segunda-feira, 10 de novembro de 2014

[Resenha] Cartas de uma outra vida

|
Autor: William Sanches
O que os espíritos têm a nos ensinar com suas experiências? Do que essas pessoas que viveram aqui se arrependem? Quais seus medos e anseios? O que levaram de bom de suas experiências terrenas? William Sanches, com sua sensibilidade, nos mostra que os espíritos têm muito a nos transmitir sobre o que aprenderam neste plano e, principalmente, o que encontraram do outro lado da vida terrena. Por meio das cartas do mundo espiritual - emocionantes narrativas - entendemos que deixar assuntos pendentes e questões mal resolvidas, atrasam o progresso espiritual daqueles que partiram e também prejudicam os que ainda se encontram na vida material. Cartas de uma outra vida é uma obra para quem entende a vida como o bem mais precioso que Deus nos dá - uma oportunidade de reparar o passado -, rumo à evolução espiritual.

Quis resenhar o livro por conta de sua proposta, que me chamou a atenção, a trama não é única, são várias histórias de vida, e por isso que tive interesse em ler algo do tipo. Os livros espíritas que li ou eram com uma trama normal ou de lições e ensinamentos. Este já é bem diferente, pois abrange as duas coisas. Cartas de uma outra vida é um livro onde o autor nos mostra quinze cartas de pessoas que estão em outro plano espiritual e tentam confortar suas família. Cada uma delas é uma história. Vemos sobre ciúmes, sobre suicídio, assassinato, e até mesmo em épocas que as mulheres não tinham muita liberdade.

A cada carta de uma pessoa, no final, o autor faz reflexões para nós pensarmos a respeito daquela história que foi contada. Há várias comoventes e intrigantes. Li uma em que o homem tinha tanto ciúme da mulher que acabou a matando. Porém, na carta, ao invés de ler palavras de ódio por parte dela, vemos que ela o perdoou. Na maioria das cartas as pessoas que já se foram pedem para os parentes que não sofram mais, que eles estão bem. O livro também nos mostra que morrer é algo com que já nascemos, e que precisamos nos importar em viver, e não nos preocuparmos com a morte.

O perdedor não é aquele que não tem, é aquele que não vê o que tem. Entra em casa e só percebe o que não tem. Olha para as pessoas e só vê defeito. Busca o material e esquece o restante... Mas a vida acontece enquanto se caminha na direção de algo. Por isso: toda etapa alcançada é o topo.

Outra carta que li e me comoveu foi a de uma filha que era tão linda que os garotos viviam dando em cima. Porém, em uma época que as mulheres não tinham tantos direitos, e com um pai ciumento, ele vivia a prendendo em casa, sem deixa sair, ou então levando e trazendo da escola. Um dia ela se apaixonou por um rapaz, e só o que fez foi ir ao cinema com ele e uns amigos, mas por conta da maldade de uma garota que contou para o pai, este foi atrás da filha, a tirou do cinema e fez se casar com o filho de um homem importante. Ela passou todos os anos de sua vida sofrendo por não ter ficado com quem amava. 

Além de nos comover com essas lindas cartas, o autor ainda nos emociona com seus ensinamentos. Cartas de uma outra vida é uma obra linda e de leitura fluída. Quem gosta do gênero vai adorar o livro. A cada início de carta ainda temos frases psicografadas de Chico Xavier, uma mais linda que a outra. Quinze cartas com diferentes histórias e lições. É impossível não se apegar a nenhuma dela. Recomendo a leitura!

18 comentários:

  1. Olha.. eu realmente nem sabia o que comentar sobre esse livro.
    Acho que me perco um pouco quando é parecido (ou é) auto-ajuda.
    Apear de serem várias histórias de vida e superação e tals não me chamou muito a atenção.
    e também há a questão de espiritualismo, que até é um tema interessante, mas acho que esse não deu haaha
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não chega a ser uma autoajuda, mas é bem diferente de uma trama normal mesmo.
      Que pena, :/ rsrs

      Excluir
  2. Esse livro deve tocar muito o leitor!
    Gostei bastante da resenha e quero muito fazer a leitura dele também. Vou procurar ele, porque não conheço nem a editora que publicou.

    Beijos, Fer.
    http://viciosemtres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Dessa, tudo bom?
    Não tenho o costume de ler livros espíritas, mas é apenas pela falta de oportunidade. Acho que me emocionaria com essas cartas e elas podem ensinar os leitores também.
    Adorei a indicação. beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, então assim que tiver chance leia algo! São leituras emocionantes demais! *-*

      Excluir
  4. Parece ter mesmo histórias bem emocionantes! Mesmo assim não quero ler, pois o espiritismo não me chama atenção.
    Ótima resenha! Abraços Dessa!

    ResponderExcluir
  5. Não sou espírita. Mas já li muitos livros
    que peguei emprestado com minha irmã.
    Alguns eu gostei,outros nem tanto.
    Achei esse diferente,e fiquei com vontade de ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se der leia então! *-* É uma leitura bem diferente.

      Excluir
  6. Oi,
    Nunca li nada do gênero, mas fiquei curiosa em relação as cartas.
    Bjs!
    Viciados Pela Leitura

    ResponderExcluir
  7. Não costumo ler livros espíritas, mas como gosto de livros epistolares, talvez eu daria uma chance a essa obra. O que mais me agradou foi o fato de o livro conter cartas de diversas pessoas.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de novembro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aham, isso me chamou bastante atenção também, esse lance de cartas de várias pessoas. *-*

      Excluir
  8. Eu normalmente não leio livros que falem de religião, até tenho alguns pois sempre ganho de familiares, eu gosto de ler e o que ganho de aniversario e natal..livros religiosos rsrs.
    O tema tratado no livro parece ser legal, e acho interessante estas cartas, mas não acredito que va ler o livro,
    beijos.

    ResponderExcluir
  9. sua resenha me deixou mais curiosa ainda p/ ler "cartas de uma outra vida". o livro deve ser lindo/emocionante. mas n e p/ menos com tantos ensinamentos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, além das histórias que lemos, os ensinamentos são lindos!

      Excluir
  10. Oie Dessa,
    essas quinze cartas devem emocionar até mesmo os que não são fãs do gênero.
    A carta da mulher que perdoou o homem que a matou também me comoveu. Com certeza eu daria uma chance pro livro.
    Bjs :*

    ResponderExcluir
  11. Parece ser um livro emocionante e me comovi com a história da "filha linda", mas infelizmente não é meu tipo de leitura.

    ResponderExcluir
  12. Nunca li nenhum livro Espirita mas esse me pareceu muito bom e sempre bom ler contos adorei a proposta do livro principalmente o conforta aos parentes que aqui ficaram!!!!

    ResponderExcluir