segunda-feira, 30 de setembro de 2013

[Resultado] Top Comentarista Setembro

| 14 comentários


Muito obrigada a todos que participaram! Mais uma vez o top foi um sucesso! *-*
Das 26 pessoas que se inscreveram, 9 comentaram em todos os posts! Fiz o sorteio pelo Random.org, então vamos ver quem poderá escolher entre os livros acima. \o/



A vencedora é...

domingo, 29 de setembro de 2013

[Resenha] Divergente

| 46 comentários

Autora: Veronica Roth
Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição – e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto. A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é. E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive.


Não sei se sou apenas eu, mas quanto mais eu gosto do livro mais é difícil falar dele. Desconheço o motivo, simplesmente empaco na hora da resenha, e com Divergente não foi diferente, estou há meia hora pensando em como começa-la. Confesso que iniciei a leitura com o pé atrás, porque vi tantas resenhas positivas e tanto alvoroço ao redor da história, ainda mais agora que vai sair o filme, que fiquei meio assim. Normalmente me decepciono com livros que todos falam tão bem exatamente por isso, crio muitas expectativas. Mas, Divergente foi a exceção. A leitura me prendeu e me intrigou desde o início.

Uma sociedade dividida em cinco facções: Abnegação, Amizade, Erudição, Audácia e Franqueza. Todas têm uma qualidade como "regra" e são: altruístas, bondosos, inteligentes, corajosos e verdadeiros. Achei muito legal essa ideia, mas é normal ter dúvidas com relação a como isso começou, e apesar de a autora explicar, fica-se a dúvida: como 'aceitam' essa imposição de valores? É então que no decorrer do livro vimos que não é bem assim, todos possuem qualidades e defeitos que não podem ser deixados de lado facilmente. A ganância, ambição e crueldade ainda fazem parte desta sociedade, mas, mascarada com qualidades das facções.

Aos 16 anos, Tris precisa fazer um teste de aptidão para saber em qual das facções entrará. Porém, o resultado de seu teste mostrou-se inconclusivo, pessoas com esse resultado são chamadas de Divergentes, algo que é incomum e "temido". Por isso, ela precisa guardar este segredo e descobrir o que isso significa. O dia da escolha chega, e ela decide optar por aquilo que a fará feliz: a Audácia. É uma decisão difícil, pois  escolher uma diferente da Abnegação é como se estivesse traindo seus pais. Na Audácia os iniciandos passam por provas cruéis para ver quem serão os dez primeiros que entrarão para a facção. Aqueles que "reprovam", viram sem-facção, pessoas pobres que moram nas ruas.

sábado, 28 de setembro de 2013

Sagas #15

| 38 comentários

Depois de muito tempo sem postar essa coluna, essa semana mostro para vocês a série Wereworld, do Curtis Jobling, que quero muiiito ler. Acho as capas tão lindas! <3
A editora Benvirá que lança os livros no Brasil e a série já conta com três livros aqui. Até agora são seis, espero que a editora não demore para lançar o resto, mas pelo jeito vão publicar tudo certinho. *-*


WEREWORLD

Imagine um mundo governado pelos Werelords – homens e mulheres que podem se transformar em ursos, lobos, leões, serpentes e outros animais perigosos. É nesse cenário que Drew Ferran, um adolescente de 16 anos, descobre que, além de ser um Werewolf – um lobisomem –, é também o herdeiro desaparecido do trono do rei Lobo. Agora ele precisa usar toda sua astúcia e seus novos poderes para sobreviver numa terra povoada de inimigos. Ainda mais porque ele é o único que pode unir o reino na luta contra o usurpador do cetro real, o tirano Leopold, o Leão, um legítimo e temido Werelion. A missão parece impossível e ficará mais difícil porque Leopold já está atrás de Drew e não vai descansar até ter a cabeça do Lobo rebelde. Nessa batalha de vida ou morte, todo o futuro de um mundo fantástico está em jogo – e só Drew pode alterar o destino de seu povo.

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

[Novidades] Vertigo

| 36 comentários
 
 
Para quem não sabe, Vertigo é o novo selo da editora Gutenberg, com foco em romances policias (um dos meus gêneros favoritos <3).
Adorei o selo e os lançamentos do mês de outubro. *-*  
 
 


quarta-feira, 25 de setembro de 2013

[Resenha] Filha da floresta

| 56 comentários
Autora: Juliet Marillier

O domínio de Sevenwaters é um lugar remoto, estranho, guardado e preservado por homens silenciosos e criaturas encantadas, além dos sábios druidas, que deslizam pelos bosques vestidos com seus longos mantos...
Passada no crepúsculo celta da velha Irlanda, quando o mito era lei e a magia uma força da natureza, esta é a história de Sorcha, a sétima filha de um sétimo filho, o soturno Lorde Colum, e dos seus seis amados irmãos, vítimas de uma terrível maldição que somente Sorcha é capaz de quebrar. Em sua difícil tarefa, imposta pelos Seres da Floresta, a jovem se vê dividida entre o dever, que significa a quebra do encantamento que aprisiona seus irmãos, e um amor cada vez mais forte, e proibido, pelo guerreiro que lhe prometeu proteção.



