias! < 3 Vamos conferir o que eu recebi? :)

sábado, 28 de outubro de 2017

[Resenha] Apocalipse - A verdade final

| 10 comentários
Autor: Luiz Afonso Caprilhone Erbano
Páginas: 202
Editora: Inverso
Apocalipse A Verdade Final trata da eterna luta entre o Bem e o Mal, inspirado no conceito bíblico do Apocalipse transportado para os dias atuais, com personagens hodiernos baseados em figuras clássicas do cristianismo. As vidas dos personagens centrais se desenrolam de acordo com o destino selado de cada um até o inevitável encontro, no qual apenas um lado poderá sair vencedor.








Apocalipse - A verdade final, do escritor Luiz Afonso  Caprilhone Erbano, foi um livro que me interessou por conta do tema. Solicitei para a editora Inverso a obra, e coincidentemente, acabei lendo no mesmo mês o livro Os quatro cavaleiros - que também é sobre o apocalipse -, porém, ambas as obras são bastante diferentes uma da outra. Esse é um tema com bastante a explorar, e Luiz Afonso resolveu focar mais na parte religiosa, e não tanto na 'fantasia', como fez Veronica Rossi ao inserir em um enredo original os cavaleiros do apocalipse. 

sexta-feira, 27 de outubro de 2017

[Resenha] Jantar secreto

| 10 comentários
Autor: Raphael Montes
Páginas: 360
Editora: Companhia das Letras
Um grupo de jovens deixa uma pequena cidade no Paraná para viver no Rio de Janeiro. Eles alugam um apartamento em Copacabana e fazem o possível para pagar a faculdade e manter vivos seus sonhos de sucesso na capital fluminense. Mas o dinheiro está curto e o aluguel está vencido. Para sair do buraco e manter o apartamento, os amigos adotam uma estratégia heterodoxa: arrecadar fundos por meio de jantares secretos, divulgados pela internet para uma clientela exclusiva da elite carioca. No cardápio: carne humana. A partir daí, eles se envolvem numa espiral de crimes, descobrem uma rede de contrabando de corpos, matadouros clandestinos, grã-finos excêntricos e levam ao limite uma índole perversa que jamais imaginaram existir em cada um deles.



Jantar secreto é meu primeiro contato com a escrita do Raphael Montes, e depois de ter lido tantos comentários positivos sobre seus outros livros, finalmente eu li algo do autor. Agora eu entendo o motivo de tanto rebuliço à respeito das obras do Raphael, sua escrita é simplesmente vívida demais. Una isso com um enredo de embrulhar o estômago e você terá uma leitura perturbadora e reflexiva. O autor aborda assuntos e estereótipos marcantes, fazendo o leitor se perguntar diversas vezes como nós reagiríamos se tivéssemos que passar por situações semelhantes. Apesar de ser uma leitura chocante, e realmente recomendada para quem tem estômago mais forte, o sarcasmo e humor negro presente na trama fez com que a leitura fosse excelente. Eu confesso que as cenas descritas me deixaram enojada, não apenas pelos detalhes, mas pelas escolhas e decisões dos personagens também. 

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

[Resenha] Wild cards: O começo de tudo

| 10 comentários
Autor: George R. R. Martin
Páginas: 480
Editora: Leya
Série: Wild cards, 1
Com início das publicações em 1987 e chamado pelos fãs de romance-mosaico, a série Wild Cards volta a 1945 para contar a saga dos seres atingidos pelo xenovírus Takis-A, o vírus da Carta Selvagem. A Segunda Guerra Mundial acabou e o mundo começava a se preparar para a reconstrução, até que uma nave espacial um tanto estranha cai na Terra, e um ser alienígena tão excêntrico quanto seu veículo começa a anunciar que estamos em perigo, que um vírus - que ele não sabe ao certo o que pode causar aos humanos - caiu na Terra. Mas era tarde demais... O vírus se espalha no céu de Nova York e aos poucos começa a contaminar o resto do mundo. No começo ninguém sabia se era uma bomba química ou atômica, até que as primeiras pessoas começaram a morrer ou se transformaram em seres bizarros ou extremamente poderosos. O vírus ficou conhecido com carta selvagem, afinal, como num jogo de baralho, nunca se sabia qual carta ou qual mutação no caso poderia tirar.

