sábado, 21 de outubro de 2017

[Resenha] Dentista sinistra

| 1 comentários
Autor: David Walliams
Páginas: 384
Editora: Intrínseca
Alfie é um menino de 12 anos que tem pavor de dentista. Ele tem tanto medo que há seis anos não pisa em um consultório dentário, desde que sofreu um grande trauma ao arrancar um dente. Quando uma nova dentista chega à cidade, Alfie percebe que há algo sinistro em torno dela. Ele e a amiga Gaby resolvem dar uma de detetives, a fim de descobrir por que a nova dentista, a Srta. K. Nall, anda distribuindo doces sem açúcar e uma pasta de dentes que mais parece um ácido capaz de fazer buraco em pedras.
Mas o pobre Alfie vai se ver em uma grande enrascada quando sua investigação o levar a ficar amarrado na cadeira da dentista enquanto ela arranca todos os seus dentes.




Todos já devem estar cansados de saber o quanto eu adoro livros do gênero juvenil e infantojuvenil, principalmente quando possuem ilustrações. Por isso, sempre tive muita vontade de ler os livros do David Walliams que a editora Intrínseca tem lançado. Só pelas capas e títulos dá para perceber o quanto as histórias devem ser divertidas e leves. Eu consegui Dentista sinistra em uma promoção, e finalmente consegui tempo para ler. E gente, que amorzinho de história. É tão bom pegar algo que seja mais descontraído e rápido de ler. Este é o primeiro livro que leio do autor, e já estou ansiosa para conferir outros dele!

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

[Resenha] Sementes de outono

| 4 comentários
Autor: Blair F. Carvalho
Páginas: 192
Editora: Pandorga
Depois de completar um curso teórico em busca de seu brevê de piloto de avião, Laurent se viu envolto em um grave acidente, ocorrido em seu primeiro voo prático. Esse infortúnio o levou a meses de internação e outros tantos na recuperação de sua memória. Como num passe de mágica, ao sair pela última vez do prédio de seu analista, se defrontou com uma colega do Ensino Médio, Glória — na verdade, uma paixão platônica que ele escondera dentro de si a sete chaves. Coisa parecida também ela guardava somente para si, o que os levou a se interessarem profundamente um pelo outro. Desse encontro nasceu um grande amor que, embora fervoroso, foi bruscamente interrompido durante quase dois anos. Quando, enfim, se possibilitou o rompimento das amarras, o primeiro obstáculo se efetivou, iniciando uma busca infindável por mais de dois outros anos pelo paradeiro de Laurent. Mas, quando tudo começa a ficar indefinido, o destino conspira, aumentando as possibilidades de um desfecho inimaginável para ele.


Eu recebi Sementes de outono da Pandorga de surpresa. Era um dos lançamentos do mês, e após ler a sinopse eu havia ficado bastante interessada na trama. E por o livro ser tão curtinho, fiquei ainda mais animada para iniciar a leitura. Então, resolvi colocar na pilha de leitura de setembro. E bom, ainda bem que o livro era curto, senão minha decepção seria maior. Eu só não abandonei a leitura porque eu odeio fazer esse tipo de coisa. Em toda a minha vida de leitora eu só abandonei dois livros. Pois é. 

terça-feira, 17 de outubro de 2017

[Resenha] Quando a Bela domou a Fera

| 4 comentários
Autora: Eloisa James
Páginas: 320
Editora: Arqueiro
Série: Contos de Fadas, 2
Piers Yelverton, o conde de Marchant, vive em um castelo no País de Gales, onde seu temperamento irascível acaba ferindo todos os que cruzam seu caminho. Além disso, segundo as más línguas, o defeito que ele tem na perna o deixou imune aos encantos de qualquer mulher.
Mas Linnet não é qualquer mulher. É uma das moças mais adoráveis que já circularam pelos salões de Londres. Seu charme e sua inteligência já fizeram com que até mesmo um príncipe caísse a seus pés. Após ver seu nome envolvido em um escândalo da realeza, ela definitivamente precisa de um marido e, ao conhecer Piers, prevê que ele se apaixonará perdidamente em apenas duas semanas.
No entanto, Linnet não faz ideia do perigo que seu coração corre. Afinal, o homem a quem ela o está entregando talvez nunca seja capaz de corresponder a seus sentimentos. Que preço ela estará disposta a pagar para domar o coração frio e selvagem do conde? E Piers, por sua vez, será capaz de abrir mão de suas convicções mais profundas pela mulher mais maravilhosa que já conheceu?

Eu simplesmente sou apaixonada por releituras de contos de fadas. Esse é aquele momento que eu confesso que quando soube que Quando a Bela domou a Fera era uma releitura, eu nem li a sinopse, apenas solicitei para a editora. Iniciei a leitura e me surpreendi muito ao perceber que era um romance de época. Eu nunca li uma releitura desse gênero, então fiquei ainda mais empolgada para conferir a história que Eloisa James criou. Este livro faz parte de uma série de releituras da autora, e é o segundo volume. Porém, como cada obra possui uma história diferente, é possível ler fora de ordem. Como o título já sugere, a trama é baseada na história de A Bela e a Fera, e eu me apaixonei por tudo. Eloisa reescreve a trama de forma delicada e própria.

domingo, 15 de outubro de 2017

[Resenha] O amor está no ar

| 4 comentários
Autora: Jennifer Echols
Páginas: 398
Editora: Pandorga
Aluna do ensino médio, Leah Jones ama voar. No ar, ela facilmente se esquece de sua vida com sua mãe, sempre ausente, no bairro humilde de uma cidade praiana de Carolina do Sul. Quando seu instrutor de voo, Sr. Hall, contrata a garota para pilotar aviões em sua empresa de propagandas em banner, Leah considera o emprego sua porta de entrada para a vida longe do estacionamento de trailers. Mas quando ele morre subitamente, ela teme que sua carreira como piloto de aviões tenha chegado ao fim.
Porém os jovens filhos do Sr. Halls, Alec, o garoto de ouro, e Grayson, o viciado em adrenalina, resolvem continuar o negócio do pai. Embora Leah tenha uma queda pro Grayson há anos, ela receia em se envolver em um negócio que agora parece que não vai muito longe. Até que Grayson descobre um dos piores segredos da menina. Com isso em mãos, ele a obriga a pilotar por uma razão que ele também não revela, uma razão relacionada a Alec. Agora Leah se encontra no meio de uma batalha entre irmãos, e a consequências podem ser desastrosas.

O amor está no ar é o segundo livro que eu leio da Jennifer Echols, mas já consegui perceber que a autora não escreve aqueles young adult cheio de clichês. Os seus dramas não são bobos, e seus personagens possuem uma bagagem emocional bastante intensa. E não é que eu não goste desses dramas adolescentes que eu falei, eu adoro! Mas, é sempre bom ler algo diferente e que emociona o leitor. E foi assim que eu me senti com essa leitura, extremamente tocada pela trama. O romance inserido na obra não é nem um pouco imediato, sendo quase inexistente, o que deixou aquela ansiosidade para algo acontecer ainda maior.

sábado, 14 de outubro de 2017

[Resenha] Mulher-Maravilha: Sementes da Guerra

| 9 comentários
Autora: Leigh Bardugo
Páginas: 400
Editora: Arqueiro
Série: Lendas da DC, 1
Antes de se tornar a Mulher-Maravilha, ela era apenas Diana.
Filha da deusa Hipólita, Diana deseja apenas se provar entre suas irmãs guerreiras. Mas quando a oportunidade finalmente chega, ela joga fora sua chance de glória ao quebrar uma lei das amazonas e salvar Alia Keralis, uma simples mortal.
No entanto, Alia está longe de ser uma garota comum. Ela é uma semente da guerra, descendente da infame Helena de Troia, destinada a trazer uma era de derramamento de sangue e miséria. Agora cabe a Diana salvar todos e dar seu primeiro passo como a maior heroína que o mundo já conheceu.




