sexta-feira, 6 de setembro de 2013

[Resenha] Morte na Flip

|
Autor: Paulo Levy
Uma nova aventura do delegado Joaquim Dornelas​ vai começar a Flip–Festa Literária Internacional de Palmyra, um dos eventos literários mais charmosos do mundo. Na décima edição da festa e com a cidade cheia, o delegado Joaquim Dornelas está dividido entre a alegria e a preocupação. Para ele, quanto mais gente e mais festa, maior a chance de confusão. E é claro que o inesperado acontece, momentos antes do show de abertura: Dornelas se vê diante de uma cena que põe a si mesmo e a sua equipe, em estado de alerta. Um crime é cometido no início da madrugada. Pressionado pelo chefe e pela imprensa, nesta nova e saborosa aventura, Dornelas se vê envolvido numa complexa rede de fatos e intrigas que procuram desviar o rumo da investigação e confundir a polícia. Embalado por sua amizade colorida com Dulce Neves, por doses de sua cachaça favorita, por seu empenho como pai à distância e por seu mingau de farinha láctea, o delegado Joaquim Dornelas mais uma vez usa de aguçada intuição e incrível faro policial para desvendar mais um complicado crime.​

Morte na Flip é o primeiro livro que solicitei da parceria com a Editora Bússola, e não poderia ter feito melhor escolha. Confesso que estava cansada de romances bobinhos, então quando peguei esse livro para ler, não consegui soltar mais. Às vezes é bom ter uma leitura mais “complexa”.

Um livro policial de tirar o fôlego! Eu, que adoro esse tipo de história, me vi envolvida em uma trama cheia de suspense e insinuações. O que eu mais gosto no tema policial e que vi neste livro, é que a linha de pensamento de quem investiga é sempre bem detalhada, e o investigador não está sempre 100% certo, ele comete erros, é normal.

O delegado Dornelas é o personagem principal que investiga a morte de uma escritora famosa que estava na Flip, em Palmyra, para um evento. A gringa, como eles falam, é encontrada morta em um bar. A dimensão do assassinato toma proporções maiores que o normal por ela ser estrangeira. Dornelas tem um peso nas costas, pois a imprensa está cercando-o, tentando descobrir detalhes e suspeitos.

A trama gira em torno de o delegado descobrir pistas e pessoas que a viram àquela noite. Ao decorrer da história a investigação começa a tomar forma e detalhes vão sendo revelados. Alguns suspeitos dão informações que não batem com o que o delegado já sabe.  Então, Dornelas precisa saber quem está mentindo e por que.

Uma história fluída e fascinante. Acompanhei com ardor todos os passos narrados do delegado e tentei acompanhar sua linha de raciocínio, que era genial. Não me dei conta de quem poderia ser até quase o final, aí quando descobri, fiquei "por que não pensei nessa pessoa?" HAHA. O autor escreveu uma trama espetacular, com nenhuma ponta solta.

Sempre que ele se punha entre o arsenal de propaganda e as câmeras de TV, Dornelas sentia-se como um piloto de fórmula 1 ou jogador de futebol. Faltava-lhe o uniforme forrado de logotipos, o boné na cabeça e um punhado de frases soltas que não significavam absolutamente nada. 

Fiquei sabendo que há outra história do delegado Dornelas, Réquiem para um assassino, estou curiosa para ler. Espero que seja tão boa quanto Morte na Flip.

42 comentários:

  1. A historia me parece ser muito boa. Vou procurar mais sobre esse livro

    ResponderExcluir
  2. Mingau de farinha lactea kkkk Adoro mistérios e ''detetives'' apesar dele ser um policial. Parece muito legal e fiquei curiosa para saber quem matou a gringa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adoro também! *-* rs
      Leia assim que possível. :3
      beijos

      Excluir
  3. Não conhecia esse livro, mas não me interessei muito pela sinopse, apesar de ter sido bem elogiado na sua resenha. Não gosto muito do gênero policial...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério? Que pena. Eu adoro esse gênero! *-*

      Excluir
  4. Oi Andressa! Pôxa, participei da promoção Especial John Green em MAIO e até hoje não recebi meu prêmio :(
    Vcs não vão mais me enviar o livro?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Você viu o tweet que respondi? Não sou eu a responsável pelo envio, é a Yasmin do Ler e imaginar. Ela já enviou, espera chegar, ok? ;)

      Excluir
  5. Oi Dessa, eu adoro esses mistérios policiais, ainda mais quando é bem escrito.
    Não conhecia esse livro, a premissa e a sua resenha me deixaram curioso.
    Beijos!

