segunda-feira, 27 de outubro de 2014

[Resenha] O pântano das borboletas

|
Autor: Federico Axat
Sam e Billy têm 12 anos e moram na pequena Carnival Falls. Amigos inseparáveis, eles percorrem o bosque de bicicleta e preparam-se para terminar a construção da sonhada casa na árvore. Compartilham tudo, inclusive a paixão por Miranda, a menina rica que acaba de se mudar para a cidade. Juntos, os três vivem as descobertas e as transformações típicas da idade e desvendam o mistério que assombra a vida de Sam: o paradeiro de sua mãe. Com esses ingredientes e doses generosas de lirismo, Federico Axat escreveu uma história admirável sobre a delicada passagem da infância para a adolescência e desta para a vida adulta.Mas não só. Romance de crescimento e suspense com incursões pelo fantástico, O pântano das borboletas reserva uma desconcertante reviravolta final: um segredo que, revelado, arremessa o leitor em um torvelinho de emoções e confere à trama um sentido totalmente novo.

O pântano das borboletas superou minhas expectativas. Eu estava muito curiosa para ler, por conta da sinopse que nos mostra uma história bem misteriosa, mas nada me preparou para o que eu encontrei no livro. A leitura te prende do início ao fim, sério. Me envolvi tanto com a trama que parecia ser algo que realmente aconteceu, ou que aconteceu comigo.

O autor nos conta a história de Sam em quatro partes. A primeira é em 1985, quando ele tem 12 anos. Sam perdeu a mãe quando tinha um ano de idade em um acidente de carro. Ele então foi acolhido por Amanda e Randall, que abrigam mais várias crianças. Essa parte nos conta como ele cresceu na fazenda. Suas visitas ao Sr. Meyer para fazer leituras. E sua amizade com Billy, também da sua idade. A trama se desenrola quando um casarão agora tem o retorno da família. Sam avista uma garota linda, e desde então passa a observá-la. Miranda que também tem a idade dos garotos logo fica amiga dos dois. E assim, os três passam a se aventurar no bosque durante as férias de verão. Essa primeira parte nos introduz os sentimentos de Sam por Miranda, sua vida na fazenda, e também a sua inimizade com Orson, um garoto violento, mas que na frente dos adultos parece um anjo. A segunda parte é de 2010, agora Sam está com quase 40 anos, e nos fala um pouco sobre aquele verão de 1985, e como depois de tudo aquilo seguiu sua vida. 

A terceira parte volta para o verão de 1985, e o autor foca mais no acidente da mãe de Sam. Algo aconteceu naquela noite, e que envolve o pai de Miranda. Os três tentam descobrir sobre esse estranho caso. Ainda no meio de tudo isso, um homem diz que sua esposa foi abduzida por alienígenas, e que aconteceu o mesmo com a mãe de Sam. Sam agora já não sabe o que é real ou não. Será que realmente há seres de outro mundo ou é loucura de um homem que perdeu a família? A última parte volta para 2010, para nos contar mais sobre a vida de Sam.

Nunca me esquecerei desse dia; era como se Miranda tivesse esperando o momento adequado para nos falar daquela maneira. Até então Billy e eu havíamos funcionado de uma maneira muito simples: ele dispunha e eu o seguia, às vezes discutia com ele e o fazia reconsiderar alguma coisa, mas, em linhas gerais, ele era o líder, e eu estava de acordo com isso. Miranda rompeu esse esquema naquela tarde escaldante, com seu espontâneo pacto de geleia de morango.

A leitura é muito fluída, pois nos envolvemos demais na vida de Sam, por tudo que ele passa e passou. É uma mistura de emoções: nos emocionamos por seu amor secreto por Miranda, sofremos pela perda de sua mãe e mesmo anos depois esse assunto voltando à tona, rimos com a amizade e aventuras desses três amigos, sentimos medos em certas situações que Sam acaba se metendo... Enfim, o livro em si não foca apenas em algo, há várias situações e relacionamentos em que nos envolvemos.

O final da história sobre o verão de 1985 não me surpreendeu tanto como foi com o epílogo. Eu precisei ler três vezes para ver se eu estava entendendo certo, pois é algo chocante e que me fez refletir muito. O pântano das borboletas é uma história singela, que fala de amizades, medos e conquistas. É impossível não se apaixonar por esses três personagens tão marcantes. Eu terminei a leitura com um peso no coração. Fazia tempo que não tinha a tal da 'ressaca literária', mas foi o que aconteceu. Fiquei triste com o término, mas também refleti muito sobre tudo que eu li. Uma história linda e emocionante. 

O pântano das borboletas é aquele livro que vai mexer com o leitor, tanto emocionalmente, quanto mentalmente, pois há momentos que não sabemos o verdadeiro rumo que o enredo vai tomar. Achei tudo incrível, gostei muito mesmo da leitura, achei a narrativa do autor cativante, em nenhum momento fiquei entediada, e essa separação de anos foi muito bacana, pois não lemos toda a infância de Sam e depois a vida adulta, há uma intercalação que só nos deixa mais curiosos ainda para descobrir o que aconteceu naquele verão. Leitura obrigatória, e mais que recomendada!