Esse ano é dela. Saiu o filme que bateu recordes de bilheteria, e aproveitando a onda, uma editora americana revolveu chamar grandes escritores do mercado de livros jovem adulto para reescrever histórias com uma perspectiva jovem para os famosos heróis da DC Comics. 

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

[Resenha] Os quatro cavaleiros

| 8 comentários
Autora: Veronica Rossi
Páginas: 350
Editora: Galera Record
Série: Riders, 1
O que você faria se descobrisse que se tornou um dos Cavaleiros do Apocalipse? Da mesma autora da Trilogia Never Sky. Nada além da morte pode impedir Gideon Blake de conquistar seu objetivo de se tornar um soldado americano. Bem, o problema é que ele morreu. Por algum tempo. Enquanto se recupera do acidente que deveria ter sido fatal, Gideon nota que seus ferimentos estão cicatrizando muito rapidamente. É um milagre. Se você considerar um milagre o fato de se tornar um dos quatro cavaleiros do Apocalipse. Gideon é Guerra. E ele precisa se unir aos outros cavaleiros, Fome, Morte e Peste, para, juntos, proteger uma chave que a Ordem quer ter em mãos para abrir as portas de um reino infernal na Terra, ameaçando escravizar todos os humanos.


Os quatro cavaleiros é o primeiro livro da série Riders, escrito por Veronica Rossi - autora também da trilogia Never sky -, e essa é uma fantasia diferente de tudo o que eu já li do gênero. Fui extremamente surpreendida pela trama e pela maneira que a autora quis narrar sua história. Com uma narrativa ágil, Veronica vai nos levando através de um enredo sombrio e intrigante. Ao decorrer da leitura fui ficando cada vez mais envolvida com os personagens, que são bastante marcantes para a história.

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

[Resenha] Confesse

| 11 comentários
Autora: Colleen Hoover
Páginas: 320
Editora: Galera Record
Auburn Reed perdeu tudo que era importante para ela. Na luta para reconstruir a vida destruída, ela se mantém focada em seus objetivos e não pode cometer nenhum erro. Mas ao entrar num estúdio de arte em Dallas à procura de emprego, Auburn não esperava encontrar o enigmático Owen Gentry, que lhe desperta uma intensa atração. Pela primeira vez, Auburn se vê correndo riscos e deixa o coração falar mais alto, até descobrir que Owen está encobrindo um enorme segredo. A importância do passado do artista ameaça acabar com tudo que Auburn mais ama, e a única maneira de reconstituir sua vida é mantendo Owen afastado.




Eu li Nunca jamais, da Colleen Hoover em parceria com Tarryn Fisher, porém, Confesse é o primeiro livro solo da autora que eu leio. Sim, como eu ainda não tinha lido Colleen Hoover? É inegável que essa autora tem boas críticas e é a queridinha de muitos leitores. E depois de terminar a leitura desse livro eu preciso concordar com tudo o que falam sobre ela. Hoover tem uma escrita sensível e cativante, fiquei apaixonada pela trama e personagens. A autora conseguiu me emocionar já no prólogo, e foi quando eu percebi que a leitura ia me arrebatar. 

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

[Resenha] Vilões?

| 11 comentários
Autores: Vários
Páginas: 124
Editora: Sinna
Espelho, espelho meu, por que ninguém pode ser mais bela do que eu?! Era uma vez em um reino, uma princesa e um príncipe que tiveram o tão sonhado “felizes para sempre”, apesar de lutarem bravamente contra todos os obstáculos impostos pela vilã.
Dragões, maçãs envenenadas, rocas de fiar, ganchos...
Mas, quem era aquela vilã? Quem era o tão temido vilão dos contos de fadas? Muitos já se perguntaram se eles realmente eram maus, mas poucas vezes foi dada a eles a chance de contar suas verdadeiras histórias.
Essa é a oportunidade de saber que nem todos tiveram seus finais felizes. Conheça o outro lado do reino, daqueles que foram esquecidos, os terríveis vilões. VILÕES?!



Vilões? é uma obra com dezesseis contos, de diversos autores, com um tema muito fascinante: vilões dos contos de fadas! Eu adoro tudo que se refere ao tema: releituras, contos, etc. Então, eu fiquei bem animada por esse livro, pois eu adoro livros de contos, e achei a combinação perfeita. O livro é bem curtinho, assim como alguns dos contos, então não vou me aprofundar em cada um.

domingo, 8 de outubro de 2017

[Resenha] Sempre vivemos no castelo

| 12 comentários
Autora: Shirley Jackson
Páginas: 200
Editora: Suma
Merricat Blackwood vive com a irmã Constance e o tio Julian. Há algum tempo existiam sete membros na família Blackwood, até que uma dose fatal de arsênico colocada no pote de açúcar matou quase todos. Acusada e posteriormente inocentada pelas mortes, Constance volta para a casa da família, onde Merricat a protege da hostilidade dos habitantes da cidade. Os três vivem isolados e felizes, até que o primo Charles resolve fazer uma visita que quebra o frágil equilíbrio encontrado pelas irmãs Blackwood. Merricat é a única que pressente o iminente perigo desse distúrbio, e fará o que for necessário para proteger Constance. "Sempre vivemos no castelo" leva o leitor a um labirinto sombrio de medo e suspense, um livro perturbador e perverso, onde o isolamento e a neurose são trabalhados com maestria por Shirley Jackson.



Um livro clássico cuja leitura é obrigatória nas escolas americanas e sua autora Shirley Jackson é reconhecida como uma das principais na literatura americana, que influenciou diversos escritores contemporâneos como Stephen King e Neil Gaiman.

sábado, 7 de outubro de 2017

[Resenha] Lulu e O segredo debaixo das coisas

| 12 comentários
Autor: Fabrício Carpinejar
Páginas: 32
Editora: Edelbra
Este livro traz um tipo de personagem normalmente distante das histórias infantis: Lulu é uma menina com deficiência auditiva. Fabrício Carpinejar apresenta de forma poética e com uma percepção muito singular, o cotidiano de uma menina observadora e sensível. O cotidiano de Lulu é diferente? Tudo para Lulu é menos complicado do que pode parecer, assim como são simples as coisas para todas as crianças. E neste livro as ilustrações de Serena Riglietti enchem de cor a poesia das coisas simples.




