terça-feira, 25 de março de 2014

[Resenha] Querido Diário

|
Autora: Christina Kilbourne
Maxine e sua melhor amiga Leah se divertiam conversando com garotos na internet. Suas outras amigas invejavam seus novos relacionamentos, enquanto seus pais ignoravam todas as mensagens de amor que iam e vinham. E daí se Max e Leah mentiram quanto à idade e ao local onde moravam? Era só na internet... só por diversão.
Mas, quando Leah desapareceu, Max percebeu que não eram só elas que contavam mentiras na internet. Através de anotações em seu diário, Max conta o desespero de perder Leah e seu esforço para seguir em frente depois de tudo que aconteceu.




Logo que recebi os livros da parceria com a Companhia Editora Nacional Querido Diário foi o que mais me chamou atenção para iniciar no momento. Sabe aquelas histórias tristes e ao mesmo tempo lindas, mas de uma forma peculiar? Então, é bem isso... O livro é tão intenso e dramático que parecia que estava assistindo a um filme. A trama é cruel e me quebrou em tantos pedacinhos que tive que me segurar para não chorar no ônibus. A história é toda narrada em forma de diário e com isso o leitor consegue enxergar a alma da personagem principal, suas angústias e tudo pelo que passou quando sua melhor amiga, Leah, desapareceu. 

Max e Leah eram amigas inseparáveis, e como apenas Leah tinha internet em casa, Max ia para lá e as duas entravam em salas de bate papo... Até que conheceram D_Mais, um garoto com quem passaram a trocar vários e-mails por dia. Depois de um tempo Leah cansou de conversar com ele, e Max assumiu a troca de e-mails, os dois se davam muito bem e pareciam ter várias coisas em comum, até que certo dia ele convidou ela para os dois se encontrarem, mas por um descuido, a mãe dela acabou descobrindo e a deixou de castigo. Max sente muita falta de D_Mais e acha injusto que os pais de Leah ainda a deixem usar a internet, e é nesse meio tempo que Leah acaba conhecendo FitBoy, e apesar de as duas serem melhores amigas, Leah não conta muitos detalhes deste garoto para Max. É então que o mundo de todos vira de cabeça para baixo quando Leah some... E a única pista que a polícia tem é que ela se comunicava com um desconhecido na internet e que provavelmente foi se encontrar com ele...

Querido diário,
Tudo está escuro, tão escuro que não consigo enxergar o outro lado. Quando isso começou a me sufocar, pensei que ficaria bem, que deixaria esse sentimento se aproximar um pouco, e então o enfrentaria quando tivesse energia. A coisa é: não percebi que ele era mais forte que eu, e agora estou com medo de que eu não consiga vencer...

Depois de ir a uma terapeuta Max começa a escrever um diário onde conta quase que diariamente como tudo aconteceu, desde seu relacionamento com D_Mais até o momento em que Leah sumiu. É angustiante ler suas palavras, sua dor e seu sentimento de culpa. Ela passa seis meses sem nenhuma notícia da amiga, a polícia ainda está ajudando nas buscas, mas parece que quanto mais tempo passa, mais as esperanças escorrem pelo ralo. É frustante a história toda, ainda mais por perceber o estado depressivo de Max, é como que se ela tivesse a chance de desistir de viver, a agarraria sem pensar duas vezes... 

Como eu disse, a história é triste, mas não deixa de ser linda, pois mostra a amizade e carinho que Max sente pela amiga. A narrativa é envolvente e rápida, é o tipo de livro que apesar de não ter tantas páginas, parece que lemos dias e dias sobre a mesma história. Aliás, eu mesma poderia ficar falando mais e mais sobre Querido Diário, mas não quero me alongar muito na resenha...

Max é uma criança forte - ela tem 12 anos - e aguenta muito bem toda a situação, apesar da depressão. Ela se mostra muito corajosa no decorrer da trama, e não tem como não se encantar com ela e sentir vontade de abraçá-la e confortá-la. Nem preciso dizer que fiquei com ressaca literária depois de ler esse livro, né? Fiquei sentindo um vazio que por favor... Isso que a história tem um fim, não é algo que te deixa esperando por algo a mais.

