sexta-feira, 16 de maio de 2014

[Resenha] A base do iceberg

|
Autor: Flávio Sanso
Pedro é um jornalista aficionado pela história do seu país, sobretudo no que se refere especificamente ao episódio histórico conhecido como Revolução Fraterna. Em meio a conflitos internos que envolvem a culpa pelo fim do casamento e a frustração causada pela derrocada de sua carreira, Pedro tem a grande oportunidade de se dedicar a um projeto que lhe permita extravasar seu idealismo. Mas esse também será o meio de descobrir que tudo vai muito mais além do que aquilo que se enxerga. Nesta trama, o leitor é convidado a se tornar o confidente de vários personagens, posicionando-se de maneira a enxergar tudo o que os próprios personagens não são capazes de perceber. Essa posição, ao tempo em que é privilegiada (porque lhe permite certo poder a respeito de saber a verdade), também é perturbadora, uma vez que lhe força a perguntar para o seu interior: até que ponto conheço o que se passa ao meu redor?


Me senti tão importante quando o Flávio veio perguntar se eu queria resenhar o livro dele que estou até envergonhada pela demora da resenha sair... A leitura é tão agradável que não sei porque não li antes. Pela sinopse vocês podem perceber que a trama, apesar de ser carregada de ideologias, não tem nada muito "OH", e digo isso porque ela não possui tantas reviravoltas mesmo, talvez só o final pegue o leitor de surpresa.

A história nos apresenta Pedro, um ideologista, com paixão pela História do país, principalmente a da Revolução Fraterna. Ele é um jornalista que trabalha para Seu Iago, digamos que apenas porque os pais dos dois eram amigos e Seu Iago se vê obrigado a cumprir a promessa de nunca despedi-lo, na verdade ele nutre uma inveja por Pedro, que sempre escreveu melhor que ele.

Uma das obsessões de Pedro é escrever algo que remeta à Donatelo Veras, herói da Revolução Fraterna, é se aproveitando disso que Seu Iago chama sua atenção na frente de todos e o proíbe de citar esse nome de novo. Guilherme, amigo de Pedro, observa tudo de longe, até que certo dia faz uma proposta: trabalhar para seu irmão na editora que abriram e escrever a biografia de Donatelo Veras!

Apesar de ser apaixonado por esse tema, e já ter lido milhares de livros sobre o assunto, vemos que Pedro mesmo assim tem dificuldades de colocar tudo no papel. Seguimos então sua jornada a um trabalho que o dá prazer, e também os obstáculos por qual passa. Há segredos que vão sendo descobertos com o tempo, que talvez possa ir contra tudo o que ele acreditava.

Às vezes, ideias que mudam uma vida, tanto para melhor quanto para pior, podem surgir de repente. Eu me refiro àquelas que não precisam de pensamentos anteriores que vão evoluindo, maturando até que elas apareçam. Nada isso. Elas vêm do nada. Como dizem por aí: é um estalo. Certa vez tive uma dessas ideias. Se para melhor ou para pior, nunca é tão fácil dizer, mas o certo é que eu tinha a convicção de que ela mudaria radicalmente a minha vida.

Sinceramente? Achei a narrativa ótima, ela é fluída e temos muita vontade de acompanhar um personagem tão centrado e com ideais bem definidos como Pedro, mas... Senti falta de algo, sabe? Um dinamismo a mais, sei lá. A aventura do protagonista realmente é interessante, mas sabe quando a história fica "mais do mesmo"?

Preciso elogiar a escrita do autor, ele utiliza de palavras que nem tenho costume de ouvir/ler por aí, mas não do tipo "ai que vocabulário chato de entender", não mesmo. Dá para ver que o Flávio tem domínio do que escreve, e faz isso de forma natural, sem deixar cansativo.
Recomendo o livro, a leitura é rápida e a história bem construída, então não tem desculpa para não ler! :)

32 comentários:

  1. Ainda não tinha visto o livro e não conheço o autor.
    Mas a narrativa dele pelo visto é boa mesmo.
    A história parece interessante, confesso que a principio não me chamou muita atenção.
    Mas leria com certeza.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito boa mesmo! :D
      Leia mesmo, é uma trama fantástica!

      Excluir
  2. Nunca havia ouvido falar nem do autor nem do livro. Pela sinopse e pela resenha parece ser um livro muito interessante e bom de se ler, mas infelizmente não chamou tanto a minha atenção por não ser de um gênero que me agrade . Quem sabe daqui um tempinho quando minha lista de desejados estiver mais vazia eu não dê uma chance a ele !?
    Beijos :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena! Pois não sabe o que vai perder, rsrs.

      Excluir
  3. Nunca na minha vida tinha ouvido falar esse livro e nem neste autor :P
    Mais confesso não gostei da historia sabe, não chama minha atenção nem um pouquinho :(

    ResponderExcluir
  4. Vejo os autores nacionais melhorando cada dia mais, é bom saber que temos no nosso país autores tão bons. Fiquei com vontade de ler o livro, apesar da sinopse não ser muito atraente, a sua resenha me deixou com vontade de ler.
    E-mail: juliamariamoraes2013@gmail.com
    Nome de seguidor: Julia Moraes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, também vejo isso! Os nacionais tem me surpreendido muito!