29 comentários:

  1. Oi Dessa, tudo bom?
    Que história mais instigante. Pela sinopse e sua resenha, eu já fiquei curiosa tentando entender o que acontece. Além disso, o fato da narrativa mostrar dois períodos de tempo é bem curioso e interessante.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Adoraria ler o livro por várias razões:
    Pelo mistério que as crianças tentam desvendar,por sua empolgação pelo livro inteiro e também pelos personagens da trama serem da minha geração.
    Enfim,
    quero descobrir o que aconteceu naquele verão...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então tente ler sem falta! O livro é lindo lindo lindo, adorei tudo, sério! *-*

      Excluir
    2. Eu amei esse livro totalmente surpreendente. Diferente de tudo que já li

      Excluir
    3. Eu amei esse livro totalmente surpreendente. Diferente de tudo que já li

      Excluir
  3. Oi Dessa apesar de me parecer um livro lindo, no momento estou numa ressaca literário então estou fugindo de livros muito complexos, quero coisas levinhas hahaha mas adorei sua resenha e adorei conhecer mais um livro que sinceramente não conhecia!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro não é muito complexo até, a trama é bem leve e rápida de ler. :D

      Excluir
  4. Amiga eu já tinha colocado esse livro nos meus desejados, porque o achei bastante interessante assim que li a sinopse, mas agora lendo a sua resenha fiquei até mais interessada em ler. Mas é de gênero de literatura Fantástica? Ou é uma aventura? não sei...depois vc me fala pelo face, porque fiquei curiosa em relação a isso. Mas olha, gostei bastante da história no geral pelo que vc contou, pois me chamou muita atenção.Gosto de livros assim que abordam amizade e tudo mais. Espero gostar de ler tanto como vc.

    Ai amiga, SEJA RESENHISTA DO MEU BLOG !!! Você escreve muito bem !! hehehehehe

    Se cuida linda e fica com Deus

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma aventura, com drama. rsrs
      Espero que você goste também. *-*
      beijos amiga

      Excluir
  5. Olá, Dessa. Tudo bem?
    Esse livro já estava na minha de desejados e pretendia comprá-lo em breve. Sua resenha me deixou aquele gostinho de quero mais.
    Não sabia dessa divisão do livro em quarto partes e muito menos que fosse um livro tão singelo e tocante. Acho que, possivelmente, esse livro entrará para os meus favoritos.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de outubro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii!
      Tente ler o mais rápido possível! Leitura tocante, vale a pena ler! *-*

      Excluir
  6. Oi, Dessa.

    Não conhecia esse livro e como sempre, tenho uma preguiça enorme de ler sinopses e comecei a ler a resenha sem ler ela. kkkk'
    Nunca li um livro que fica mudando de época assim, mas deve ser legal, pois assim ficamos sabendo como o personagem está no futuro.
    Mas não sei se leria ele, até fiquei curiosa e tals, mas tenho tanta coisa que quero ler. =/'

    Visite: http://paradisebooksbr.blogspot.com.br/

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito bacana, pois normalmente não sabemos como a pessoa está no "futuro", ou então lemos toda uma parte dela criança e só depois dela adulta, então achei bem bacana
      Ah, leia sim!! rsrs

      Excluir
  7. Acho que só vi esse livro uma vez e não tinha lido uma resenha ainda.
    Gosto de livros que me emocionam, mas não gostei da ideia do livro... Dá pra ver que você gostou muito então talvez seja uma boa leitura e_e

    ResponderExcluir
  8. Eu ja tinha visto o livro mas não tinha lido nada a respeito dele ainda,
    eu achei legal a parte que que divide anos, gosto quando fala de uma epoca e muda para outra...desde que seja explicado isso.
    Medo do final do livro, pois ele parece ser mais dramatico, e curiosa com o que acontece com a Miranda, quem sabe eu acabe lendo,
    beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é bem fácil de entender as épocas. E os de 2010 são bem curtinhos, o foco mesmo é o verão de 1985. :D

      Excluir
  9. Oi Dessa...
    Gosto quando tem essa separação de anos no livro. Se bem desenvolvido fica legal.
    Que bom que o livro te surpreendeu, pois tenho muita curiosidade me lê-lo.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. O livro parece ser bem interessante, fiquei curiosa pra saber se a paixão pela Mirando foi pra frente e o que realmente aconteceu com a mãe dele. Só não curti muito essa capa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gostei da capa, adoro quando tem pessoas de verdade nelas. rsrs

      Excluir
  11. Muito bom quando pegamos um livro empolgada e ele acaba por superar nossas expectativas né? *-*
    Esse parece ser um livro bem emocionante e fluido. Estou muitocuriosa para lê-lo.
    Beijos
    Construindo Estante || Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom mesmo! *-* ele entrou para os favoritos! <3

      Excluir
  12. Oii
    Fiquei toda arrepiada! Quando soube desse livro eu coloquei muita expectativa, sabia que era bom. Ele parece ser singelo e emocionante. A cronologia estruturada me deixa curiosa, quero ver como tudo se encaixa. E os mistérios que envolvem os personagens tem tudo para surpreender o leitor! Quero muito ler!
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Eu não entendi o final alguém pode me explicar por favor ? Samantha Jacksom era mulher desde sempre é se passou por Sam ? Ou Sam se transformou em Samantha ? Kk

    ResponderExcluir
  14. Acabei de terminar esse livro e ainda estou extasiado com o final. O livro inteiro é maravilhoso, os toques de lirismo me encantou. Agora estou mal por ter acabado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou assim também, é um torvelinho de emoções.

      Excluir
    2. Estou assim também, é um torvelinho de emoções.

      Excluir
  15. Fiquei extasiado com o final, fiquei paralisado por uns dez segundos, sem reação; uma obra surpreendente, maravilhosa... amei.

    ResponderExcluir
  16. Fiquei extasiado com o final, fiquei paralisado por uns dez segundos, sem reação; uma obra surpreendente, maravilhosa... amei.

    ResponderExcluir