sábado, 22 de novembro de 2014

[Resenha] Coração de mãe

|
Autora: Jodi Picoult
Paige tem apenas algumas lembranças de sua mãe, que a abandonou quando ela era uma garotinha. Agora, aos dezoito anos, ela deixa o pai para trás em Chicago em busca do sonho de cursar a faculdade de artes. Mas Paige vê seus planos mudarem quando conhece Nicholas, um ambicioso estudante de medicina com quem logo se casa. Depois de alguns anos tentando se encaixar nos ambientes abastados que Nicholas frequenta e se sentindo mais deslocada do que nunca , Paige engravida inesperadamente. Sobrecarregada pelas exigências de ter uma família, ela não consegue esquecer a ausência da mãe e as memórias dolorosas do passado, que a fazem duvidar de si mesma. Lutando para se encontrar e finalmente acreditar nas próprias capacidades, Paige toma uma atitude chocante, que trará consequências avassaladoras para todos os envolvidos. Em Coração de mãe, Jodi Picoult constrói com perícia um romance cativante, que examina emoções e problemas com os quais todos nós podemos nos identificar. 

Sempre escutei falar muito bem da autora, Jodi Picoult, porém nunca tinha lido nenhuma obra dela, e por isso, sempre tive muita curiosidade. Percebi que a autora tem vários livros lançados aqui no Brasil, e em mais de uma editora, então pensei: estou esperando o que para conhecer os livros dela? Assim, quando a Verus anunciou o lançamento de Coração de mãe, solicitei sem questionar. Os comentários que li sempre falavam que as histórias são muito reais e retratam bastante sobre família, este foi outro fator que me fez querer conhecer a escrita da Jodi. Neste livro, realmente temos uma história bastante palpável sobre família, daquelas que apertam o coração.

Paige e seu pai vivem sozinhos desde que ela tinha cinco anos e sua mãe a abandonou. Esse abandono sempre a assombrou e fez se questionar do motivo da mãe ter fugido. Crescer sem uma figura materna não foi fácil, e apesar de o pai sempre a dar muito amor e carinho, havia algumas coisas que só sua mãe poderia aconselhá-la. Depois de algo mudar completamente sua vida, ela resolve pegar suas coisas e "fugir" também, deixando o pai e a vida que tinha para trás. Agora em outra cidade, ela trabalha como garçonete, e também desenha as pessoas que passam por lá. Ela tem um dom, que em todos seus desenhos há algo escondido que revela algo da pessoa. 

Certo dia ela avista Nicholas, um estudante de medicina, de uma classe social bem diferente da dela. Porém, isso não impede os dois de se apaixonarem. Só que a família de Nicholas é contra esse relacionamento, e acabam não pagando mais a faculdade do filho. Assim, ele e Paige, se casam e se endividam para Nicholas concluir a faculdade e se tornar um médico. Acompanhamos rapidamente os anos passarem, e Paige engravidar. Ela fica desnorteada com isso, será que vai ser igual a mãe? E abandonar o filho?

Eu costumava perguntar ao meu pai por que minha mãe tinha ido embora, e ele sempre me dizia a mesma coisa: "Porque ela quis". Conforme os anos se passavam, ele dizia isso com menos amargura, o que não fazia com que ficasse mais fácil acreditar em suas palavras. [...] Eu gostava de pensar que minha mãe tinha sido arrastada por forças maiores que ela. 

Com capítulos alternados entre Paige e Nicholas somos transportados a um drama emocional surpreendente. Coração de mãe nos mostra que quando nos apegamos ao passado, não conseguimos viver plenamente o presente. E é assim que Paige acaba tendo incertezas sobre o que quer da vida e acaba fazendo algo que vai desestruturar tudo que ela construiu até agora. Me emocionei com as indecisões de Paige, e em nenhum momento a julguei. Ela só precisava de uma ajuda, de palavras acalentadoras, mas acabou não tendo isso até que fosse tarde demais. Nicholas passava muito tempo no hospital, e acabou não percebendo que sua esposa precisava de ajuda.

O livro tem uma narrativa incrível, li as mais de 400 páginas em quatro dias, e acho que se tivesse mais tempo, leria em menos ainda, pois a leitura é muito fluída. A autora nos transporta para uma história de partir o coração. Coração de mãe fala de incertezas, decisões e retornos. Percebi que fugir não necessariamente significa abandonar e não voltar mais. E por isso, fiquei com muita raiva da mãe de Paige, pois em nenhum momento ela tentou ter contato com a filha. Simplesmente cansou da vida, e fugiu, sem olhar para trás. 

Gostei muito deste primeiro livro que li da autora, e realmente irei ler outras obras dela. Só não gostei do final, é aqueles que te deixa pensando o que ocorreu depois, pois há várias opções. E eu odeio ter que imaginar a continuação... Mas, de modo geral, foi uma leitura muito proveitosa e emocionante. Romance mais que recomendado!

33 comentários:

  1. Oi Dessa!!!
    Não conhecia nada sobre esse livro, mas a autora é muito conhecida e indicada.
    A trama do livro parece ser bem original e criativa porque mesmo com algumas coisas parecidas de outros livro, eu nunca tinha visto nada com uma trama complexa dessas haha
    A personagem eve ser incrivel, porque perdeu a mãe, abandonou a casa pra cursar faculdade e engravidou cedo...
    A autora deve conseguir fazer o leitor sofrer junto com a personagem kkk
    Mas agora fiquei curioso pra saber principalmente como ela se sairia como mão :/
    Beijo Dessa...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bastante conhecida mesmo, não sei porque ainda não tinha lido nada dela. :/
      Ela faz a gente sofrer junto mesmo! hahaha Adoro livros assim! *-*

      bjs

      Excluir
  2. Confesso que desconhecia a autora, mas fiquei muito interessado no livro. Gosto de autores que conseguem transmitir em seus livros os dramas dos personagens e que conseguem, também, dar um clima de verossimilhança ao enredo. Pela sua resenha, parece que a autora faz isso muito bem. Se realmente for assim, certamente adorarei a obra.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de novembro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério? Ela é muito conhecida! :O
      Sim, acho que você vai adorar mesmo, porque é bem assim! hahaha

      Excluir
  3. Ei galera do Apenas um vicio
    Acredito que como a maioria dos leitores de vocês eu não conhecia o livro. Mas pela resenha... Tô com aquela vontade que só cresce de lê-lo. Procurando outras resenhas, inclusive, para chegar a um resultado final.

    Abraços
    http://garotodelinhas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É lançamento, por isso a maioria não deve conhecer. :)
      Espero que no fim você leia! ;D

      Excluir
  4. Conheço vários livros, mas de outros gêneros. Acho que deve ser por isso que não conheço este. Mas só pela resenha da àquela súbita vontade de ler e saber toda à história, haha. Obrigada pela visita no blog, estou retribuindo o carinho. Já estou seguindo, se puder retribuir, agradeço. Vem conferir o post novo? Aproveita e deixa seu comentário lá. Beijos da Lê! :*

    maniiasdale.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É que é lançamento, por isso não é tão conhecido ainda.
      Logo que li a sinopse fiquei com muita vontade de ler também. *-*

      Excluir
  5. Ihhh agora fiquei curiosa nem conhecia o livro ainda RSR Gostei da resenha!
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Gosto muito de dramas, e fiquei bem interessada neste, por tratar de temas como abandono e decisões.
    Também odeio finais em que a gente tem que imaginar o que ocorreu depois. :/
    Ótima resenha! Bjs, Dessa <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, mas apesar disso a leitura é maravilhosa, vale a pena ler mesmo o final sendo meioo aberto. rs

      Excluir
  7. Oi Dessa, tudo bem?

    Confesso que dessa vez o livro não me chamou a atenção. Adoro leituras rapidas onde as narrativas são intercaladas, mas acho que vou deixar passar esse =(

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi,Dessa.

    Gostei muito de conhecer esse livro e a autora. Eu gosto muito de dramas e acho que esse livro será uma excelente leitura. Ia dizer odeio, mas não é um odiar ,ODIAR, apenas não curto livros com finais abertos. Mas acho que darei uma chance a Coração de mãe, eu sou louca pra me tornar mãe e fico imaginando o que leva uma mãe a deixar seu filho pra trás. Anotado.

