sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

[Resenha] As artimanhas de Napoleão e outras batalhas cotidianas

| 19 comentários
Autor: Antonio Cestaro
Páginas: 100
Editora: Tordesilhas
Personagem de duas crônicas de Uma porta para um quarto escuro, primeiro livro de Antonio Cestaro, Napoleão, um porquinho-da-índia traquinas e vivaz, grande apreciador da generosidade das pessoas, despertou tanto interesse nos leitores que acabou se tornando o protagonista involuntário da segunda obra do autor. Napoleão é vegetariano e está namorando. Inteligente, aprendeu a se comportar em salas de concerto e foi sondado para participar de um desenho animado com grande campanha de mídia. Vive com o dono e a família do dono numa casa frequentada todos os dias pela Vânia, que os ajuda nos serviços domésticos. Eventualmente, visita o doutor Gildo, médico especializado em animais de grande porte que o atende em nome de uma amizade antiga. E frequenta também a dona Yolanda, vizinha da família e proprietária do Arquibaldo, um felino não muito confiável. Com esses personagens, situações banais do cotidiano e um olhar subjetivo, Antonio Cestaro constrói um conjunto de crônicas que discorrem sobre a condição humana e a relação das pessoas entre si, com a natureza e com a metrópole. Assim, em “Pé direito”, a compra de um tênis que servirá de cama para o Napoleão é o pretexto para uma discussão sobre ciclismo e paisagem urbana, industrialização e mão de obra infantil na China. Já a tocante “O que dizer?” fala de “literatura e das emoções humanas que as palavras não dão conta de descrever”. Música, natureza, alegria, tristeza, poesia, concreto, psicanálise, fantasmas e os laços de amor e amizade são os temas com os quais o autor tece uma narrativa leve e cheia de sentimento, cujo fio condutor é um porquinho-da-índia octogenário, criação do grande poeta Manuel Bandeira, que Antonio Cestaro faz ressurgir em uma realidade ficcional que “aproveita os sonhos para anular os limites do tempo, da matéria e da lógica”.

Quando recebi As artimanhas de Napoleão de surpresa da editora Tordesilhas me apaixonei na hora pelo livro. Ele é de capa dura e com ilustrações lindas, um mimo só. Fiquei muito curiosa para saber sobre o que se tratava, mas me segurei até resolver realmente ler, e assim, me surpreender. Enfim peguei o livro para iniciar a leitura, e o acabei em um dia, de tão cativante que é a obra.

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

[Resenha] O guardião

| 29 comentários
Autor: Nicholas Sparks
Páginas: 344
Editora: Arqueiro
Quarenta dias após a morte de seu marido, Julie Barenson recebe uma encomenda deixada por ele. Dentro da caixa, encontra um filhote de cachorro dinamarquês e um bilhete no qual Jim promete que sempre cuidará dela.Quatro anos mais tarde, Julie já não pode depender apenas da companhia do fiel Singer, o filhotinho que se tornou um cachorro enorme e estabanado. Depois de tanto sofrimento, ela enfim está pronta para voltar a amar, mas seus primeiros encontros não são nada promissores. Até que surge Richard Franklin, um belo e sofisticado engenheiro que a trata como rainha. Julie está animada como havia muito tempo não sentia, mas, por alguma razão, não consegue compartilhar isso com Mike Harris, seu melhor amigo. Ele, por sua vez, é incapaz de esconder o ciúme que sente dela. Quando percebe que o desconforto diante de Mike é causado por um sentimento mais forte que a amizade, Julie se vê dividida entre esses dois homens, ela tem que tomar uma decisão. Só que não pode imaginar que, em vez de lhe trazer felicidade, essa escolha colocará sua vida em perigo.
O Guardião contém tudo o que os leitores esperam de um romance de Nicholas Sparks, mas dessa vez ele se reinventa e acrescenta um novo ingrediente à trama: páginas e mais páginas de suspense.

Fazia muito tempo que eu não lia um livro do Nicholas Sparks, então resolvi esse mês mudar isso e peguei O guardião para ler. Bem... foi uma surpresa incrível! Li poucos livros do autor (comparado com quantos já foram lançados aqui), mas os que li, percebi que sempre são o mais do mesmo: romance, alguma morte e blablablá. E não que eu não goste disso, na verdade adoro esses romances água com açúcar dele. Por isso, já nem leio mais as sinopses dos livros do  Nicholas, porque sei que tipo de história encontrar e que vou gostar, então quando terminei a leitura de O guardião imaginem minha surpresa ao descobrir que o autor criou um romance com suspense! Só fez eu amar o livro mais ainda. Adorei ser surpreendida com esse novo elemento!

