terça-feira, 30 de junho de 2015

[Resenha] O que o amor esconde

| 14 comentários
Autora: Dorothy Koomson
Páginas: 400
Editora: Fundamento
Nem sempre os fantasmas do passado permanecem onde deveriam... Libby Rabvena tem uma vida confortável ao lado de Jack, seu amável marido. Mas ele parece ainda não ter superado a perda de Eve, sua primeira mulher, que morreu de forma trágica e misteriosa na mesma casa em que eles vivem agora.
Depois de sofrerem um horrível acidente de carro, do qual Jack sai praticamente ileso e Libby se fere gravemente, ela encontra os diários de Eve escondidos em sua casa. Disposta a procurar pistas sobre Jack e conhecer melhor a mulher que ele amava, Libby decide lê-los e descobre que alguns segredos são difíceis de suportar... e que a morte de Eve pode não ter sido acidental. Com os terríveis segredos do passado prestes a vir à tona, Libby começa a temer por sua vida. Principalmente quando o suspeito do crime pode estar sentado no sofá da sala, bem ao seu lado...

Vou começar essa resenha com uma dica: leia a obra quando tiver bastante tempo! O que o amor esconde tem um romance psicológico arrebatador, eu demorei cinco dias para fazer a leitura do livro, mas se tivesse mais tempo, teria feito em no máximo dois. Eu ficava chateada quando tinha que dormir, ou ler rápido no ônibus, pois a narrativa da autora é extremamente empolgante. Quando solicitei o livro não esperava nada do que encontrei na leitura, apenas um suspense talvez, mas nada mais do que isso. E me surpreendi demais!

domingo, 28 de junho de 2015

Caixinha de correio #78

| 8 comentários

Boa noite, pessoal! Venham conferir o que eu andei recebendo na minha caixa postal, não chegou muita coisa, mas fiquei muito feliz com tudo que eu recebi! ♥


Parceria



Recebi da Bertrand "O espelho de Cassandra", já iniciei a leitura, e por enquanto ainda não sei o que pensar, rsrs. O livro é enorme, não esperava. :O



Recebi "Minha querida Aline" do autor, ansiosa para ler. A capa é linda. <3



Da Única chegou o lançamento "Jackaby", estou muito curiosa para iniciar a leitura!



"Da ordem ao caos" recebi da Farol Literário. Achei a capa simples, mas muito bonita.



Essa coisa linda recebi da Aleph. A edição está maravilhosa. ♥ As páginas por fora são vermelhas e essa capa é demais!



Trocas



Fiz uma troca no Skoob, solicitei "Por você", um romance erótico que saiu pela Fábrica231! 



Pilha



sábado, 27 de junho de 2015

[Novidades] Belas-Letras, Faro Editorial e Tordesilhas

| 7 comentários

Boa noite, tudo bem com vocês? Estou aqui para mostrar para vocês os últimos lançamentos de algumas editoras! \o/ As novidades não param! Vamos conferir?


Belas-Letras

Destemida
Autora: Jessica Watson
Tradução: Bruno Mattos
ISBN: 978-85-8174-164-2
Assunto: biografia e autobiografia – literatura de viagem
Número de páginas: 352
Formato: 16x23cm
Editora: Belas-Letras
Preço de capa: R$ 44,90
Peso (em Kg): 0,500
Depois de 210 dias no mar e 24.285 milhas náuticas em seu barco, Jessica Watson, uma australiana de 16 anos, retornou triunfante ao porto de Sydney. Ela se tornou a pessoa mais jovem a velejar sozinha, desassistida e sem paradas ao redor do mundo. Contado nas próprias palavras de Jessica, Destemida mostra a infância, as inspirações, os anos de planejamento para a viagem e o que aconteceu desde a conquista do “Everest da navegação”. Uma história inspiradora, que prova definitivamente que todos nós temos o poder de viver nossos sonhos – não importa quão grandes eles sejam.


Faro Editorial

O primeiro livro da série que mistura ação, suspense e erotismo da autora best-seller em todo o mundo!


Amaldiçoada por Deus, caçada por demônios, desejada por Caim e Abel... Tudo isso em um dia normal de trabalho... Anos atrás, Evangeline teve uma incrível noite de amor com um homem misterioso que ela nunca mais conseguiria esquecer. Mas aquele momento de prazer tornou-se um desastre de proporções bíblicas: ela recebera a Marca de Caim. Empurrada para um mundo em que pecadores são marcados e transformados em assassinos de demônios, ela tem agora Caim como protetor e Abel como seu novo chefe, que também fica loucamente atraído por ela. Eva torna-se então o novo e explosivo ponto de discórdia, no caso mais antigo de rivalidade entre irmãos...






Sobre a autora SYLVIA DAY é autora best-seller do The New York Times e das listas internacionais. Com mais de 20 livros premiados e vendidos em mais de 40 países, alcançou o primeiro lugar nas listas de 23 países com milhões de livros vendidos. Esta série surgiu inspirada em Atenas, da mitologia grega, totalmente armada e pronta para a batalha.








Book trailer O diário de uma garota normal 




Tordesilhas

Com uma voz narrativa épica e poderosa, Nós, os afogados é uma saga que nos remete às epopeias marítimas de Herman Melville e Robert Louis Stevenson. Compreendendo cem anos de história, o livro acompanha várias gerações de navegadores da cidade dinamarquesa de Marstal – de Samoa à Terra Nova, de Cingapura a Hobart, de Murmansk à Islândia e de volta a Marstal, onde as mulheres esperam e choram seus mortos. Elogio solene a um modo de vida que ficou para trás e relato comovente dos sofrimentos humanos, o livro é também a descrição crua de uma época em que a Europa passa por grandes transformações – e suas histórias de amor são um contraponto sensível ao insuperável afã do homem em conquistar o desconhecido.




