quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

[Resenha] Os guerreiros do universo e o abalo de Urano

|

Autor: Anderson Vitorello
O planeta Urano é atacado sem piedade pelo exército de Netuno, um poderoso Guerreiro do Universo. Kem, o Guerreiro do Universo de Urano, luta bravamente para proteger seu planeta, contando com a ajuda de seus amigos, das incríveis máquinas robóticas do cientista Raldot e das transformações dos forma-forma. “A Profecia”, que revela uma violenta batalha entre os Guerreiros do Universo do bem e do mal, finalmente começa a ser cumprida. O Imperador do Mal começa a guerra contra o Lendário Mestre. Mas uma grande esperança está com Sakura, a esposa de Kem, que retorna de Júpiter com um segredo revelado pelo velho sábio Ganimedes. Com uma história fascinante e cativante, o leitor será levado aos acontecimentos mais surpreendentes, que reúnem luta, ação, aventura e suspense, dentro de cenários fantásticos!



Estou participando do book tour de Os guerreiros do universo e o abalo de Urano que o autor Anderson Vitorello organizou entre alguns blogs: Bookólicos, Um papo entre páginasMomento Literário e Clouds and FantasyAssim que o livro chegou já iniciei a leitura, ela foi cansativa nas primeiras páginas, mas como isso é normal em alguns livros, pois estamos sendo apresentados a um novo mundo, não dei bola. Porém, conforme fui lendo percebi que ela continuava arrastada. Para ter ideia, li dois livros enquanto estava lendo esse, eu não conseguia ler mais de 20 páginas por dia... Realmente me decepcionei um pouco com o livro, pois pela sinopse ele parecia tão bom!

Começamos conhecendo Kem, já na primeira cena vemos ele "virando" um Guerreiro do Universo, com poderes extraordinários, mas ele não é o único Guerreiro, há mais em outras galáxias e no próprio sistema solar, e é a partir daí que a trama inicia, pois um destes Guerreiros planeja conquistar todos os sistemas solares possíveis. Kem junto com alguns amigos tentam de tudo para deter esses vilões que são do Triângulo Negro, comandado por alguém poderoso e mal.

A história realmente tinha de TUDO para ser ótima, o enredo é bacana e envolvente, mas o autor pecou na narrativa. Achei ela cansativa, com diálogos infantis em alguns momentos, detalhes desnecessários e com algumas manias chatas, como repetir em toda parte que o personagem Raldot aparecia a palavra "maluco".
Sobre os detalhes, realmente é importante em um livro ter a descrição de algo, mas apenas quando é extremamente importante e não como foi no livro em que o autor descrevia TODA a roupa da maioria dos personagens e a CADA dia. Ficou extremamente chato e fez eu perder a vontade de continuar lendo... O que me incomodou também foi o fato de em um diálogo de DUAS pessoas repetir o nome de cada uma delas várias vezes, acho que o autor podia utilizar "ele, dele..." que ficaria subentendido.

... e sentou-se junto com Kem numa espécie de sofá, que possuía quatro assentos e quatro encostos em formas circulares, para quatro pessoas, feito com um material muito macio, na cor marrom.

Há vários pontos negativos, mas na verdade a história tem elementos interessantes que no fim foram ofuscados por causa disso. Não deixo de recomendar, porque o que eu não gosto alguém pode amar. Só aconselho a ler junto com outro livro e com calma, sem muitas expectativas também. Espero que o autor melhore a narrativa para o segundo livro, pois realmente fiquei curiosa com o que ficou em aberto no final deste.

63 comentários:

  1. Pois é, também tinha me animado com a sinopse mas isso da repetição estraga. Ano passado já tive minha cora de leituras arrastadas, não quero mais.

    Espiral dos Sonhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poisé, uma pena a leitura ser tão arrastada, a história é bastante interessante até. :/

      Excluir
  2. Acho o máximo essa ideia de "book tour". Livros são assim: às vezes bate, e às vezes não. Faz parte.