Filha da floresta é o primeiro livro da trilogia Sevenwaters, e eu queria ler faz tempo, porém nunca encontrava os livros (versão antiga), até que a Butterfly surgiu e relançou essa edição maravilhosa com uma capa linda. <3 E o melhor é que o segundo volume, Filho das Sombras, também já foi lançado. Então, agora como eu, vocês não têm mais desculpas para não ler Sevenwaters

Sabe aquele livro que faz você falar: Só mais uma página ou só mais um capítulo? Claro que vocês devem saber do que estou falando. <3 Então, disse isso a leitura inteira, me doía ter que dormir porque tinha que acordar cedo para trabalhar ou então largar o livro porque precisava ir para casa me arrumar pra facul. ): O livro é um tijolo, com suas 597 páginas e com capítulos enormes achei que não iria terminar nunca, mas me enganei bonito. Nem vi os capítulos passarem de tão maravilhosa que é a história. Só queria ler mais e mais.

domingo, 22 de setembro de 2013

Caixinha de correio #21

| 40 comentários

Boa noite! Caixinha essa semana está pobre, com essa greve dos correios meus livros estão todos atrasados. ): Mais alguém surtando? haha xD
Mas vendo pelo lado bom, assim consigo colocar as leituras em dia sem me apavorar com mais livros chegando. *-*


PARCERIA

          

Da Petit, recebi A verdade nunca morre, então em breve terá resenha. 

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

[Resenha] Herdeiro dos Sonhos

| 41 comentários

Autor: Matheus Borges Teixeira

Após a tempestade, um rapaz acorda na praia completamente sem memórias. Enquanto tenta descobrir quem é e o que ele tem que fazer, suas ações irão revelar segredos escondidos por milhares de anos. Por conta de uma seqüência de acontecimentos misteriosos e sombrios, a vida de várias pessoas mudará para sempre quando se envolverem no despertar do mais sombrio e profundo segredo da cidade. Herdeiro dos Sonhos é uma narrativa fantástica que leva o leitor a ponderar sobre a dificuldade de encontrar seu lugar no mundo. Aos poucos o autor mostra como a vida de diversas pessoas pode mudar completamente ao se envolverem e como elas podem se complementar. Pode não haver um propósito nas dificuldades que acontecem, porém a verdadeira força e capacidade de fazer a diferença está no modo de enfrentá-las, pois não importa o que você é, mas sim o que pode fazer.

 Herdeiro dos Sonhos é o livro da parceria com o autor Matheus Borges. Logo que o recebi me apaixonei pela capa, confesso que leria mesmo sem saber sobre a trama. Então, quando li a sinopse percebi que o livro parecia ter uma história peculiar e misteriosa. E não é que acertei?

 A história começa com uma forte tempestade e mostra o que alguns personagens estavam fazendo nesse momento. Após ela, um rapaz aparece misteriosamente em uma praia, sem se lembrar de quem é e o que está fazendo naquele local. O policial Ricardo o leva para a delegacia, informando-o que terá que lhe prender, pois ele tem sangue em suas roupas, porém não possui nenhum machucado. O garoto sabe que precisa fazer algo para se lembrar de quem é, então, foge de uma forma sobrenatural, afinal, quem é que consegue pular por um vidro, cortar o pé e continuar correndo? Ou então pular um poço de elevador apenas segurando o cabo com as mãos? Há algo realmente diferente nele. Ricardo fica possesso com sua fuga e faz de sua principal tarefa capturá-lo. Depois de fugir, acaba dando de cara com a "vidente" Marta, uma maluca que tinha previsto sua vinda. E é engraçado que Marta fala para o garoto que ele tem cara de "Renato", e o nome fica. O garoto misterioso agora tem nome.

