terça-feira, 12 de agosto de 2014

[Resenha] Quase casados

|
Autora: Jane Costello
Para Zoe Moore, o dia de seu casamento foi o mais marcante de sua vida. Ou melhor, o dia em que deveria ter se casado, mas em vez disso, foi largada no altar após sete anos de namoro. Arrasada e disposta a se recuperar, ela decide se mudar de Liverpool para os Estados Unidos e trabalhar como babá. Ao chegar em Boston, ela se depara com a esperta Ruby, prestes a completar 6 anos, o adorável Samuel, que acaba de fazer 3, e o pai deles, Ryan Miller. Seu novo chefe, além de fazer uma bagunça sem precedentes e de ter um mau humor imbatível, é incrivelmente bonito. Depois de um começo um tanto decepcionante, Zoe e Ryan começam a se entender, mas ela está prestes a descobrir que recomeços podem ser mais difíceis do que esperava.


Fazia tempo que não lia um chick-lit, gosto bastante do gênero e todos livros que li até agora me agradaram e me fizeram dar boas risadas. Com Quase casados não foi diferente, me diverti muito com a trama e já entrou para os favoritos. Eu já havia me encantado com a capa (muito fofa ♥), mas após a leitura fiquei mais cativada ainda. É o tipo de livro que mesmo com as desgraças da personagem consegue te emocionar e ao mesmo tempo alegrar.

Zoe, nossa protagonista, mora na Inglaterra e namora há sete anos Jason, tanto tempo juntos só iria levar ao casamento, certo? E é assim que eles acabam organizando um, o tipo de casamento dos sonhos! Só que o que acontece no dia? Jason não comparece. Isso mesmo, ele deixa Zoe no altar, e sem explicações. Imagina a tristeza e indignação de ser deixada assim, na frente de todos? Para não aguentar tanta fofoca sobre ela e recomeçar a vida ela decide trabalhar no EUA como babá de alguma família. Zoe trabalhava em uma creche, então tem bastante jeito com crianças e resolver partir nessa aventura. Era para ela ficar com uma família que até em uma viagem de férias iria levá-la, mas por azar, a antiga babá da família resolve retornar e assim ela precisa ir para outro lugar.

Se até agora você não sabia que era fisiologicamente possível ganhar tanto peso em tão pouco tempo, eu lhe garanto, nem eu. Mas é a verdade - e é o que eu tenho. Provavelmente porque passei os últimos meses me consolando com comida.

É assim que ela acaba sendo babá dos dois filhos de Ryan, um executivo sempre ocupado e mau humorado, que perdeu a esposa há três anos. Ele nunca tem tempo para as crianças, e no primeiro dia dela já é largada sozinha na casa, sem nenhuma conversa, nem nada. Ruby, de 6 anos e Samuel, de 3 é quem a ajudam com o básico... Tipo deixar claro que elas passam o dia vendo TV e que dormem tarde da noite. No início é um sufoco cuidar das crianças, principalmente na hora de dormir, e aguentar um chefe frio e rude também não ajuda em nada.

Sinceramente? Eu não sei como Zoe se submeteu a isso, sei que ela não queria voltar, mas eu não aguentaria um chefe mal educado e que me faz cumprir tarefas que não são de babá, como limpar a casa, lavar as roupas dele e essas coisas... Achei a personagem muito paciente, não que ela seja boba, em vários momentos ela quase chuta o pau da barraca, mas ela releva muito as coisas, e acho que isso é pelo que aconteceu com ela. As crianças gostam dela logo de cara, e até queriam Zoe e o pai juntos, mas acontece que Ryan é um mulherengo, e Zoe, bem, ela ainda pensa muito em Jason...

As partes mais engraçadas são quando Zoe e Ryan tem algum diálogo, sempre que ela tenta impor ou conversar alguma coisa ele a repele, e sempre acaba em uma discussão. Parece até que são casados, ou algo do tipo, porque não imagino uma relação profissional, de alguém que nem tem tanto contato ou se conhece há tempos, desse jeito. Mas quem conquista mesmo é Ruby, ela é delicada e inteligente, não deixa passar nada e está sempre grudada no irmãozinho. Muito fofo os dois! ♥

Por exemplo, não acho que alguma vez eu já tenha entrado no bar do Keith, na Lark Lane, sem encontrar alguém que conhecesse. Eu gostava de pensar que isso se comparava a viver no set de Friends, só que eu tinha uma semelhança tão grande com Jennifer Aniston quanto tenho com uma baleia jubarte.

Outro ponto marcante do livro é quando aparecem as outras babás do bairro e que também são inglesas. É imediato a amizade entre elas, e logo conhecemos suas personalidades marcantes e até mesmo um pouco esquisitas. A leitura é muito rápida, sério, mesmo os capítulos sendo curtos, é o tipo de narrativa que te prende e você não vê a hora passar. Além de que, a trama é daquelas que te fazem suspirar. Quase casados nos mostra que recomeços nem sempre são fáceis, e que paixões vêm e vão. Recomendo!