    Beijos,
    Nina & Suas Letras

    ResponderExcluir
  3. Adorei a resenha, pena o autor ter errado na narrativa, também acho um saco livros assim :/
    Beijos linda :)
    http://garotaantenadabr.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Pois é Andressa, os mesmos pontos que você abordou na resenha me irritaram também. E de fato, o livro tinha tudo para ser bom, o pior foram os diálogos, eu não sei se eu ria ou se eu chorava SHUSHUSHS. Mas também fiquei um pouco curioso para a continuação. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHA, verdade, tinha momentos em que os diálogos quase me fizeram desistir de vez do livro. :P

      Excluir
  5. Olá! :)
    Bem, de fato o enredo parece sr muito bom, um universo todo diferente, um distopia bem interessante, mas esses detalhes, só por esse quote fiquei me perguntando "é mesmo necessário descrever as cadeiras em um livro sobra batalha?".
    Bem, é uma pena pois só pela sinopse dava pra ver que tinha tudo para dar certo :c
    Beijos honey! :*

    http://meuuniversox.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Não é? Totalmente desnecessário tanta descrição, ainda mais quando é tão irrelevante em um livro com lutas e tudo mais. xD

      Excluir
  6. Oiii... Não conhecia o livro, pena que não foi tão bom... Realmente diálogos infantis cansam um pouco!

    Bjs, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
  7. Adorei o blog, bjs

    http://www.1forall.com.br
    http://www.facebook.com/one1forall

    ResponderExcluir
  8. Bom eu tinha achado a sinopse um pouco interessante, mas sua resenha me fez perde a vontade de lê-lo, mal comecei o ano e já estou lendo um livro que esta com a leitura muito "puxada", então não pretendo ler outro que deixe essa mesma sensação...

    Meu Mundo, Meu Estilo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma pena não é? A história chama bastante a atenção mesmo...

      Excluir
  9. Oi flor!

    Ótima resenha. Uma pena a leitura se arrastar tanto, realmente tinha potencial pelo que li. A sinopse é bem intrigante!

    Beijos
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Uma pena mesmo... Eu adorei a história, mas a narrativa foi péssima...

      Excluir
  10. amei a resenha, parece ser legal

    Bjuuu
    Juliana Medeiros
    umabonecamasnaodeporcelana.blogspot.com.br
    facebook.com/UmaBonecaMasNaoDePorcelana

    ResponderExcluir
  11. Oie,
    nossa eu não conhecia o livro e pelo que você comentou não vou curtir muito. Não curto narrativas arrastadas.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não curto, quase desisti do livro diversas vezes. rs

      Excluir
  12. Olá Dessa!
    É uma pena quando nos decepcionamos com um livro né?
    Mas infelizmente acho que por esse fator, da leitura ser arrastada eu não leria, acho isso bem desagradável!
    Beijinhos

    As Leituras da Mila

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma pena mesmo, porque tinha me interessado pela história! :/

      Excluir
  13. Dessa, parabéns pela sua sinceridade. São poucos blogueiros que colocam a cara ao tapa ao resenhar um livro nacional que não tenha gostado, inclusive pontuando cada aspecto da história. Uma pena que isso tenha acontecido, mas fazer o que né?! Não estamos livres de ler algo que não gostamos, e os autores têm que entender isso também. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Mirelle. rs Realmente, não teria como omitir minha opinião, não gostei e pronto. haha
      Verdade, olha que li ótimos livros nacionais, mas esse pecou na narrativa, uma pena.

      Excluir
  14. Ola amiga(o)hoje vim falar e te elogiar pela sua capacidade ser tao grande para realizar um blog com o conteúdo muito legal bem interessante super completo e sem falar da sua criatividade de fazer um layout bem legal. Te desejo um ótimo final de semana para você, que Deus sempre esteja com você... Obrigada por sua atenção ao blog garota teen

    ResponderExcluir
  15. Oie,
    A sinopse é tão interessante, mas não me parece ser o tipo de livro que eu gostaria,detesto descritivismo exagerado.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii!
      Concordo. Se você não curte, é bom nem pegar mesmo para ler.

      Excluir
  16. Se eu não fosse tão preguiçosa para livros, eu leria!

