sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

[Resenha] True

|
Autora: Erin McCarthy
Páginas: 258
Editora: Verus
Série: True believers, 1
Quando as colegas de quarto de Rory descobrem que a tímida e estudiosa garota nunca passou uma noite com um homem, decidem que vão ajudá-la a perder a virgindade contratando o confiante e tatuado Tyler para fazer o serviço, porém sem o conhecimento dela. Tyler sabe que não é bom o bastante para Rory. Ela é brilhante, enquanto ele está lutando para se formar na faculdade e conseguir um emprego, para, então, poder tirar seus irmãos mais novos da mãe drogada. Mas ele acaba aceitando a proposta, pelo menos como uma oportunidade de conhecer Rory melhor. Há algo nela que o intriga e o faz querer ficar por perto — mesmo sabendo que não deveria.
Divididos entre o bom senso e o desejo, os dois se veem envolvidos em uma relação apaixonada. Mas, quando a família desajustada de Tyler ameaça destruir seu futuro — assim como o dela —, Rory precisa decidir se vai cortar os laços com o perigoso mundo do namorado ou se vai seguir seu coração, não importa o preço a pagar.

True
é um daqueles 'new adult', o famoso NA, que te prende do início ao fim. Quando solicitei o livro não esperava encontrar algo que me prendesse profundamente, como aconteceu. Na verdade, esperava algum tipo de clichê que no final iria me arrancar um grande "é, ok.". E antes que me perguntem porque diabos eu resolvi solicitá-lo então, é que eu adoro esses clichês. Li a sinopse e gostei, mas resolvi pensar que podia não ser nada demais, para não me decepcionar. Claro que de alguma forma eu sabia que ia gostar, porém, não esperava amar. Isso mesmo, eu amei a trama. Ela é leve, descontraída, e com a dose certa de dramas. O foco não fica apenas no romance, ou na tal virgindade da mocinha - ok, boa parte sim... -, temos também uma boa dose de problemas, coisa que se encontra em qualquer livro do gênero, eu sei, mas que nessa obra tiveram uma profundidade emocionante.

O bad boy e a nerd tímida é um ótimo clichê, mas que na narrativa da autora se transformou em algo delicado e fofo. Depois de "salvar" Rory de uma situação constrangedora, Tyler começa a prestar mais atenção nessa garota tão desajeitada socialmente, que prefere estudar à sair para as festas com as - lindas e gostosas - colegas de quarto. É claro que essa atenção só aumenta quando ela acaba revelando que é virgem. Para a maioria é algo inacreditável, afinal, ela está na faculdade e tem vinte anos. Acontece que não é uma escolha dela. Por seu jeito retraído, ela acaba nunca chamando a atenção de nenhum garoto... até Tyler aparecer em cena. Ele surpreendentemente começa a querer estudar com ela e ficar por perto. Rory acha isso estranho, pois ele é aquele tipo de cara que pode ter qualquer garota, então por que ela?

Solucei pela garotinha que eu tinha sido, que nunca entendeu porque eu não me encaixava, e pela percepção de que eu jamais me encaixaria. De que minha vida tinha sido feita para viver sozinha, com uma tênue barreira, feito um plástico esticado, entre mim e as outras pessoas, e de que meus pensamentos nunca eram capazes de andar em paralelo com os da maioria dos seres humanos

O romance é bem bonitinho, mas o pano de fundo da história foi o que mais me chamou a atenção. Todo o drama de Tyler tendo de lidar com sua mãe drogada, e cuidar dos irmãos menores, é muito bonito! Ele é um irmão atencioso, carinhoso e preocupado. Sua mãe tem vários ataques, chegando até mesmo a bater em Tyler nesses momentos, mas ele nunca revida ou a agride. E também nunca pensou em abandonar tudo, porque convenhamos, é muito fácil querer sair dessa situação. Me emocionei com essas partes. Vendo todo sacrifício e dedicação com a família só me fez gostar mais ainda dele, e querer que ele fosse feliz com alguém, de preferência com Rory, que também é muito querida. Todos acham que os dois são as duas pessoas mais improváveis de ficarem juntas, mas eu não concordo. Há tantas coisas que podem fazer duas pessoas gostarem uma da outra. Por trás de toda aparência, independente de bonita ou não, há os sentimentos. E são eles que nos mostram o melhor de uma pessoa, não uma tatuagem - ou aparência nerd, rs -. 