Como Lulu e O segredo debaixo das coisas são livros bem curtinhos e rápidos de ler, resolvi fazer uma resenha dupla, já que as tramas são bem leves e rápidas. Eu adoro as edições da Edelbra, pois alguns de seus livros são em capa dura, como no caso de Lulu. Vou começar a resenha por esta obra, do autor Fabrício Carpinejar. Eu fico surpresa com a quantidade de obras que o autor já escreveu. E mais ainda por ter vários livros para adultos e crianças. Eu gosto bastante da escrita dele.


sexta-feira, 6 de outubro de 2017

[Resenha] Lindo de viver

| 12 comentários
Autora: Holly Smale
Páginas: 280
Editora: Fundamento
Série: Geek girl, 3
Meu nome é Harriet Manners e eu sempre serei uma geek!Harriet achou que sua vida ficaria bem mais calma quando parou de trabalhar para a designer Yuka Ito. E, por um lado, ela estava certa. Desde suas aventuras no Japão, Harriet não recebe um único trabalho de modelo, e o pessoal da agência não tem lembrado que ela existe.
Porém, como Harriet já deveria saber, sua vida nunca é calma! E aventura é o que não vai faltar quando a família inteira da garota se mudar para Nova York. Lá, Harriet vai morar no coração do mundo e mal pode esperar para viver como em um filme e parar de se preocupar com o fato de sua melhor amiga e de seu namorado parecerem ocupados demais para se importar com ela.
Mas, assim que Harriet e a família chegam aos Estados Unidos, as coisas começam a ir de mal a pior. O imóvel que os pais de Harriet alugaram não é um apartamento minúsculo no centro da cidade, como nos filmes, mas sim uma casa que fica a uma hora de Manhattan. Ninguém no bairro tem interesse em fazer listas de amizade ou falar com ela. E a governanta que foi contratada para ensinar Harriet faz a garota sentir-se mais incompetente a cada aula. Quando seu agente Wilbur liga e a chama para fazer um trabalho, ela não resiste à tentação de se entregar ao mundo da moda de novo, mesmo que vá contra a vontade de seus pais.
E agora? Será que a geek favorita de todos vai conseguir sobreviver do outro lado do Atlântico?

1. Geek girl
2. Desastre fashion

E a geek mais fofa de todas está de volta! Harriet mais uma vez nos encanta com seu carisma. Eu estava com saudades dessa garota, e felizmente tive oportunidade de ler o terceiro livro da série. Lindo de viver faz parte da série Geek girl, e nos apresenta uma personagem adorável, que acabou se envolvendo no mundo da moda, e nos conquistando com sua simplicidade e jeito de ver a vida. Eu estava muito empolgada por essa leitura, e não me decepcionei nem um pouco. 

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

[Resenha] Graça & maldição

| 15 comentários
Autora: Laure Eve
Páginas: 350
Editora: Galera Record
Um thriller que mantém a magia ambígua até a narrativa ganhar asas e levar o leitor por uma viagem intensa, estranha e envolvente. Como todos os outros na pequena cidade, River é obcecada pelos Grace. Fenrin, Thalia e Summer Grace são carismáticos, charmosos e ricos — e há boatos de que sua influência se estende aos mais altos degraus da política mundial. Se você não ama um deles, quer ser exatamente como um deles. Especialmente River, a nova aluna da escola local... Que de repente é acolhida pela família que todos reverenciam e temem em igual medida. Ela é diferente. Mas o que os Grace não sabem é que a garota não está na cidade por acaso; ela sabe exatamente o que está fazendo. Ou não?




Sabe aquele livro com uma premissa muito interessante, e que de bônus tem uma capa e diagramação linda? Agora acrescente um ar de mistério e magia, tornando a empolgação para ler ainda maior. Então, inicie a leitura e perceba que a obra vai te decepcionar até o final com diálogos clichês, uma personagem principal irritante e superficial, uma narrativa confusa e uma história sem coerência nenhuma. Ok? Assim, temos Graça & maldição. O livro tinha tudo, tudo mesmo, para ser uma leitura incrível, mas me decepcionou em todos os sentidos. E isso é ainda pior quando você fica cheio de expectativas por um livro. Chegou em um momento da narrativa que eu fiquei me perguntando aonde a autora queria chegar?! 

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Pilha de leitura #53

| 17 comentários

Boa noite, leitores! E vamos para mais uma pilha de leitura: li dez livros em setembro, mas quatro ficaram de fora da última pilha, acabei me arrastando na leitura de Wild cards e não consegui ler mais nada. Apesar disso, gostei bastante da quantidade de livros lidos. Vamos conferir um pouco de cada obra?

domingo, 1 de outubro de 2017

Caixinha de correio #122

| 18 comentários

Boa noite, leitores! Venham conferir o que eu recebi no mês de setembro na minha caixa postal. Estou aguardando vários pacotes ainda, então tenho pouca coisa para mostrar. Vamos lá?!

[Top comentarista] Outubro

| 20 comentários

Boa noite, leitores! O top comentarista de outubro irá presentear a pessoa que mais comentar no blog com o livro Confesse, da editora Galera Record! Confiram as regras!

Regras:

Para validar sua participação é necessário comentar neste post com um e-mail válido. Só serão contabilizados os comentários de quem se inscrever neste post;
Apenas os comentários feitos nos posts de 01/10 até 31/10 serão válidos para o Top, exceto promoções e resultados;
Só será contabilizado um comentário por post, independente de quantos você fizer;
Os comentários precisam ser relevantes, um "Quero ler" não valerá, nem algo do tipo que mostre que a pessoa não leu o post;
 Dia 01/11 sairá o resultado;
✓ Será feito um sorteio entre aqueles que tiveram mais comentários;
Os livros serão enviados em até 45 dias. O blog não se responsabiliza por extravios.

[Resultado] Top Comentarista Setembro

| 17 comentários

Boa noite, leitores! Está no ar o resultado do top comentarista de setembro. Oito pessoas comentaram em todos os posts, então tem sorteio para decidir o ganhador. :)

A ordem de sorteio é:
1. Camila Rezende
2. Giulianna Santicioli
3. Janaina Silva
4. Lily Viana
5. Ludyanne Carvalho
6. Marlene Conceição
7. Naiara Fidelis
8. Sâmella Raissa

E a ganhadora é...

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

[Resenha] A conquista

| 12 comentários
Autora: Elle Kennedy
Páginas: 336
Editora: Paralela
Série: Amores improváveis, 4
De todos os jogadores do time de Hóquei da universidade de Briar, John Tucker se destaca por ser o mais sensato, gentil e amável. Diferente de seus amigos mulherengos, ele sonha mesmo é com uma vida tranquila- esposa, filhos e, quem sabe um dia, abrir um negócio próprio. Mas nem mesmo o cara mais calmo do mundo estaria preparado para o turbilhão de emoções que ele está prestes a enfrentar. Sabrina James é a pessoa mais ambiciosa, dedicada e batalhadora do campus. Seu jeito sério e objetivo é interpretado por muitos como frieza, mas ela não está nem aí para sua fama de antipática. Tudo o que ela quer é passar em Harvard, tirar ótimas notas e conquistar a tão sonhada carreira como advogada. Só assim ela conseguirá escapar de seu passado difícil e de sua família terrível. Um acontecimento inesperado vai desses jovens de cabeça para baixo. Tucker e Sabrina vão precisar se unir e rever seus planos para o futuro. Juntos, eles aprenderão que a vida é cheia de surpresas, e que o amor é a maior conquista de todas.

1. O acordo
2. O erro
3. O jogo

Eu nem acredito que A conquista é o último livro da série Amores improváveis! Não estou preparada para me despedir desses jogadores de hóquei! Alguém aí está?! Eu queria muito muito muito que o livro com Tucker chegasse, ele sempre foi uma incógnita não só para seus colegas, como para mim também. Ele nunca contava sobre as garotas que ficava, sempre foi calado e ótimo com trabalhos domésticos. Foi meio que impossível não ficar curiosa com relação a ele. Não é? Depois de todo o fogo de Dean quase nos incendiar, foi muito bom conhecer melhor Tucker, que é calmo, mas muito determinado com o que quer. No livro anterior o final já nos joga uma bomba no colo, já sabemos o que nos espera, mas o desenvolvimento é ainda melhor.


terça-feira, 26 de setembro de 2017

[Novidades] Faro Editorial

| 10 comentários
Boa noite, leitores! Eu sei que outubro nem chegou ainda, mas estou muito animada para já mostrar para vocês dois lançamentos da Faro Editorial! ♥ Vamos ter dois livros de autores que já foram publicados pela editora: Victor Bonini (Colega de quarto) e Lauren Blakely (Big rock). Eu estou ansiosa para conferir esse dois lançamentos. Vamos saber um pouco mais sobre eles?!