    Julie Chagas Blog

    ResponderExcluir
  17. Eu não tinha nem ouvido falar, acredita? Ótima a resenha, mas eu não sei se leria ainda kkkkk.

    http://www.beggarfashion.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, você que sabe, leia melhor a resenha. ;)

      Excluir
  18. que trsite é acontecer isso com livros.. aconteceu comigo no ultimo livro da saga Eragon.

    beeijo

    http://tastemycloset.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  19. Estou precisando ler um livro desses ai o/ atualmente meus livros tem sido muito pé no chão o/
    acervo-de-livros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Eu não conhecia o livro nem autor (eu acho). E como já estou tão complicada em questões de leituras, que colocar um livro que pode me desanimar não vai ser boa ideia, A resenha está ótima, mas o livro não me despertou tanto interesse.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, às vezes é bom quando lemos um atrás do outro e todos são ótimos, né?

      Excluir
  21. Poxa, é realmente triste quando se pega um livro com uma premissa interessante, que tem tudo pra dar certo e se decepciona com ele.
    Eu não leria o livro pelo ritmo lento que ele apresenta. Ainda estou traumatizada com a leitura vagarosa do livro que estou lendo há quase 1 mês, haha.
    Então, estou fugindo de livros assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E acredite, o ritmo é muito lento, demorei séculos para terminar, rs. Odeio isso! ;/

      Excluir
  22. Que pena que a narrativa não te agradou, é sempre chato quando a gente pega um livro e vê que ele tem aquela leitura arrastada. Pela sinopse eu achei que o livro fosse ser tudo de bom, eu sempre to conhecendo novos livros aqui, e já percebi que você gosta muito desse gênero! rs

    Beijos.
    http://viciosemtres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gosto bastante do gênero mesmo, mas uma pena esse não agradar... :/

      Excluir
  23. Comecei a ler o post pensando "Que sinopse legal esse livro tem"... mas aí você começou a falar sobre a narrativa arrastada e os diálogos infantis. o que me desanimou um pouquinho. Ainda assim fiquei curiosa, quem sabe um dia eu pego para ler.
    Parabéns pelo post. Como sempre ótimo, Dessa.
    Beijão! Fica com Deus. ;-)
    Jaqueline de Marco
    http://jaquelinedemarco.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  24. Oi, Dessa! Tudo bem? Que pena que o livro não funcionou com você :/ Realmente, a sinopse é bastante empolgante, mas nem uma história com bastante criatividade supera uma narrativa repetitiva. E, para falar a verdade, estou fugindo de leituras arrastadas, então não sei muito bem o que esperar do livro... De qualquer forma, espero que a sequência dele melhore! Bjs
    Jéssica - http://lereincrivel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Não funcionou, mesmo! Uma pena... Odeio leituras arrastadas, parece que perco tempo que poderia ler outro livro...

      Excluir
  25. Baseada apenas pela sinopse eu não me interessei pelo livro, a sinopse me lembrou essas histórias de super heróis da Marvel e assim que vi o nome Kem lembrei na hora do Clark Kent (super-homem) (louca, eu sei)... enfim, não leria esse livro e a sua resenha só confirmou que ele não faz meu estilo (mesmo eu gostando de personagens com super poderes).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, sabe que adoro essas coisas com super heróis e tal? rs

      Excluir
  26. Concordo com o comentário acima da Andréia, lembrou bastante as histórias de super heróis... e eu costumo não gostar nenhum pouco delas.
    Provavelmente não leria o livro pela sinopse e depois da sua resenha então... Acho que não dá para mim D:
    Beijos, Paula
    http://www.interacaoliteraria.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena! Eu adoro essas histórias, pena a narrativa. :/

      Excluir
  27. Dessa, nossa são muitos livros com continuações e isto acaba desanimando a gente...Não conhecia o livro, e somente lendo a sinopse dele, o livro não chamou minha atenção e ler sua resenha fiquei ainda mais desanimada!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  28. Poxa, eu até gostei de ser meio "super herói" mas lendo a sua opinião eu fiquei meio mais ou menos, rsrs. Bom, acho que vou ler os que eu tenho aqui e depois penso melhor nesse livro.

    ResponderExcluir
  29. Entendo o que você sentiu, pela sinopse parece ser um grande livro, mas minha vontade se esvaiu quando eu li a sua resenha, também concordo que o autor não precisa ficar colocando tudo nos mínimos detalhes, pois isso cansa o leitor, mas quem sabe um dia eu mude de ideia e dê uma chance ao livro.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Né, acho que a leitura tem que ser dinâmica. Detalhes são bons quando é algo relacionado a personagens (encontros e tal), mas descrever cada roupa e mobília não dá...