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

[Parceria] Marco de Moraes

| 36 comentários

Anuncio o novo autor parceiro do blog: Marco de Moraes! \o/

Autor

Marco Moraes nasceu em 1983 no Rio de Janeiro. É bacharel em Turismo e tem MBA em Gestão Empresarial. Escritor e poeta, é um observador da vida, retratando o que ela tem de melhor e pior por meio de uma narrativa detalhista que conduz o leitor por um universo sombrio repleto de surpresas. Presas, a dádiva da escuridão é seu primeiro livro publicado.





quarta-feira, 18 de setembro de 2013

[Resenha] Etéreos - O despertar

| 46 comentários

Autora: Lilia Uzêda
Numa era remota, uma batalha que poderá transformar o mundo num império de trevas está prestes a acontecer. Humanos e mesoetéreos partirão à morada dos seres místicos, Etéreos, munidos de armas e habilidades para proteger o Medalhão Elemental, um artefato capaz de realizar desejos, mas antes precisarão enfrentar as desventuras promovidas por criaturas ameaçadoras. As armadilhas planejadas pela Escuridão, os ataques das Bruxas de Winter e as emboscadas das monstruosas Kanítoras passam a ocorrer com frequência. Os eventos se complicam com o despertar do Emissário da Noite, um ser que transformará tudo numa noite eterna. Em meio a tantos sobressaltos, Liv viverá um perigoso dilema: a ligação que a lança em direção ao selvagem midrão Pantor e o amor arrebatador que sente pelo Príncipe Franco, o homem que está destinado a libertar o mundo de forças sombrias.



 Antes de começar a resenha gostaria de agradecer a autora por ter contatado o blog para resenhar seu livro, foi uma surpresa adorável, tanto o convite quanto Etéreos. 
Uma capa maravilhosa, que me chamou muito a atenção e uma sinopse instigante, daquelas que deixam o leitor fascinado. Afinal, seres místicos, bruxas e uma época de reis e rainhas, quem não se interessaria por essa premissa? 

Comecei a leitura devagar, com atenção aos detalhes e mesmo tendo adorado a sinopse, não fui com muitas expectativas. Porém, a autora foi me ganhando a cada frase. Há alguns clichês? Sim. Previsível às vezes? Também. Mas, gente, a história tem algo que eu adoro! Os Etéreos são seres místicos, que me lembraram muito os Deuses da Mitologia Grega. Adorei a forma que a autora criou "novos" deuses. Conhecemos Híndria, personificação do vento, Zarion, do raio, entre outros. 

A personagem principal é chata, teimosa e irritante a maior parte do tempo. Ela que deixou as coisas previsíveis no livro com seu temperamento forte e fragilidade evidente. Liv é uma mesoetérea, filha de uma Etérea com um humano, e se pensam que ela é fodona por causa disso, vão quebrar a cara. Ela é uma donzela indefesa como qualquer outra, exceto que possui dons dados por sua mãe que a fazem especial, além de uma beleza fenomenal. E ok, apesar de odiá-la em alguns momentos, confesso que me afeiçoei a  Liv, ela não tem papas na língua e não aceita desaforos, nem o príncipe Franco, conhecido como alguém sem coração, escapa. 

terça-feira, 17 de setembro de 2013

[Novidades] Editora Bússola

| 36 comentários

O Pênis, da criação aos dias de hoje, Tom Hickman.
Através da história o homem reverenciou o pênis como o seu “mais precioso ornamento”. Ainda assim, de forma ambivalente, o pênis sempre foi fonte das suas mais profundas neuroses. Será que as mulheres o consideram, no estado ereto, ridículo em sua essência? Por que um homem não pode estar seguro de que sua ferramenta vai se erguer e desempenhar quando ele comanda? Se e quando ele se recusa a funcionar, de forma definitiva, o que pode ser feito para remediar a situação? E existe, claro, a questão do tamanho... Quão grande é grande? Quão pequeno é pequeno? Qual é a média? Onde cada homem se encaixa? Possuir um pênis, segundo Sófocles, é estar “acorrentado a um louco”. Um Rabisco de Deus examina em profundidade a relação esquizofrênica entre o homem e esse louco – e a relação conjunta desse estranho par com o sexo feminino. Um Rabisco de Deus é a história do pênis proveniente da mitologia, das culturas universais, da religião, da literatura, da ciência, da medicina e da vida contemporânea, com seus altos e baixos – o macabro e o apavorante, o engraçado e o triste – tudo narrado com uma inteligência mordaz.

domingo, 15 de setembro de 2013

[Parceria] Eder Traskini

| 46 comentários

Parceria com mais um autor nacional: Eder Traskini!
Agradeço ao Eder pela confiança no blog, e em breve terá resenha aqui.