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

[Resenha] Os Goonies

| 27 comentários
Autor: James Kahn
Páginas: 240
Editora: DarkSide
O clássico filme infanto-juvenil, "Os Goonies", volta direto dos anos 1980, adaptado para livro. Às vésperas de serem despejados de seus lares, um grupo de crianças - os Goonies - segue em busca de um tesouro escondido, em uma história fantástica de amizade.








Tem coisa melhor do que assistir um filme e saber que há também o livro? Quando é de um clássico, é melhor ainda! Os Goonies é da década de 80, e mesmo eu nascendo só nos anos 90, o filme ainda fazia sucesso. Esqueci quantas vezes assisti na sessão da tarde, sem enjoar nenhuma vez! O filme de Spielberg fez parte da minha infância, e por isso fiquei tão ansiosa e feliz quando a DarkSide anunciou esse lançamento. Finalmente fiz a leitura do livro, e foi como voltar aqueles tempos de criança. ♥

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Caixinha de correio #66

| 24 comentários

Bom dia! Estou há muito tempo sem postar a caixinha, mas é que os livros estão chegando tudo pingado. haha Vamos conferir o que eu andei recebendo nas últimas semanas?


PARCERIA



Recebi da editora Aleph essa surpresa linda: um kit de Eu, robô! *-* Muito amor esse kit. Eu já li esse livro faz bastante tempo, mas vou adorar reler.

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

[Resenha] A vida como ela era

| 27 comentários
Autora: Susan Beth Pfeffer
Páginas: 378
Editora: Bertrand
Série: Os últimos sobreviventes, 1
Quando Miranda começa a escrever um diário, sua vida é como a de qualquer adolescente de 16 anos: família, amigos, garotos e escola. Suas principais preocupações são os trabalhos extras que os professores passaram tudo por causa de um meteoro que está a caminho da Lua. Ela não entende a importância do acontecimento; afinal, os cientistas afirmam que a colisão será pequena. Mas, mesmo assim, acredita que esse será um evento interessante a se observar, com binóculo, do quintal de casa.
Para surpresa de todos, o impacto da colisão é bem maior do que o esperado, e isso altera de modo catastrófico o clima do planeta. Terremotos assolam os continentes, tsunamis arrasam os litorais e vulcões entram em erupção. Em 24 horas, milhões de pessoas estão mortas e, com a Lua fora de órbita, muitas outras mortes são previstas. Os supermercados ficam sem comida, e Miranda e sua família precisam, então, lutar pela sobrevivência em um mundo devastado, onde até a água se torna artigo de luxo.

A vida como ela era foi uma surpresa que eu recebi da Bertrand, e que eu amei! Antes mesmo do livro chegar eu já tinha lido a sinopse e me interessado pela trama, adoro esses enredos apocalípticos e tal, então quando o recebi fiquei ansiosa demais para ler. ♥

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

[Novidades] Belas-Letras, Fundamento e Tordesilhas

| 22 comentários

Bom dia, pessoal! Tenho várias novidades para divulgar para vocês das editoras parceiras, vamos conferir?


Belas-Letras



Clockwork Angels: Os Anjos do Tempo chega às livrarias em fevereiro

Escrito por Kevin J. Anderson e inspirado nas letras das músicas de Neil Peart, o livro é o primeiro lançamento da Belas-Letras em 2015
Clockwork Angels: Os Anjos do Tempo, livro que se tornou bestseller do jornal americano New York Times, lançado originalmente em 2012 e ainda inédito no Brasil, chegará às livrarias do país na primeira semana de fevereiro pela editora Belas-Letras.
A obra de ficção científica é escrita pelo mestre do gênero steampunk Kevin J. Anderson, inspirada nas letras das músicas da lendária banda de rock Rush, em parceria com o compositor e baterista Neil Peart, com ilustrações do premiado designer Hugh Syme.
Os Anjos do Tempo gira em torno da aventura de Owen Hardy, um jovem ajudante do moinho de sidra de seu pai, Anton. Quando ele ainda era uma criança, sua mãe faleceu e as poucas lembranças que o jovem tem dela são as histórias fantásticas que ela contava sobre a cidade de Crown City e os relatos sobre o continente abandonado de Atlantis.
Com essas histórias em mente, Owen decide abandonar seu pequeno vilarejo no interior e conhecer Crown City. Lá encontrará uma trupe de circo, Francesca, por quem se apaixona, além de perseguição, perigo e decepção.

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

[Resenha] Virando o jogo

| 28 comentários
Autora: J. Sterling
Páginas: 280
Editora: Faro Editorial
Série: Jogo perfeito, 2
Ela o queria de volta. Mas como saber se não está lutando contra o destino? Jack e Cassie rapidamente percebem que a nova vida dele como astro do time muitas vezes pode ser cruel. A felicidade do casal novamente é posta à prova, e os erros do passado parecem retornar com mais força. Depois de um ano tumultuado, Jack e Cassie finalmente estão onde sempre quiseram estar: juntos!Mas permanecer ao lado de Jack não é fácil para uma garota. Ele sabe que é sua última chance de provar seu amor para Cassie e quer fazer tudo dar certo. Mas como transmitir uma segurança capaz de deixá-la tranquila diante de tanto assédio? Cassie deve aprender a navegar nas águas deste novo mundo, em que os olhos de todos estão voltados para Jack. É um estilo de vida que a faz questionar sua felicidade, e sua própria sanidade, e se perguntar continuamente: "Como acreditar que podem ficar juntos quando tudo parece querer separá-los?"
1. O jogo perfeito

Virando o jogo é a continuação de O jogo perfeito, da trilogia Jogo perfeito, publicada no Brasil pela editora Faro Editorial. Na resenha do primeiro livro eu comentei que não via tanta necessidade de uma continuação, que a autora poderia ter dado um final naquele mesmo, e fim de papo. Então quanto soube que teria o segundo, fiquei com certo receio, pois não imaginava o que a autora poderia nos trazer, que fosse empolgante, e sem ser repetitivo. Ainda bem que meu receio foi infundado, pois a continuação tem uma história e tanto!

domingo, 18 de janeiro de 2015

[Resenha] Willow

| 32 comentários
Autora: Julia Hoban
Páginas: 352
Editora: Leya
Sete meses atrás, em uma noite chuvosa de março, os pais de Willow acabaram bebendo muito durante o jantar e pediram a ela que guiasse o carro até em casa. Por uma fatalidade, Willow perdeu o controle do veículo e seus pais morreram no acidente.Consumida pela culpa, Willow deixa para trás sua casa, amigos e escola e, enquanto tenta retomar a relação de afeto e companheirismo com o irmão mais velho, secretamente bloqueia a dor da perda cortando a si mesma. Mas quando Willow encontra Guy, um rapaz tão sensível e complexo quanto ela, mudanças intensas começam a acontecer, virando seu mundo de cabeça para baixo.
Contado de modo cativante e doce, Willow é um romance inesquecível sobre a luta de uma jovem para lidar com a tragédia familiar e com o medo de se deixar viver uma linda história de amor e cumplicidade.


Willow é um livro que desde que saiu lá fora, e todo mundo comentou tanto sobre, eu estava ansiosa para ler. Como não sei ler em inglês, esperei a boa vontade de alguma editora, e não é que a Leya trouxe para nós? ♥ Finalmente! Sério, só lia resenhas falando bem, outras não, claro, mas que mesmo assim tinham me deixado muito curiosa para conhecer a trama. Só fiquei chateada que a editora não utilizou a capa original, pois ela é linda e combina muito bem com a história, não que a brasileira não tenha ficado bonita também...

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

[Resenha] A noite dos mortos-vivos e A volta dos mortos-vivos

| 20 comentários
Autor: John Russo
Páginas: 320
Editora: DarkSide
A história que deu início ao apocalipse zumbi, pela primeira vez no Brasil. Do roteirista de George Romero. Dois livros em um: inclui A Volta dos Mortos-Vivos. — “Seu livro… me guiou através do meu primeiro filme.” Quentin Tarantino








Fala galera, tudo belezinha? Então, quando recebemos esta maravilha da editora Darkside, fui correndo na Andressa e disse: "É meu". Porque convenhamos, é o clássico dos clássicos no que se refere a zumbis, e além de tudo, ser um livro baseado no filme é algo diferente (pelo menos pra mim), portanto eu queria ter essa experiência.

Vou falar das duas partes separadas...

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

[Resenha] O invisível

| 29 comentários
Autor: Mats Wahl
Páginas: 232
Editora: Butterfly
Um fenômeno inexplicável aconteceu com Hilmer Eriksson. De repente, ele ficou invisível! Ninguém consegue enxergá-lo! Na sala de aula, seus colegas não notam sua presença. Hilmer escuta as conversas, movimenta-se entre as pessoas, mas elas não percebem que ele está no ambiente... O detetive Harald Fors está à sua procura; Hilmer foi considerado desaparecido! Aproveitando-se de sua invisibilidade, o jovem resolve desvendar o mistério na companhia do policial. Fors suspeita que a cruz suástica, símbolo de triste recordação - a qual mãos anônimas grafitaram em alguns lugares -, tem relação com o sumiço de Hilmer, que não agüenta mais viver sem ser notado...


Quando li a sinopse de O invisível me lembrei muito do filme, de mesmo nome, e descobri que é um remake do filme sueco Den Osynlige, adaptação que fizeram do livro de Mats Wahl. Como eu gostei bastante do remake, fiquei bastante curiosa para conhecer a leitura da obra, e por isso solicitei da editora parceira, Buttefly. Não via a hora de ler, só me decepcionei um pouco com o tamanho, achei que seria mais bem explorado esse lance do garoto invisível, mas não foi o que ocorreu, o livro é bem curto.

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

[Novidades] Faro Editorial e Fundamento

| 21 comentários

Boa tarde, pessoal! Post com as últimas novidades da Faro e Fundamento no ar! Confiram e comentem! ;)


Faro Editorial

Tucker Max escreveu o livro mais politicamente incorreto sobre as aventuras masculinas...Ele ri da vida, da saúde, da segurança dentro do trio: cerveja, noitada e mulheres... Mas não banca o garanhão invencível. Ele conta as furadas, os micos, as mancadas, mas também o lado divertido dessas aventuras... para valer a máxima contida no título: Já que tem certeza de que não vai para o céu, ele torce para que sirvam pelo menos cerveja no inferno.








Fundamento



Pré-venda de O mar infinito, continuação de A 5º onda, no ar. Link aqui. As 100 primeiras compras do livro ganharão um botton exclusivo!
E o filme será lançando em janeiro de 2016, ainda dá tempo de correr para comprar e ler a série!

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

[Resenha] As crianças trocadas

| 28 comentários
Autora: Elle Casey
Páginas: 288
Editora: Geração editorial
Série: A guerra dos Fae, 1
Jayne Sparks, rebelde e língua afiada de dezessete anos e seu melhor amigo, tímido e estudioso Tony Green tem uma existência muito típica de escola secundária, até que vários incidentes aparentemente não relacionados convergem, causando uma cascata de eventos que mudam suas vidas para sempre. Jayne e Tony, junto com um grupo de adolescentes em fuga, são sequestrados e enviados para uma floresta, onde nada e ninguém são o que parecem. Quem sairá triunfante? E o que eles serão quando o fizerem?



Quando recebi o segundo livro da série A guerra dos Fae da editora, sem nem ter o anterior ainda, fiquei curiosa para saber sobre o que era, e por isso, fui ler algumas resenhas em blogs de As crianças trocadas. Após saber que se tratava de uma fantasia, com seres místicos, e todo esse mundo Fae, resolvi solicitar na hora o primeiro e terceiro volume da série. Adoro esse tipo de leitura, e após ler tantos comentários positivos, não tive escolha a não ser conhecer esse universo que a autora criou. Apesar de saber um pouco sobre o que se tratava o livro, foi uma surpresa maravilhosa o que eu encontrei ao ler.

sábado, 10 de janeiro de 2015

[Resenha] Apenas os inocentes

| 34 comentários
Autora: Rachel Abbott
Hugo Fletcher parece ser o homem perfeito. Bonito, rico, uma reputação impecável não é à toa que a mídia o adora. O fato de ser encontrado morto, nu e amarrado a uma cama em seu apartamento em Londres não combina com a imagem que todos têm dele. Para o inspetor-chefe Tom Douglas, uma coisa é clara: cada aspecto da cena do crime o leva a desconfiar de que o culpado é uma mulher.
Na busca pelo assassino, Tom descobre os detalhes mais hediondos e chocantes da vida pessoal da vítima longe dos holofotes. Quando a investigação chega a um ponto crucial, ele começa a perceber que o caso se trata de algo muito maior do que um simples assassinato. E isso o deixa em um terrível dilema: quando se trata de homens como Hugo Fletcher, os culpados devem ser punidos? Ou os inocentes devem ser protegidos?

Quando li a sinopse de Apenas os inocentes fiquei na hora com uma vontade imensa de ler! Antes de iniciar a leitura resolvi ler algumas resenhas sobre o livro para saber o que esperar, e algumas falaram que era tudo muito óbvio, mas preciso confessar que demorei um pouco para ligar tudo. O assassino não descobri até o fim, pois achei que se eu tentasse descobrir ia ser alguém bem na cara... A autora criou um clima intenso de mistério. Conforme lemos vamos descobrindo algumas coisas, mas é tudo a passo de tartaruga. Isso poderia muito bem irritar o leitor, mas digo que é ao contrário, ficamos cada vez mais empolgados para descobrir tudo logo!

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

[Resenha] Não conta pra ninguém

| 26 comentários
Autoras: Fernanda Omelczuk; Georgina Martins, Mariana G. M. de Faria e Vera Maia
Os oito contos que compõem esta obra são frutos de autoria feminina, revelam perspectivas sensíveis e densas ao tratarem de situações-limite, com estilos peculiares. Povoados por personagens adolescentes, que modulam de maneira bastante interessante vozes e pensares reveladores.









Não conta pra ninguém é um livro de contos em que quatro autoras se juntaram para falar de assuntos bem reais: preconceito, bullying, abuso sexual... Nesses contos conhecemos crianças e adolescentes que de alguma forma passaram por algo cruel e constrangedor, algo que acaba desfazendo toda a inocência que sentimos no início de cada história.

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

[Resenha] Coração em chamas

| 34 comentários
Autora: Leila Krüger
Amar duas pessoas ao mesmo tempo, amar pelo computador, matar por amor, não saber que ama, desistir de amar. Coração em chamas! Apresentam-se aqui dez histórias confessionais de amor e loucura, vividas pelas mais diferentes figuras - uma garota de programa, um padre, um poeta, uma atriz famosa, um milionário e até um amigo do poeta Álvares de Azevedo, do século XIX, entre outros.








Coração em chamas recebi em parceria com a autora, Leila Krüger. O livro é composto de crônicas sobre amor, paixão, obsessão, ciúmes... Temas tão intensos como obsessão e ciumes só poderiam nos levar à uma leitura igualmente intensa, não é? Mas, assim como a autora retrata um lado "feio" deste sentimento, ela também traz a beleza do amor, e tudo de bom que vem junto. Eu li poucos livros de crônicas, mas os que eu li, me fizeram gostar cada vez mais deste gênero. Então quando recebi da Leila sua obra, fiquei muito empolgada para iniciar a leitura.

sábado, 3 de janeiro de 2015

[Parceria] Breno Melo, K. F. Zacharias e Marcos Mota

| 31 comentários

Boa tarde! Novidades no início de 2015 no blog: três novos autores parceiros! Em breve resenhas dos livros, fiquem de olho. Enquanto isso vamos conhecer cada um deles? :)


BRENO MELO

Breno Melo nasceu em 1980, na cidade do Rio de Janeiro. Foi indicado para Poeta do Ano pela Sociedade Internacional de Poetas mais de uma vez, em 2002, 2003 e 2004. Participou da antologia "The Best Poems and Poets of 2003", com o poema "Hazel Eyes", e da antologia "The Best Poems and Poets of 2004", com a composição "That Girl". Também foi selecionado para "The International Who's Who in Poetry", incrível obra mundial que conta com participantes de vinte e cinco nações ao redor do globo e reúne, segundo a Sociedade, os poetas mais interessantes que ela encontrou ao longo dos catorze anos anteriores.

quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

Pilha de leitura #20

| 33 comentários


Boa noite, pessoal! Mais uma pilha de leitura no ar! Infelizmente meu ritmo de leitura caiu drasticamente: de uma média de 18 livros, para 9 livros lidos! :( Mas, tudo bem, as leituras de dezembro foram muito boas e bem aproveitadas. Porém, espero recuperar meu rimo, hahaha. Li oito livros e um ebook. Vamos ver o que eu achei de cada leitura? É só clicar nos títulos dos livros para irem na resenha completa. ;)

E apesar de ter lido pouco no mês passado, consegui bater minha meta do ano de 100 livros lidos, na realidade li 158! Bastante, né? E vocês, terminaram o ano com quantas leituras?

[Top comentarista] Janeiro

| 19 comentários

Boa noite! Primeiro top de 2015 no ar! E esse mês um ganhador vai levar dois livros para casa: Indo longe demais e O diário secreto de Lizzie Bennet, duas leituras ótimas e que já estão resenhadas aqui no blog. ;)


Regras:

Para validar sua participação é necessário comentar neste post;
Apenas os comentários feitos nos posts de 01/01 até 31/01 serão válidos para o Top, exceto promoções e resultados;
Só será contabilizado um comentário por post, independente de quantos você fizer;
Os comentários precisam ser relevantes, um "Quero ler" não valerá, nem algo do tipo que mostre que a pessoa não leu o post;
 Dia 01/02 posto a planilha com a contagem e o resultado;
Em caso de empate será feito um sorteio;
Os livros serão enviado em até 45 dias. O blog não se responsabiliza por extravios.

[Resultado] Top Comentarista Dezembro

| 8 comentários

Boa tarde! Vim trazer o resultado do último top de 2014! Teve poucas participações, mas seis pessoas comentaram em todas postagens, ♥!


E os vencedores são...