    Gustavo Valim
    http://jantandolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, Gustavo! Adoro também. *-*
      Assim que possível, leia o livro. Vale a pena. :)
      Beiijos

      Excluir
  6. Amo livros de romances policiais o/
    meu autor preferido desse gênero é Harlan Coben o/ ja leu algum livro dele?
    continuando, gostei bastante da resenha desse livro, e concordo plenamente, as vezes é bom ter um livro mas complexo pra ler o/
    acervo-de-livros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adoro também, sério! *-*
      Poxa, dele nunca li nada. Indica algum?
      beijos

      Excluir
  7. Adoro suspense policial, é um dos meus gêneros preferidos! Esse parece ser ótimo, já quero ler *-*

    ResponderExcluir
  8. Parece ser uma boa história, mas histórias policiais não fazem muito meu gênero. Eu não sei se leria um livro desses, na verdade, claro que leria, só estaria lá no final da minha listinha. :(

    http://alguns-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, que pena. ;/
      Eu adoro esse tipo de história, rs.

      Excluir
  9. Você acertou em cheio!! Eu estava doida pra saber mais sobre este livro.
    Já tinha visto a capa, e o título tinha me chamado muito a atenção. Mas sem ter lido nenhuma resenha, eu realmente fiquei com medo.
    Adorei saber que é um policial de tirar o fôlego, amo livros assim.
    Agora vou comprá-lo sem medo!!

    Valeu muito a dica!!

    Bjkas

    Lelê Tapias
    http://topensandoemler.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha, que bom saber! *-*
      Compre mesmo, é uma ótima leitura!
      beijos

      Excluir
  10. Dessa linda, olá!
    E realmente fiquei com a curiosidade aguçada, não tinha visto resenha ainda, apenas algumas divulgações, ou comentários, não lembro ao certo.

    Clicando Livros
    @clicandolivros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, Lú! <3
      Que bom que te deixei com curiosidade. rs *O*

      Excluir
  11. Olá querida!

    Desde que vi esse livro na blogosfera, eu me interessei por ele pela capa e sinopse.
    Com sua resenha eu fiquei com aquele gostinho de quero mais, por querer saber tudo nos mínimos detalhes!

    Beijinhos

    As Leituras da Mila

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Já tinha visto ele, e também tinha me interessado muito!
      Adorei o livro!
      beijos

      Excluir
  12. Me parece ser uma história bem bacana. Fiquei curiosa para ler!
    Já tinha ouvido falar do livro. O Paulo recebe vários elogios em relação as suas obras. Quero um dia ler o "Morte na Flip".

    Beijos
    http://umajovemleitora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Não conhecia esse livro..parece ser bem interessante...não sou muito fã de livro policial mas até que gostei desse =) só não curti muito a capa...

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom! Leia se possível. :D
      Sério? Eu adorei a capa. haha
      beijos

      Excluir
  14. Não conhecia esse livro ainda, mas como adoro livros policiais já adorei! Gostei principalmente por acontecer em um evento literários, qualquer coisa envolvendo livros já me agrada rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haha, né? Adorei também por ser nesse tipo de evento! *O*
      beijos

      Excluir
  15. Oi Dessa!!
    Nossa não conhecia o livro, mas amei sua resenha fiquei mega curiosa mesmo. Também curto romances policias e sempre gosto de intercalar este gênero quando leio um romance. E o mais interessante é está duvida, a investigação e os suspeitos . Vou com certeza pesquisar mais sobre o livro.
    Bjuss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      É bom intercalar, né? Assim não cansa. Adorei o livro!
      beijos

      Excluir
  16. Nossa ainda não tinha ouvido falar do livro, eu amo um livro policial, adoro livros investigativos, gosto quando o lviro é bem escrito e não deixa pontas soltas e nem coisas faltando, isso é um ponto positivo,
    beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adoro também esse tipo de história! *-*
      beijos

      Excluir
  17. Nunca tinha ouvido falar neste livro, mas tenho um fraco por livros policiais!! Eu já tinha ouvido falar do autor, mas não conhecia nenhum de seus livros, parece ser bem curioso!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei esse livro, quero ler algum outro do autor. *-*

      Excluir
  18. Não conhecia o livro e nem a editora. Adoro romance policial, então esse livro chamou a minha atenção imediatamente, sem falar na capa que é bem bonita e tem tudo a ver com a obra.
    Fiquei curiosa e vou procurar adquirir este livro. E o fato de ser de um escritor nacional me deixou ainda mais empolgada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei a capa também! *-*
      Que bom saber que você se interessou! :D
      O livro é ótimo. ^^

      Excluir
  19. Pela resenha vc gostou mesmo do livro! Pena, que não faz muito meu estilo. Prefiro livros históricos com romance e guerra.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei mesmo! Que pena, Carolina. :/
      beijos

      Excluir
  20. Eu não me interessei, achei a capa bem feia, acho que porque me deu a sensação dela ser falsa. Se você gostou é mais uma daquelas histórias onde não se deve julgar um livro pela capa, mas eu não consigo parar de fazer isso >.<

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha, totalmente te entendo, também julgo um livro pela capa, mas sabe que adorei a de morte na flip? bjs

      Excluir
  21. Oie:)
    Amei a resenha! Fiquei curiosa em relação ao livro, mas não gostei muito da capa.
    Mais um para a minha listinha hahaha.
    Beijoss
    http://cupcakedeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir