quarta-feira, 8 de junho de 2016

[Resenha] Cinco porquinhos

|
Autora: Agatha Christie
Páginas: 328
Editora: Globo
Cinco porquinhos é um dos maiores clássicos do clássico detetive belga Hércule Poirot. Tudo começa com uma carta, seguida então da presença de sua autora, Carla Lemarchant: "uma jovem alta e esbelta de vinte e poucos anos; o tipo de mulher jovem para quem definitivamente se olhava duas vezes". Trata-se de, triplamente, pedir para Poirot resolver um crime, desfazer uma injustiça e limpar um nome. O crime, o assassinato de seu pai, o célebre pintor (e ainda mais célebre mulherengo) Amyas Crale; a injustiça, a condenação de sua mãe, a bela Mrs. Crale, pelo assassinato; o nome, a dessa mesma Mrs. Crale, já falecida (estamos dezesseis anos depois do crime), que sua filha jura ser inocente, apesar de todas as provas em contrário. Resta, naturalmente, encontrar então o verdadeiro assassino, uma das cinco pessoas que estavam na casa do pintor naquele dia fatídico...


Não tenho uma experiência muita vasta em leitura de livros da rainha dos livros policiais, a Agatha Christie. Com essa última leitura, li um total de apenas três obras dela, e foi totalmente fora da ordem cronológica; li apenas porque as sinopses me deixaram curiosa. Então ainda estou tentando entender a mente tão brilhante dessa mulher, que quando acho que vou adivinhar quem é o assassino, sou mais uma vez surpreendida. 

O interessante é que os livros dela fazem você questionar seu raciocínio lógico, e a cada obra sempre têm nuances diferentes para fazer você ter uma boa experiência de leitura. 

Nesse livro em questão, Cinco Porquinhos, somos apresentados a uma filha que quer descobrir a verdade por trás de um crime ocorrido 16 anos atrás, quando ela ainda era uma garotinha de 5 anos; e mesmo sendo afastada de tudo e sendo criada por parentes em outro país após todo o ocorrido, o passado sempre volta pra assombrar as pessoas e ela quer esclarecer tudo para seguir sua vida.

E ninguém melhor que o famoso detetive Hércule Poirot para ajudar essa jovem, que com 21 anos, prestes a se casar, apresenta algo que sua mãe lhe enviou antes de falecer e apresenta toda sua aflição e questionamentos para que o célebre detetive descubra a verdade por trás de tanta dúvida e sombras do passado.

O livro é dividido em três partes. Sendo a primeira um panorama e a busca de Poirot nas investigações por tudo que envolveu o crime: funcionários da justiça, advogado de acusação, advogado de defesa, superintendente da polícia, e enfim as cinco pessoas relacionadas com o crime em questão. A segunda parte acompanha as narrativas que cada um dos cinco têm sobre o crime. E a terceira e última parte apresenta a conclusão com a perspicácia do detetive Hércule Poirot, que com sua mente fascinante, usa-se de análises psicológicas para descobrir o que existe por trás de tantos pontos de vista.

O que me fascina a cada obra da Agatha Christie, além de sua narrativa ágil e fluída, é a razão do livro acabar sendo não apenas uma investigação policial, mas sim um algo a mais, pois fico envolvida com os questionamentos e críticas sociais, as peculiaridades de cada ser humano, suas motivações e visão de vida que mostram o quanto um ser humano é complexo. O que uma pessoa aparenta, o que ela representa, tudo é questionável e varia de acordo com a visão do mundo que se tem, mas o único com uma mente super capacitada pra enxergar o que existe escondido além de tudo isso, é o grande Poirot.

Eu realmente me vejo lendo livros da Agatha Christie sempre que eu puder, e ainda bem que existem muitos dela por aí, porque uma coisa ela sabe fazer bem: conquistar leitores, não importa o tempo que se passe.

8 comentários:

  1. Ooi, tudo bem? :)
    Acredita que nunca li nada da Agatha Christie?? Pois é!
    Confissão: Quando li o nome imaginei que fosse a própria historia dos 3 porquinhos. kkkkk
    Então, não gosto muito do gênero da autora, não e atoa que nunca i um, então passo a dica. mas que bom que gostou!

    Beijoos
    http://estantemineira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem?
    Ainda não li nenhum livro da Agatha Christie e não é por causa do gênero. Amo suspense, e é uma das autoras que quero ler futuramente. Gosto de livros com a narrativa ágil e fluída, além da leitura envolvente. Cinco Porquinhos é um livro que quero adicionar nas minhas próximas leituras com certeza.
    Beijos.

    Um Rascunho a Mais

    ResponderExcluir
  3. Eu ainda não li nada da autora e sinceramente esse livro não me cativou. Pode até ser bom e gostei da sua resenha, mas não senti vontade de ler. Bjs Lyh



    Blog Rascunhos da Lyh

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Eu não tenho muita intimidade com a autora, só li um até agora mas mesmo assim não completei a leitura e acabei abandonando.
    Mas esse é um gênero que gosto muito, então vou anotar esse livro pra dar uma chance futura pra ele.
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Oi Dandra!
    Agatha é uma das minhas autoras preferidas. Comecei a ler seus livros quando era muito novinha e acabei me apaixonando super pela escrita e pelas histórias.
    Ainda não li Cinco Porquinhos, mas tenho ele aqui em casa. Adoro o Poirot e invejo aquela sagacidade aguçada que ele tem e a forma como ele consegue sempre descobrir o que (e quem) está por trás de cada um dos crimes.
    Espero ler logo. ;)
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oie, Dandra!
    Eu sou apaixonada pela escrita da Agatha. A forma dela cosntruir os personagens, cenários, situações e crimes é tão instigante. Além de me estimular a tentar desvendar os crimes.
    Esse eu ainda não li, mas vou logo procurar...
    Beijinhos
    Anna - Letras & Versos

    ResponderExcluir
  7. Oi Dandra, nunca li nenhum livro da Ágatha, mas tenho uma amiga que é apaixonada por ela e acho que ela tem todos os livros dela, até em inglês! Gosto de suspense e depois da sua indicação tenho mais um motivo para ler um livro dela.
    Bjinhos

    ResponderExcluir
  8. Agatha Christie é simplesmente DIVA!
    Adoro o gênero literário em questão, li vários livros dela, mas infelizmente não tive a oportunidade de ler todos como eu gostaria.
    Adorei a sua resenha e a forma na qual falou da Diva.
    Esse livro ainda não tive a oportunidade de ler, mas sua resenha me chamou a atenção.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir