segunda-feira, 17 de novembro de 2014

[Resenha] Prisioneiros do inverno

|
Autora: Jennifer McMahon
Muitos acreditam que a pequena cidade de West Hall seja mal-assombrada. Ao longo de sua história, vários casos de pessoas desaparecidas foram registrados na região mistérios nunca desvendados. Alguns moradores inclusive juram que o espírito de Sara Harrison Shea, encontrada morta em 1908, ainda vague pelas ruas à noite. A jovem Ruthie acredita que tudo não passa de uma grande bobagem. Porém, quando sua mãe desaparece sem deixar vestígios, ela começa a desconfiar de que aquela região guarda algum mistério, e suas suspeitas são reforçadas quando ela e a irmã encontram uma cópia do diário de Sara escondido em casa. Na busca pela mãe, Ruthie encontra respostas perturbadoras, e ela pode ser a única pessoa capaz de evitar que um grande mal aconteça.


Me surpreendi demais com Prisioneiros do inverno, ele é aquele tipo de livro em que a sinopse não deixa aparentar o quão incrível é a trama. É claro que quando eu li a sinopse, e quis solicitar, me chamou a atenção, mas só lendo para ver que é bem mais que aquilo. Bem mais intrigante, bem mais aterrorizante, bem mais tudo! Eu adoro quando os livros vão além do que a sinopse quer passar. Fiquei simplesmente viciada na leitura. A autora nos traz três histórias de pessoas diferentes, mas que são do mesmo enredo, e que acabam se interligando.

Iniciamos o livro em 1908, conhecendo Sara através de seu diário. Lá ela conta a primeira vez que viu um "dormente", pessoas que voltam dos mortos, e seu relacionamento com Titia, uma mulher que todos procuravam para conseguir remédios, mas que temiam e chamavam de feiticeira. A história de Sara tem um papel muito importante para a trama em si, pois é a partir desse relato que vamos descobrindo coisas terríveis da cidade em que ela cresceu. A Mão do Diabo, como chamam, uma parte da floresta, é perigosa e muitas pessoas já sumiram lá. Dizem que há monstros. Mesmo quando Sara era criança esse local já não era bem visto. Ela tem uma filha, Gertie, que certo dia desaparece. O pai e a mãe procuram por tudo que é lugar, mas nada...

A história de Sara não é contada toda de uma vez, a autora intercala com a história de Ruthie, agora no presente, e o desaparecimento de sua mãe. Ruthie e sua irmãzinha tentam achar pistas sobre o paradeiro dela, mas só acabam achando uma cópia do diário de Sara. Ela lê todo ele, e fica na dúvida se é real, e se tem algo a ver com o paradeiro da mãe. Ainda no presente, também conhecemos a história de Katherine, uma mulher que perdeu o marido em um acidente de carro e descobre que ele esteve na cidade onde Ruthie mora.

O rapaz voltou da floresta sozinho, catatônico, coberto de sangue. Nunca foi capaz de dizer o que havia acontecido. Acabou sendo acusado de assassiná-la, muito  embora nenhum corpo jamais tenha sido encontrado. No fim, ele foi considerado doente mental e internado no sanatório do estado.

Essas três histórias tem algo em comum, e acabam se mostrando importantes para o desenvolvimento da trama. A autora nos surpreende com essa história tão assustadora e cheia de suspense. O leitor se envolve demais na narrativa, que é maravilhosa, e por isso a leitura se torna muito rápida. Eu fiquei ansiosa pelas partes do diário, não que eu não tenha gostado das do presente, mas a história de Sara, sua vida com Titia e o desaparecimento da filha são as partes mais empolgantes de Prisioneiros de inverno. Não sabemos se Sara está louca ou se tudo que ela narra é verdade.

Senti muita angústia com a leitura, pois por não saber se tudo que estava escrito no diário era real, acabei ansiando por respostas, e pelo desfecho tanto do desaparecimento de Gertie, quanto do desaparecimento da mãe de Ruthie. É difícil contar tudo que eu senti com o livro, mas só posso dizer que adorei tudo. A trama não chega a ser tão aterrorizante, mas há aqueles momentos de suspense que quase param o coração, sabe? rs A autora soube equilibrar bem a história, além de desenvolvê-la muito bem. Se ela tivesse contado toda a história de Sara primeiro não ia ter o mesmo impacto de saber aos poucos tudo que ocorreu em 1908 e o que isso resultou no presente.

Prisioneiros do inverno é um livro surreal, e achei bacana essa coisa dos "dormentes", que são quase como zumbis, porém o foco não é isso, e até eles nem aparecem muito, mas achei demais como a autora os retratou e utilizou na trama. Leitura recomendada! Se você adora um bom suspense não pode deixar de ler.

