segunda-feira, 16 de março de 2015

[Resenha] O maníaco do circo e o menino que tinha medo de palhaços

|
Autor: Leonardo Barros
Páginas: 293
Editora: All Print
O Maníaco do Circo” aborda o tema da psicopatia, da fobia, e conta a história de Renato, uma criança com personalidade psicopata que, através de sonhos e alucinações, constrói um mundo mítico onde os palhaços são manifestações materiais de um demônio. O garotinho cresceu e se tornou um homicida missionário. Sua missão: tentar purificar as almas possuídas por esse demônio, ou livrar o mundo de sua ameaça. O leitor vai acompanhar a gênese da loucura, a espontaneidade da primeira execução e a necessidade que o psicopata tem de dar continuidade a uma sina mórbida, tão necessária para ele quanto o próprio ar. Até que a história se complica com o aparecimento de um criminoso, apelidado de “Maníaco do Circo”, que assola a cidade, deixando todos perplexos com a sua crueldade. Quem é o Maníaco do Circo? Quem se esconde por trás da maquiagem de palhaço?

Descobri algum tempo depois de ler Presságio que o autor tinha mais uma obra publicada, e é claro que por ter adorado o livro, precisava conhecer essa nova história. A forma de escrever do Leonardo é surpreendente, ele dá um show com histórias policiais e de suspense, a narrativa é sempre tão instigante que quando o leitor se dá por conta... Acabou! Simples assim, e triste também, rs.

O maníaco do circo nos apresenta a infância de Renato, um menino pobre que vive com uma mãe perturbada e alcoólatra, ele sofre muito com as crises de humor dela, muitas vezes apanha e é castigado sem motivo nenhum. Depois de ir a um médico por conta de uma doença, precisa tomar remédios que o deixam com alucinações, todas elas envolvendo palhaços e criaturas estranhas que visitam seus sonhos. É daí que surge seu medo de palhaços, e conhecemos então o Renato adulto, um psicopata, que devido à uma infância perturbada abusa das drogas (ecstasy) e continua tendo alucinações onde ele precisa matar o "vermelho" (palhaços ou algo que lembre)

Acompanhamos ao mesmo tempo um maníaco vestido de palhaço que anda estuprando crianças e adolescentes, e o interessante é que sabemos que Renato começa a matar pessoas, mas o tal maníaco só sabemos mesmo quem é no final. São histórias distintas mas, que acabam se encaixando na trama, nos fazendo conhecer o medo e o que ele é capaz de gerar... Foi interessante a forma com que o Leandro retratou uma mente perturbada, com um medo até infantil, e a maneira de como Renato conduziu sua vida.

Aprendi que uma única palavra pode causar estragos maiores que uma bala de revólver.

Senti pena de Renato, não dele adulto, mas quando criança mesmo. Ele tinha uma mãe que não o ajudava com seus medos, no fim até os piorou, sendo cruel e o fazendo ver coisas que criança nenhuma deveria ver. Ela descontava todas suas frustrações nele, que só queria estudar e ser alguém melhor. É claro que não podemos culpá-la por tudo, pois apesar de tudo que passou ele teve o carinho e educação de Leandro, ex de sua mãe, então o que ele se tornou depois já era seu mau caráter aflorando. Eu pelo menos acredito que mesmo que o ambiente familiar seja ruim a pessoa pode ser boa e assim como, uma boa educação, pais atenciosos e presentes, podem gerar pessoas más e sem caráter. Claro que há as exceções, algumas pessoas são mais influenciáveis e acabam levando para vida aquilo que aprenderam, tomando muitas vezes o errado por certo.

Enfim, sobre a trama, aconselho apenas para maiores de idade, pois ela possui cenas violentas e de sexo. Achei a história bem pesada, mas adorei mesmo assim. Apesar de ser um gênero conhecido, o livro tem suas peculiaridades. Os personagens são bem desenvolvidos, e adorei as ilustrações que o autor colocou de algumas cenas. Recomendo!

