segunda-feira, 16 de junho de 2014

[Resenha] A mulher enjaulada

|
Autor: Jussi Adler-Olsen
No auge da carreira política, a bela e reservada Merete Lynggaard desaparece. As investigações que se seguem não rendem muitas informações à polícia, levando ao arquivamento do caso. Passados alguns anos, o detetive Carl Mørck, responsável pelo recém-criado Departamento Q — uma seção para casos importantes não solucionados — é encarregado de descobrir o que, afinal, aconteceu a ela. Então, com seu assistente, Assad, ele inicia uma busca pelos rastros desse mistério e, para isso, Carl precisa vasculhar o passado de Merete, guardado a sete chaves, para descobrir a verdade. · Mais de 10 milhões de exemplares vendidos no mundo. · Primeiro livro da série do Departamento Q. 




Recebi A mulher enjaulada por engano, mas fiquei muito feliz no fim, porque é um livro muito bom! A trama é viciante, estou louca para ler o segundo da série, por mais que o primeiro tenha sido concluído. Carl Mørck é um detetive inteligente e perspicaz, mas quem me ganhou mesmo foi seu assistente, Assad. Ele veio, segundo ele, da Síria, e dei boas risadas em alguns momentos com sua simplicidade e forma de viver. Quero muito ler outro caso com esses dois, ainda mais que Assad parece esconder algo, só não sei se é ruim ou muito ruim, rsrs.

A trama inicia de uma forma instigante, primeiro com a criação do tal Departamento Q, que tem como objetivo averiguar casos que foram arquivados e não solucionados. É então que entra o Carl Mørck, ele é quem fica responsável pelo departamento e inicia o caso Lynggaard. No inicio temos capítulos do avanço dele, e em outros do dia que Merete desapareceu e o que realmente aconteceu com ela. É interessante que apesar de sabermos o que aconteceu, isso não muda a nossa curiosidade em saber como o detetive vai desvendar e os motivos. Cada pista que Carl consegue leva um tempo, não é nada imediato, até porque seria estranho alguém conseguir tudo fácil, afinal o caso já tinha sido investigado, mas deram ela como se tivesse se afogado no mar. Acontece que pequenos detalhes mudam tudo e é esses detalhes que ele consegue captar que o leva para uma direção diferente do caso.

- Droga! Será que ela pensa que a divisão de crimes arquiva esses casos por divertimento?
- Ela chegou a insinuar que é isso que parece acontecer com determinados tipos de caso...

Os capítulos que mostram Merete são cruéis, e em um momento eles são quase raros, o que o autor deve ter feito de propósito, pois nos deixa angustiado para continuar acompanhando o que aconteceu com ela. Achei genial como o autor jogou com as histórias, e até certo ponto eu já não fazia ideia do porque de Merete desaparecer. Quase no final que eu descobri, e realmente foi impressionante. O desfecho foi de tirar o fôlego, e não consegui largar o livro até terminar e saber de tudo!

A narrativa do autor é maravilhosa, e ter duas histórias para acompanhar deixou o livro dinâmico e intenso. Gostei muito de acompanhar a linha de raciocínio de Carl, e ir desvendando gradativamente o caso, mas quase no final já estava muito ansiosa para ele fazer as peças se encaixarem logo. A mulher enjaulada é um livro policial que vai te perturbar e fazer ansiar por respostas, recomendo a leitura!

Ele olhou para Assad. Algumas vezes aqueles olhos tinham uma expressão tão diabolicamente inocente por baixo das espessas sobrancelhas. 

25 comentários:

  1. Oi Dessa...
    Nunca li nada do autor, mas me interessei pelo livro. Também não o conhecia.
    Adorei saber que é cheio de suspense. E pelo jeito que falou a narrativa do autor deve impulsionar o leitor a continuar lendo até o final. Fiquei muito curiosa.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é maravilhoso, me surpreendi! Leia se tiver oportunidade!

      Excluir
  2. Oi, Dessa! Tudo bem?
    Eu não conhecia o livro e nem o autor, mas fiquei super curiosa para dar uma olhada depois da sua resenha! Confesso que a trama não me chamou tanto a minha atenção, mas o gênero do livro é algo que eu curto muito e, com certeza, darei uma chance para a história! Outro ponto interessante é o personagem da Síria, não me lembro de nenhum outro livro que tenha um dos protagonistas com essa origem... Bjs
    Jéssica - http://lereincrivel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dá mesmo, você vai se surpreender, ainda mais se gosta do gênero.
      bjs

      Excluir
  3. Gosto de livros investigativos e gostaria de ler esse.
    A capa também é bem diferente!

    ResponderExcluir
  4. Oie,
    não curto muito livros assim, e confesso que não gostei nem da capa, mas quem sabe um dia

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  5. Nunca ouvi falar do livro, nem mesmo em divulgações da Record. Eu ficaria muito feliz com esse engano. rs! Nunca li um livro policial em que vc sabe como aconteceu e o suspense fica por conta das investigações, de como o caso vai ser descoberto, então fiquei bastante curiosa com ele. Vou procurar este pra ler.
    Beijinhos!
    Giulia - Prazer, me chamo Livro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É lançamento bem recente, talvez seja por isso.
      Leia mesmo! ;)

      Excluir
  6. Eu nunca li nada do autor, mas estou com muita curiosidade sobre esse livro. Parece ser uma obra ótima e que promete.
    Espero ler a obra em breve.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de junho

    ResponderExcluir
  7. Oi Dessa nunca li nada so autor, mas eu adoro narrativas assim. E todo livro que tem um mistério para ser desvendado me interessa! E que bom que tu teve uma grata surpresa com este "angano" né? hahaha

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tive mesmo, foi um engano que eu adorei! hahaha

      Excluir
  8. Olá Dessa, tudo bem?
    Adorei a sua resenha. Já li muitas coisas boas sobre esse livro e os leitores falam que ele prende.
    Como sou apaixonada por livros assim só posso dizer que, após ler sua resenha, preciso muito ler esse livro, mais do que qualquer outra coisa.
    Adorei tudo.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia mesmo, a história é viciante, quando você notar o livro já vai estar acabando... :/

      Excluir
  9. Ai eu adoro livros deste estilo e parece que a trama é ótima. Não lembro de ler um suspense com continuação, o que me deixaria louca porque você fica sempre esperando o final!

    Beijos

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que sorte que tem continuação, senão iria enlouquecer. hahaha Mas normalmente livros policiais a continuação é com outro caso, mas só de ter os mesmos personagens. <3

      Excluir
  10. Dessa como assim o livro foi enganado para ti? Não entendi, mas que bom que foi um livro prazeiroso de se ler. Fiquei curiosa também e legal ser um livro que terá outras continuações, mesmo que não seja da mesma história, mas com os mesmos personagens, lembra o Sherlok não é???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adriana, solicitei um livro diferente e acabou chegando esse. :)
      Lembro sim! rs

      Excluir
  11. Nunca tinha ouvido falar sobre o livro, mas parece bem interessante, gostei do enredo, e adoro livros policiais *---*

    ResponderExcluir
  12. Adoro esses suspenses policiais com duas histórias intercaladas. Algumas vezes dá até vontade de pular pra parte da outra narração, né? Já me apaixonei pelo livro e já está na minha listinha de desejados!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adoro também, porque assim a leitura não fica cansativa. :D
      Sim dá vontade mesmo. hahaha Tem sempre uma narração que nos encanta mais. :P

      Excluir
  13. Adorei a trama do livro e a forma que você conduziu a resenha me deixaram ainda mais ansiosa para ler. Acho muito legal ir desvendando a história junto com o detetive e no final ver as peças se encaixarem, por isso adoro suspenses policiais. Esse vai pra minha lista de desejados!!

    Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, por isso também amo policiais. <3 Adoro como o autor nos conduz na trama!

      Excluir