A série Wild cards já foi publicada aqui no Brasil até o oitavo volume, e eu fui iniciar a leitura apenas agora, pois é. Eu confesso que sempre tive vontade de ler essa série, tanto por ter George Martin como grande referência quanto pela trama no estilo heróis e vilões. No entanto, logo que surgiu o primeiro livro por aqui, as críticas foram bem negativas. Muita gente que eu conheço não gostou nem um pouco da obra, então eu dei uma desanimada e resolvi esperar um pouco - anos - para me aventurar nessa história. E bem, depois de tanto tempo, consegui iniciar a leitura sem me preocupar com tudo o que eu já havia lido. 

terça-feira, 24 de outubro de 2017

[Resenha] O voo da vespa

| 10 comentários
Autor: Ken Follett
Páginas: 416
Editora: Arqueiro
Freya é o nome da deusa nórdica do amor. Também é o codinome da mais recente invenção nazista, de acordo com uma mensagem interceptada pelas forças aliadas. A inteligência britânica desconfia que é graças a ela que os alemães estão conseguindo abater os bombardeiros ingleses a uma velocidade tão alarmante.
Hermia Mount, uma analista do MI6, é recrutada para ajudar a descobrir qual é essa nova arma. Tendo morado a vida inteira na Dinamarca, ela possui contatos valiosos que poderão auxiliá-la em sua missão. Do outro lado do mar do Norte, numa ilha dinamarquesa ocupada pelos alemães, o estudante Harald Olufsen descobre uma instalação estranha dentro da base militar nazista. Ele não sabe o que é, mas não se parece com nada que já tenha visto, e ele precisa contar para alguém.
Em Copenhague, o detetive Peter Flemming colabora com os alemães para desvendar quem está repassando informações de dentro do país nórdico para os aliados britânicos.
Numa Europa praticamente dominada pela Alemanha, a vida dessas três pessoas se entrelaça de forma irreversível, e quando um decrépito avião bimotor se transforma no único meio de fazer a verdade chegar até as forças aliadas, o destino delas poderá mudar o rumo da guerra – e da história.

Romances históricos retratados na época da Segunda Guerra Mundial estarão sempre na lista de leitura de alguém, e o livro O Voo da Vespa que conta uma história de dois jovens dinamarqueses em busca da liberdade na época da invasão nazista, foi o meu escolhido para ser a minha primeira leitura do famoso e amado escritor Ken Follett.

domingo, 22 de outubro de 2017

[Resenha] Um fantasma em Londres

| 10 comentários
Autora: Sarah Kilimanjaro
Páginas: 256
Editora: Petit
Richard William Stuart foi um lorde na Inglaterra do século 18. Fidalgo de temperamento difícil, caiu numa armadilha e foi assassinado cruelmente. No plano espiritual, resolveu se vingar de seus traidores, assustando e provocando sofrimento nas pessoas. Depois de muito tempo vivendo uma existência vazia, como um fantasma perdido nas ruas de Londres, acaba resgatado. A partir desse momento, a vida de Richard toma um novo rumo, quando lhe é permitido o retorno à Terra, desta vez no Brasil. Como alguém tão conflituoso reagirá ao ter a oportunidade de reencontrar aqueles com os quais teve contato na encarnação anterior e lhe causaram tanto sofrimento? Uma história repleta de paixão, tragédia, vingança e perdão.



Um fantasma em Londres é um romance espírita, psicografado por Sarah Kilimanjaro. A obra vai retratar bastante sobre perdão e reencarnação. Fazia um bom tempo que eu não lia um livro do gênero, e é sempre bom ler mensagens que mudam nossa perspectiva sobre a vida. A Petit sempre lança livros maravilhosos, e esse não é muito diferente. A ambientação inicial é sensacional: Londres no século 18. Essa foi uma leitura incrível do início ao fim.

sábado, 21 de outubro de 2017

[Resenha] Dentista sinistra

| 10 comentários
Autor: David Walliams
Páginas: 384
Editora: Intrínseca
Alfie é um menino de 12 anos que tem pavor de dentista. Ele tem tanto medo que há seis anos não pisa em um consultório dentário, desde que sofreu um grande trauma ao arrancar um dente. Quando uma nova dentista chega à cidade, Alfie percebe que há algo sinistro em torno dela. Ele e a amiga Gaby resolvem dar uma de detetives, a fim de descobrir por que a nova dentista, a Srta. K. Nall, anda distribuindo doces sem açúcar e uma pasta de dentes que mais parece um ácido capaz de fazer buraco em pedras.
Mas o pobre Alfie vai se ver em uma grande enrascada quando sua investigação o levar a ficar amarrado na cadeira da dentista enquanto ela arranca todos os seus dentes.