28 comentários:

  1. Olha eu sinceramente não sou muito chegada nesse gênero de leitura, mas gostei bastante de tudo que você abordou sobre o livro. A história até me pareceu interessante, mas sinceramente não é o tipo de livro que pegaria para ler. Acho que nem compraria, porque não sou muito chegada mesmo. Mas todos comentam muito bem das obras de Leonardo Barros e tenho certeza que ele ainda vai agradar muitos outros que estão começando na Blogosfera.

    EU TÔ AQUI AGORA MULHER !!!
    2 RESENHAS que não comentei -.- ahhhh...mancada hehehe

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/03/resenha-as-escolhas-de-nana.html

    ResponderExcluir
  2. Oi Dessa...
    Nossa, adorei a trama. Ainda não li Presságio, mas sempre tive vontade.
    Gostei de saber desse livro também, pois a adorei a descrição.
    Mais um livro para a "pequena" listinha...rs

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, você vai adorar Leticia! *-*
      A trama é muito interessante! E presságio é ótimo também!

      Excluir
  3. Oi Dessa!!!
    Posso simplesmente dizer que amei a resenha? hahah
    AMO livros com palhaços maníacos ou com assassinatos, etc.
    Tipo It a Coisa, só que ainda não li.
    Não tenho medo de palhaços haha mas acho que ficaria bastante tenso lendo esse livro.
    Fiquei curioso pra saber quem é o maníaco... Pena que o livro é pesado, assim não sei se vou ler.
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério? Que legal, então você vai adorar o livro! hahaha *-*
      Ah, tenta ler sim. :D

      Excluir
  4. Fiquei um pouco receosa por ser uma narrativa pesada, mas curiosa também. Sou apaixonada por mistérios e esse livro é recheado hahaha
    Com certeza vou anotar sua dica ;)

    Beijos ;*
    Resenhista LivreandoFacebook | e | Proseando com uma BibliophileFacebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anote mesmo. Se tiver oportunidade leia mesmo! ;)

      Excluir
  5. Oi, Dessa.
    O Maníaco exige um pouco mais de maturidade do leitor que o Presságio.
    É uma história mais forte e foi escrita de forma mais visceral e intuitiva. Não tem cortes de editor, e acho que nunca terá.
    A cada dia gosto mais do livro. ^_^
    Obrigado pela divulgação!
    Se possível, classifique o livro na Amazon, tá? Ajuda a vender.
    Super beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Que bom que não teve cortes, foi isso que deixou o livro mais sensacional ainda!
      Eu que agradeço pelo seu comentário!
      beijo

      Excluir
  6. Oi, Dessa.
    O Maníaco exige um pouco mais de maturidade do leitor que o Presságio.
    É uma história mais forte e foi escrita de forma mais visceral e intuitiva. Não tem cortes de editor, e acho que nunca terá.
    A cada dia gosto mais do livro. ^_^
    Obrigado pela divulgação!
    Se possível, classifique o livro na Amazon, tá? Ajuda a vender.
    Super beijo!

    ResponderExcluir
  7. Oi, não gosto de palhaços, tipo odeio odeio, são assustadores e tudo mais... Então quando eu li o nome e vi a capa, esse é um livro que eu não terei para mim k Nada contra a história, apesar de não combinar muito comigo e essa história não me atrair muito como aconteceu com Presságio, mas realmente deve ser incrível e para os amantes desse tipo de história, é uma ótima dica! Só encerro dizendo uma coisa, sempre soube que palhaços eram malvados u.u k
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, se você tem medo... melhor nem ler mesmo! hahaha :P

      Excluir
  8. Oi Dessa!
    Não sou de ler livros de terror/suspense. Apesar de simplesmente AMAR filmes desse tipo, são poucos os livros que já li. Eu adoro, hahaha Morro de medo, mas gosto mesmo assim!
    Não sei se encararia esse livro hahaha A capa já dá um medinho, e sua resenha me passou isso também ;)
    De qualquer forma, parece ser uma boa leitura :D

    Beijinhos
    Daisy - nuvemdeletras.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma ótima leitura! Que pena que não faz muito teu tipo. :/