SOBRE O AUTOR

Carsten Jensen nasceu em Marstal, na Dinamarca, em 1952. Trabalhou como colunista e crítico literário, e foi repórter em regiões como China, Camboja e Afeganistão. Jensen escreveu romances, artigos, ensaios críticos e livros de viagem. Suas obras ganharam inúmeros prêmios literários, incluindo o cobiçado Golden Laurels, por I Have Seen the World Begin; e o literário Danish Bank, a mais importante premiação dinamarquesa, por Nós, os afogados, em 2007. Em 2010, Jensen recebeu o prestigiado Olof Palme Prize, por sua contribuição na defesa dos direitos humanos, e, em 2012, o prêmio literário Søren Gyldendal.

quinta-feira, 25 de junho de 2015

[Resenha] O príncipe de Westeros e outras histórias

| 16 comentários
Autores: Vários autores
Páginas: 480
Editora: Saída de emergência
Com histórias de Joe Abercrombie, Gillian Flynn, Matthew Hughes, Joe R. Lansdale, Michael Swanwick, David Ball, Carrie Vaughn, Scott Lynch, Bradley Denton, Cherie Priest, Daniel Abraham, Paul Cornell, Steven Saylor, Garth Nix, Walter Jon Williams, Phyllis Eisenstein, Lisa Tuttle, Neil Gaiman, Connie Willis, Patrick Rothfuss e George R.R. Martin o livro traz contos que não são preto e nem branco, contos com todos os tons de cinza. 21 histórias com reviravoltas astutas e deslumbrantes nessa galeria de histórias de vilões que vão saquear seu coração e ainda deixá-lo mais rico a cada história.

O príncipe de Westeros e outras histórias é um livro que reúne dez contos, e se só isso já havia me chamado a atenção, saber que teria George Martin foi o que me empolgou mais ainda para solicitá-lo, adoro os contos desse homem! A obra tem também outros autores conhecidos e famosos, e junto a tudo isso, um gênero que eu adoro: fantasia! Livros de contos sempre me deixam dividida entre "gostei muito ou não", porque, pelo menos para mim, é impossível gostar de todos os contos. E foi o que aconteceu com essa leitura, teve alguns que eu odiei, e sinceramente fiquei um pouco decepcionada. Mas, como eu disse, acho que isso é algo normal, então vamos nos ater aos que mais me surpreenderam!

terça-feira, 23 de junho de 2015

[Resenha] Que falta você me faz

| 22 comentários
Autor: Harlan Coben
Páginas: 368
Editora: Arqueiro
Dezoito anos se passaram desde que a detetive Kat Donovan sofreu as maiores perdas de sua vida: a morte do pai e o fim do relacionamento com o noivo. Foram dois acontecimentos muito bruscos que ela ainda não conseguiu superar totalmente, mas, no dia a dia, prefere não pensar muito nisso.
Contudo, de uma só vez, essas duas feridas voltam a se abrir. Ao saber que o assassino de seu pai será executado, Kat resolve ter uma conversa com ele para esclarecer o caso. Mas o homem nega a autoria, dizendo que foi obrigado a confessar o crime, e ela acaba ficando com mais dúvidas. Ao mesmo tempo, a detetive é procurada por um garoto que acredita que a mãe está desaparecida. Sem entender por que o adolescente insiste que ela, e não um outro policial, investigue o caso, Kat descobre que o sumiço está relacionado a seu ex-noivo e a um site de relacionamentos. Lidando com dois casos simultâneos, ela decide seguir em frente com as investigações, mesmo que todos ao seu redor tentem dissuadi-la disso. Determinada, Kat trabalha segundo suas emoções, e a intuição lhe diz que ela não deve desistir. Neste livro, mais uma vez Harlan Coben trata de perigos e riscos que podem estar mais próximos da nossa realidade do que se imagina. O resultado é um romance instigante que traça um cenário verossímil e impactante, fazendo um alerta para ameaças atuais que rondam nosso mundo virtual.

Nunca tinha lido nenhum livro do Coben, e sempre me arrependi por isso, pois elogiam tanto sua escrita, que eu como fã do gênero policial me sentia envergonhada de não ter feito isso antes. Quando saiu o lançamento de Que falta você me faz não pensei duas vezes na hora de solicitá-lo, estava aí minha chance de finalmente ler algo do autor. Por que não li antes os livros da Harlan Coben? Terminei a leitura me perguntando isso e pensando que preciso das outras obras dele. Gostar é pouco, eu amei a história. O autor tem um jeito especial de prender o leitor.

sexta-feira, 19 de junho de 2015

[Resenha] Eu sou um gênio de maldade inenarrável e quero ser seu presidente de turma

| 23 comentários
Autor: Josh Lieb
Páginas: 328
Editora: Galera Record
Eu Sou Um Gênio de Maldade Inenarrável e Quero Ser Seu Presidente de Turma - Oliver parece ser um garoto bem normal Mora em Omaha, Nebraska. Gosta de queijo quente - feito pela sua mãe - e seu melhor amigo é, na verdade, uma amiga, mais precisamente uma pit bull, chamada Lollipop. Ah, é claro... Ele é um gênio do mal e está a caminho da dominação mundial.
E ninguém pode impedi-lo de conseguir o que quer. Nem Jordie, o bully da turma. Nem seu professor de inglês. Sr. Moorhead, que apesar de tudo não consegue disfarçar que está careca. Nem mesmo o arquiinimigo de Oliver: seu "Papai". (Ele odeia quando Oliver o chama assim). Não importa quantos ditadores Oliver precisará derrubar. Nem quantos presidentes ele terá que chantagear. Ou quantas vovós viciadas em bingo deverá subornar. O que Oliver quer, Oliver consegue.
Pelo menos, até agora sempre foi assim. Porque, dessa vez, Oliver está concorrendo para ser o presidente da sua turma. E está prestes a descobrir que dominar o mundo e, na verdade, muito mais fácil que convencer outras crianças e votar em você. Mesmo quando você é um gênio de maldade inenarrável.

