quarta-feira, 16 de julho de 2014

[Resenha] A abominação

|
Autor: Jonathan Holt
Quando o corpo de uma mulher vestida em trajes sacerdotais é encontrado em Veneza, a capitã Kat Tapo é designada para o caso. Avançando na investigação, ela esbarra na pesquisa da segunda-tenente Holly Boland, sobre acontecimentos relativos a abusos cometidos na Guerra da Bósnia. Ao mesmo tempo, Daniele Barbo, dono do Carnivia — uma recriação virtual de Veneza —, é condenado por crimes na internet, mas desconfia da motivação da acusação. Os três buscam respostas, porém, ao verem suas suspeitas convergirem para o mesmo ponto, percebem estar envolvidos em algo muito maior.





A abominação é um livro policial surpreendente, já havia me conquistado com a capa meio sombria, mas após terminar a leitura me encantei com a forma com que o autor narra os acontecimentos. A única ressalva são os elementos que ele insere na trama, todos são muito bem desenvolvidos e trabalhados, mas são TANTOS que em alguns momentos me perdia e não entendia se afinal uma coisa estava interligada com a outra ou não. Por isso, é até difícil escrever essa resenha, pois são tantos assuntos abordados em um só livro que não sei no que focar.

O corpo de uma mulher vestida com trajes sacerdotais é achada morta em Veneza, e é a partir daí que o autor nos apresenta uma trama não tão intricada assim, já que o suspense é pouco no livro, sendo revelado tudo no mesmo momento, mas com reviravoltas e temas incríveis. O autor nos traz teorias de conspiração, Igreja, exército americano, tráfico de mulheres, estupros, guerras e vários outras coisas que nos levam de volta ao tal corpo achado. É assim que conhecemos também alguns personagens marcantes como: Kat e Aldo, que são da polícia. Holly que faz parte do exército e Daniele, um hacker que criou o Carnivia, um site que é impossível de descobrir quem são as pessoas que frequentam e o que elas fazem lá. 

- Não como uma fantasia. Já verifiquei. Nenhuma das lojas de artigos de carnaval de Veneza oferece esse tipo de coisa. Além disso, a vítima era bem pequena. Os trajes sacerdotais eram verdadeiros e serviam nela. Imagino que tenha comprado pela internet.

O site apresentado é muito interessante, permite aos usuários fofocarem sobre tudo e fazerem negócios legais e ilegais lá dentro. É por isso que Daniele está sendo acusado, por não permitir que as autoridades tenham acesso e descubram o que é feito dentro do site. Carnivia é um réplica perfeita da cidade de Veneza, e os usuários podem usar máscaras e conversar com outras pessoas.

Percebemos que o enredo não segue uma linha certa de raciocínio, pelo menos eu senti que o autor vai nos jogando as informações sem elas realmente terem uma ordem certa. Uma hora ele nos fala da Igreja e que os Padres e Bispos acham abominável uma mulher vestir os trajes sacerdotais, outra hora, somos jogados em histórias de estrupo em guerras, e por aí vai. Apesar dessa forma com que o autor nos narra os acontecimentos, não tem como não se envolver com uma história tão cheia de mistérios e conspirações. Sabemos que tem algo em jogo que poderia mudar o governo e a igreja, mas que não pode ser descoberto e exposto. Por isso nossos personagens principais precisam lidar com os perigos de se meter em algo tão profundo e podre.

Adoro livro policial, mas senti esse com uma narrativa mais arrastada. Não é desde o início que o autor consegue nos prender, mas, em contrapartida, os capítulos são curtos, o que deixou a leitura rápida. E ainda com vários personagens e temas para serem investigados fez com que a história se tornasse mais dinâmica a partir de certo ponto. Adorei Daniele, ele foi sequestrado quando criança e teve as orelhas e nariz cortados, desde então sempre foi mais introspectivo e focou no que sabia fazer de melhor: matemática e hackear! Queria que ele tivesse tido um destaque maior na trama, pois só no final que ele realmente aparece mais, mas até entendo isso, pois ele foi importante a partir de certo ponto. Espero que no próximo livro ele apareça mais, e estou curiosa para ver o que o autor vai nos trazer. Recomendo o livro, ele é o primeiro da série Carnivia e é um thriller espetacular.

28 comentários:

  1. PPPOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOI, Dessaaaaaaa *-* Tuudo bom? ♥ Ah, cara, só a capa já me agradou, hahahahaha! De início, achei que fosse de terror, justamente pelo que você disse: a capa é sombria, aushausuahs! Vejamos... Achei a história muuuuito interessante! Hum, muitos acontecimentos... Eu sou bem fácil de cometer equívocos enquanto leio, então acho que não progrediria lendo esse livro, uashuahuahuhas! Achei bacana demaaaais essa história da mulher e, claro, o fato de a história envolver igrejas e tudo o mais, algo bem polêmico. Sabe, você disse que o autor muda de assunto toda hora, né? Não gosto disso :/ Sei lá, acho que ele tem de focar num determinado assunto e depois passar para outro, senão fica muito confuso, ambíguo! Hehehehehe, acredita que eu achei que Daniele fosse mulher? Uauahsaushasuhaush, cara, me apaixonei por eleeeeeeeeeeee ♥ Que personagem sensacional! Espero também que ele tenha um maior destaque no próximo livro, hahaha!