Todos já devem estar cansados de saber o quanto eu adoro livros do gênero juvenil e infantojuvenil, principalmente quando possuem ilustrações. Por isso, sempre tive muita vontade de ler os livros do David Walliams que a editora Intrínseca tem lançado. Só pelas capas e títulos dá para perceber o quanto as histórias devem ser divertidas e leves. Eu consegui Dentista sinistra em uma promoção, e finalmente consegui tempo para ler. E gente, que amorzinho de história. É tão bom pegar algo que seja mais descontraído e rápido de ler. Este é o primeiro livro que leio do autor, e já estou ansiosa para conferir outros dele!

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

[Resenha] Sementes de outono

| 11 comentários
Autor: Blair F. Carvalho
Páginas: 192
Editora: Pandorga
Depois de completar um curso teórico em busca de seu brevê de piloto de avião, Laurent se viu envolto em um grave acidente, ocorrido em seu primeiro voo prático. Esse infortúnio o levou a meses de internação e outros tantos na recuperação de sua memória. Como num passe de mágica, ao sair pela última vez do prédio de seu analista, se defrontou com uma colega do Ensino Médio, Glória — na verdade, uma paixão platônica que ele escondera dentro de si a sete chaves. Coisa parecida também ela guardava somente para si, o que os levou a se interessarem profundamente um pelo outro. Desse encontro nasceu um grande amor que, embora fervoroso, foi bruscamente interrompido durante quase dois anos. Quando, enfim, se possibilitou o rompimento das amarras, o primeiro obstáculo se efetivou, iniciando uma busca infindável por mais de dois outros anos pelo paradeiro de Laurent. Mas, quando tudo começa a ficar indefinido, o destino conspira, aumentando as possibilidades de um desfecho inimaginável para ele.


Eu recebi Sementes de outono da Pandorga de surpresa. Era um dos lançamentos do mês, e após ler a sinopse eu havia ficado bastante interessada na trama. E por o livro ser tão curtinho, fiquei ainda mais animada para iniciar a leitura. Então, resolvi colocar na pilha de leitura de setembro. E bom, ainda bem que o livro era curto, senão minha decepção seria maior. Eu só não abandonei a leitura porque eu odeio fazer esse tipo de coisa. Em toda a minha vida de leitora eu só abandonei dois livros. Pois é. 

terça-feira, 17 de outubro de 2017

[Resenha] Quando a Bela domou a Fera

| 11 comentários
Autora: Eloisa James
Páginas: 320
Editora: Arqueiro
Série: Contos de Fadas, 2
Piers Yelverton, o conde de Marchant, vive em um castelo no País de Gales, onde seu temperamento irascível acaba ferindo todos os que cruzam seu caminho. Além disso, segundo as más línguas, o defeito que ele tem na perna o deixou imune aos encantos de qualquer mulher.
Mas Linnet não é qualquer mulher. É uma das moças mais adoráveis que já circularam pelos salões de Londres. Seu charme e sua inteligência já fizeram com que até mesmo um príncipe caísse a seus pés. Após ver seu nome envolvido em um escândalo da realeza, ela definitivamente precisa de um marido e, ao conhecer Piers, prevê que ele se apaixonará perdidamente em apenas duas semanas.
No entanto, Linnet não faz ideia do perigo que seu coração corre. Afinal, o homem a quem ela o está entregando talvez nunca seja capaz de corresponder a seus sentimentos. Que preço ela estará disposta a pagar para domar o coração frio e selvagem do conde? E Piers, por sua vez, será capaz de abrir mão de suas convicções mais profundas pela mulher mais maravilhosa que já conheceu?

Eu simplesmente sou apaixonada por releituras de contos de fadas. Esse é aquele momento que eu confesso que quando soube que Quando a Bela domou a Fera era uma releitura, eu nem li a sinopse, apenas solicitei para a editora. Iniciei a leitura e me surpreendi muito ao perceber que era um romance de época. Eu nunca li uma releitura desse gênero, então fiquei ainda mais empolgada para conferir a história que Eloisa James criou. Este livro faz parte de uma série de releituras da autora, e é o segundo volume. Porém, como cada obra possui uma história diferente, é possível ler fora de ordem. Como o título já sugere, a trama é baseada na história de A Bela e a Fera, e eu me apaixonei por tudo. Eloisa reescreve a trama de forma delicada e própria.