O dia seria especial. Aliás, o final de semana todo foi pensado para ser perfeito. O sítio fora reservado para 4 dias de festa, os convidados estavam se divertindo, os dias estavam lindos e inspirava amor – apesar de todos os rumores - Diana e Plínio iam sim, se casar. E agora nada mais poderia dar errado. Mas alguém pensava diferente, muito diferente.
A Faro Editorial lança em outubro o suspense policial “O Casamento”, de Victor Bonini. Um dos autores de ficção policialmais promissores da nova geração. Depois do sucesso com Colega de Quarto ( 2015), Victor cria um cenário para o crime perfeito, dessa vez, com muito mais camadas de intrigas e dezenas de suspeitos!
Diana e Plínio não eram o casal perfeito, mas eles superaram todas as adversidades e decidiramse casar. A família de Diana não era favorável; já a família de Plínio tinha um modo estranho de se relacionar uns com os outros. Mas o amor é o que importa, certo?
Era o que Conrado Bardelli, o detetive Lyra, pensava, e foi o que o fez aceitar o convite para aquele final de semana. A filha do seu amigo Oscar ia se casar e, de quebra, poderia ficar de olho em seu novo cliente, Ricardo Gurgel, amigo das famílias e sobrinho da juíza de paz. Alguém estava chantageando Gurgel, então tinha tudo para ser uma investigação protocolar, algo que não ia interferir no casamento.
Mas aquele estava longe de ser um casamento tranquilo, aliás, nada ali traduzia harmonia, nem a relação dos pais dos noivos, nem das madrinhas, nem de muitos convidados, mas agora ele já estava dentro da festa.
Duas mulheres cruelmente assassinadas.Um chantagista misterioso e sádico. Segredos sujos a cada momento. Uma investigação que parece não ter fim. Quem é o culpado? Por que parece que ninguém fala a verdade? Será que pela primeira vez um assassino conseguiu planejar o crime perfeito? Um thriller de tirar o fôlego e que vai te fazer repensar o próximo convite para um casamento.

Nick Hammer tem a vida que todo cara sempre sonhou: dinheiro, fama de pegador e mulheres lindas aos seus pés, que não esperam nada em troca além do melhor sexo de suas vidas. E tudo isso graças ao seu personagem, Mister Orgasmo, que saiu das páginas dos gibis para ganhar um programa na televisão. Agora Nick se tornou o mentor sexual de homens ao redor do mundo e o objeto de desejo de todas as mulheres. Parapara Nick, e seu alter ego Mister O, a receita é simples: dar prazer, sempre!
Mas quando Harper pede a Nick que lhe dê aulas de sedução, fica quase impossível resistir. Harper, A irmã de seu melhor amigo, Spencer Holiday, também quer aprender as valiosas lições de Nick e Mister. Ela é divertida, inteligente, linda e irresistivelmente sexy. E lutar contra o desejo de ter ela em sua cama, e pior ainda, fora dela, vai ser o pior pesadelo de Nick.
Existe apenas uma regra entre os homens, e ela é clara, você não pode, sob nenhuma hipótese, transar com a irmã do seu melhor amigo, Nunca!
Será mesmo que Mister O vai conseguir “salvar” essa mocinha e ainda não ferrar a relação com seu melhor amigo?
Um romance divertido, leve, sexy e que vai arrancar suspiros dos leitores. Afinal, não dizem que o amor e a amizade andam lado a lado? Talvez eles até possam dormir na mesma cama.

E aí, ficaram interessados por qual leitura? É claro que vou trazer a resenha desses dois livros aqui para vocês, então fiquem ligados! ;) 

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

[Resenha] Fera

| 10 comentários
Autora: Brie Spangler
Páginas: 384
Editora: Seguinte
Dylan não é como a maior parte dos garotos de quinze anos. Ele é corpulento, tem quase dois metros de altura e tantos pelos no corpo que acabou ganhando o apelido de Fera na escola. Quando ele conhece Jamie, em uma sessão de terapia em grupo para adolescentes, se apaixona quase instantaneamente. Ela é linda, engraçada, inteligente e, ao contrário de todas as pessoas de sua idade, parece não se importar nem um pouco com a aparência dele. O que Dylan não sabe de início, porém, é que Jamie também não é como a maioria das garotas de quinze anos - ela é transgênera, ou seja, se identifica com o gênero feminino, mas foi designada com o sexo masculino ao nascer. Agora Dylan vai ter que decidir entre esconder seus sentimentos por medo do que os outros podem pensar ou enfrentar seus preconceitos e seguir seu coração.


Fera, da autora Brie Spangler, é uma releitura de A Bela e a Fera, mas com um diferencial impactante e importante nos dias de hoje: o universo LGBT é retratado de forma sensível pela personagem Jamie. Além do tema preconceito inserido na trama, temos também a questão do ideal de beleza, e sobre se sentir bem consigo mesmo. Temos dois lados: Dylan que é muito alto e peludo, e que se acha feio, afinal, todos o apelidaram de Fera. E temos Jamie, que é linda e muito autoconfiante, mas, que por ser trans, acaba sofrendo preconceito das pessoas que não entendem seus sentimentos.

domingo, 24 de setembro de 2017

[Resenha] O homem mais inteligente da história

| 10 comentários
Autor: Augusto Cury
Páginas: 272
Editora: Sextante
O homem mais inteligente da história é fruto de 15 anos de estudos e pesquisas. Considerado por Augusto Cury a obra mais importante de sua carreira, este é o primeiro volume de uma coleção que vai abalar nossas convicções e transformar nossa visão do personagem que julgávamos conhecer tão bem.
Psicólogo e pesquisador, Dr. Marco Polo desenvolveu uma teoria inédita sobre o funcionamento da mente e a gestão da emoção. Após sofrer uma terrível perda pessoal, ele vai a Jerusalém participar de um ciclo de conferências na ONU e é confrontado com uma pergunta surpreendente: Jesus sabia gerenciar a própria mente?
Ateu convicto, Marco Polo responde que ciência e religião não se misturam. No entanto, instigado pelo tema, decide analisar a inteligência de Cristo à luz das ciências humanas. Ele esperava encontrar um homem simplório, com poucos recursos emocionais. Mas ao mergulhar na inquietante biografia de Jesus presente no Livro de Lucas, suas crenças vão sendo pouco a pouco colocadas em xeque.
Para empreender essa incrível jornada, Marco Polo vai contar com uma mesa-redonda composta por dois brilhantes teólogos, um renomado neurocirurgião e sua assistente, a psiquiatra Sofia. Juntos, eles irão decifrar os sentidos ocultos em um dos textos mais famosos do Novo Testamento.
Os debates são transmitidos via internet e cativam espectadores em todo o mundo - mas nem todos estão preparados para ver Jesus sob uma ótica tão revolucionária. Agora os intelectuais terão que lidar com seus próprios fantasmas emocionais e encarar perigos que jamais imaginaram enfrentar.

Meus sentimentos com relação a este autor são conflitantes, já li O colecionador de lágrimas e O vendedor de sonhos. Gostei muito do primeiro, mas não gostei tanto do segundo, provavelmente não estava com o estado de espirito adequado para a leitura. Então não tinha muitas expectativas além da indicação de uma amiga que é fã do autor e que gostou muito do livro. E posso dizer com segurança que fiquei muito surpresa positivamente.