True tem uma leitura muito rápida, a autora não enrola (talvez só com a virgindade da mocinha, pelamor), e por isso, nos vemos envolvidos na trama de forma absurda! Eu não conseguia parar de ler o livro, sério. Há algumas reviravoltas, nada tããão chocante, mas que só deixa a leitura mais empolgante. O enredo tem tudo para agradar os leitores: bad boy gostoso e fofo, garota tímida, situações engraçadas, dramas familiares... Como não gostar? Precisava de algo descontraído, e foi o que eu encontrei, apesar das partes mais dramáticas. Outro ponto que eu curti é que não tem muito mimimi, ou draminha de gente apaixonada, é algo bem adulto, direto e sincero. Leitura recomendada!

25 comentários:

  1. Oi Andresssa!
    Eu sou completamente apaixonada pelos livros do gênero NA. Quando vi que True ia ser lançado já fiquei mega ansiosa para lê-lo. O legal foi que minhas expectativas não foram em vão, eu gostei demais dessa leitura. Concordo com você, em vista de muitos NA's por aí, True tem um tema mais maduro por assim dizer. Sem falar que eu achei a Rory uma personagem bem agradável, bem diferente daqueles que estou acostumada a ver por aí.

    OBS: Adorei o novo layout, ficou muito legal! :)

    Beijos!
    Books and Movies
    www.booksandmovies.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também gostei muito do livro, nem achei que ia gostar tanto.
      Gostei principalmente por isso, ser mais maduro e sem mimimi.
      Ah, obrigada! <3

      Excluir
  2. Aaaah meu Deus! Já estava com uma curiosidade imensa para ler esse livro, agora estou enlouquecida kkkkkkk
    Preciso desse livro já! Assim que conseguir ele vou passá-lo na frente de todos kkk

    Beijos ;*
    Resenhista LivreandoFacebook e Proseando com uma BibliophileFacebook

    ResponderExcluir
  3. Oi Dressa...
    Primeiramente, fico lindo o novo layout do blog.
    Sobre o livro, parece que está chovendo resenhas deste livro..haha
    Confesso que não tenho muita vontade de ler ele, porque esta personagem virgem não ia me agradar, essa maneira de perder a virgindade não rola..
    Mas que bom que gostou do livro.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, que bom que gostou!
      Está né? Todo mundo querendo ler. haaha
      Que pena, pois é uma leitura bem descontraída.

      Excluir
  4. Oi, Dessa.

    Estou muito afim da leitura desse livro. \o/
    A Nik do Paradise leu e amou. Esse livro é bem do estilo que gosto. Ainda bem que você falou que essa leitura prende, tem dias que os livros que leio são bem medianos. Mas irei arriscar a conhecer essa moça virgem e seu bad boy. kkk

    Beijos.
    Visite: Paradise Books BR // Sorteio de Carnaval

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, então trate de ler logo! *-* Você vai gostar!

      Excluir
  5. De repente cliquês podem vim se tornar grandes histórias, eu adoro ser surpreendido tanto com finais inesperados quanto os trágicos. Imagino que essa história seje bem leve e bem constrúida.