Talvez um livro com um título que remete ao ensino fundamental, narrado por um personagem de 12 anos e a classificação de infanto-juvenil não pareça interessante em um primeiro momento, mas aconselho você a mudar de ideia. Apesar da classificação dada pela própria editora, esse é um livro para todas as idades. Esse é um daqueles livros que estão na minha lista do Skoob há pelo menos uns dois anos e finalmente encontrei uma edição usada na Feira do Livro aqui de Porto Alegre no ano passado, que acho que não paguei nem $15,00 por ele, mas certamente valeu o investimento.

quinta-feira, 18 de junho de 2015

[Resenha] Planeta dos macacos

| 21 comentários
Autor: Pierre Boulle
Páginas: 216
Editora: Aleph
Em pouco tempo, os desbravadores do espaço descobrem a terrível verdade: nesse mundo, seus pares humanos não passam de bestas selvagens a serviço da espécie dominante... os macacos. Desde as primeiras páginas até o surpreendente final – ainda mais impactante que a famosa cena final do filme de 1968 –, O planeta dos macacos é um romance de tirar o fôlego, temperado com boa dose de sátira. Nele, Boulle revisita algumas das questões mais antigas da humanidade: O que define o homem? O que nos diferencia dos animais? Quem são os verdadeiros inimigos de nossa espécie? Publicado pela primeira vez em 1963, O planeta dos macacos, de Pierre Boulle, inspirou uma das mais bem-sucedidas franquias da história do cinema, tendo início no clássico de 1968, estrelado por Charlton Heston, passando por diversas sequências e chegando às adaptações cinematográficas mais recentes. Com milhões de exemplares vendidos ao redor do mundo, O planeta dos macacos é um dos maiores clássicos da ficção científica, imprescindível aos fãs de cultura pop.


Não assisti nenhum dos filmes antigos de Planeta dos macacos, apenas os novos - que eu amei! ♥ -, por isso, quando recebi essa linda surpresa da Aleph, não fazia ideia de como seria a história. E se você também tem essa dúvida, já adianto que a trama não é a mesma das adaptações recentes. E não poderia ter me surpreendido mais, foi uma leitura incrível! É muito difícil falar de um clássico desses, mas vamos tentar! Para começar: que edição linda é essa? A editora caprichou! É aquele livro que todos precisam ter na estante, tanto pela história, quanto pela edição.

quarta-feira, 17 de junho de 2015

[Parceria] Editora Vermelho Marinho

| 2 comentários


Venham conferir a nova editora parceira do blog: Vermelho Marinho! Fiquei muito feliz de o blog ter sido selecionado! Aguardem muitas resenhas! ;)


Vermelho  Marinho

A Vermelho Marinho é uma editora que tem 12 anos no mercado. O selo Llyr surgiu em 2010 para publicar obras de literatura fantástica. A Coleção O Melhor de Cada Tempo é um selo dirigido por uma professora e um doutorando da USP, e publicará obras clássicas não traduzidas para o português. Os títulos já lançados dessa coleção são O Maravilhoso Mágico de Oz, A Maravilhosa Terra de Oz (ambos de L. Frank Baum) e Futilidade ou o Naufrágio do Titan (de Morgan Robertson). A Vermelho Universitário publica dissertações de mestrado e teses de doutorado.

   




terça-feira, 16 de junho de 2015

[Resenha] Beleza perdida

| 27 comentários
Autora: Amy Harmon
Páginas: 332
Editora: Verus
Ambrose Young é lindo — alto e musculoso, com cabelos que chegam aos ombros e olhos penetrantes. O tipo de beleza que poderia figurar na capa de um romance, e Fern Taylor saberia, pois devora esse tipo de livro desde os treze anos. Mas, por ele ser tão bonito, Fern nunca imaginou que poderia ter Ambrose… até tudo na vida dele mudar.
Beleza perdida é a história de uma cidadezinha onde cinco jovens vão para a guerra e apenas um retorna. É uma história sobre perdas — perda coletiva, perda individual, perda da beleza, perda de vidas, perda de identidade, mas também ganhos incalculáveis. É um conto sobre o amor inabalável de uma garota por um guerreiro ferido.
Este é um livro profundo e emocionante sobre a amizade que supera a tristeza, sobre o heroísmo que desafia as definições comuns, além de uma releitura moderna de A Bela e a Fera, que nos faz descobrir que há tanto beleza quanto ferocidade em todos nós.

Por que é tão difícil falar de um livro que amamos? Por que?! Amei Beleza perdida, recebi ele totalmente de surpresa, e resolvi ler sem saber nada da história. Vi vários comentários dizendo que o livro era ótimo, e eu sempre fico com o pé atrás quando isso acontece, porque nunca gosto tanto assim quando elogiam muito, porém, quebrei a cara. A obra é realmente maravilhosa. Têm livros que você lê e passa para o próximo sem culpa, e têm aqueles que te fazem ficar dias pensando na trama e em tudo que ela representou para você. Foi a segunda opção para mim, Beleza perdida me deixou sem rumo quando terminei a leitura, além de me fazer ficar pensando por um bom tempo em tudo que li.

segunda-feira, 15 de junho de 2015

[Resenha] Além da sobrevivência

| 25 comentários
Autora: Kathryn Lasky
Páginas: 176
Editora: Fundamento
Série: Guardiões da coragem, 1
Uma loba dá à luz três pequenos lobos, mas sua felicidade logo é substituída por uma terrível angústia quando ela constata que um dos filhotes tem uma pata maior e uma estranha mancha em forma de espiral. O problema é que a matilha tem regras muito rígidas e não permite integrantes fracos. Por isso, seu filhote terá que ser sacrificado. Sozinho, deixado para morrer em um rio congelado pelo inverno rigoroso, Faolan, o lobinho cinza prateado, encontra salvação nas garras de Coração de Trovão, uma ursa-parda que acabara de perder sua única cria para um bando de pumas.
Este é só o começo da incrível jornada de Faolan, um pequeno lobo prateado que vai mudar para sempre o destino dos Guardiões da Coragem. Guardiões da Coragem, de Kathryn Laskys, autora do best-seller A lenda dos Guardiões, é uma maravilhosa história sobre coragem e sobrevivência.

Eu simplesmente adoro livros juvenis com animais, li A lenda dos guardiões - com corujas -, e quando soube do lançamento de Guardiões da coragem - com lobos <3 -, fiquei empolgada demais! A série é da mesma autora das corujas, onde o mundo é o mesmo, e há menção delas na história. Muito bacana, não é? Me encantei com a leitura de Além da sobrevivência, principalmente por ser com lobos, acho um animal fantástico. Mas confesso que se fosse de qualquer outro bicho leria igual, pois a escrita de Kathryn é leve e fluída. Seus livros são gostosinhos de ler e com uma história bem desenvolvida mesmo sendo mais infantis. 

domingo, 14 de junho de 2015

Caixinha de correio #77

| 4 comentários

Boa noite, pessoal! Venham conferir o que eu recebi na caixa postal essa semana. ♥


Parceria


Recebi de surpresa da Companhia Editora Nacional e Conrad: veio um catálogo, livro de pintar e quadrinhos. ♥



Recebi da Aleph mais um livro do universo de Star Wars! ♥



Recebi esse kit da DarkSide. A capa de A noiva fantasma está linda. <3



Ganhei



Ganhei o livro no top comentarista do blog Desbravadores de livros, muito obrigada!! *-* 

sábado, 13 de junho de 2015

[Novidades] Grupo Editorial Record

| 3 comentários

Boa noite! Venham conferir os últimos lançamentos do Grupo Editorial Record! <3


Grupo Editorial Record

A fazenda de Hougoumont, perto de Waterloo, foi palco de uma luta sangrenta entre ingleses e franceses em 17 de junho de 1815. E acabou sendo crucial no resultado da batalha e no destino da Europa. O que poucos sabem é que alguns dos coelhos que viviam na propriedade testemunharam a batalha, e alguns até Sobreviveram a ela. Entre seus descendentes está William, um coelho branco que vive no presente, mas que se interessa muito pelo passado e busca na tataravó sua fonte de conhecimento... A sábia de Waterloo é um livro sem igual, charmoso e profundo sobre a loucura humana e a sabedoria do mundo natural.

Depois de perder a irmã gêmea para a leucemia, Ashlyn Jennings é enviada pela mãe descompensada para a casa do pai, com quem mal conviveu até então. Devastada, Ashlyn viaja de trem para Edgewood carregando poucos pertences, muitas lembranças e uma caixa misteriosa deixada pela irmã. Na estação, Ashlyn conhece o músico Daniel, um rapaz lindo e gentil. A atração é imediata, e, depois de um encontro romântico, os dois descobrem que compartilham não só o amor pela música e por William Shakespeare, mas também a dor provocada por perdas irreparáveis. O único problema é que, quando Ashlyn começa o ano letivo na escola onde o pai é diretor, descobre que Daniel é o Sr. Daniels, seu professor de inglês, com quem não pode de jeito algum ter um relacionamento amoroso. Desorientados, os dois precisam manter seu amor em segredo, e são forçados a se ver como dois desconhecidos na escola. E, como se isso já não fosse difícil o bastante, ainda precisam tentar de todas as formas superar problemas do passado e sobreviver a alguns conflitos inesperados e dramáticos que a vida apresenta – e que poderiam separá-los para sempre.
Em seu primeiro trabalho de não ficção, Bernard Cornwell combina suas habilidades narrativas com uma pesquisa histórica meticulosamente construída para apresentar a descrição de cada momento dramático da batalha de Waterloo, desde a fuga de Napoleão de Elba até o resultado da matança nos campos de batalha. Por meio de trechos de cartas e diários do imperador Napoleão, do duque de Wellington e de soldados e oficiais comuns, Cornwell dá vida à sensação de como foi travar as famosas batalhas. Sua riqueza de detalhes e relatos pormenorizados dos confrontos esclarecem as idas e vindas desses quatro dias. É uma história de decisões-chave e momentos de incrível bravura de ambos os lados, que mantiveram indeterminado o resultado final até o derradeiro embate.
Cinco anos se passaram desde que Yusuf Khalifa, da Polícia de Luxor, e o detetive da Polícia de Jerusalém, Arieh Ben-Roi, salvaram a vida um do outro. Prestes a se tornar pai pela primeira vez, Ben-Roi se envolve na investigação de um brutal assassinato na Catedral Armênia de Jerusalém. A vítima, Rivka Kleinberg, é uma renomada jornalista israelense que fizera inimigos nos altos escalões, como empresas multinacionais, o governo de Israel e a Russkaya Mafiya, por conta de denúncias destemidas que havia feito. Quando descobre que o crime pode ter ligação com o desaparecimento de um engenheiro de mineração britânico, em Luxor, no início do século XX, Ben-Roi entra em contato com Khalifa em busca de ajuda. À medida que a investigação avança, a dupla se vê diante de uma trama cuja origem pode estar sob as areias do deserto egípcio e datar de tempos antes de Cristo.
Quando a sargento Amy Callan e a tenente Caroline Cook são encontradas mortas em suas próprias casas — dentro de banheiras cheias de tinta verde igual à usada pelo Exército, com seus corpos completamente intactos —, Jack Reacher se torna suspeito. Ele as conhecia — e sabia que ambas haviam pedido baixa após serem vítimas de assédio sexual. Ex-militar, solitário e sem destino, ele se encaixa perfeitamente no perfil traçado pelo FBI e acaba preso. Mas, quando um terceiro corpo é descoberto, conclui-se que o verdadeiro assassino ainda está à solta. Mesmo contra a sua vontade, mas persuadido pelo FBI, Reacher toma parte no caso. O que essas mulheres teriam em comum e por que alguém estaria empenhado em silenciá-las? Conseguirá Reacher resolver o mistério e provar que, não importa a situação, ele sempre se sobressairá como único e absoluto herói?
Sem contato com sua mãe desde que fugiu de casa quando ainda jovem na zona rural da Irlanda, Kate fez um juramento de que seria sempre amiga de sua filha, Sabine. Mas a vida tem uma maneira engraçada de se repetir, e Kate vê um abismo crescente entre elas. Com Sabine às vésperas de fazer uma jornada de volta à Irlanda para ver sua avó e resgatar seu passado, Kate se pergunta como elas chegaram a essa situação e o que ela pode fazer para mãe e filha se reconectarem. Para Joy, ver sua neta é a realização de um sonho. Após uma dolorosa separação de sua filha Kate, ela aguarda ansiosamente a chegada de Sabine. Porém, logo após a chegada da neta, a conexão que ela esperava não acontece, diminuindo seu entusiasmo. E quando o impetuoso temperamento de Sabine força Joy a encarar fantasmas do passado, ela percebe que talvez seja a hora de fechar antigas feridas.
Intransigente e ambiciosa, Erin Paterson gerencia a firma de advocacia de seu avô em Glasgow. Mas, apesar de toda a aptidão que possui para administrar o lado profissional, sua vida pessoal anda em frangalhos: sua irmã cria um filho sozinha e está desempregada, seu pai sofreu um derrame e sua mãe parece desprezá-la. Para completar, ela acaba de encontrar o namorado na cama com a zeladora do prédio onde mora e é presa por agressão. Quando uma velha amiga de sua irmã é brutalmente assassinada, o passado de Erin vem à tona. E o que ficou mantido a uma distância segura por tanto tempo ressurge para expor um segredo que deveria ter permanecido morto e enterrado. Diante do risco de perder tudo — a sua reputação, o escritório da família e até a própria vida —, Erin precisa descobrir quem é o serial killer que está à solta e provar a todos que está acima de qualquer suspeita.
Na Palermo do século XVII, a ilegalidade trabalhava a todo vapor. Entre as pompas de um rico aparato, arquitetavam-se complôs, tramavam-se atentados e ensanguentavam-se as mãos; leis eram violadas, subornos eram pagos, favores eram distribuídos; roubava-se, depredava-se e prostituía-se sem que o Vice-Rei tomasse conhecimento. Com a morte repentina do Vice-Rei, em 1677, sua esposa, dona Eleonora de Moura, é designada a substituí-lo. Decidida na defesa das leis e da justiça social, a governante mulher compartilha com a lua a duração de sua justa "revolução": nos vinte e oito dias que permaneceu no poder, a Vice-Rainha combateu as indignidades do governo sob acusação de cumplicidade com o demônio por fanáticos instigados pelo bispo da cidade. Entre realidade histórica e feliz invenção, A Revolução da Lua tem alto nível de vivacidade e humor. E é também uma homenagem à grandeza da mulher, assinada por um dos maiores artesãos da literatura italiana contemporânea.
Ambrose Young é lindo — alto e musculoso, com cabelos que chegam aos ombros e olhos penetrantes. O tipo de beleza que poderia figurar na capa de um romance, e Fern Taylor saberia, pois devora esse tipo de livro desde os treze anos. Mas, por ele ser tão bonito, Fern nunca imaginou que poderia ter Ambrose... até tudo na vida dele mudar. Beleza perdida é a história de uma cidadezinha onde cinco jovens vão para a guerra e apenas um retorna. É uma história sobre perdas — perda coletiva, perda individual, perda da beleza, perda de vidas, perda de identidade, mas também ganhos incalculáveis. É um conto sobre o amor inabalável de uma garota por um guerreiro ferido. Este é um livro profundo e emocionante sobre a amizade que supera a tristeza, sobre o heroísmo que desafia as definições comuns, além de uma releitura moderna de A Bela e a Fera, que nos faz descobrir que há tanto beleza quanto ferocidade em todos nós.
Sage Singer trabalha a noite toda, preparando pães e doces para o dia seguinte e tentando escapar de uma realidade de solidão, lembranças ruins e da sombra da morte de sua mãe. Quando Josef Weber, um idoso que participa do grupo de luto de Sage, passa a frequentar a padaria, eles começam uma amizade improvável. Apesar de suas diferenças, ambos enxergam um no outro as cicatrizes ocultas que as demais pessoas não veem.Tudo muda no dia em que Josef confessa um segredo vergonhoso e há muito enterrado — ele foi membro da SS na Alemanha nazista — e pede a Sage um favor impensável: que ela o ajude a morrer. O que ele não sabe é que a avó de Sage é uma sobrevivente do Holocausto... ou será que sabe? Se Sage concordar em fazer o que Josef pediu, enfrentará não apenas repercussões morais, mas talvez também legais. Com a integridade de seu amigo mais próximo manchada, ela começa a questionar suas suposições e expectativas sobre a vida e a própria família.
Blue Sargent encontrou coisas. Pela primeira vez na vida, ela tem amigos em quem pode confiar e um grupo ao qual pertencer. Os garotos corvos a acolheram como se ela fosse um deles. Os infortúnios deles tornaram-se dela e vice-versa. O problema de coisas encontradas, porém, é a facilidade com que podem se perder. Amigos podem trair. Mães podem desaparecer. Visões podem iludir. Certezas podem se desfazer. Em Lírio azul, azul lírio, o leitor vai descobrir para onde Blue, Gansey, Adam, Ronan e Noah serão levados em sua jornada para encontrar o lendário rei galês Glendower.
Reid Alexander, um dos jovens atores mais bem pagos da atualidade, está acostumado a conseguir o que quer — e o que ele quer agora é Emma Pierce, a atriz novata que vai fazer par romântico com ele no próximo filme. Os astros parecem estar se alinhando para realizar o seu desejo, até que ele se vê diante de dois obstáculos inesperados: uma ex-namorada ressentida e um rival que vai disputar o coração da atriz. Emma Pierce acaba de receber uma oportunidade de ouro após anos atuando em comerciais e filmes para TV. Fazer o papel principal em um filme de grande orçamento, contracenando com o lindo Reid Alexander, deveria ser a realização de um sonho. Mas o coração dela esconde uma fantasia secreta: ela quer ser uma garota normal.




sexta-feira, 12 de junho de 2015

[Resenha] O caso Pedrinho

| 18 comentários
Autor: Renato Alves
Páginas: 304
Editora: Geração Editorial
O livro traz os detalhes do sequestro na maternidade de uma das crianças mais famosas do país, que ficou conhecido como O Caso Pedrinho. Mesmo passados 12 anos, a história não sai da cabeça do imaginário popular, basta lembrar do garoto e da sequestradora Vilma. O enredo parece de um filme mas o repórter Renato Alves, que acompanhou tudo de perto, revela e compartilha com o leitor os bastidores da investigação policial e da cobertura jornalística do caso Pedrinho, solucionado em 2002. Não era um filme mas teve um final feliz e surpreendentemente. Neste livro reportagem são exibidas em close as entranhas desta comovente história real de amor e perseverança, de falsidade e engano, de generosidade e egoísmo.