      Excluir
  5. Primeira vez que leio sobre o livro e o autor, e gostei.
    Preciso confessar que quando li ''aficionado pela história do seu país" me deu medo kkkk pq me lembrou O Triste Fim de Policarpo Quaresma (não sei se é bom, pq faz mais de 1 mes que eu tô lendo e ainda to na pagina 35 kkk )):)
    Enfiim, esse gênero não me chama a atenção, mas gostei quando li que o autor escreve bem, pq ultimamente só tenho tido decepções..
    Mas gostei muito da resenha e agora quero ler!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca li esse livro! :O
      O autor escreve muito bem mesmo, vale a pena ler, viu! ;D

      Excluir
  6. Olá
    Não conhecia esse livro e nem o autor, mas gostei do enredo do livro. Parece ser bem interessante. Gostaria de ler.

    ResponderExcluir
  7. Achei a trama interessante.
    E que bom cohecer um novo autor brasileiro!

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia o livro, mas lendo sua resenha com certeza algumas pessoas devem se identificar, pois as vezes a pessoa tem a ideia e sabe tudo menos como expressar isso no papel.

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia o livro, mas ele me atraio bastante, principalmente os personagens. Com certeza ele já foi posto na minha lista. Adorei a dica.
    cronicasdeumlunatico.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os personagens ajudam muito na trama, gostei de todos! *O*

      Excluir
  10. Não conhecia o livro e nem o autor. Parece ser uma boa leitura, mas infelizmente não despertou meu interesse. Mas é sempre bom conhecer um novo autor brasileiro!

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  11. Oi, Dessa! Tudo bem? Eu não conhecia o livro, mas achei a proposta dele interessante... Confesso que a trama não é daquelas que estou acostumada a ler, mas se o livro tem uma narrativa agradável, com certeza quero conferi-lo em algum momento. Bjs
    Jéssica - http://lereincrivel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente também não estou acostumada, mas a trama e narrativa são tão envolventes que não tem como não adorar o livro!

      Excluir
  12. Não faz meu gênero, mas você conseguiu aguçar minha curiosidade com
    sua resenha, sinceramente não compraria para ler, mas se por acaso algum dia ganhasse ou algo do tipo, não deixaria na estante, leria com certeza.

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que bom! Se tiver oportunidade leia mesmo!

      Excluir
  13. Oi Dessa, tudo bem?
    Sempre conheço novos autores quando venho aqui. Eu gosto muito de história, não sei se o livro vai contar um pouco da Revolução Francesa, se contar vou gostar muito de ler. Que pena que não tem muita ação pelo o que contou, isso faria toda a diferença. Mas parece ser um bom livro. Sucesso para o autor.
    beijinhos.
    cila-leitora voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não conta não, mas mesmo assim vale a pena ler, viu? :D
      Adorei tudo, apesar de ser um pouco parado mesmo.

      Excluir
  14. Oi Dessa esse é o problema quando lemos demais, costumamos encontrar livros com histórias que já conhecemos e enredos sem sal, daí que els viram o mais do mesmo como você bem citou. É uma pena que leituras assim estão cada vez mais fáceis de encontrar e um bom enredo que seja bem delimitado está cada vez mais difícil de se encontrar. E a gente se pergunta: cadê o diferencial???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, o livro não chega a esse ponto, mas faltou um pouco de ação sabe? rs

      Excluir
  15. Olá Dessa,
    Não conhecia o autor e nem o livro, mas te digo logo de cara, se fosse em uma livraria, pela capa dele eu não compraria, pela história que é, acho que merecia uma capa melhor. Fiquei curiosa pra conhecer a escrita do autor e conhecer melhor a história do personagem, que segundo sua resenha é bem centrado.
    Beijos

    As Leituras da Mila

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A capa é fraquinha mesmo, merecia uma mais chamativa. );

      Excluir
  16. Já tinha ouvido falar do livro, mas o enredo não despertou minha atenção. Talvez por ter esse enfoque em descobertas históricas e eu não ser lá grande fã de historia.
    Mas é bom saber que a narrativa do autor é fluida. Quem sabe eu não me interesse por outro livro dele?

    ResponderExcluir
  17. Oie, tudo bom?
    Eu não conhecia esse livro, mas a premissa é curiosa e interessante. Uma pena que o autor não tenha explorado todo o potencial da história. Amo história e acredito que iria curtir essa narrativa.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Iria curtir mesmo. E foi uma pena o autor não ter dado mais emoção ao livro, mas mesmo assim eu gostei.

      Excluir
  18. Oi, eu ainda não tinha ouvido falar do livro e nem do autor, que vergonha, o livro parece ser bem legal, mas ele não me interessou muito, a sua resenha esta ótima, mas acho que falta algo no livro, por enquanto não pretendo ler ele, mas quem sabe mais para frente.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  19. Uau, voce anda lendo bastante livros nacionais hein? x)

    Não me interessei muito pelo enredo, infelizmente. De que editora é?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! Gosto bastante de livros nacionais, tem ótimos autores que merecem ser lidos!

      É da schoba! ;)

      Excluir