quarta-feira, 30 de julho de 2014

[Resenha] Placebo

|
Autor: Steven James
Ilusionismo, ciência e magia negra. Uma combinação improvável, com resultados eletrizantes. Ao investigar um polêmico centro de pesquisa neurológica para seu programa televisivo, o ex-ilusionista Jevin Banks descobre uma conspiração envolvendo o Pentágono e uma das maiores companhias farmacêuticas do mundo. Jevin está atrás de respostas, não apenas sobre o duvidoso programa de comunicação telepática e o que está por trás dele, mas também para a tragédia familiar que ele sofreu. Placebo explora os limites da ciência, da consciência e da fé. Este livro leva o leitor a uma jornada intensa, em um mundo onde homens de negócios, políticos e militares atuam por trás dos panos o tempo todo, e nada é o que parece ser!



Placebo é o primeiro livro que leio do Steven James, faz tempo que tenho visto várias pessoas elogiarem as obras do autor e já estava me sentindo um alien por ainda não ter lido nada dele, mas finalmente tive a oportunidade de também conhecer e apreciar sua incrível narrativa. Meu primeiro contato com Steven foi surreal. Me vi envolvida em uma trama intensa e cheia de elementos fora do comum. Confesso que quando recebi o livro nem procurei saber sobre a história, levando em conta tudo que li de bom sobre o autor, apenas iniciei a leitura - com as expectativas lá em cima -, e entrei nesse enredo diferente e bem desenvolvido. Tudo foi uma surpresa para mim: ilusionismo, magia negra, ciência/física... Achei bem diferente, e foi o que me fez gostar mais ainda de tudo. No início relutei um pouco com esses assuntos de ciência, telepatia, e tal, mas conforme o autor vai desenrolando a trama não tive como não me envolver e me entregar à leitura. 

Jevin é um ilusionista que perdeu a esposa e os filhos. Após a perda, resolveu parar com seus shows e trabalhar em uma emissora onde seu programa tem o intuito de desmascarar charlatões. Ele e sua antiga assistente, Charlene, estão indo para um centro de pesquisa que diz ser possível mudar a fisiologia de uma pessoa apenas pensando nela. Mas ao chegar lá, o que era para ser um simples episódio de programa se mostra muito mais perigoso e mortal. Uma conspiração sem tamanho que acaba envolvendo os dois, e a única saída é ir até o fim e descobrir quem está por trás de tudo e se é real.

Por algum motivo, enquanto observa os homens trazerem os três corpos para a costa, de barco, você não chora. Conhece o suficiente sobre como as pessoas reagem a tragédias para entender que isso é estado de choque, você está em choque. Mas saber o nome do problema não ajudar; na verdade, quase parece desrespeitoso rotular o torpor, como um movimento sutil a direção da objetividade, que é a última coisa que você quer agora.

Steven nos conduz de uma forma suave na trama, achei tudo bem detalhado, mas não de maneira cansativa, e sim, de forma com que faça o leitor entender o que está acontecendo. Não ficamos perdidos na história, tirando as partes que envolvem explicações físicas e tudo mais (só eu odeio física?), nessas horas realmente fiquei "hã?", hahaha. Fora isso, gostei bastante das partes de ilusionismo e escapismos, deu um toque a mais. Parece que o autor quer abraçar o mundo com tantos elementos, certo? Mas acontece que tudo funcionou perfeitamente bem, e no final, tudo se encaixou. 

Jevin e Charlene são ótimos personagens, mas gostei mesmo foi de Xavier, que também faz parte da equipe, e é cheio de teorias de conspiração, acredita em alienígenas e todas essas coisas malucas! Espero que no próximo livro ele apareça mais. Enfim, de maneira geral, foi uma surpresa boa Placebo, apesar de achar a trama meio maluca. Mesmo depois de terminar a leitura fiquei com dúvidas sobre ser verdade ou não o negócio da telepatia. Quem ler me diz se também ficou com essa sensação, haha.

A edição de Placebo está perfeita, o que eu gosto da editora é que os livros tem espaçamento e letras grandes, fica tão bom de ler. <3 Ainda mais quando os capítulos são curtos. Um livro cheio de ação que consegue surpreender o leitor pela sua originalidade. Recomendo!

27 comentários:

  1. Oi Dessa,
    Física? Merece ser lido com certeza haha, os detalhes são essenciais para compreensão e quando isso não deixa o livro cansativo fica muito melhor. Já está na lista de desejados haha e vou indicar para meus amigos apaixonados por física.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! haha
      Indique mesmo! O livro é ótimo. *-*

      Excluir
  2. Esse normalmente não é o tipo de livro que paro pra ler, mas achei interessante essa premissa diferente tomada pelo autor
    Beijos,

    Amanda
    www.divaliterario.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Dessa!
    Também ouço falar muito bem do Steven James e assim como você se sentia, também me sinto uma alie por nunca ter lido nada dele, não por falta de interesse e sim de dinheiro hahaha. Enfim, acho que esse não seria o primeiro livro que leria dele, o gênero e a trama que é abordada não são os meu preferidos. Mas ainda estou na fila para ler um livro dele, hehehe. #Chegadeseralien hahaha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agora estou viciada e quero ler mais livros do autor. ahaha :P

