domingo, 18 de agosto de 2013

[Resenha] Irresistível

|
Autora: Sylvia Day
Sete anos antes, às vésperas de seu casamento, Jessica testemunhou sem querer uma cena íntima protagonizada por um casal, ao ar livre. Ainda que se sentisse estranha naquela posição de voyeur, ela ficou magnetizada, sem conseguir sair do lugar. Mesmo sem compreender os motivos, ela se viu completamente excitada, e a cena com aquele homem povoou seus sonhos por muito tempo: Alistair era o nome dele. Durante os anos de um casamento sem grandes marcos, a imagem de Alistair continuou alimentando a imaginação de Jessica, provocando sonhos e fantasias que ela não ousava contar para ninguém. Agora Jess passava por momentos decisivos. Viajar para o Caribe a fim de recomeçar a vida parecia ser a melhor coisa a fazer. Tendo perdido o marido um ano antes, decide fazer a viagem e acaba encontrando Alistair no mesmo cruzeiro.... E os sete anos de prazeres negados pareciam agora detidos apenas por algumas finas camadas de seda... e a certeza de que já haviam esperado o bastante.

Irresistível é o primeiro livro da Sylvia Day que leio, e preciso dizer que não me decepcionei nem um pouco. Depois do último erótico que li, esse foi MIL vezes mais agradável a leitura. A autora não deixou os diálogos vulgares e nem focou apenas em sexo (Ok, tem sexo é não é vulgar? Refiro-me mais a palavras de calão), temos um romance encantador e ao mesmo tempo sensual. Me surpreendi com a época em que a trama é narrada, pois jurava que era algo atual. Porém, ambientado em Londres, a história nos mostra as mulheres de alta sociedade que deviam obedecer a certas regras de etiqueta, além de serem submissas a seus maridos.

Apesar do casamento arranjado, Jess consegue ser feliz com Benedict, bem, pelo menos por sete anos. E durante todo esse tempo a imagem de Alistair exibindo-se enquanto estava com outra mulher em uma cena íntima a atormenta. Lá no fundo, Jess sempre teve desejos por esse homem. 
Após a morte de seu marido, ela resolve viajar à Jamaica para resolver assuntos de negócios... Mas quem aparece na tal viagem? Alistair, que dá um jeitinho de ser o único passageiro. Sua intenção? Ter Jess em sua cama, pois também sempre a desejou.

Alistair horrorizou-se com o tremor que o abalou. Jess havia entrado em sua pele, em sua alma, capacitando-se a enxergar as diferenças entre seu interior e seu exterior.

Há também uma segunda história, mas menos desenvolvida, em que conhecemos Hester, irmã de Jess. Ela é casada com um homem violento e mostra-se uma mulher frágil, que não consegue mais amar o marido da mesma forma de antes. Além disso, Michael, cunhado de Jess, sempre teve sentimentos por Hester, mas  nunca demonstrou, o que o fez perceber que perdeu a oportunidade ao vê-la casada com outro homem. 

Achei a história em si, bem construída, apesar de achar o final meio corrido. Só senti falta de mais detalhes de Hester e Michael e confesso que até preferi esse "casal" ao principal. A viagem dos dois apesar de detalhar bem as cenas de paixão avassaladora, se tornou cansativa. Ficaram SEMANAS no navio, apenas fazendo sexo e "filosofando", então acho que por isso gostava mais das partes que tinha a irmã e seu dilema: marido/Michael, rs.

Mas enfim, o livro é gostosinho e rápido de ler. A capa é linda, mas de um material que só de encostar o dedo já deixa marcas, como se estivesse engordurado. :/

É um dom maravilhoso o de ser amado incondicionalmente.

32 comentários:

  1. Ah.. Silvya Day!
    Ainda não li nenhum livro da autora, mas quero muito!
    E pretendo ir no dia que ela vai estar na Bienal :D

    Adorei sua opinião a respeito do livro!
    Aliás, qual outro livro erótico que você leu? Depois me fala.