Não consigo mais dizer o que estou sentindo. Não consigo separar o que sinto do que eu quero sentir... Está tudo confuso aqui dentro, e quanto mais tento entender, mais confusa fico.

E esse negócio de perigo virtual, ainda mais para crianças e jovens, é algo muito sério. Eu já li muito sobre esses casos de pessoas que vão encontrar alguém da sua idade e no fim é alguém bem mais velho ou que tem a intenção de fazer alguma maldade. Por isso, acho que a história tem que ser lida por todos, quem tem filhos deve fazê-los conhecerem este livro, ele é muito importante para abrir os olhos sobre esse mundo virtual, pois muitas vezes as crianças e, principalmente os adolescentes, acham que é implicância dos pais, mas na verdade não é, é algo bem real e que pode acontecer com qualquer um. Eu mesma vou fazer minha irmã ler para ela ver bem os riscos e consequências de aceitar se encontrar com algum desconhecido. Recomendo a leitura!

34 comentários:

  1. Gostei muito da resenha. Realmente a internet é perigosa e um certo cuidado é necessário antes de mais nada. A capa já me deu uma aflição, fiquei imaginando o que a história faria comigo se eu a lesse rsrs

    Beijos
    http://palavrasdeumeumesmo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, é uma história comovente, viu! :/

      Excluir
  2. Achei a premissa da história muito legal e já está na minha lista de leitura. Acho bem interessante essas histórias que retratam coisas que acontece também fora da ficção. Por sorte, nunca caí em nenhuma armadilha dessas porque minha mãe sempre me alertou dos perigos da internet.
    Histórias assim deveriam ser leitura obrigatória! Quem sabe dessa forma as pessoas não se conscientizariam?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que é muito importante os pais ficarem de olho quando seus filhos estão na internet. E mesmo a pessoa não sendo mais criança, tem que se cuidar.

      Excluir
  3. Não conhecia a história, mas como vc tbm acho q os pais devem ficar de olho nessa coisa virtual enqto se é pequeno (e gde tbm...rs), gostei da história.

    Andy_Mon Petit Poison
    POISON SERIES - Séries Abandonadas migre.me/iuYeZ

    ResponderExcluir
  4. Oie,
    nossa o tema é bem legal hein!
    Não conhecia o livro.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  5. Muito interessante isso. Gosto quando autores falam sobre assuntos do nosso cotidiano. Coisas que estão perto e quase não percebemos. Acho isso muito bom!!
    Serve de alerta!!
    Adorei a dica!!

    Bjkas

    Lelê Tapias
    http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, é muito importante ficar de olho!

      Excluir
  6. Uau.

    Parabéns pela resenha.
    Também li o livro e achei ele muito bom.

    Beijos!
    http://fernandabizerra.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. gosto de livros do tipo diário, acho que é porque eu sempre quis escrever um. haha
    Gostei do livro e lerei assim que possível.
    ótima resenha.

    ResponderExcluir
  8. O livro não me chamou atenção, não gosto de livros narrados em diário. E a própria trama dramática não faz meu estilo, apesar da mensagem interessante que passa.

    Espiral dos Sonhos

    ResponderExcluir
  9. Oi é a primeira vez que vejo esse livro, parece que a historia é muito boa, e acho bem legal quando os livros falam de problemas verdadeiros, tipo esse negocio de redes socais, é muito perigoso, nunca se sabe quem esta do outro lado falando com você.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  10. Que interessante o enredo deste livro, chamou muito minha atenção, principalmente por se tratar de um assunto que é tão real e que todos nós conhecemos. Realmente, conversar com estranhos pela internet é muito perigoso mesmo e este livro parece dar uma lição ao mesmo tempo que transmite a estória! Parece ser um ótimo livro! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um livro lindo, acho que todos deveriam ler! :D

      Excluir
  11. ótima resenha, não conhecia muito sobre esse livro antes ;)
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Nunca tinha ouvido falar sobre o livro, mas o assunto abordado e a forma como você falou do mesmo me fez ter vontade de ler.
    Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. O livro fala de um tema polêmico, e isso me chamou muito a atenção. É importante esse tema ser abordado, é importante que as pessoas falem sobre isso.
    E-mail: juliamariamoraes2013@gmail.com
    Nome de seguidor: Julia Moraes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É importante mesmo, a história é comovente.