26 comentários:

  1. Olá Dessa,
    eu fiquei tão apaixonada por essa capa!
    Também gostei da sinopse, e saber que o livro é muito melhor do que ela quer passar me anima.
    Sim, eu adoro um bom suspense e fiquei com vontade de saber o que está escrito nesse tal diário u.u
    Bjo :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A capa é beeem bonita mesmo. *-*
      Você iria adorar então, suspense do início ao fim! rs

      Excluir
  2. Pensa numa pessoa que já adicionou na lista.... hahaha
    O simples fato de ter suspense já me chama atenção...
    Mas acho que a capa do livro passa uma ideia de suspense e policial.
    Acho que deve ser uma leitura bem rápida, poque se fosse eu provavelmente leria rapido pra saber se era verdade as coisas do diario hahah
    Ótima indicação.
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, desculpe por aumentar sua lista. :P
      Não chega a ser tão policial, mas tem bastante suspense.
      É rápido mesmo, já que são várias histórias. *-*

      Excluir
  3. Fiquei curiosa com o livro.
    Só essa capa dele, já é instigante. Achei interessante o fato das histórias se interligarem no enredo.
    Já está indo pra minha listinha de desejados ^^
    Beijos
    Construindo Estante || Facebook

    ResponderExcluir
  4. Amiga a história do livro eu achei interessante pelo que você contou, mas não é um gênero que eu gosto para ler sabe? Ainda mais se tratando de zumbis. Tem gente que gosta, mas eu não sou muito fã não. Mas eu achei que sua resenha tá muito bem escrita, porque deu pra entender perfeitamente o que sentiu ao ler o livro e a narrativa deve ser daquelas que te prende pelo jeito, porque fiquei boba com tudo que vc falou do livro. Fiquei curiosa confesso, mas eu não sei não. Bate um receio de comprar e não gostar. hahahaahha..Mas enfim...

    Eu vi que agora vc tem um novo membro aqui no blog?
    Como tu arrumou outra pessoa mulher? Eu precisando urgente de alguem no blog =/
    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas os zumbis não são tão mostrados não, como eu disse na resenha,é só algo a mais O foco do livro é todo o suspense e drama de Sara.
      É meu noivo, ele tá resenhando agora pro blog. rsrs

      Excluir
  5. Oi Dessa, tudo bom?
    Eu não conhecia o livro, mas já fiquei interessada na premissa do livro. Eu adoro histórias com enredos bem escritos e um ótimo suspense. Vai para a lista de desejados.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oiii Dessa. Adorei a sua resenha. Eu ainda não conhecia o livro, mas amei conhecer. Adoro esses livros angustiantes, que deixam a gente assim, quase sem respirar. E esse parece ser um deles =D
    Beijoos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Uau, quantos comentários positivos!
    Eu também adoro quando acontece isso dos personagens acabarem se interligando.
    Interessante isso dos dormentes, me lembrou um pouco de zumbis mesmo, até um pouco a série In The Flash, mas legal que o foco não é esse.
    Parece um livro cheio de suspense, ia ser uma tortura pra mim que sou ansiosa. hahaha.

    Beijos, Fer.
    http://viciosemtres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lembra mesmo essa série. Mas não é tão focado nisso, sabe?

      Excluir
  8. Estava com muita vontade de ler uma resenha desse livro . E adorei!
    Nada como um bom suspense para aguçar nossa curiosidade.
    E essa história aguçou a minha.

    Com toda certeza já está entre os livros que pretendo ler e estou louquinha para descobrir o por que desses desaparecimentos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Suspense do início ao fim, você vai amar! *-*

      Excluir
  9. Oie,
    nossa não conhecia o livro, fiquei curiosa

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oie Dessa, não conhecia o livro, e apesar da capa ser linda, a trama não faz muito o meu estilo. Parabéns pela resenha.
    Bjs
    Amanda Nery
    www.leituraentreamigas.com.br

    ResponderExcluir
  11. Você me convenceu e muito a querer ler o livro! Pois amo um assim, aterrorizante, com suspense e histórias interligadas.
    Achei a capa com um tom sombrio ótimo!
    Amei a resenha! Abraços!

    ResponderExcluir
  12. Já gostei muito da sinopse e você ainda diz que o livro é muito melhor do que está na sinopse, fiquei querendo o livro pra ontem. Ainda não tinha visto ele e já me interessei muito em ler.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Trate de ler imediatamente então! U_U rsrs

      Excluir
  13. Já conhecia o livro pela capa e tinha muita curiosidade. Sua resenha agora me ganhou, Dessa.
    Achei bem interessante essa inserção dos "dormentes", apesar de não se o foco. E a premissa também é muito boa. Acho que esse livro tem tudo para me ganhar.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de novembro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se tiver chance leia mesmo! E depois me fala o que achou! *O*

      Excluir
  14. Achei diferente o termo dormentes no livro, para falar dos mortos...
    o livro parece ser uma mistura de suspense e drama...ou estou enganada, eu quero ler, não tinha visto ainda e fiquei intrigada por ele, eu gosto de livros que te deixam ansiosa pelo desfecho, e são poucos bem escritos deste genero,
    a capa achei simples, mas bonita,
    beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sim uma mistura de suspense e medo! Muito bom! *-*
      Daria um otimo filme. <3

      Excluir
  15. Parece ser um bom livro com uma pegada meio sobrenatural, mas não é meu estilo de leitura. Mas confesso que adorei a capa! Só ela já deixa a impressão de segredos, mistérios, terror.

    Bjs

    ResponderExcluir
  16. Não gosto muito desse gênero literário por isso vou deixar passar mas pra quem gosta espero que achem o livro bom também adoro quando os livros consegue nos supreender derrubando as expectativas da sinopse!!!!

    ResponderExcluir
  17. Olá Dessa!

    Acabei de ler este livro sensacional, mas confesso que tive dificuldades no inicio. Acontece que sou uma pessoa muito impressionável...! Sim...senti muito medo ao ler Prisioneiros do Inverno, fato este que só acontecia em plena luz do dia...kkk!

    Muito bacana sua resenha...instigante!

    Espero sua visita no meu blog:
    http://livrosrocknrolleoutrosvicios.blogspot.com.br

    ResponderExcluir