Essa foi minha primeira experiência com um livro jornalistico, porque este não é um romance, se é isso que você está buscando, procure outro livro. O caso Pedrinho é uma obra em forma de reportagem, por falta de termo melhor. O autor Renato Alves foi um dos inúmeros repórteres que cobriram todo o Caso Pedrinho, que dá titulo ao livro, quando o crime foi finalmente elucidado em 2002. Renato teve acesso aos bastidores da investigação policial e fez toda a cobertura jornalistica para o jornal Correio Braziliense.

quinta-feira, 11 de junho de 2015

[Resenha] Sequestrados

| 25 comentários
Autor: Robert Crais
Páginas: 304
Editora: Companhia Editora Nacional
Série: Elvis Cole e Joe Pike, 15
Quando Nita Morales contrata Elvis Cole para encontrar sua filha desaparecida, ela não está com medo, mesmo tendo recebido um telefonema pedindo resgate. Ela sabe que é uma farsa, que sua filha está com o cara que Nita chama somente de “aquele garoto” e que eles precisam de dinheiro. Mas ela está errada. A moça e o namorado foram sequestrados por bajadores – bandidos que se aproveitam de outros bandidos, profissionais da fronteira que se aproveitam não só de vítimas inocentes, mas um do outro. Eles roubam drogas, armas e pessoas – comprando e vendendo vítimas como mercadorias, e matando aqueles que não geram negócio. Elvis Cole e Joe Pike encontram o local onde o casal foi sequestrado. Há marcas de pneus, cápsulas de balas e manchas de sangue. Eles sabem que as coisas podem não ser tão ruins quanto parecem. Mas eles também estão errados, porque a situação está prestes a piorar. O próprio Cole é sequestrado quando, à paisana, localiza os dois jovens e tenta compra-los de volta. E agora cabe a Joe Pike refazer os passos de Cole, infiltrando-se no duro e perigoso mundo do tráfico de pessoas para encontrar seu amigo.O problema é que pode ser tarde demais...

Sequestrados
 é o segundo livro que leio do Robert Crais - e o que eu mais gostei ♥ -, e estou cada vez mais encantada com sua escrita. O autor com certeza entrou para os meus favoritos do gênero. Suas histórias me cativam rapidamente, ele nem precisa se esforçar muito para isso, Crais tem uma narrativa extremamente agradável e empolgante. Sequestrados foi muito mais intenso que Suspeitos, acho que por isso gostei mais. A trama é chocante, possui uma carga dramática muito forte, e faz o leitor se angustiar conforme a leitura vai se desenrolando.

terça-feira, 9 de junho de 2015

[Parceria] Guarda-chuva

| 6 comentários

Boa noite! Vamos fechar a noite falando de parceria? O Apenas um vício agora é parceiro da editora Guarda-chuva! ♥♥


Editora

Apaixonada por publicações impressas, a Guarda-Chuva renasceu em 2010, quando foi adquirida pelo Grupo Versal Editores.
Além de uma seleção de títulos de não ficção, que abordam comportamento e questões contemporâneas, também damos voz à literatura – dos clássicos à nova geração de escritores e artistas –, investindo em projetos inovadores e de excelência gráfica.

Lançamento



Book trailer 
Aos dezesseis anos, a protagonista Grace Blakely vê sua vida virar de cabeça para baixo ao se mudar para a casa de seu avô materno, o embaixador americano na capital do país fictício de Adria. Incapaz de aceitar as circunstâncias misteriosas que cercaram a morte de sua mãe três anos antes, ela tentará descobrir os segredos do seu passado e encontrar respostas para as dúvidas que a assombram. Contando somente com a ajuda de seus novos amigos, filhos dos embaixadores das outras nações, ela se lança na busca por um assassino que ninguém mais acredita ser real, ao mesmo tempo em que se esforça para seguir os rígidos protocolos que regem a vida diplomática. Não será fácil para Grace se adaptar a esse novo mundo, especialmente quando ela começa a se apaixonar pelo único garoto proibido para ela: o melhor amigo de seu irmão mais velho. Grace fará de tudo para ser a boa menina que todos esperam que ela seja, mas os problemas parecem sempre encontrá-la, e qualquer deslize cometido na Ala das Embaixadas poderá deflagrar uma crise internacional, colocando sua vida e o destino das nações mais poderosas do mundo em risco.




segunda-feira, 8 de junho de 2015

[Resenha] Dark house

| 29 comentários
Autora: Karina Halle
Páginas: 352
Editora: Única
Série: Experimente o terror, 1
Sempre houve algo fora do normal com Perry Palomina. Embora ela esteja vivendo uma crise ao passar pela síndrome pós-faculdade, assim como qualquer garota de vinte e poucos anos, ela não é o que chamaríamos de comum. Perry possui um passado que prefere ignorar, e há também o fato de que ela consegue ver fantasmas. Tudo isso vem a calhar quando se depara com Dex Foray, um excêntrico produtor que está trabalhando em um webcast sobre caçadores de fantasmas. Dex, que se revela um enigma enlouquecedor, arrasta Perry para um mundo que a seduz e ameaça sua vida. O farol de seu tio é pano de fundo de um mistério terrível, que ameaça a sanidade da moça e faz com que ela se apaixone por um homem que, como o mais perigoso dos fantasmas, pode não ser o que parece.