    Paradise Books BR

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, também não curto muito, mas apesar disso não é nada que atrapalhe a leitura de ser boa sabe?
      Dê uma chance mesmo! *-*

      Excluir
  9. Oi Dessa, tem livros que eu até gosto de um final de meio aberto, mas sei como se sente hahaha! Também não conhecia a autora, mas gostei de conhece-la aqui no blog, ja me parece um nome familiar!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  10. Oi, Dessa!
    Não conhecia esse livro, mas parece ser um bom livro. Principalmente por causa dos assuntos tratados nele.
    Fiquei receosa com esse final, as vezes um final estraga toda a nossa leitura, não sei se seria o caso desse. Mas quem sabe eu decida lê-lo mesmo assim.
    Beijos
    Construindo Estante || Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii
      O livro é ótimo, Eliana! *-*
      Não se preocupa que esse não estraga, não! Não é um final ruim (esses realmente estragam), mas um que te faz pensar no depois, sabe? rsrs Tem gente que gosta disso, eu já não curto muito. :/

      Excluir
  11. Gosto de livros como esse. Com uma forte carga emocional.
    Ainda não tive a oportunidade de ler algo da autora,e quem sabe eu comece por esse?
    Já me indicaram o livro da autora "O Pacto". Disseram-me que é muito bom. ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem sabe? Acho que seria uma ótima escolha! :D

      Excluir
  12. Me pareceu uma história com muito drama e tristezas, mas às vezes esses livros nos falam coisas das quais nem sabíamos que precisávamos ler.

    beijos
    http://mundo-resteito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Dessa, tudo bom?
    Eu sempre escuto maravilhas dessa autora, mas não li nada dela ainda. As tramas dela parecem ser bem humanas e dramáticas. Já fiquei interessada nessa leitura e pensando no desenvolvimento da vida dos protagonistas. Dica anotada!
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Tudo e você?
      Também sempre escutava falar dela, mas só agora fui realmente ler um livro da autora. Me arrependi de não ter lido antes!

      Excluir
  14. Oi Dessa!
    Ainda não conhecia o livro, mas assim como você gosto bastante de histórias que retratam fatos do cotidiano das pessoas, mesmo não sendo baseado em fatos reais livros assim fazem com que o leitor tenha uma ligação com os personagens. Com certeza irei colocar na minha lista de desejados e espero poder lê-lo o mais rápido possível.

    Beijos!
    Books and Movies
    www.booksandmovies.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii!

      Verdade, apesar de não ser baseado em fatos reais, sabemos que aquilo realmente pode acontecer, e essa realidade nos deixa mais próximos dos personagens mesmo. *-*

      Excluir
  15. Olá!
    Eu adoro um bom drama, ainda mais esses super emocionantes. Gostei bastante da resenha e me interessei pelo livro, chato é isso o que você falou do final. Esse finais meio abertos em que a gente tem que ficar imaginando todas as possibilidades do que aconteceu depois me deixam agoniada!!! hahaha.

    Beijos, Fer.
    http://viciosemtres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, mas pelo menos não é um final ruim né? Um em aberto é melhor! hahaha
      Também fico muito agoniada com isso, mas fazer o que! :P

      Excluir
  16. Oii Dessa. Gostei bastante da sua resenha, mas não sei se eu leria. Ficaria muito brava com essas mães querendo abandonar os filhos. Sei lá, acho que me sentiria bastante incomodada. Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Eu adoro esta autora, seus livros sempre são muito lindos e bem escritos.
    Este ainda não li, mas fiquei pensando o que ela pode ter feito quando descobre que esta gravida e acho que não vou gostar, e o final ficar em aberto me incomoda muito, eu paguei por um livro fechado..então os autores deveriam dar um final..eu sei que tem muitas pessoas que curtem desta forma, mas eu não rs,
    beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom saber disso! Quero muito ler outros livros dela. *-*
      Pois é, tem gente que não curte. Mas isso não muda o fato de a história ser linda! Então vale a pena ler mesmo assim!

      Excluir
  18. Olá Dessa. Primeiramente, adorei o dom da Paige!
    Tenho quase certeza de que ela não vai abandonar o filho, ela não vai ser igual à mãe (espero que não)... Uma pena esse final, também não gosto de ficar imaginando :/ Mas o livro parece ser bom e muito emocionante. Beijos :*

    ResponderExcluir
  19. Confesso que tenho curiosidade pra ler outro livro da autora "O Pacto", mas como você sempre ouço falar muito bem dos seus livros. Não conhecia esse, mas fiquei curiosa em como a Paige vai lidar com tudo isso e quem sabe retomar a carreira de artes!

    Bjs

    ResponderExcluir
  20. Eu não gosto desse tipo de livro mas a resenha me convenceu eu estava esperando um livro diferente e com uma pontada de esperança de que Paige não faça a mesma coisa que sua mãe fez !!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não deixe de ler então pra descobrir se Paige é que nem a mãe! rsrs

      Excluir