    ❤ Beijos, Lu
    http://luizando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia logo! Adorei o livro da autora, mas ainda quero me aventurar em Toda sua, rs.
      Não irei na bienal. ))):
      Eu li Bem profundo. Não gostei muito não, tem resenha dele aqui no blog se quiser ler. ^^
      beijos

      Excluir
  2. Nunca li nada da autora, mas curiosa já que ela vem na Bienal.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Queria tanto ir na bienal!!! )): euheuheuo

      Excluir
  3. Hum...adoro! Quero muito ler esse livro.Também não gosto de livros eróticos que foquem apenas em sexo...quero ler esse.
    Beijos!
    Paloma Viricio-Jornalismo na Alma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Né? Só isso não deixa a história legal. É claro, detalhes são ui <3, mas tem que ter algo além disso.
      beijos

      Excluir
  4. não sabia dessa autra, gostei da sua resenha, me deu vontade de ler o livro, adorei *-*

    Muitoo obrigada por ler meu texto, volte sempre lá ta? <3

    pedacosdelembrancas.blogspot.com.br
    Bj, Kellen Oliveira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que teve vontade de ler, o livro realmente é bom. *-*
      beijos

      Excluir
  5. Mesmo não sendo muito fã do gênero eu tenho curiosidade de ler alguma coisa da Silvya Day. Se alguma dia for ler, vou começar por esse. Adorei sua resenha.
    Beijos :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, ótima ideia. :D
      Espero que você goste.
      beijos

      Excluir
  6. Não curto muito livros com esse gênero, eu acho que para quem gosta, deve ser bom. Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena. :/
      Mas vale dar uma chance. ^^
      beijos

      Excluir
  7. Realmente bem interessante* adoro suas resenhas
    http://fabiolucas92.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Nao gosto de livros desse tipo, mas ótima resenha

    ResponderExcluir
  9. Apesar de o gênero não fazer muito a minha cabeça, a sua resenha me chamou muito a atenção. Se um dia resolver a ler algo desse gênero, com certeza lerei este.

    Beijinhos
    Books And Movies
    @BooksAndMovies_

    ResponderExcluir
  10. Ain, gosto muito da escrita da Sylvia Day e espero ler esse livro que todo mundo tem falado bem! Ainda nem consegui ler o terceiro da trilogia Crossfire, mas de qualquer forma estou curiosa por Irresistível!

    Bjs,
    Kel
    www.itcultura.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quero muito ler a série Crossfire, espero gostar. :D
      beijos

      Excluir
  11. Quando li a sinopse pensei que ia ser mais um livro focado em sexo mas esse parece ter uma história até bonita e a segunda história parece ser boa e muito bonita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem mesmo. E adorei principalmente a história paralela da irmã. Queria um livro só deles. < 3 hahaah

      Excluir
  12. Sério que não tem tema atual??? Eu pensei que fosse =D
    Mas como adoro esse gênero, gostei muto do livro e sua resenha ficou super bacana!

    Bjs

    ResponderExcluir
  13. ah, acho que fiquei traumatizada depois de 50 tons, passo longe de qualquer livro do genero.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAHA, entendo. :P
      Não li ainda 50 tons, mas pelo que vi sobre o livro, acho que nem chega perto. :P

      Excluir
  14. Tenho me convencido aos pouquinhos a aderir a febre de livros eróticos só pra testar, sabe? Mas ainda não consegui.
    Minha amiga já me emprestou 50 tons de cinza e eu tentei ler, mas sabe quando a escrita da autora é tão diferente do que você gosta - para não dizer ruim - que você simplesmente não consegue ler? Achei as passagens de sexo muito mal descritas, não consegui me apaixonar.
    Já a Sylvia Day eu ainda não cheguei a ler, pura falta de vontade mesmo, talvez mais pra frente eu crie e vontade e leia, mas nesse momento eu passo longe dos livros eróticos e fico com meus romances para chorar, hahahahah.

    Coral,
    http://universeforwords.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei sim, eu também nunca tinha lido esse tipo de livro, daí resolvi dar uma chance. rs
      Ah, começou logo por 50 tons? Nunca li, mas já vi várias pessoas dizendo que é ruim. hahaha Talvez devesse procurar algo mais bem falado, os livros da Bella Andre sei que têm resenhas positivas.
      beijos

      Excluir
  15. Não gosto de livros de romance erótico, até li 50 tons, mais me senti muito rebaixada, a autora ela coloca as mulheres numa posição muito submissa, e tem todo esse lance de Sadomasoquismo no livro, então realmente não gostei, e nem quero tentar ler outros livros do gênero..
    acervo-de-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha, ainda não li 50 tons, mas tenho curiosidade. :x
      Ah, tem uns eróticos que são bons de ler, mas quando é muito forçado realmente não dá. ;/

      Excluir
  16. Pela capa eu não achei que era de época. Se tiver oportunidade vou ler, gosto de romances de época. Mas minha fase de livros eróticos já passou, por isso não vai ser em breve a leitura.

    Érica Martins
    Espiral dos Sonhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é! O bom é que ele não é voltado só para o erótico. *O*

      Excluir