Dark house
 é o livro de terror que mais me assustou, porém, não li muitos do gênero até agora, então isso pode mudar. A trama me interessou desde o primeiro momento, mas não imaginava que ia adorar tanto. O livro pode não ser tão assustador assim, mas possui cenas cheias de suspense, que confesso, me deram um pequeno medo conforme fui lendo. A autora narra muito bem esses momentos, além de ter criado uma personagem incrível: Perry.

domingo, 7 de junho de 2015

[Novidades] Fundamento

| 2 comentários

Boa noite! Venham conferir os lançamentos de maio e junho da Editora Fundamento! Só coisa boa. <3


Fundamento

Dina é uma Shamer. Assim como Melussina, sua mãe. Elas têm o dom de olhar nos olhos de uma pessoa e descobrir os segredos mais profundos. Assassinatos, roubos, grandes delitos ou pequenos deslizes – nada fica escondido delas, pois conseguem ver a verdade mais profunda, até mesmo aquela que não se quer revelar a ninguém. Ela possuía o dom e não podia se livrar dele.
Mas Dina vai precisar encarar seu destino e assumir sua habilidade, se quiser salvar sua mãe e a si mesma. Quando Nicodemus, herdeiro legítimo do trono de Dunark, é injustamente acusado do assassinato da própria família, lorde Drakan leva Melussina para arrancar uma confissão dele. O que ninguém desconfia é que Drakan pretende usar as Shamers em benefício próprio, arrastando Dina para uma terrível conspiração. A jovem precisará de toda a sua coragem para descobrir a verdade, encontrar aliados e vencer os perigosos monstros escondidos no Covil do Dragão. Mas quem ousaria ajudar uma temida Shamer? E que mistérios existem atrás das muralhas do sombrio castelo? Uma emocionante aventura está começando! Magia, dragões míticos, lutas épicas, intrigas e muitos perigos aguardam quem ousar olhar as páginas deste livro!
Do mesmo autor de Rangers – Ordem dos arqueiros, mais uma fantástica e imperdível saga.
Depois de enfrentar os comerciantes de escravos de Socorro, Hal e a tripulação do Garça-Real retornam a Araluen e recebem uma nova missão do rei Duncan: proteger sua filha, a princesa Cassandra. Ela sofreu um atentado que, felizmente, foi frustrado. Contudo, os assassinos pertencem à seita de Imrika, conhecida por caçar e perseguir suas vítimas até a morte – incansavelmente. Esses fanáticos precisam ser detidos antes que seja tarde e, assim, os Brotherbands e Gilan, o lendário arqueiro de Araluen, partem à procura do covil inimigo na temida Montanha do Escorpião, localizada no deserto de Ephesa.
Só que, quando religião e morte se misturam, nem mesmo a calmaria das águas mais profundas dará trégua aos corajosos aventureiros. No caminho, um tirano sedento por vingança e um grupo de cruéis mercenários unem forças para tomar o Garça-Real e impedir Hal e seus amigos de chegar a seu destino. É o início de uma sangrenta batalha por mar e por terra que pode sair muito caro à jovem tripulação. O perigo espreita entre as sombras. Contando com a experiência de Thorn e a agilidade de Gilan, Hal precisa combinar as habilidades de marinheiros e arqueiros para enfrentar adversários impiedosos. Mas será que Hal conseguirá comandar e proteger todos ao mesmo tempo? Ou sua jornada terminará antes de começar?
Uma nova geração desafia a antiga, renegados se tornam lendas e mais uma aventura acontece!
Perto de completar 30 anos, Penelope Green desistiu de tudo – carreira, família, amigos – para correr atrás de um sonho que mudaria sua vida para sempre. Era naquela hora ou nunca! Seu destino: Roma. Sem nada planejado, ela deixou a Austrália levando apenas um dicionário e uma forte determinação em conquistar um pedacinho da dolce vita. Mas, no país onde a culinária é impecável e os flertes acontecem a cada esquina, Penelope jamais imaginou que se comunicar em uma língua sedutora pudesse ser tão... frustrante. Mesmo assim, sua coragem nunca diminuiu. Nem sua paixão por Roma. Arrumou um emprego, fez novos amigos, relacionou-se com homens interessantes e conheceu lugares belíssimos com a ajuda de sua fi el bicicleta. Em meio a dificuldades, muitas lágrimas, jogo de cintura e gafes homéricas, ela ganhou uma “família italiana” e viveu experiências inesquecíveis! De modo franco e engraçado, Penny conta como conseguiu criar uma nova vida em uma terra que não conhecia – e que não a compreendia. Faça as malas e embarque com Penelope rumo a Roma!
Violet Éden é uma Grigori. Parte humana e parte anjo, seu destino é proteger a raça humana da vingança dos Exilados, os anjos caídos. Ao abraçar sua essência angelical, Violet ganhou força e poder e pensou que finalmente conhecia todos os segredos sobre seu destino. Mas estava enganada. Todos estão escondendo algo. Inclusive Lincoln, seu parceiro Grigori, seu amor e... sua alma gêmea.
E Phoenix está de volta. Violet tem que impedir que ele e os outros Exilados encontrem as Escrituras, a chave capaz de destruir todos os Grigori. Mas o que fazer quando a conexão com Phoenix é muito mais perigosa do que ela poderia imaginar? Com um Armagedon bíblico prestes a acontecer, Violet é levada para as montanhas sagradas do Jordão, onde histórias antigas ganham vida e seu poder angelical será testado ao limite.
Em uma batalha apocalíptica entre luz e escuridão, confiança e traição podem fazer toda a diferença. Não desistir, não fugir. Esse é o lema de Violet Eden. Entretanto, toda escolha tem suas consequências...
Marcela é uma adolescente como muitas outras, mas se acha feia. Não meio feia, mas uma feia total , como ela própria diz. Porém, em vez de chorar pelos cantos ou sonhar acordada com formas de mudar seu rosto e corpo, Marcela está pronta para mostrar, em um trabalho da escola, que os feios são muito mais belos do que se pensa. E mais: que não têm nenhuma razão para se esconder ou ter vergonha de si mesmos.