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

[Resenha] Frozen: Uma aventura congelante - A história do filme em quadrinhos

| 11 comentários
Páginas: 56
Editora: Pixel
Elsa, a futura rainha de Arendelle, possui a capacidade mágica de criar neve e gelo, mas esconde isso de todos, incluindo sua irmã mais nova Anna. Por conta disso, elas cresceram afastadas até o momento da coroação de Elsa. Um acidente acontece e faz com que a rainha fuja e se isole de todos. Contudo, ela condena Arendelle a um eterno inverno. É quando Anna decide se aventurar para salvar sua irmã e acabar com o frio.







E vamos de mais um quadrinho: Frozen, uma história bastante conhecida e que fez, e ainda faz, muito sucesso. Apesar de amar animação, mesmo assistindo poucas ultimamente, preciso confessar que achei que o filme era muito infantil e a história bobinha demais, por isso, nunca tive vontade de assistir. Mas, como recebi da editora este quadrinho, resolvi dar uma chance, e conferi a trama. E ok, me enganei, a história não é tão bobinha assim, na verdade, traz lições muito valiosas.

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

[Resenha] Londres é nossa!

| 11 comentários
Autora: Sarra Manning
Páginas: 266
Editora: Galera Record
Sunny sempre foi um pouco ingênua, até meio molenga. Mas quando recebe a foto de seu namorado beijando outra garota em seu celular, ela sabe exatamente o que fazer: encontrá-lo e terminar tudo. Só que... será que Mark não tem uma explicação para isso tudo? Eles estavam indo tão bem... Agora, Sunny precisa achar o rapaz em pleno sábado à noite em uma das cidades mais movimentadas do mundo. O que antes parecia uma tarefa simples virou uma verdadeira corrida maluca por Londres. No caminho, Sunny conhece um condutor de riquixá, grupo de dragqueens, sua banda girl power favorita e, principalmente, os Goddard – os gêmeos (primos) franceses mais misteriosos e descolados de Londres.


Londres é nossa! é a primeira experiência que eu tenho com a autora Sarra Manning. Eu havia ficado muito interessada pela obra por conta da sinopse e ambientação da trama. E, no final, foi uma leitura extremamente envolvente e que superou todas as minhas expectativas. Meu sonho é um dia conhecer Londres, então fiquei encantada com cada descrição que a autora fez. E me senti muito afim de viver uma aventura igual a de Sunny - tirando a parte de ver uma foto de meu namorado beijando outra, claro -, apesar de todo o drama, as situações são as mais divertidas! Essa foi uma leitura que me conquistou desde a primeira página e no caminho só foi reforçando minha empolgação pelo enredo e personagens. Sarra nos trouxe uma personagem carismática, com as dúvidas e inseguranças que todos os jovens possuem, mas uma determinação enorme no que se refere a sair de sua zona de conforto e mostrar sua opinião ao mundo.

domingo, 17 de setembro de 2017

[Resenha] Dumplin'

| 26 comentários
Autora: Julie Murphy
Páginas: 336
Editora: Valentina
Especialmente para os fãs de John Green e Rainbow Rowell, apresentamos uma destemida heroína e sua inesquecível história sobre empoderamento feminino, bullying, relação mãe e filha, e a busca da autoaceitação. Sob um céu estrelado e ao som de Dolly Parton, questões como o primeiro beijo, a melhor amiga, a perda de alguém que amamos demais e “estou acima do peso e ninguém tem nada com isso” fazem de Dumplin’ um sucesso que mexerá com o seu coração. Para sempre. Gorda assumida, Willowdean Dickson (apelidada de Dumplin’ pela mãe, uma ex-miss) convive bem com o próprio corpo. Na companhia da melhor amiga, Ellen, uma beldade tipicamente americana, as coisas sempre deram certo... até Will arrumar um emprego numa lanchonete de fast-food. Lá, ela conhece Bo, o Garoto da Escola Particular... e ele é tudo de bom. Will não fica surpresa quando se sente atraída por Bo. Mas leva um tremendo susto quando descobre que a atração é recíproca. Ao contrário do que se imaginava – a relação com Bo aumentaria ainda mais a sua autoestima –, Will começa a duvidar de si mesma e temer a reação dos colegas da escola. É então que decide recuperar a autoconfiança fazendo a coisa mais surreal que consegue imaginar: inscreve-se no Concurso Miss Jovem Flor do Texas – junto com três amigas totalmente fora do padrão –, para mostrar ao mundo que merece pisar naquele palco tanto quanto qualquer magricela.

Dumplin', da autora Julie Murphy, é uma obra que tenho lido diversos comentários positivos. Eu acabei ficando bastante curiosa para conhecer a trama, principalmente por saber que a protagonista é gorda. Como é difícil achar livros com personagens que não são magras! Ou será que eu que estou lendo os livros errados?! E o que mais me interessou na trama foi saber que Will é gorda e se aceita dessa forma! Alô, sociedade, vamos ler esse livro correndo! Apesar de sofrer com comentários maldosos, a garota não se importa com o que pensam. Ela é muito feliz do jeito que é. A delicadeza do enredo é impressionante. A autora nos trouxe uma personagem forte, mas que como qualquer ser humano, possui alguns momentos de insegurança. Mas, garanto que a primeira coisa que você vai pensar de Will é: ela arrasa!

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

[Resenha] Rockfeller

| 9 comentários
Autor: Alexandre Apolca
Páginas: 184
Editora: Nova Paris
Beto Rockfeller, que possui uma leve versão da síndrome da mão alheia, sonha em fazer sucesso com sua banda de rock. Após ser preso injustamente em um protesto na Avenida Paulista, é liberado e orientado a deixar São Paulo. Ele e sua desconhecida banda — cujos integrantes são: Yakult, Gringo e Santiago dos Santos — decidem se mudar para a mística São Thomé das Letras, a Machu Picchu brasileira. É exatamente nessa aconchegante cidadezinha mineira que começa uma trama estonteante e dinâmica — repleta de aventuras, romances, crimes e mistérios. Rockfeller se envolve com Anita Andrade, a namorada de um dos seus amigos. Esse triângulo amoroso é surpreendido com a súbita aparição de uma terrível enfermidade. Ele, desconcertado, se vê diante de uma difícil decisão, que mexe brutalmente com seus princípios morais e o pior, Rock pagará caro por sua indigesta decisão, seja ela qual for. Além disso, é obrigado a conviver com seus fantasmas, desilusões e psicoses e ainda tem de se acostumar com um enigmático corvo que o persegue.
No entanto, após muito tempo, Rockfeller consegue uma segunda chance de ser feliz no Rio de Janeiro, as suas desventuras e psicoses ressurgem, e isso pode levá-lo a uma irreparável situação em que nem tudo que se vê pode ser real...


Recebi Rockfeller do Alexandre Apolca, e esta é minha primeira experiência com a escrita do autor. Quando eu li a sinopse fiquei bastante atraída pela trama, mas após finalizar a leitura percebi que gostei bem mais do que imaginava. O autor consegue prender o leitor com um enredo cheio de suspense, misticismo e mistérios. O livro é curto, tem menos de duzentas páginas, e eu confesso que achei que não teria um desenvolvimento tão bom quanto o que eu encontrei. Em nenhum momento eu senti que o autor quis apressar as coisas para finalizar a obra, na verdade, parece que há bem mais páginas, de tão envolvente que é sua narrativa.