Autor

Eder A. S. Traskini nasceu em Marília, interior de São Paulo, em 1991. Em 2010, se mudou para Ponta Grossa, Paraná, onde Jornalismo na Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG. Sua paixão por livros começou aos sete anos. Desde então não parou; culminando em criar o seu próprio mundo presente em Stânix - o poder dos elementos.










sexta-feira, 13 de setembro de 2013

[Resenha] Cante para eu dormir

| 51 comentários


Autora: Angela Morrison

Cante para eu dormir revelará a dura realidade da vida, a energia firme da amizade e mostrará que o verdadeiro amor transcende tudo. O livro conta a história de Beth, uma garota que sofre bulling e passa toda sua infância sendo rejeitada por sua aparência. As únicas pessoas a aceitá-la são sua mãe e seu melhor amigo, Scott. Mas tudo isso fica para trás quando ela é convidada para ser a solista no coro de meninas de Ann Arbor e recebe a transformação que lhe dará a oportunidade de conhecer um amor que vai além de tudo, até mesmo da própria vida. Derek é tão lindo, tão doce, tão fantástico que Beth acha que não o merece, mas quer experimentar, mesmo estando a milhas de distância. Porém, existem segredos não revelados entre eles. A história reúne as mais profundas emoções humanas: decepções, tristezas, alegrias, amores e paixão, muita paixão, que ficará gravada em cada coração por muito tempo, mesmo depois do término da leitura.

Ainda estou em depressão após ler este livro, haha. Sério, fazia tempo que não chorava tanto, acho que fiquei desidratada -N. Ele é o tipo de livro que te faz refletir por vários dias... E confesso que me surpreendi com a história, pois não esperava algo tão profundo e delicado. 

Beth é chamada de Fera por ser alta demais, ter o rosto cheio de espinhas, usar óculos fundos de garrafa  e andar com roupas largadonas. O jeito que ela sofre bulling é de dar pena. Já no início do livro vimos o quanto ela é xingada pelos atletas do último ano, e é sempre alvo de brincadeiras de mau gosto. Ninguém chega perto ou conversa com ela, o único naquela escola que mantém algum contato com Beth é Scott, seu amigo de infância. É triste ver essa solidão que ela enfrenta todos os dias, fora as piadinhas. A única coisa que ela tem orgulho é sua voz, ela canta em um coro de meninas de Ann Arbor e sua vida muda quando é convidada a ser solista do grupo. Meadow (a menina que era a solista antes) e sua mãe fazem uma transformação em Beth, pois como vão disputar um concurso na Suécia, acham que ela precisa estar apresentável para o público.

Sou de carne, osso e sangue,
Não de barro para ser triturada
E queimada no fogo
Que seu ódio faz arder.
Assim como as garotas bonitas,
Também sangro quando sou ferida.

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

[Parceria] Dracaena

| 45 comentários


O Apenas um Vício conseguiu parceria com mais uma editora. \o/ Agradeço pela confiança. < 3


Dracaena


Por que a escolha do nome Dracaena? A Dracaena Cinnabari é uma árvore nativa do pequeno arquipélago de Socotra no Oceano Índico, próximo Nordeste Africano, na verdade lá é único lugar no mundo onde pode ser encontrada. Ela é conhecida como “Árvore sangue do Dragão” em função da sua seiva vermelha, um líquido brilhante que pode ser usado como remédio.

Cientistas estão estudando essa seiva e acreditam que ali pode estar a cura para doenças como a AIDS ou o câncer. Essa árvore também está ligada á lendas locais, entre elas, uma árabe que conta que um elefante e um dragão lutaram até a morte na ilha, fazendo brotar lá uma árvore cuja seiva é vermelha como sangue, dia o nome árvore Sangue de dragão.

Eu fiquei fascinado com a árvore, suas lendas e sua incrível beleza. Assim, decidi dar esse nome a editora.

Como surgiu a idéia de criar a editora? Bom, eu já era editor e escritor antes de criar a Dracaena, mas havia em mim o interesse em trabalhar dentro de outros segmentos, então criamos a Dracaena que é uma editora mais conceitual e com uma proposta muito mais aberta.

Qual o objetivo principal que ela visa? Publicar livros que tragam bem estar, qualidade de vida e revelar ao Brasil novos autores.

Quais as categorias literárias que a editora pretende publicar? Iremos publicar romance, ficção, autoajuda, literatura cristã, literatura nacional e internacional, livros de saúde e qualidade de vida.

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

[Resenha] Prodigy

| 42 comentários
Autora: Marie Lu
Páginas: 304
Editora: Rocco Jovens Leitores
Trilogia: Legend, 2
Considerada pelo público e pela crítica internacional uma das melhores sagas de distopia já publicadas, a trilogia Legend, da chinesa radicada nos EUA Marie Lu, conquistou leitores de diversas partes do mundo ao acompanhar o romance improvável entre dois jovens de origens distintas numa realidade opressora. Depois de descobrir, no primeiro livro da série, as medidas extremas que o governo da República é capaz de adotar para proteger alguns segredos, no segundo volume da saga, Prodigy, June e Day assumem a tarefa de assassinar o novo líder político da nação. Mas será que este é o melhor caminho de levar a cabo uma revolução e dar voz ao povo da República?