    ARRASOU NA RESENHAAAAAAAA, Dessa *0* <3

    BEIJOS INFINITOOOOOOOOOOOOS! ♥

    Juu-Chan || Nescau com Nutella

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooooi hahaha! Pois é, o autor não focou em algo, ficou jogando para tudo que é lado sabe? rsrs Mas fora isso, é uma história sensacional!

      Excluir
  2. Oi Dessa, tudo bem?

    Não curto a maioria dos livros policiais, mas achei esse muito interessante. Quando comecei a ler a resenha e vi que era um livro policial, já me desanimou, mas assim como o livro te surpreendeu o que eu li sobre o livro na resenha também me surpreendeu. Apesar de você achar a leitura arrastada em certos momentos, eu gostei bastante do que li de positivo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou apesar dos pontos que reclamei. Realmente é um livro ótimo, só não curto quando o autor joga para tudo que é lado. rs

      Excluir
  3. Oieee.
    Menina, o que posso falar? Eu até curto livros policiais com suspense e tudo mais, porém isso de ter tantas coisas acontecendo ao mesmo tempo, como aconteceu com você também me deixaria bem confusa, e ter que voltar uma ou outra página pra entender o rumo da história me incomoda bastante.
    Fiquei em dúvida se quero ou não ler, é algo que vou ter que pensar melhor e ver no que dá.
    Bjokas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, só isso que pude reclamar do livro, fora tudo que citei, é uma trama sensacional e bem escrita, viu? Mas dê uma chance, quem sabe... :D

      Excluir
  4. Oiii, eu também fiquei apaixonada pela capa, amo o estilo sombrio e até meio gótico dela. Amo romances policiais e as temáticas que esse livro aborda, é quase como entrar em um livro do Dan Brown. Quero lê-lo, mas tenho planos de fazê-lo tão cedo, estou sem tempo.
    Beijoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca li nada do Dan, acredita? Como estou adorando o estilo, preciso ler logo! :D

      Excluir
  5. Também sou apaixonada por livro policiais, mas
    esse nunca chamou minha atenção.

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Adorei a resenha desse livro, fiquei atraída para lê-lo. Não curto aqueles livros mais com uma narrativa arrastada, mas esse pareceu um livro surpreendente. Capítulos curtos me lembram de Patterson e isso me atrai porque adoro esse tipo de diagramação.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de julho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adoro capítulos curtos, é muito bom, né?

      Excluir
  7. Adoro livros policiais também, mas este não me atraiu ele parece ter uma narrativa arrastada, como você mesma disse, e se meio difícil de acompanhar os fatos...

    Visite o blog "Meu Mundo, Meu Estilo"
    Participe do TOP Comentarista de Julho e concorra a um Exemplar Volume Único As Crônicas de Nárnia"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É meio arrastado mesmo, tem que gostar bastante para continuar. Mas fora os detalhes que eu falei, o autor escreve muito bem!

      Excluir
  8. Oi Dessa...
    Gostei deste livro, ainda não tinha visto.
    Gosto de livros policiais. Só desanimou saber que a leitura é um pouco arrastada,

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, mas dê uma chance. Vale a pena a leitura.

      Excluir
  9. Adoro romance policial tbm.. ♥
    eu gosto daqueles que tem muito suspense e te prende desde o inicio, parece que esse nao é assim, mas parece tbm que nao deixa a desejar com muitas reviravoltas e temas interessantes, então é um livro que eu gostaria muito de ler.. *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente não prende tanto, por ter tantos elementos na trama, mas fora isso, é um excelente livro. Muito bem escrito, quero ler mais livros do autor.

      Excluir
  10. Mesmo desenvolvendo muito bem todos os elementos inseridos, eu tenho uma pequena dificuldade em acompanhar todos os raciocínios, mas fiquei com muita vontade de ler o livro e como os capítulos são curtos, facilita, mesmo quando eu me perder haha.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, os capítulos curtos ajudam a se integrar mais na história! :D

      Excluir
  11. Adorei essa capa *-----*

    Quero muito ler esse livro, gostei da premissa, e apesar dos pontos negativos, ainda quero ler.

    ResponderExcluir
  12. Caramba eu adorei sua resenha ela conta tudo o que eu vi no livro
    simplesmente incrível, essa investigação foi pra lar de cativante eu
    fiquei lendo esse livro de madrugadinha pra ver se chegava no final
    :3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, apesar de ser um pouco arrastado também li como se não houvesse o amanhã. :P

      Excluir
  13. Já falei em outros postes que não sou muito fã de policial mas em alguns casos abro uma exceção =P e me interessei bastante por esse ^^

    ResponderExcluir
  14. Com certeza esta capa é sombria, mas como não gosto do gênero não me interessei muito pelo livro. Livros com a narrativa arrastada são mais complicados e desanimam muito, eu mesma não consigo focar em um livro que não me prenda. Imaginei como ter sido a vida deste personagem em que o nariz e as orelhas foram cortadas quando criança.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A vida dele não foi fácil mesmo. Achei muito interessante esse personagem, espero que ele apareça mais nos próximos livros. :D

      Excluir