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

[Resenha] Guerra do velho

| 10 comentários
Autor: John Scalzi
Páginas: 368
Editora: Aleph
Série: Guerra do velho, 1
A humanidade finalmente chegou à era das viagens interestelares. A má notícia é que há poucos planetas habitáveis disponíveis – e muitos alienígenas lutando por eles. Para proteger a Terra e também conquistar novos territórios, a raça humana conta com tecnologias inovadoras e com a habilidade e a disposição das FCD - Forças Coloniais de Defesa. Mas, para se alistar, é necessário ter mais de 75 anos. John Perry vai aceitar esse desafio, e ele tem apenas uma vaga ideia do que pode esperar.






Uma aventura militar baseada na obra Tropas Estelares do Robert A. Heinlein, que segue o mesmo ritmo e possui uma dinâmica parecida, mas a diferença na obra do John Scalzi está na modernização da narrativa, na forma de contar história, que tem haver mais com a época e realidade do autor, pois com um jeito direto e com maior profundidade nas relações humanas, o livro consegue entregar maior entrosamento e conexão humana, algo que faltou no livro do Heinlein; mas as obras ficam praticamente no mesmo nível de crítica social e apontamentos sobre a humanidade (mas ainda considero o livro do Heinlein superior nesse quesito, pois as explicações do motivo do alistamento e as aulas no treinamento têm maior destaque). 

terça-feira, 12 de setembro de 2017

[Resenha] O garoto da loteria

| 10 comentários
Autor: Michael Byrne
Páginas: 288
Editora: Rocco Jovens Leitores
Primeiro livro do inglês Michael Byrne, O garoto da loteria é uma história sobre sobrevivência, esperança e amadurecimento. Bully tem 12 anos e, desde que perdeu a mãe, vive nas ruas de Londres. Sua única companhia é a cadela Jack, com quem ele divide a cama improvisada a cada noite e o pouco que consegue para comer no dia a dia. Mas também seu amor e o sonho de conquistar um futuro melhor. Quando encontra um bilhete de loteria premiado, num antigo cartão de aniversário que sua mãe lhe deixou, Bully e Jack embarcam numa dramática jornada para retirar o prêmio. Afinal, em quem confiar quando se é uma criança desamparada que subitamente vira “o garoto da loteria”?




O garoto da loteria é o livro de estreia do autor Michael Byrne. Publicado pelo selo Rocco Jovens Leitores, a trama irá nos apresentar uma história marcante sobre sobrevivência, família, amizade e esperança. O enrendo não te faz chorar, nem nada do tipo, mas comove igualmente. Quantas crianças não passam pelo mesmo que o protagonista? É um livro que mostra diversos infortúnios que o personagem passa para sobreviver. E então, nos faz pensar que às vezes reclamamos por tão pouco.

domingo, 10 de setembro de 2017

[Resenha] Dica da Ka

| 11 comentários
Autora: Karina Milanesi
Páginas: 120
Editora: BelasLetras
Invente, recicle, reuse, decore, transforme sua casa e sua autoestima, colocando sua identidade naquilo que você toca. Venha botar a mão na massa com Karina Milanesi, uma das maiores especialistas em DIY (Faça você mesma) e fundadora do Dica da Ka, canal com mais de 40 milhões de visualizações no Youtube. Surpreenda-se com o que você tem o poder de fazer sozinha, mas não imaginava! Motive-se, divirta-se muito e descubra ao longo das páginas deste livro (incluindo esta capa) dons escondidos em você com dicas inéditas de decoração da Ka, com o passo a passo de cada uma. Porque não tem presente tão bom quanto ouvir um elogio por algo que você fez e responder: “Gostou? Fui eu que fiz!”.

Dica da Ka é um livro cheio de dicas para deixar seu cantinho mais fofo e lindo. Mesmo eu que não tenho nenhuma habilidade achei as dicas muitos fáceis de realizar. Eu confesso que acho o máximo os vídeos de DIY (faça você mesmo), mas sempre penso que não vou conseguir fazer. Porém, as dicas que a Ka trouxe são bem simples. E o melhor de tudo, são itens decorativos baratos, e alguns nós até mesmo temos em casa.


sábado, 9 de setembro de 2017

[Resenha] Meus dias com você

| 12 comentários
Autora: Clare Swatman
Páginas: 288
Editora: Arqueiro
Quando o marido de Zoe morre, o mundo dela desaba. Mas e se fosse possível tê-lo de volta?
Numa fatídica manhã, Ed e Zoe têm uma discussão terrível, algo recorrente no seu casamento em crise, e ela acaba se despedindo de forma brusca quando ele sai para o trabalho.
Pouco tempo depois, um ônibus acerta a bicicleta de Ed, matando-o e deixando Zoe arrasada por não ter lhe dito quanto o amava. Se tivessem ficado mais um pouco juntos aquela manhã, ele ainda estaria vivo? Será que poderiam ter reconstruído o amor que os unira?
Após dois meses, Zoe ainda não conseguiu se conformar. De luto, decide cuidar do jardim do marido, quando acaba caindo e desmaiando. Então, algo estranho acontece: ao acordar, ela está em 1993, no dia em que conheceu Ed na faculdade.
A partir desse instante, Zoe passa a reviver momentos cruciais de sua vida e percebe que talvez tenha conseguido uma segunda chance: uma oportunidade de fazer tudo diferente, de focar naquilo que realmente importa, de mudar os rumos do relacionamento – e, quem sabe, o destino de seu grande amor.

Meus dias com você é um romance lindo, sensível e reflexivo. A trama nos mostra que em momentos de luto, ou momentos difíceis, não podemos nos afastar de quem amamos. A família e amigos são a nossa âncora para essas situações. E Zoe aprende isso da maneira mais difícil. O enredo do início ao fim nos apresenta pontos que nos fazem repensar na vida e em nossas decisões. A personagem teve a chance de reviver esses momentos, e enxergar o que poderia ter feito de diferente, mas, na vida real isso não é possível. Essa foi uma leitura forte e bonita, que me encantou de diversas formas.

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

[Resenha] Rainbow

| 11 comentários
Autora: M. S. Fayes
Páginas: 288
Editora: Pandorga
Rainbow Walker sempre se sentiu diferente das garotas da sua idade. Com um nome peculiar e uma família estranha, ela nunca conseguiu estabelecer vínculos ou manter muitas amizades. Agora, em uma nova cidade, ela terá que se adaptar a uma nova escola e rotina, ao mesmo tempo em que precisa deixar sua introspecção de lado.
Mas Rainbow não está sozinha nessa jornada, já que uma pessoa inesperada entra em seu caminho, fazendo com que ela precise rever todos os velhos preconceitos em relação aos outros, se obrigando a deixar as pessoas entrarem na sua vida.
Reviravoltas, conflitos familiares e toda espécie de desventuras típicas de uma adolescente no Ensino Médio não podem competir com o que ela menos esperava encontrar: o amor e a autodescoberta.


Rainbow é aquele tipo de livro que te conquista já nas primeiras páginas. Eu nunca tinha lido nada da M. S. Fayes, mas já gostei de cara de sua escrita. A história trata sobre um tema bastante importante: o bullying. A personagem principal passa por poucas e boas por conta de seu nome e da vida que os pais escolheram. A autora mostra uma garota que precisa amadurecer antes do tempo, que se fechou para qualquer coisa boa da vida. E ainda, há um romance fofo envolvido, que só deixou a leitura ainda mais empolgante.