 1. Legend


Estava louca para a continuação de Legend, depois de surtar eternamente com Day e June, precisava muito de Prodigy. Ainda bem que a editora trouxe logo o livro, já estava quase esquecendo o que acontecia no primeiro, rs.

Prodigy superou todas minhas expectativas em relação a "maldição do 2° livro", pois o achei tão bom quanto o 1°. Melhor? Realmente não, mas que me surpreendeu, ah, isso sim! Até a página 250 achei bom demais, uma leitura rápida, dinâmica e nem um pouco cansativa, a história mostrava bem o que aconteceu depois do final de Legend, e não ficamos com nenhuma dúvida de nada, depois daí, ficou TOTALMENTE ótimo, louco, indescritível! Muitas reviravoltas, muitas conspirações, muito tudo! 

Como eu disse, tivemos uma boa continuação na narrativa, a autora continuou exatamente do final de Legend, não é como alguns livros que começam aleatoriamente. Tudo acontece gradativamente e quando vemos, estamos envolvidos em uma explosão de acontecimentos e informações. Descobrimos segredos sujos da República, e que nem todo poder parte de uma só pessoa. O povo é o poder. As guerras continuam declaradas entre a República, as Colônias e os Patriotas. E sinceramente, depois de analisar todos os lados, já não dá para saber quem é o bonzinho ou o melhor. 

terça-feira, 10 de setembro de 2013

[Promoção] Diversidade Literária

| 18 comentários



Promoção nova aqui, gente! Os blog No Mundo dos Livros, Blog da Yayá, Procurei em Sonhos, Clicando Livros, Minha Velha Estante, Nerdices de Uma Garota, Reticências..., Apenas Um Vício, Como Um Refúgio, Geek & Pop, La Vie Est Ailleurs e Páginas Encantadas se uniram para sortear dois kits maravilhosos! Até eu queria. <3


Kit 01- Tipo Destino - Jardim de Inverno + Uma Blusa IAN - Memórias Fictícias - 72 horas para morrer - O Lado bom da vida - As Montanhas de Miley - O morro dos ventos uivantes.
 a Rafflecopter giveaway

Kit 02- Aconteceu em Paris - Um Gato de rua chamado Bob - A garota da casa grande - Só tenho olhos para você - Garota Replay - A Promessa
 a Rafflecopter giveaway


Informações importantes:

- É obrigatório seguir publicamente os blogs pelo GFC e deixar e-mail para contato nesta postagem.
- Ter endereço de entrega no Brasil.
- Todas as regras serão conferidas ao pé da letra.
- Os blogs terão até 40 dias para enviarem os livros.
- Nenhum blog será responsável por extravio, roubo ou perda ocosionado pelos correios.
- Qualquer dúvida, deixe um comentário nesta postagem ou mande um e-mail para clicandolivros@hotmail.com
- O sorteado terá até três dias para responder ao e-mail.


segunda-feira, 9 de setembro de 2013

[Resenha] O ladrão mágico

| 50 comentários

Autora: Sarah Prineas
Conn deveria ter caído morto no dia em que roubou a locus magicalicus do bolso do mago Nevery, uma pedra mágica usada para feitiços e encantamentos. Mas por algum motivo isso não aconteceu. Surpreso e intrigado, Nevery aceita Conn como seu aprendiz, com a condição de que o menino encontre sua própria pedra locus em um mês. Ainda que o garoto pareça não ter nenhuma habilidade além de abrir fechaduras, Nevery tem certeza de que Conn tem algo de especial.
A cidade de Wellmet está em perigo, pois seu nível de magia está muito baixo. Conn e Nevery se empenham para descobrir quem ou o que está sugando a magia da cidade. Entre lições como aprendiz e a busca por pistas, o tempo do garoto está acabando e ele precisa encontrar sua pedra para poder se tornar um mago de verdade.

Este é o primeiro livro da série O ladrão mágico, e simplesmente amei. Logo que li a sinopse pensei em Septimus Heap e As aventuras do caça feitiço, pois são livros bem parecidos: criança, mago, aprendiz, enfim... Foi por isso que escolhi este livro do catálogo da Prumo, ADORO esse tipo de história. Logo que o recebi me assustei com o tamanho, são mais de 400 páginas, mas quando abri, vi que a letra era bem grande e os capítulos pequenos, então a leitura fluiu maravilhosamente bem. <3

Connwaer é um menino de mão leve que vive na rua e sobrevive batendo carteiras. Certo dia furta a locus magicalicus de um bruxo, Nevery, que fica intrigado ao perceber que a pedra não matou o garoto. Com certa curiosidade a respeito dele, resolve o transformar em seu aprendiz. Conn só pode virar aprendiz do bruxo perante o Magistrado se encontrar sua própria locus magicalicus, acontece que não é uma tarefa fácil e ele tem apenas 30 dias para achá-la.

domingo, 8 de setembro de 2013

Caixinha de correio #20

| 58 comentários

 Boa tarde, galera! Semana passada não teve caixinha, mas nessa tem! *-* E chegou bastante coisa legal que eu estava louca para ler! 
Vamos ver o que eu recebi. :D


PARCERIA


Chegou do autor Matheus Borges. Consegui deixar a foto tremida! \o/ haha Mas da para ver que a capa é linda, né? *-* Logo tem resenha dele no blog.