Enquanto isso, Roberto (que, por sinal, é um gato) acha Marcela linda. Aliás, linda é pouco praticamente uma deusa. Será que existe alguma chance de uma feia total e um dos bonitinhos da escola escreverem sua história de amor?
Afinal, a vida não segue roteiros e nem tudo é o que parece ser... Não é mesmo?
Um professor controlador. Uma aluna desobediente. Luz e escuridão atraídos por um romance proibido. Sophia nunca imaginou que ao conhecer Marc Blackwell, o famoso ator de Hollywood e também seu professor no Ivy College, fosse se entregar a uma paixão proibida e obsessiva. Cansados de manter o caso na clandestinidade, Marc e Sophia decidem falar à imprensa sobre seu romance. Agora, com o relacionamento sob os holofotes da mídia, professor e aluna são seguidos pelos paparazzi, e as fofocas não param e Marc sabe muito bem o quanto esse meio pode ser cruel... A situação se agrava quando o inescrupuloso Giles Getty, inimigo declarado de Marc, começa a perseguir Sophia. Preocupado com a segurança dela e determinado a protegê-la, o já dominador e possessivo Marc Blackwell aumenta seu controle sobre a jovem, sufocando-a em todos os sentidos. É hora de desobedecer...
Quando Sophia recebe sua primeira proposta para atuar em um musical, Marc ordena que ela recuse a oferta para não se expor a perigos. Indignada e sentindo-se presa, Sophia está disposta a desobedecer. Desta vez a decisão será dela e não dele. Uma escolha que colocará à prova o controle que Marc tem sobre ela e que reacenderá nele os medos mais profundos... Uma decisão que poderá colocar o relacionamento dos dois em risco.
Mas será que, por Sophia, Marc estará disposto a abrir mão de seu comportamento controlador e dizer adeus a um passado sombrio, conturbado e cheios de segredos? E Sophia? Está preparada para enfrentar o lado obscuro de Marc? E, finalmente, será que as ameaças de Giles podem realmente prejudicá-la?
Em um bairro na cidade chinesa de Harbin – um refúgio para famílias russas que fugiram da revolução comunista –, Alina Kozlova tem que tomar uma decisão importantíssima se quiser que sua única lha, Anya, sobreviva. São os últimos dias da Segunda Guerra Mundial e a situação na cidade é tensa. Mãe e lha se veem tragicamente separadas: Anya, com apenas 13 anos, vai para Xangai, enquanto Alina é levada de volta para a Rússia. Para Anya, o que poderia ser salvação acaba se tornando o início de uma montanha-russa de descobertas, emoções, tragédias e mudanças intensas, quase inacreditáveis. Entre alegrias, tristezas, uma paixão avassaladora, fugas e recomeços, a única coisa que não muda em Anya ao longo dos anos é a certeza de que um dia ela e sua mãe vão se reencontrar. Paris do Oriente é uma saga rica sobre as transformações do mundo no século XX e uma celebração do amor e da esperança sobre a incerteza e a distância. Apaixone-se por esse livro comovente e poderoso!
Na fervilhante cidade movida por ricos fazendeiros, comerciantes e escravos, a recém-chegada Adália Winston tenta manter seu segredo: por trás da pele branca e dos bons modos, esconde-se uma escrava fugitiva. Nem mesmo sua fé inabalável ou o doce sabor da liberdade conseguem aplacar o medo de que, de repente, seu antigo dono a encontre e a arraste de volta para um mundo de sofrimento. Por isso, quando o jovem Morgan Rutledge, lho de uma das famílias mais in uentes de Charleston, se encanta por Adália, ela resolve ignorá-lo. Mas o desejo de ser amada e protegida é mais forte e ela acaba se apaixonando pelo rapaz. Só que é ela quem acaba sendo levada para um mundo ao qual não pertence: a alta sociedade, onde o esplendor e a ambição traçam suas teias de intrigas, ciúmes e vingança, colocando em risco o destino do jovem casal. E agora: o amor entre Adália e Morgan será a salvação ou a ruína de ambos? Se seu terrível segredo de ex-escrava for revelado, Morgan abrirá mão de seu status e fortuna por um amor proibido e cheio de privações? Quando o passado bate à porta, o futuro pode não chegar...
Sem ter mais o que fazer e por força do hábito, Lou analisa discretamente os passageiros. Perto dela, está um casal. A mulher parece distraída e o marido, ao seu lado, acaricia carinhosamente a mão dela. De repente essa cena quase íntima é interrompida abruptamente: o homem tem um infarto. Karen, a mulher, não consegue reagir. O que há de errado com Simon? O trem para. Os paramédicos chegam. Alheia ao alvoroço que está acontecendo em outro vagão, Ana deixa sua revista de lado. Por que o trem parou? Ela tem uma importante reunião e não pode se atrasar. Depois do tumulto na chegada à estação, Ana e Lou acabam compartilhando um táxi para Londres. São duas desconhecidas unidas pelo episódio daquela manhã: Lou testemunhou os últimos momentos de vida de um homem, cuja mulher, Karen, é coincidentemente a melhor amiga de Ana. E assim os destinos dessas três mulheres se entrelaçam, tal como os passageiros que se cruzam nas estações. Para Karen, Ana e Lou, a partir daquele momento, naquela manhã, a vida não será mais a mesma...
Uma história emocionante e envolvente sobre família, amor, perda e, acima de tudo, sobre a força das amizades forjadas pelas circunstâncias da vida. Assim como o trem, a vida precisa seguir em frente. E Karen, Ana e Lou sabem disso.
Quando a rotina parece definida e quase chega a causar tédio, a vida pode nos fazer levar um belo tombo. E é desse jeito mesmo – levando um tombo em público! – que Constância e Ângelo se conheceram e se apaixonaram, tão rapidamente que parecia mágica. Porém, quando já estavam se acostumando com a felicidade, mudanças surgiram novamente, a calmaria se tornou tempestade e a vida dos dois virou de cabeça para baixo.
Será que o amor de Constância e Ângelo vai ser mais forte que as reviravoltas do dia a dia? Ou essa vai ser mais uma história que vai sobreviver apenas na memória?