      Excluir
  14. Nossa que intenso esse livro!
    primeira vez que o vi e li sobre ele, gostei de sabe que é um livro que trás lições de vida e um alerta para sociedade, afinal é espantoso como crianças cada vez mais jovens tem esse acesso e de forma livre!

    Beliscões da Máh ♥
    Blog |Instagram |@Maaria_Silvana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito intenso mesmo. Quase chorei lendo o livro, rs.

      Excluir
  15. Adorei a resenha. Já ouviu falar do livro, mas não li ainda.
    É um alerta na verdade, de que a internet é perigosa e pode ser fatal.
    Muitas crianças mentem a idade para ter acesso a rede e criar perfis fakes.
    http://detudoumpouco28.blogspot.com0

    ResponderExcluir
  16. Ao ler a sua resenha me lembrou de um filme que APARENTA muito bem tudo que você falou...Não sei se vc assitiu, mas se chama CONFIAR...O nome do cara que conversa com a menina é CHARLE....nossa é muito doida a história. E o pior de tudo que ele fala que tem 17 anos no filme e depois fala que tem uns 20 e poucos e assim vai. Até dizer que não é jogador e que n fazia nada do que ela pensava até se encontrar com ele. Nossa, o filme acho que todos deveriam ver também. Tudo haver com essa resenha ai.

    Eu fiquei até surpresa de ler, porque eu também fiquei interessada de saber sabe.
    Acho interessante mesmo que todos leiam, principalmente os pais dos mais novos que ficam pela internet 24h por dia.

    Parabens pela resenha amiga.
    Como sempre arrasando =]

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não conhecia esse filme, vou dar uma procurada! *-*
      Obrigada, querida!
      Beijos

      Excluir
  17. Não conhecia o livro e gostei bastante da premissa do livro..sua resenha me fez ficar bem curiosa com relação a estória..

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Olá Dessa...Parabéns por resenha, creio que este livro deveria ser leitura obrigatória por se tratar de um assunto tão atual...Creio que este livro deve ser muito interessante e já inclui ele na lista de desejados!!
    beijos ♥

    ResponderExcluir
  19. Adorei a resenha... eu nem gosto muito de livros/filmes de drama... mas esse me chamou muito a atenção, pq tem um suspense, fiquei muito curioso de saber o que aconteceu com a Leah... se a policia consegue achar ela, esse livro ja vai entrar pra minha listinha aqui...
    esse negocio de marcar encontros pela internet é muito sério mesmo, ainda mais pra crianças e adolescentes...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, o livro é puro suspense. E se prepare para chorar. hahaha

      Excluir
  20. Olá Dessa!
    Essa resenha é a primeira que leio do livro.Gosto muito de drama que envolve suspense, acho que um complementa o outro.
    Esse livro serve como alerta para o perigo do mundo virtual, de se encontrar com pessoas que você nem conhece.
    Fiquei bem curiosa com a leitura!
    Beijos

    As Leituras da Mila

    ResponderExcluir
  21. Ei Dessa, adorei a resenha, e fiquei com vontade de ler!
    O drama da história parece que prende o leitor, e fiquei mega curiosa pra saber o rumo das amigas com essas amizades online. É um livro que também traz um apelo para o leitor, mostrando como são perigosas amizades feitas pela internet néh.
    Gostei bastante da sua resenha!

    Bjs bjs bjs Mih!
    Paradise Books || @ParadiseBooksBr

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, um apelo muito grande! E o que mais tem é gente que "cai" nessa;

      Excluir
  22. Oi!
    Gostei bastante do livro, e principalmente dessa temática do livro! Sempre soubemos que os perigos virtuais existem, mas nem sempre nos preocupamos tanto quanto deveríamos. Sobre a história, fiquei muito curiosa para saber o que acontece no final, mas o que mais me chamou atenção foi o fato de o livro ser um diário, coisa que eu adoro, pois sempre podemos conhecer melhor os personagens e seus sentimentos.
    Beijos , ótima resenha!

    http://meuuniversox.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, até não acontecer com a gente ou alguém próximo não damos bola, né? Mas é algo bem sério...

      Excluir