26 comentários:

  1. Oii, tudo bem?
    A Capa é um amorzinho, a sinopse me deu uma vontade de ler, sua resenha ficou ótima que explicou bem a história ><
    Espero sua visita no Doce Literário :3 Beijos
    http://doceliterario.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  2. Livros assim são tão bons de ler...
    Nos deixam mais leves e com um sorriso no rosto.
    Estou com muita vontade de ler o livro. Gosto de histórias assim.
    E a capa realmente está fofa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, muito bom ler livros leves e divertidos! *-*

      Excluir
  3. Quando vi o lançamento deste livro achei que seria muito legal.
    Gostei da resenha, que bom que se divertiu com a leitura.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Estou encantada, Dessa *-*
    Essa capa foi a primeira coisa que me chamou a atenção no livro, e essa é a primeira resenha que leio dele. Adoro chick-lit, e estava precisando mesmo da indicação de um que, além de divertido, passe uma mensagem legal. Tá na lista de desejados já! ♥

    Beijos,
    Fer - http://viciosemtres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A capa também me chamou atenção primeiro. *-*
      Esse chick-lit é muito amor, eu adorei ♥

      Excluir
  5. Olá Dessa
    Assim como você adoro essa temática e após sua resenha fiquei super curiosa em conhecer melhor a história.
    Beijos
    www.asleiturasdamila.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Amei a capa, super fofa <3 A historia parece ser boa, recomeços são sempre ótimos temas e ainda misturado com um chefe chato com um futuro romance entre eles, acho que é meio obvio que vai acontecer esse romance. Bom esse já é mais um livro para minha listinha de desejados <3

    Visite o blog "Meu Mundo, Meu Estilo"
    Participe do Top Comentarista de Agosto e concorra ao Livro Rose na tempestade do autor Jon Katz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, o romance é óbvio, mas nem por isso menos encantador. É muito bacana acompanhar esse desenrolar. haha

      Excluir
  7. Estou louca para ler esse livro,
    também solicitei a editora e não vejo a hora de tê-lo em mãos, acredito em cada palavra que você falou pois assim que vi esse livro o imaginei exatamente da forma que você descreveu, sou apaixonada pelo gênero.

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que você goste tanto quanto eu *O*

      Excluir
  8. O alvo de meu blog é divulgar o bom nome de Jesus.
    E levar cada crente mais perto de seu Senhor, ficarei feliz se quiser fazer parte dele,
    contudo não deixarei de visitar, e comentar em seu blog.
    Ficarei á espera da sua amizade virtual.
    Minhas saudações em Cristo Jesus.Peregrino e Servo.

    ResponderExcluir
  9. OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOI, Dessaaaaaaa! Tudo bem? ♥ Ai, gente, posso dizer mais uma vez? Tô doida por esse livro, hahahaha! Sim, eu sou uma leitora assídua e me apaixono por quase todos os lançamentos! Hahahaha *-* A história deste livro me parece suuuuuper bacana! Achei legal mesmo é o fato de ela ser deixada no altar, uahshuashuas! :3 Legal porque deixa a história mais interessante, entende? Hahahaha! E siiiim, a capa é fofíssima, hahahahaha! ♥ Nossa, 7 anos e juntos e cara a deixa no altar? Sacanagem, uhashusauhsahu! Sabe, eu também não aguentaria tudo que ela passou, Dessa! Acho que ela se viu obrigada a se submeter a essas coisas, uahsuhashu! Hahahahaha, aaaaah, discussões! Que lindo, cara! Um amor entre a funcionária e o chefe, uhassahash! Adooooooorei sua resenha! ♥

    BEIJOS INFINITOOOOOOOOOOOOS! ♥

    Juu-Chan || Nescau com Nutella

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OOOI
      Deixada no altar é sacanagem mesmo. hahaha Coitada >_<

      Excluir
  10. Amo chick-lit e esse parece ser ótimo, cada resenha que leio dele me deixa inda mais ansiosa pra ler esse livro!

    ResponderExcluir
  11. Parece um livro bem leve, bem engraçado e bem clichê, mas gostei e até leria, só não curti essa capa.

    ResponderExcluir
  12. A capa é uma graciiiiiinha! Me pareceu ser bem clichê, sabe? Não sou muito fã de chick-lit, mas esse livro faz bem o tipo de história que se encaixa perfeitamente num filme da Sessão da Tarde, pra gente ver num dia em que tá sem nada pra fazer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É clichê, um pouco mesmo, mas tem uma trama encantadora!

      Excluir
  13. Oiii
    Há muito tempo que não leio um chick-list, mas amo demais! É como você disse, você se diverte e se emociona! Essa capa é mesmo fofa e a sinopse muito legal! E ela tem algum complexo com o peso? kkk Me lembrou um pouco aquele filme que tem uma babá e que eles infernizam a vida dela, só que nesse livro não é assim! Já fiquei curiosa com os diálogos entre Zoe e Ryan! kk
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, lembra o filme aquele mesmo. hahaha
      Mas o chefe não é tão infernal :P

      Excluir
  14. A capa é uma fofura. Imaginei uma personagem bem divertida, apesar da situação complicada. Acho que deve render algumas cenas engraçadas e algumas fofas também. Só li um chick lit até hj, mas gostei bastante do gênero.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chick-lit é muito gostoso de ler, eu adorei essa trama! *-*

      Excluir
  15. Que fofura essa capa!!! Adoro chick-lit e também faz tempo que não leio nenhum. Esse parece ser muito bom, com uma história bem leve e divertida. Fiquei com dó da Zoe, sendo abandonada no altar e depois arrumando um patrão desses... tomara que ela tenha um final feliz!
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deu pena dela mesmo. :/
      Mas a trama é muito lindinha, eu adorei! *-*
      Lê e você vai saber se ela tem final feliz ou não. 8D haha

      Excluir