domingo, 15 de outubro de 2017

[Resenha] O amor está no ar

| 11 comentários
Autora: Jennifer Echols
Páginas: 398
Editora: Pandorga
Aluna do ensino médio, Leah Jones ama voar. No ar, ela facilmente se esquece de sua vida com sua mãe, sempre ausente, no bairro humilde de uma cidade praiana de Carolina do Sul. Quando seu instrutor de voo, Sr. Hall, contrata a garota para pilotar aviões em sua empresa de propagandas em banner, Leah considera o emprego sua porta de entrada para a vida longe do estacionamento de trailers. Mas quando ele morre subitamente, ela teme que sua carreira como piloto de aviões tenha chegado ao fim.
Porém os jovens filhos do Sr. Halls, Alec, o garoto de ouro, e Grayson, o viciado em adrenalina, resolvem continuar o negócio do pai. Embora Leah tenha uma queda pro Grayson há anos, ela receia em se envolver em um negócio que agora parece que não vai muito longe. Até que Grayson descobre um dos piores segredos da menina. Com isso em mãos, ele a obriga a pilotar por uma razão que ele também não revela, uma razão relacionada a Alec. Agora Leah se encontra no meio de uma batalha entre irmãos, e a consequências podem ser desastrosas.

O amor está no ar é o segundo livro que eu leio da Jennifer Echols, mas já consegui perceber que a autora não escreve aqueles young adult cheio de clichês. Os seus dramas não são bobos, e seus personagens possuem uma bagagem emocional bastante intensa. E não é que eu não goste desses dramas adolescentes que eu falei, eu adoro! Mas, é sempre bom ler algo diferente e que emociona o leitor. E foi assim que eu me senti com essa leitura, extremamente tocada pela trama. O romance inserido na obra não é nem um pouco imediato, sendo quase inexistente, o que deixou aquela ansiosidade para algo acontecer ainda maior.

sábado, 14 de outubro de 2017

[Resenha] Mulher-Maravilha: Sementes da Guerra

| 13 comentários
Autora: Leigh Bardugo
Páginas: 400
Editora: Arqueiro
Série: Lendas da DC, 1
Antes de se tornar a Mulher-Maravilha, ela era apenas Diana.
Filha da deusa Hipólita, Diana deseja apenas se provar entre suas irmãs guerreiras. Mas quando a oportunidade finalmente chega, ela joga fora sua chance de glória ao quebrar uma lei das amazonas e salvar Alia Keralis, uma simples mortal.
No entanto, Alia está longe de ser uma garota comum. Ela é uma semente da guerra, descendente da infame Helena de Troia, destinada a trazer uma era de derramamento de sangue e miséria. Agora cabe a Diana salvar todos e dar seu primeiro passo como a maior heroína que o mundo já conheceu.




Esse ano é dela. Saiu o filme que bateu recordes de bilheteria, e aproveitando a onda, uma editora americana revolveu chamar grandes escritores do mercado de livros jovem adulto para reescrever histórias com uma perspectiva jovem para os famosos heróis da DC Comics. 

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

[Resenha] Os quatro cavaleiros

| 12 comentários
Autora: Veronica Rossi
Páginas: 350
Editora: Galera Record
Série: Riders, 1
O que você faria se descobrisse que se tornou um dos Cavaleiros do Apocalipse? Da mesma autora da Trilogia Never Sky. Nada além da morte pode impedir Gideon Blake de conquistar seu objetivo de se tornar um soldado americano. Bem, o problema é que ele morreu. Por algum tempo. Enquanto se recupera do acidente que deveria ter sido fatal, Gideon nota que seus ferimentos estão cicatrizando muito rapidamente. É um milagre. Se você considerar um milagre o fato de se tornar um dos quatro cavaleiros do Apocalipse. Gideon é Guerra. E ele precisa se unir aos outros cavaleiros, Fome, Morte e Peste, para, juntos, proteger uma chave que a Ordem quer ter em mãos para abrir as portas de um reino infernal na Terra, ameaçando escravizar todos os humanos.


Os quatro cavaleiros é o primeiro livro da série Riders, escrito por Veronica Rossi - autora também da trilogia Never sky -, e essa é uma fantasia diferente de tudo o que eu já li do gênero. Fui extremamente surpreendida pela trama e pela maneira que a autora quis narrar sua história. Com uma narrativa ágil, Veronica vai nos levando através de um enredo sombrio e intrigante. Ao decorrer da leitura fui ficando cada vez mais envolvida com os personagens, que são bastante marcantes para a história.