      Excluir
  30. A obra me pareceu um pouco nerd, mas, sei lá... Sua resenha me fez enxergar que não é bem por aí.
    Fiquei um pouco decepcionada com suas palavras, não por ser ruins, mas porque imaginei que o livro fosse melhor do que aparentou.
    Enfim... Não é sempre que acertamos.

    M&N | Desbrava(dores) de livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma pena a narrativa não ajudar na leitura, pois a história é bem interessante.

      Excluir
  31. A sinopse da a impressão de ser bem interessante,mas depois da sua resenha não me empolguei não =/ detesto estórias arrastada e muito detalhista isso muitas vezes cansa =S

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não curto... Pena, pois tinha gostado da trama...

      Excluir
  32. Olá pessoal, eu sou o autor do livro, tudo bem?
    Aqui mais ou menos, pelo menos, até logo depois de ler todos os comentários. Mas tudo bem, eu compreendo a opinião de cada um. Pois, como se sentiria se visse alguém batendo numa pessoa ou um animal de estimação que você ama, bem na sua frente? Iria ficar de braços cruzados? Pois é, eu não fico. Um livro é como um filho, só quem escreveu um sabe do que estou falando. Opiniões existem das mais variadas no mundo inteiro. Eu não sou o dono da verdade, e não sei se existe tal pessoa. O que é certo? O que é errado? Um professor de física, que eu tive, dizia que tudo depende de um ponto de vista. Também creio ser interessante sempre pensar duas vezes antes de comprar algo ou uma ideia. Muita gente leu o livro e GOSTOU! Sem dúvidas quanto a isso, pois recebi o feedback. Respeito o trabalho da Andressa. Ela tem seus gostos particulares, assim como qualquer outra pessoa. Esse é meu estilo de escrita. Descrevo, sim, com detalhes, principalmente as lutas. É algo íntimo de mim. Pratico Artes Marciais há mais de 12 anos. E com elas aprendi, que ninguém é melhor do que ninguém, que cada um tem as suas particularidades, dificuldades e facilidades. Digo a vocês, por experiência própria, que nessa minha vida acabei gostando de muitas coisas que "achava" não gostar, ocultas pela incerteza criada através das palavras de alguém. Muitas pessoas tentaram ensinar ou sugerir algumas coisas que achavam ser o certo para mim, e no final acabei quebrando a cara. Às vezes, se não todas, a intuição é a melhor orientação que podemos ter. Nisso eu acredito. Além das Artes Marciais, também estudo piano há poucos anos. Em ambos, sabem o que vai fazer toda a diferença no final para você melhorar? A repetição! Pois, se eu tivesse preguiça de repetir os movimentos de kung-fu ou os exercícios de piano, várias e várias vezes, não estaria muito diferente de como comecei, e teria largado tudo no começo, como muita gente faz. "A repetição é a mãe da habilidade". "A pressa é a inimiga da perfeição". Sei que muitos entendem, por experiência própria, isso que acabei de citar.
    Reflitam sobre isso. Usem a mente de vocês de forma ativa, leitores. Recebam as informações, pensem, pensem outra vez, e tomem suas próprias decisões de valor. E que essas, no final, ajudem a si próprias e seus semelhantes, não importa quem sejam. Ajudar sempre soma algo de bom na vida de cada um.
    Gostaria que vissem outra resenha, falando, sim, dos altos e baixos, pois, se nada é perfeito e nem mesmo Jesus Cristo conseguiu agradar a todos, quem sou eu para isso. Aqui, porém, com outro ponto de vista, segue o link da resenha: http://momentoliterario1.blogspot.com.br/2013/12/resenha-73-os-guerreiros-do-universo.html
    Tive que expressar-me, afinal, creio que vale a pena lutar pelo sonho que se tem. Pois sou um guerreiro. Reitero, respeito o trabalho da Andressa, e sei que cada ser humano tem suas opiniões e gostos.
    Um grande abraço cheio de boas energias para todos!

    ResponderExcluir