    Parabéns
    Beijos

    Beto

    blogcoisastriviais.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Andressa,
    As vezes esses livros mais despretensiosos é td o q um leitor precisa né?
    Bom, já li alguns NA e até gostei. Mas as vezes me parece que é mais do mesmo, sabe? Por isso que True nao me empolgou. Nao parece ter nada de diferente...
    PS: opa, mais uma blogueira gaucha rsrs. Só notei agora q vc é aqui do sul.
    Abraço,
    Alê
    www.alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! Estava precisando de uma leitura assim mesmo. rsrs
      Você também é gaúcho? Que legal! Não conheço muitos blogueiros daqui. :O hahaha

      Excluir
  7. Olá, Dessa. Tudo bem?
    Em primeiro lugar, amei o novo layout. Ainda não tinha visto.
    Quanto ao livro, fico feliz que você tenha se surpreendido. Eu, ao contrário, não sei se iria gostar tanto, principalmente porque não gosto muito do gênero. Mas gostei da dica.
    Excelente resenha.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de fevereiro. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou! *---*
      Ah, se você já não curte tanto o gênero, mesmo o livro sendo muito bom, talvez não te agrade mesmo. :/

      Excluir
  8. Já tinha lido outra resenha desse livro e achei a premissa bem legal, mesmo com os clichês que eu normalmente não gosto, mas pelo que você disse, bem como na outra resenha, há um elemento surpresa que o que realmente me atrai numa leitura. Bjs

    ResponderExcluir
  9. Oi Andressa...
    Eu amei True, ele entrou para a minha lista dos NA queridinhos.
    Sabe que eu nem achei que a Erin enrolou com a virgindade da Rory (quer dizer, acho que pelas questões todas e pelo Tyler ser como é seria ruim se rolasse antes de 'alguns pontos nos is'...rs)
    O que eu mais gostei é que o texto é mais adulto e mesmo a Rory tendo seus momentos de insegurança não é só aquela coisa de ela não ser bonita e blábláblá.
    Como apaixonada por NA e que adora um cliché bem narrado, não teve como não amar True *-*

    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas mesmo com alguns pontos nos i's ficou meio enrolado, nunca acontecia, já tava me dando nos nervos! hahaha
      Adorei True, estou louca para ler os próximos <3

      Excluir
  10. Oi Dessa!
    Nossa, todo mundo deu pra ler esse livro agora é? E mais uma vez eu não faço parte do "todo mundo" (infelizmente).
    Já conhecia a história de True pelas outras resenhas que já li, mas adorei sua resenha também. Você consegue expressar suas opiniões muito bem.

    Beijos
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo elogio!
      E espero que você leia em breve o livro. rs

      Excluir
  11. Oi, Andressa.
    Não consigo falar o quanto estou louca para ler esse livro.
    Ele me chamou atenção a partir da capa e cada resenha que leio (como a sua, por exemplo) só faz com que a minha vontade aumente.
    Simplesmente encantada por tudo nele.

    http://lisos-somos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Amiga fiquei bastante interessada nesse livro.
    Até acabei me esquecendo de comprar ontem, mas vou tentar compra-lo, porque o livro deve ser realmente perfeito e eu como sou uma fanática por romance, sem dúvida ficarei aos suspiros com esse livro. Eu adorei a sua resenha. A história me parece linda =D

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, você vai adorar ele Sil, pode ter certeza. É uma história bem bonita e leve de ler. *O*

      Excluir
  13. Parece um bom livro, mas não vi um diferencial grande dos outros Young Adults, o que não o torna uma prioridade nas minha leituras.

    ResponderExcluir
  14. Não sou fã do gênero NA, acho que porque na verdade eles são muito parecidos, sempre um bad boy que se apaixona/seduz a mocinha. As vezes acho que falta uma real criatividade nessas histórias, tudo fica muito em volta da atração física. Prefiro histórias que realmente mostram um sentimento, um amor puro, como em A viuvinha, que é um livro lindo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente nessa questão é tudo igual, mas o livro tem uma grande profundidade e os personagens não são de mimimi, é uma trama bem adulta e tal.

      Excluir
  15. Oie Dessa, estou realmente encantada com suas resenha, você é direta e objetiva e escreve muito bem.
    Sobre a história, adoro o gênero NA, e esses clichês fofos, louca para ler esse livro.

    Beijos

    http://paraisodasideas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Confesso que TRUE não fará parte das minhas próximas leituras... Já li várias resenhas sobre ele e não curto essa de livros eróticos. Sua resenha ficou ótima... Beijinhos

    ResponderExcluir