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

[Resenha] Monstros e ladrões

| 11 comentários
Autor: Celso Gutfreind
Páginas: 32
Editora: Edelbra
Era uma vez um menino que era todo de prestar atenção para dentro, lá onde moram os pensamentos. Um dia, quando monstros começaram a aparecer, ele descobriu com seu pai - e o bigode dele - que sempre tem um jeito pra tudo. Pelo menos era nisso que ele acreditava até o dia em que o bigode do pai ficou todo nervoso por causa de uns monstros diferentes, que são gente, mas não lembram disso. E agora? Será que para isso também tem um jeito de resolver?





Monstros e ladrões é um livro infantil, do autor Celso Gutfreind, e ilustrado por Paulo Thumé. A obra nos mostra que crianças não devem ser poupadas dos monstros que nos cercam no nosso dia a dia. E também ensina como ajudá-las a lidar com os tais monstrinhos. Tanto os imaginários quanto os bastante reais.


quarta-feira, 6 de setembro de 2017

[Novidades] Editora Arqueiro

| 11 comentários
Em 1558, as pedras ancestrais da Catedral de Kingsbridge testemunham o conflito religioso que dilacera a cidade. Enquanto católicos e protestantes lutam pelo poder, a única coisa que Ned Willard deseja é se casar com Margery Fitzgerald. No entanto, quando os dois se veem em lados opostos do conflito, Ned escolhe servir à princesa Elizabeth da Inglaterra.
Assim que Elizabeth ascende ao trono, a Europa inteira se volta contra a Inglaterra e se multiplicam complôs de assassinato, planos de rebelião e tentativas de invasão. Astuta e decidida, a jovem soberana monta o primeiro serviço secreto do país, para descobrir as ameaças com a maior antecedência possível.
Ao longo das turbulentas décadas seguintes, o amor de Ned e Margery não arrefece, mas parece cada vez mais fadado ao fracasso. Enquanto isso, o extremismo religioso cresce, gerando uma onda de violência que se alastra de Edimburgo a Genebra. Protegida por um pequeno e dedicado grupo de talentosos espiões e corajosos agentes secretos, Elizabeth tenta se manter no trono e continuar fiel a seus princípios.
Coluna de fogo é um dos livros mais emocionantes e ambiciosos de Ken Follett, uma história de espiões ambientada no século XVI que vai encantar seus fãs de longa data e servir como o ponto de partida perfeito para quem ainda não conhece seu trabalho.

Tudo ia bem na vida de Riley Moore, um ex-presidiário que trabalha duro para se manter de forma honesta em Nova York. Um telefonema da mãe, no entanto, acaba tirando o rapaz dos eixos: o pai está internado em estado crítico, depois de sofrer o segundo ataque cardíaco em menos de dois anos.
Para estar ao lado da mãe nesse momento tão difícil e tentar resolver seus conflitos com o pai antes que seja tarde demais, Riley deixa tudo para trás e retorna a Michigan, sua terra natal, pela primeira vez em cinco anos.
Mas lá não estão apenas os pais de Riley e as memórias de sua família: Lexie Pierce ainda vive na cidade. Grande amor da vida de Riley, ela também foi a responsável por deixar seu coração em pedaços.
Como se a alma de um atraísse a do outro, o encontro entre os dois é inevitável. As lembranças de um amor poderoso fazem Riley querer Lexie de volta aos seus braços. Entretanto, a garota esconde um grande segredo, capaz de colocar à prova a confiança e os sentimentos do rapaz. Será que eles conseguirão superar a dor e o sofrimento de sua história para enfim viverem felizes para sempre?

Elizabeth Hotchkiss precisa se casar com um homem rico, e bem rápido. Com três irmãos mais novos para sustentar, ela sabe que não lhe resta outra alternativa.
Então, quando encontra o livro Como se casar com um marquêsna biblioteca de lady Danbury, para quem trabalha como dama de companhia, ela não pensa duas vezes: coloca o exemplar na bolsa e leva para casa.
Incentivada por uma das irmãs, Elizabeth decide encontrar um homem qualquer para praticar as técnicas ensinadas no pequeno manual.
É quando surge James Siddons, marquês de Riverdale e sobrinho de lady Danbury, que o convocou para salvá-la de um chantagista. Para realizar a investigação, ele finge ser outra pessoa. E o primeiro nome na sua lista de suspeitos é justamente... Elizabeth Hotchkiss.
Intrigado pela atraente jovem com o curioso livrinho de regras, James galantemente se oferece para ajudá-la a conseguir um marido, deixando-a praticar as técnicas com ele. Afinal, quanto mais tempo passar na companhia de Elizabeth, mais perto estará de descobrir se ela é culpada.
Mas quando o treinamento se torna perfeito demais, James decide que só há uma regra que vale a pena seguir: que Elizabeth se case com seu marquês.

Que lady Clara Fairfax é dona de uma beleza estonteante, Londres inteira já sabe. Mas a fila de pretendentes que bate à porta de sua casa com propostas de casamento já está irritando a jovem.
Cansada de ser vista apenas como um ornamento, Clara decide afastar-se um pouco da alta sociedade e se dedicar à caridade. Um dia, numa visita a uma obra social, ela depara com uma garota em perigo e pede ajuda ao alto, sombrio e enervante advogado Oliver Radford.
Radford sempre foi avesso à nobreza, mas, para sua surpresa, pode vir a se tornar o próximo duque de Malvern. Embora queira manter sua relação com Clara no campo estritamente profissional, aos poucos ele percebe que ela, além de linda, é inteligente, sensível e corajosa.
E quando a perspectiva de casamento se aproxima, tudo o que Radford pode fazer é tentar não perder a cabeça por Clara. Será que a herdeira mais adorada da sociedade e o solteiro menos acessível de Londres serão vítimas de seus próprios desejos?
Em Romance entre rendas, livro que encerra a série As Modistas, Loretta Chase nos brinda com uma história envolvente e cheia de paixão, com personagens fortes e marcantes.

Caçula de três irmãs, Angela DeSaria já tinha traçado sua vida desde pequena: escola, faculdade, casamento, maternidade. Porém, depois de anos tentando engravidar, o relacionamento com o marido não resistiu, soterrado pelo peso dos sonhos não realizados.
Após o divórcio, Angie volta a morar na sua cidade natal e retorna ao seio da família carinhosa e meio doida. Em West End, onde a vida vai e vem ao sabor das marés, ela conhece a garota que mudará a sua vida para sempre.
Lauren Ribido é uma adolescente estudiosa, bem-educada e trabalhadora. Apesar de morar em uma das áreas mais decadentes da cidade com a mãe alcoólatra e negligente, a menina sonha cursar uma boa faculdade e ter um futuro melhor.
Desde o primeiro momento, Angie enxerga em Lauren algo especial e, rapidamente, uma forte conexão se forma: uma mulher que deseja um filho, uma menina que anseia pelo amor materno. Porém, nada poderia preparar as duas para a repercussão do relacionamento delas. Numa reviravolta dramática, Angie e Lauren serão testadas de forma extrema e, juntas, embarcarão em uma jornada tocante em busca do verdadeiro significado de família.