Da Prumo, recebi o primeiro livro da série O ladrão mágico. Já terminei ele, e essa semana tem resenha! *-*

sábado, 7 de setembro de 2013

[Parceria] Matheus Borges Teixeira

| 34 comentários

Olá! Venho apresentar mais um autor parceiro do blog: Matheus Borges! \o/
Me apaixonei pela capa do livro dele, gente! *-* Estou muito ansiosa para ler Herdeiro dos sonhos!


Autor

Matheus escreve desde os dez anos de idade. É natural de Ribeirão Preto mas já morou em diversas cidades no estado de São Paulo, pois há uma maldição que impede o de morar mais que cinco anos em uma cidade só. Apesar de em 2004 ter ingressado no curso de Engenharia de Computação, sua paixão pelo fantástico e literatura não foi abandonada. Na verdade, "Herdeiro dos Sonhos" foi escrito durante seu curso na universidade. Além de engenheiro e escritor, o autor é também é apaixonado por culinária e atualmente reside na Europa com sua cachorra, uma vira-lata adotada das ruas de São Carlos, a quem deu o nome de Tara. Matheus acredita que a vida é uma constante mudança e espera ansioso que novas oportunidades lhe virão.



sexta-feira, 6 de setembro de 2013

[Resenha] Morte na Flip

| 42 comentários
Autor: Paulo Levy
Uma nova aventura do delegado Joaquim Dornelas​ vai começar a Flip–Festa Literária Internacional de Palmyra, um dos eventos literários mais charmosos do mundo. Na décima edição da festa e com a cidade cheia, o delegado Joaquim Dornelas está dividido entre a alegria e a preocupação. Para ele, quanto mais gente e mais festa, maior a chance de confusão. E é claro que o inesperado acontece, momentos antes do show de abertura: Dornelas se vê diante de uma cena que põe a si mesmo e a sua equipe, em estado de alerta. Um crime é cometido no início da madrugada. Pressionado pelo chefe e pela imprensa, nesta nova e saborosa aventura, Dornelas se vê envolvido numa complexa rede de fatos e intrigas que procuram desviar o rumo da investigação e confundir a polícia. Embalado por sua amizade colorida com Dulce Neves, por doses de sua cachaça favorita, por seu empenho como pai à distância e por seu mingau de farinha láctea, o delegado Joaquim Dornelas mais uma vez usa de aguçada intuição e incrível faro policial para desvendar mais um complicado crime.​

Morte na Flip é o primeiro livro que solicitei da parceria com a Editora Bússola, e não poderia ter feito melhor escolha. Confesso que estava cansada de romances bobinhos, então quando peguei esse livro para ler, não consegui soltar mais. Às vezes é bom ter uma leitura mais “complexa”.

Um livro policial de tirar o fôlego! Eu, que adoro esse tipo de história, me vi envolvida em uma trama cheia de suspense e insinuações. O que eu mais gosto no tema policial e que vi neste livro, é que a linha de pensamento de quem investiga é sempre bem detalhada, e o investigador não está sempre 100% certo, ele comete erros, é normal.

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

[Parceria] V&R Editoras

| 58 comentários


Nova editora parceira do blog! *-* Para quem não sabe, ela que lança os livros do Diário de um banana aqui! <3


V&R

No ano de 1995, duas editoras argentinas, Trini Vergara e Lidia María Riba, iniciaram o projeto de criar uma editora independente para ingressar em um mercado onde atuavam empresas poderosas e globais. A palavra de ordem foi a especialização. A idéia foi o livro-presente. Em 1996, com o projeto cuidadosamente estudado, são lançados os primeiros exemplares na Argentina. Toda a experiência profissional das editoras foi posta a serviço para criar um conceito especial de livro: aquele que expressasse o que uma pessoa gostaria de dizer a outra, nas diversas ocasiões, tanto as mais comuns como as mais íntimas e delicadas. Títulos que expressassem sentimentos para a família ou para os amigos, e também, por exemplo, para agradecer a um médico ou felicitar uma mulher executiva... O objetivo: para cada momento de celebração existe um livro da V&R Editoras para presentear. A idéia foi um grande sucesso e rapidamente se disseminou por quase toda a América Latina. Hoje, mais de 15 países distribuem estes livros que comovem de forma universal, se adaptam às mais distintas culturas e costumes e são um maravilhoso meio de comunicação entre as pessoas. 



