sexta-feira, 17 de abril de 2015

[Resenha] Histórias mal-assombradas do espaço sideral

|
Autor: Adriano Messias
Páginas: 272
Editora: Biruta
Série: Contos para não dormir, 6
No sítio Veredas, coisas estranhas estão acontecendo há algum tempo: um bicho esquisito devora animais e mata pessoas. Luzes estranhas são vistas no céu, e misteriosas passagens subterrâneas podem levar a contatos imediatos do terceiro grau. Até o boitatá está diferente, com uma barriga enorme e brilhante.Neste sexto volume da série Contos para não dormir, André e seu amigo Leandro vão se envolver em tramas impensáveis e personagens sinistros: um médico excêntrico e seus assistentes do IML, um caipira que tem uma dieta carnívora que não agradaria ao Ibama, além de uma linda moça fantasma que mora no fundo de um poço. É só um horripilante aperitivo para que você não perca esta aventura do outro mundo.

Quando peguei Histórias mal-assombradas para ler não sabia que era o sexto livro da série, até fiquei meio assim ao iniciar a leitura, mas acontece que não tem problema nenhum ler fora da ordem. Como a trama é bem juvenil, e pelo que percebi, cada volume é uma história, a única coisa que "perdemos" é o crescimento do personagem principal. O bacana é que o autor no início da história já nos apresenta André novamente, e algumas de suas aventuras anteriores.

Percebemos que André é um menino que está crescido e cheio de dúvidas, algo normal na adolescência, e que também desde sempre sua vida foi cercada de coisas sobrenaturais e assustadoras. E só de saber isso já ficamos loucos de vontade de conhecer suas aventuras anteriores. A trama de Histórias mala-assombradas nos leva à um grande mistério quando uma senhora é atacada por um suposto animal, o qual alguns dizem ser o famoso chupa-cabra.

André está mais maduro, mas mesmo não o conhecendo tão bem, percebi que todos seus medos e curiosidades continuam o mesmo. Ele está mais uma vez metido em algo estranho, junto com seu amigo, Leandro. O livro é bastante enigmático, e como o título sugere, fala um pouco sobre extraterrestres.

Minha avó bem que podia ser uma extraterrestre pelo comportamento que tem apresentado: anda calada, cansada, catacega. Toma remédio para dormir logo depois de sua série policial predileta. Sente dor nos ossos, dor nos olhos, dor no peito, dor nas pernas. 

As ilustrações da obra são sombrias, combinando muito bem com o que o autor propôs. A leitura é leve, apesar de parecer algo assustador. A narrativa é fluída e instiga o leitor a continua lendo. Adorei tudo, e espero poder ler as outras histórias de André. Ele parece um personagem incrível, gostaria muito de conhecê-lo melhor.

A edição da Biruta está muito bonita, o tamanho do livro é menor que o normal, mas as folhas são bem grossinhas e com uma fonte boa de ler. E a capa, podemos não dar nada por ela, mas caiu muito bem para a trama. Quem gosta de uma história de terror leve, daquelas que vemos nos filmes que são contadas em volta da fogueira, vai adorar!

14 comentários:

  1. Quando vi o livro pela primeira vez, acho que foi aqui na gincana do blog mesmo, fiquei muito curiosa e super interessada. Pensei que a história fosse bem sinistra, assustadora, de dar arrepio mesmo hehe... curto demais histórias assim. Mas, depois da resenha, vi que não era realmente como imaginei. Perdi um pouco a vontade de ler. Mesmo assim, adorei a resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é mesmo, é algo bem leve viu. rsrs
      Ah que pena! :(

      Excluir
  2. Como gosto de histórias com uma pega de terror, acho que irá me agradar. Mesmo que seja juvenil, esse livro tem tudo para me ganhar. Sem falar que se tiver realmente ilustrações sombrias, aí é que me rendo mesmo. rs

    Excelente dica, Dessa.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de abril. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, o livro é bem gostosinho de ler. rsrs *-*

      Excluir
  3. Amiga gostei bastante da sua resenha sobre o livro, mas o gênero na verdade
    não me agrada muito. Eu gosto mais de livros light sem ter essa coisa de terror.
    Você pelo jeito lê de tudo em menina? Nào sei como tu não tem pesadelo com as coisas que anda lendo. Pelo amor de Deus =x

    Mas mesmo assim sua resenha tá muito boa
    Gostei de toda abordagem da história e principalmente de saber que é juvenil, mas mesmo assim é fods, imagina uma pessoa que tem medo ler isso? =x sei lá hehehehe

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/04/resenha-se-joga.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas eu disse que o livro é fraco em relação ao terror! :O hahaha

      Excluir
  4. Oi Dessa!
    Nossa, não estava dando nada para o livro o.O
    Já gostei \o/

    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi, ao olhar eu realmente não achei que o livro seria bom. Sendo sincera se eu visse na livraria não seria um livro que eu compraria pela capa e mesmo que não goste muito do gênero esse me chamou a atenção e me deixou curiosa para procurar e saber mais. Irei ler a série definitivamente.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu curti a capa, achei que combinou bastante com a trama. rsrs

      Excluir
  6. Oi Dessa...
    O livro não me chamou muita atenção de início. Não sei se leria..
    Mas quem sabe né, as resenhas sempre mudam nossa opinião.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com,br

    ResponderExcluir
  7. Oi Dessa!!!
    Gosto bastante de livros de terror, apesar de ter lido poucos...
    É difícil arranjar um livro de terror que não acabe virando suspense haha
    Adoro quando o livro tem ilustrações nesse gênero, porque ajuda o leitor a entender um pouco melhor a historia.
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ajuda mesmo, e deixa bem mais assustador. rsrs

      Excluir
  8. Ai nem acho que se eu lesse um livro de terror, morreria de angustia. Primeiro que sou muito medrosa. Segundo que muito curiosa. Então, eu ia ficar naquela de ler e não ler. Sério, isso não daria certo.

    ResponderExcluir