Após uma juventude de rebeldia e bebedeira, John Tyree decidiu dar início a um novo capítulo em sua vida e se alistou no Exército. Um ano depois, agora um novo homem, ele retorna a Wilmington, na Carolina do Norte, para passar um tempo com o velho pai.
Uma tarde, enquanto admira o pôr do sol da pequena cidade litorânea, ele conhece a garota de seus sonhos. Além de ser linda, Savannah é amigável, de sorriso fácil, um exemplo de boa conduta e altruísmo. Curiosamente, esse contraste de personalidades não impede que um sentimento arrebatador nasça entre os dois.
No entanto, John precisa voltar para a Alemanha a fim de concluir o serviço militar. Em nome do amor, Savannah decide esperar por ele, enquanto o jovem soldado promete que, após esse período, vai ficar para sempre ao lado da mulher que conquistou seu coração.
O que nenhum dos dois poderia esperar eram os eventos do 11 de Setembro. Enquanto John entra em combate no Iraque, Savannah precisa reunir forças para superar a dor da distância. Nesse cenário de saudade e incertezas, uma simples carta pode mudar a vida dos dois para sempre.


[Novidades] Editora Valentina

| 11 comentários
Sorrisos Quebrados gira em torno de três personagens: a jovem Paola, a pequena Sol e seu pai, André. Os três são vítimas de violências distintas, que deixaram marcas profundas em cada um. Trata-se de uma história de superação de dores, magia, estrelas e de como importantes laços humanos podem se formar a partir da autoaceitação, da arte e da tolerância no cotidiano.

Sofia Silva nasceu em Vila Nova de Gaia,Portugal. É licenciada em Ensino Básico (1º Ciclo) pela Universidade de Aveiro. Amante da literatura, em especial da poesia e, nela, de Pablo Neruda. Sempre gostou dos sentimentos contidos nas palavras e do poder que exercem sobre os leitores. Ávida devoradora de romances,com predileção pelos dramáticos de final feliz, desde jovem participa ativamente do meio literário. Em dezembro de 2014, iniciou-se na ficção através da plataforma online Wattpad coma Série Quebrados, cujo foco são histórias sobre violência doméstica, deficiência física e abuso sexual. Com mais de 1 milhão de leituras e o apoio fervoroso das leitoras brasileiras, publicou,dois anos depois, o seu primeiro livro na Amazon,Sorrisos Quebrados, atingindo o top 10 de vendas em ebook no Brasil. Para o futuro, deseja continuar a dar voz aos problemas da sociedade através de personagens que ultrapassam inúmeros obstáculos e merecem ser felizes. 

Ser o baixista da banda de rock mais famosa do mundo proporcionou muitas vantagens para Griffin Hancock: uma bela casa, um carro veloz e, o mais importante, sua incrível esposa Anna. A única coisa que a fama não lhe trouxe foi um refletor focado apenas nele. Anna o aconselha a ser paciente, e diz que seu talento vai acabar por lhe trazer isso. Só que Griffin está farto de esperar.
De forma inesperada para todos, Griffin toma uma decisão chocante e resolve assumir o maior risco de sua vida. Subitamente ele se vê debaixo de novos refletores, luzes, câmeras e... caos -- algo que acaba por levar ao limite o seu relacionamento com Anna. Sua compreensiva esposa sempre considerou sexy o comportamento imprevisível do marido, mas, de repente, sentimentos de dor começam a transparecer em seus olhos, e isso coloca a alma de Griffin em uma espiral de desespero e infelicidade.Justamente quando o reconhecimento do seu talento está ao seu alcance, a pessoa que ele mais ama no mundo pode estar lhe escorrendo pelos dedos.

S. C. Stephens é um dos maiores fenômenos da autopublicação dos Estados Unidos(agora uma das estrelas da Hachette). Adora escrever histórias bem românticas, recheadas de emoção e paixão. Além de escrever, adora ler novos autores, ir ao cinema e, principalmente, estar com os filhos. Para entrar em contato, escreva para ThoughtlessRomantic@gmail.com ou visite www.authorscstephens.com.

terça-feira, 5 de setembro de 2017

[Resenha] À primeira vista

| 11 comentários
Autores: David Levithan e Nina LaCour
Páginas: 294
Editora: Galera Record
Mark e Kate são da mesma turma de cálculo, mas nunca trocaram uma única palavra. Fora da escola, seus caminhos nunca se cruzaram... Até uma noite, em meio à semana do orgulho gay de São Francisco. Mark, apaixonado pelo melhor amigo — que pode ou não se sentir do mesmo jeito —, aceita o desafio que mudará sua vida. E sobe no balcão do bar em um concurso de dança um pouco diferente... Na plateia, Kate, fugindo da garota que ela ama a distância por meses e confusa por não se sentir mais em sintonia com as próprias amigas, se encanta pela coragem e entrega do rapaz. E decide: eles vão ser amigos. Em meio a festas exclusivas, fotógrafos famosos, exposições em galerias hypadas, essa ligação se torna cada vez mais forte. E Mark e Kate logo descobrem que, em muito pouco tempo, conhecem um ao outro melhor que qualquer pessoa. Uma história comovente sobre navegar as alegrias e tristezas do primeiro amor... uma verdade de cada vez.

À primeira vista  é um romance jovem adulto, escrito por David Levithan em parceria com Nina LaCour. Eu gosto bastante da escrita do autor, li alguns livros dele em parceria com outros autores, e é incrível a leveza que ele traz para suas tramas com temática LGBT. Essa é uma leitura muito importante para os jovens, e que foi muito bem desenvolvida. Eu gostei muito da trama e dos personagens, que serviram para deixar o enredo ainda mais marcante. 

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

[Resenha] Quem era ela

| 12 comentários
Autor: JP Delaney
Páginas: 336
Editora: Intrínseca
É preciso responder a uma série de perguntas, passar por um criterioso processo de seleção e se comprometer a seguir inúmeras regras para morar no nº 1 da Folgate Street, uma casa linda e minimalista, obra-prima da arquitetura em Londres. Mas há um preço a se pagar para viver no lugar perfeito. Mesmo em condições tão peculiares, a casa atrai inúmeros interessados, entre eles Jane, uma mulher que, depois de uma terrível perda, busca um ponto de recomeço. Jane é incapaz de resistir aos encantos da casa, mas pouco depois de se mudar descobre a morte trágica da inquilina anterior. Há muitos segredos por trás daquelas paredes claras e imaculadas. Com tantas regras a cumprir, tantos fatos estranhos acontecendo ao seu redor e uma sensação constante de estar sendo observada, o que parecia um ambiente tranquilo na verdade se mostra ameaçador.
Enquanto tenta descobrir quem era aquela mulher que habitou o mesmo espaço que o seu, Jane vê sua vida se entrelaçar à da outra garota e sente que precisa se apressar para descobrir a verdade ou corre o risco de ter o mesmo destino. Com um suspense de tirar o fôlego e um clima de tensão do início ao fim, JP Delaney constrói um thriller brilhante repleto de reviravoltas até a última página. Uma história de duplicidade, morte e mentiras.

Ganhei o livro no início do ano da minha incrível mãe, mas tinha outras prioridades e assim fui deixando o tempo passar. Então recentemente percebi que precisava de uma leitura diferente, e como suspense é um gênero que não leio muito resolvi me aventurar e sem sombra de dúvida não me arrependi.

domingo, 3 de setembro de 2017

Pilha de leitura #52

| 13 comentários

Boa noite, leitores! Em agosto eu, aparentemente, li bastante livros, porém, tive uma tremenda ressaca literária, e fiquei alguns dias a mais em alguns deles. Acabou que um dos livros da pilha de agosto não deu tempo de ler. ): Dei uma desanimada com as leituras e o blog em geral, mas acho que já voltei ao normal, assim espero! Vamos conferir o que eu andei lendo?

sábado, 2 de setembro de 2017

Caixinha de correio #121

| 13 comentários

Boa noite, leitores! Está no ar o post tão esperado: a caixinha de correio! Eu recebi muiiiita coisa em agosto, venham conferir!