[Novidades] Eleonor Hertzog

| 39 comentários

Eleonor Hertzog lança Linhagens, o segundo livro da saga Uma Geração, Todas as Decisões.
A autora gaúcha, Eleonor Hertzog, lança dia primeiro de setembro Linhagens, o segundo livro da saga Uma Geração, Todas as Decisões.  O lançamento será na Bienal do Rio de Janeiro, às 15 horas, no estande LetraImpressa / Era Eclipse (Q29 – Pavilhão Verde).  A autora ainda estará presente na Bienal todos os dias, para autografar seus livros. Além disso, estará presente também no estande da Editora Modo, no dia quatro de setembro, às 17 horas e no dia cinco às 20 horas.
O livro Cisne foi o primeiro da saga Uma Geração, Todas as Decisões. Com mais de 800 páginas, o livro foi um sucesso entre os leitores do país e Eleonor recebeu vários retornos de incentivo para continuar a saga. Sendo assim, Linhagens vêm com 700 páginas de muita aventura para os amantes da história! Eleonor ainda não decidiu quantos livros a saga terá, mas ainda vem muito aventura pela frente!
Linhagens: E se você descobrisse que a Terra guarda grandes segredos? E se esses segredos fossem poderosos o suficiente para modificar o rumo de nossas vidas? Laços se estreitam, conflitos irrompem. Erros foram cometidos e o tempo está acabando. Nada é o que parece ser. Segredos emergem de Casas e Linhagens. Peggy corre grandes riscos e as consequências das próximas decisões podem colocar tudo em jogo. Os Melbourne mais uma vez terão que provar sua capacidade de resolver problemas. As consequências de cada decisão afetarão o Universo inteiro. Caberá apenas a Uma geração... Todas as decisões! 

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

[Resenha] Amor - O caminho para a felicidade

| 58 comentários
Autor: Vilko Lacerda
Em uma narrativa doce e sensível, mas ao mesmo tempo racional e prática, o livro leva o leitor a refletir sobre o caminho percorrido pelas pessoas entre seu próprio eu e a felicidade. Esta reflexão conduz a um mergulho nos seres humanos, suas emoções, seus pensamentos, suas atitudes e os efeitos disso tudo nas pessoas.











Pela sinopse não parece (pelo menos eu não achei), mas o livro tem um que de autoajuda. Eu realmente não curto esse gênero, já até tentei ler alguns livros, mas não rolou. Então, resolvi deixar de frescura e dar uma chance a Amor, afinal, não podia dizer que não curto essa temática, se nem li um livro inteiro. E confesso que não gostei tanto assim e pelo jeito minha não preferência por autoajuda vai continuar. Mas o impressionante é que o autor consegue nos envolver com sua narrativa mostrando a simplicidade do amor e fórmulas para alcançar a felicidade.

O Amor é quase individual, pois cada um sente da sua forma e traduz essa sensação em ações, ações em reações, fazendo a vida continuar passo a passo.

terça-feira, 3 de setembro de 2013

[Novidades] Petit Editora

| 44 comentários



Confiram o novo lançamento da Petit. Adorei a sinopse, fiquei curiosa para ler. *-*


A verdade nunca morre


Michael é um jornalista inglês, profissional talentoso, dedicado ao trabalho e a família. Gina, sua esposa, após o nascimento do terceiro filho, para de trabalhar na TV. Paul, primo de Michael, é editor chefe de uma rede de TV. Tudo parece perfeito até que um trágico acidente abala a todos...
No mundo dos espíritos, entretanto, Michael percebe-se em outro tempo, outra cidade, Liverpool, em pleno século 19. Naquela época, Felicity é obrigada a casar-se com Peter, o rico herdeiro dos Worley- dono de uma tecelagem e que explora a mão de obra infantil, além de ter envolvimento com o tráfico de escravos. A jovem é vítima de um marido violento e ciumento e deixa-se envolver por Jonathan - dedicado médico- e entrega-se a um amor proibido

Atravessando o tempo, o ódio bate à porta daqueles que sonhavam com a tão almejada felicidade. Entre dois mundos, um triângulo amoroso está formado. Podemos cobrar fidelidade àqueles que deixamos em outro plano da existência? Por quanto tempo adiaremos nosso encontro com o verdadeiro amor, perdoando os vingadores que desejam o nosso mal? Michael, Gina e Paul precisam descobrir que a verdade nunca morre...