      Excluir
  4. Agora quem está se sentindo uma alien sou eu! kkkkkkkkkkkkk
    Não conheço o livro nem o autor, mas estou sempre disposta a coisas novas.
    Essa coisa de livros que usam explicações científicas e física me lembrou bastante de Fortaleza Digital, do Brown. Tinhas umas horas que me perdia totalmente no meio da explicação porque minha única fraqueza na escola era matemática, logo física vinha junto. Você não é a única que odeia física! kkk

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, é, o bom desse livro é que não é tão confuso. Dá para ler tranquilamente. *-*

      Excluir
  5. Genteeeeee, só essa sinopse já dá um suspense interessante, haha.
    Parece ser um livro curioso, gostei disso.
    Eu tbm iria me perder nas explicações de física kkk
    beeijos
    http://cookierobsten.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oiee.
    Esse é o tipo de livro que só pela capa acho que nem olharia para ele em uma livraria.Mas olha só, até que eu gostei da história. Não é um que vá entrar pra minha lista de desejados, mas caso tope com ele por ai vou ler com certeza.
    Bjokas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A capa é simples,mas achei bonita, vai entender. hahaha
      Acho que combinou com a trama. :3

      Excluir
  7. Oi Dessa..
    Eu até gosto com conspirações..mas a sinopse não me agradou muito.
    Ainda mais que você achou a trama meio maluca..

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena. O livro é ótimo, e achei meio maluco, não de um jeito ruim. ;)

      Excluir
  8. Eu também sou uma alienígena porque ainda não li Steven James, apesar de ouvir muitos elogios sobre ele.Placebo é um tipo de livro que acho que vou gostar amo ficção científica e ilusionismo, juntá-los parece arriscado, mas inovador! A capa é muito linda!
    E não, não é só você que odeia Física. Eu a odeio de coração. Uma pedra no meu sapato. kkk
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei muito original o livro, acho que é impossível não adorar a trama. E o autor escreve muito bem! :D

      Excluir
  9. Tá, sou de outro planeta, não li e não conhecia este livro.
    Adorei conhecer, com certeza vou gostar da leitura.
    Desde a capa, tudo ótimo.
    Achei a história um pouco confusa, rsrs, mas se você garante que tudo caiu perfeitamente, eu acredito.

    Bjks

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Adoro Física *----*
    Na verdade nem conhecia o autor, mas o livro já me ganhou, entrou pra lista de desejados *---*

    ResponderExcluir
  11. Oiiiiii, olhei muitos elogios a respeito desse livro
    ele mim interessou bastante, sua resenha ficou otima, espero gostar o tento que você

    ResponderExcluir
  12. Ri aqui: "já estava me sentindo um alien" hahahahahahaahah
    Parece ser uma historia bacana mesmo, diferente do que já li e to acostumado, agora fiqui com muita vontade de ler e curioso tbm a respeito do negocio da telepatia que vc disse que ficou com dúvida...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, terminei o livro e fiquei "afinal, é real ou não?" hahaha D:

      Excluir
  13. Apesar de não seu meu gênero favorito e não ter o costume de ler livros assim até que me interessei pela estória :)

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. OOOOOOOOOOOOOOOOOOOI, Dessa! Hahaha, tudo bem? *-* Ilusionismo, magia negra... Que legaaaal! Amo histórias assim, que misturam vários elementos! E vejo, só lendo o primeiro parágrafo, que gostou mesmo do livro, hein? Hahaha! "... o que era para ser um simples episódio de programa se mostra muito mais perigoso e mortal". Aaaaaaaaah, fiquei curiosíssima! Vish, eu ainda não tenho física, então nem tenho como detestar, hahahahaha! Maaaaas, quando eu tiver, quero ler esse livro, hahaha! Teorias de conspiração, alíens... Aaaah, apaixonei pelo Xavier, hahaha! Gostei muuuuito do livro! ♥

    BEIJOS INFINITOOOOOOOOOOOOS! ♥

    Juu-Chan || Nescau com Nutella

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!

      É bom quando misturam mesmo, e o autor soube trabalhar bem com eles. *-*

      Excluir
  15. Ainda não li nenhum livro do Steven James, mas este livro parece ser muito bom. Me sinto atraída por livros assim, que têm magia negra, ilusionismo. Me identifiquei com o personagem Xavier, ele parece ser bem legal. Gostei demais da resenha, fiquei ansiosa para ler este livro.

    ResponderExcluir
  16. Ainda não li nada do autor, agora eu me sinto uma Alien Ç.Ç mas vou ler em breve, espero. Pela sua resenha o livro parece ser muito bom mesmo e cheio de ação, adoro também quando coloca em foco temas como poderes, magia e coisa do tipo =)

    Visite o blog "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deixe de sentir e leia logo algo do autor. hahaha *-*

      Excluir