      Excluir
  9. Oi Dessa, sua linda, tudo bem?
    Nossa, você agora me fez lembrar dos filmes de terror com palhaços, não gosto deles!!! Porque todo mundo faz essa associação maligna com os palhaços, eu não entendo, pois originalmente é alguém que nos faz rir. Achei esse livro bem pesado, Dessa, acho que não é para mim não. Embora eu goste muito de tramas policiais, acho que o objetivo dessa não é o suspense.
    Concordo com o que você falou, mesmo que o lar seja estruturado, com pais amorosos, presentes, a criança ainda assim pode infelizmente fazer escolhas erradas.
    Para quem gosta desse gênero, parece ser um ótimo livro.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii! *-*
      Que pena que não faz teu tipo, mas se você gosta de suspensa, vai adorar o outro livro dele: Presságio! *-*

      Excluir
  10. Tem mais outro livro do autor na Amazon (esqueci o título agora), mas tem sim e é mais comédia.

    Li este tem tempo e adorei, minha cara essa coisa mais trash. Enfim, resenha linda!!!

    Bjksssss

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá, Dessa.
    Eu tenho esse livro no Kindle, mas por uma questão de "meu tempo está maluco", eu ainda não li. Mas assim como o outro livro do autor, a obra está na minha lista de futuras leituras.
    Essa parte mais pesada da narrativa não me incomoda. Aliás, até prefiro livros mais viscerais e pesados. Então, sua resenha me chamou ainda mais atenção para a obra.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de março. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii!

      Que bom, Marcos, então você vai adorar a leitura! Depois me conta o que achou! :D

      Excluir
  12. Oi Dessa, tudo bem?
    Esse livro parece ser daqueles bem intensos. Achei a trama interessante, mas vou anotar a dica pra um momento mais propício, pois não estou no clima pra livros assim.
    Abraços,
    Amanda Almeida
    http://amanda-almeida.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Andressa, já tinha visto a resenha do livro em outros blogs, lembro que fiquei bem curiosa, com certeza assim que possível quero dar uma oportunidade a leitura, mas hoje em dia ando quase sem tempo =/

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  14. Oi, Dessa.

    Esses livros policiais não fazem meu gosto, ainda mais agora sabendo que esse fala de Circo/Palhaço. Eu trabalho na área circense e tipo fico achando que as pessoas já tem certo preconceito com palhaços e isso faz alguns ter mais medo. Não leria esse livro. =/

    Beijos.
    Visite: Paradise Books BR

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, eu acho interessante esse outro lado que eles dão, mas nem por isso penso mal dos palhaços. rsrs

      Excluir
  15. Não conhecia, mas amei a historia.
    Fiquei triste pelo Renato, o tanto que ele sofreu na infância e no que se transformou.
    O mistério pra saber quem é o maníaco, muito interessante.
    Ótima dica de livro.

    ResponderExcluir
  16. Olá!!!!!
    Eu esperava muito mais sobre o maníaco do circo, ele acabou ficando para segundo plano e a descoberta da sua real identidade e o seu desfecho foram fracos. Eu imaginei um embate entre o maníaco do circo e o menino que tinha medo de palhaços, isso não aconteceu e fiquei um pouco desapontada. Mas a trama tem um inicio bastante envolvente e prende. O autor teve muita criatividade ao imaginar os medos e paranoias de Renato, desenvolvendo uma história com um suspense intrigante.

    ótima resenha...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii
      Realmente, foi muito original o que o autor criou, muito criativo. Teve alguns pontos que também me desapontaram, mas de modo geral adorei a leitura!

      Excluir
  17. Oi!
    Nunca gostei muito de palhaços o livro é bem intenso e interessante achei legal a apresentação da infância do renato pra nos mostrar a historia desdo inicio o livro parece muito bem escrito e os personagens bem retratados!!

    ResponderExcluir
  18. Não curti esse livro. Já não tinha gostado do livro pela sinopse, e quando comecei a ler sua resenha, percebi que estava certa. Não curto livros com violência, com cenas pesadas, por mais que eles possam tratar de realidade.

    ResponderExcluir