Autor

Paulistano da Mooca, nasceu a 25 de novembro de 1981. Radicado na Inglaterra, reside na cidade de Londres, onde trabalha na condição de gerente regional de vendas em empresa multinacional.
Aos oito anos de idade, enfrentou a perda da mãe. A dramática experiência o aproximou de Deus: em busca de conforto espiritual e explicações para a partida súbita daquela que amava tanto, conheceu, no período da adolescência, a Doutrina Espírita. Foi o primeiro entre seus familiares a abraçar o Espiritismo, ao estudar, por conta própria, as Obras Básicas de Allan Kardec.






segunda-feira, 2 de setembro de 2013

[Resenha] Crepúsculo de outono

| 45 comentários

Autor: Antonio Demarchi
A noite de tempestade esconde um vulto que invade a chácara do doutor Augusto. Em pânico – com a intenção de defender a família –, o médico atira na direção do perigo. Um trovão abafa o disparo que atinge o alvo e arranca uma vida. Angustiado, Augusto esconde o cadáver, mas ainda lhe resta atender o último pedido do desencarnado.E agora? Como conviver com a consciência atormentada por um crime? O médico não se recorda, mas – entre o Céu e a Terra –, é um prisioneiro dos erros do passado. Depois de um crepúsculo de outono, Augusto entenderá, finalmente, que o mal foi semeado na época da Revolução Francesa e, no invisível, o sangue derramado ainda clama por vingança...





Li faz tempo um livro com o tema espiritismo e, como tinha gostado bastante, não resisti ao catálogo da Petit e tentei a parceria. Fiquei bem contente quando o blog foi selecionado, e então solicitei este livro para resenhar. Crepúsculo de outono é uma história madura e envolvente que merece ser lida com calma para poder tirar proveito de todos os ensinamentos e lições de vida que o autor passa através de sua narrativa.

Augusto havia se mudado com sua esposa e filha para uma chácara em um local isolado, por conta da violência na cidade grande. Certo dia, após pensar que invadiam sua casa, atira a esmo para assustar o possível invasor. Acontece que era um vizinho de uma fazenda próxima que procurava por ajuda. Aprígio foi até a casa de Augusto, pois já que ele é médico, o ajudaria com seu filho pequeno que estava doente. O tiro pegou em Aprígio, que não conseguiu sobreviver. Tomado de culpa, Augusto entra em um dilema e resolve largar o corpo em um lugar afastado. 

domingo, 1 de setembro de 2013

Pilha de leitura #4

| 56 comentários

Boa tarde! Setembro chegou, mais uma pilha passou e espero que esse mês seja produtivo também, já que li o dobro do que escolhi para agosto. *-*


Da última pilha, só não li um dos livros escolhidos, que foi O clã da loba. E como podem ver, consegui ler bastante, nem parece que a faculdade voltou. HAHA Mas, é só porque as provas ainda não começaram. :/ A primeira leitura de agosto foi A rainha do ar e das sombras, continuação de A espada na pedra. E, bem... Não atendeu minhas expectativas ao terminar o primeiro, mas, estou ansiosa para o próximo volume. E o lado bom é a quantidade de páginas, então não sofri tanto. Depois, me deliciei com A garota da casa grande, da autora parceira Amanda Marchi. Como disse na resenha, um livro peculiar. Adorei e fiquei com vontade de 'quero mais'. ):

Tenho mania de comprar livros quando já tenho vários, e daí eles acabam mofando na estante, por isso, resolvi pegar A magia de Mistwood e ler logo. E, uau! Uma história ótima, estou ansiosa para a continuação! Da editora DarkSide - que nem esperava - recebi Psicose, um suspense maravilhoso que me deixou com vontade de assistir ao filme. *-* Irresistível foi uma surpresa, pois não tive boas experiências com livros eróticos, então quando o li, fiquei encantada com a escrita da autora. Quero ler outras obras da Sylvia. <3

Da parceria Jaqueline Belotto, li O segredo dos amantes, uma história encantadora, mas que me deixou com o pé atrás em relação ao tema "traição". Depois de dois romances seguidos, resolvi ler uma fantasia, e, escolhi As esferas de Medeia. Confesso que fiquei apavorada com a quantidade de páginas! Mas, no fim, acabou sendo uma leitura encantadora e rápida.

NÉVOA! ouso dizer que foi o meu favorito. <3 Fazia tempo que não lia nada com elfos e, amei a história.
Em Amor, o caminho para a felicidade, nos deparamos com uma história mais voltada para autoajuda, e essa semana vocês vão saber o que achei do livro. haha ;) E por último, li Crepúsculo de Outono, um livro espírita, que recebi da parceria com a Petit. Eu já li livros com esse tema antes, e gostei bastante. Essa semana também sai a resenha dele.