quarta-feira, 27 de março de 2013

Sagas #3

|


    Na coluna de hoje vou falar sobre Os guardiões da infância, de William Joyce. A série possui quatro livros não sei se vai ter mais, e os dois primeiros já foram lançados pela Rocco. 



Os guardiões da infância


http://www.rocco.com.br/shopping/ExibirLivro.asp?Livro_ID=978-85-7980-143-3
 Em Nicolau São Norte, primeiro livro do segmento juvenil da série “Os Guardiões da Infância”, William Joyce conta a verdadeira história de ninguém menos que Papai Noel.
“Ninguém sabia ao certo quantos anos ele tinha, pois nem mesmo Nicolau sabia em que dia havia nascido, mas era crescido o bastante para ter um princípio de barba e não havia discussão de que era o maior malandro de todas as Rússias.” Muito antes de ser São Nicolau (ou Santa Claus), o homem de barbas brancas como a neve era conhecido como Norte, um destemido e notório espadachim fora da lei. Como todo bom aspirante a herói, este lutador um tanto quanto diferente é colocado à prova.
Somente quando os verdadeiros vilões entram em cena é que Norte encontra outro uso para suas famosas habilidades, transformando-se num dos heróis mais adorados por crianças do mundo inteiro. Tudo começa quando o maldoso Breu, o Rei dos Pesadelos, e seu exército de Medonhos e Homens-pesadelo surgem para roubar os sonhos de milhares de crianças inocentes e substituí-los com os terrores da noite. É quando o sábio e influente mago Ombric Shalazar, residente do “lugar dos sonhos”, sua protegida Katherine e o nosso anti-herói Nicolau São Norte surgem para salvar o dia, ou melhor, a noite, de vários pequeninos.


http://www.rocco.com.br/shopping/ExibirLivro.asp?Livro_ID=978-85-7980-150-1
Depois de Nicolau São Norte, primeiro livro da bem-sucedida série Os Guardiões da Infância, que deu origem ao filme A origem dos Guardiões, William Joyce dá vida (e que vida!) a mais um ícone da infância em Coelhoberto Pascoal e os ovos guerreiros no centro da Terra. Com sua imaginação sem limites, Joyce transforma o bom e velho coelho da Páscoa num Guardião muito especial dos sonhos das crianças. Afinal, além de fazer os mais deliciosos chocolates, Coelhoberto Pascoal é capaz de cruzar a galáxia num segundo e, com seus ovos guerreiros, ele pode finalmente pôr um fim na batalha contra o Rei dos Pesadelos.




Para quem não sabe, os livros inspiraram o filme A origem dos Guardiões, alguém já assistiu? O filme é muito fofo e quando soube que tinha livros envolvidos fui correndo pesquisar. Melhor ainda foi saber que uma editora já tinha publicado aqui. Ainda não li Nicolau São Norte, mas está na listinha de leitura, rs. 




3 comentários:

  1. Livros? Morria e não sabia que esse filme (sim, eu sabia apenas do filme) tinha livros, e o melhor, é uma série, e ainda por cima juvenil. Adoooorei

    Beijão.
    clicandolivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha, adorei quando soube também! :D

      bjs

      Excluir
  2. Poxa a série Os guardiões da infância deve ser incrível!, assisti ao filme e gostei bastante.Agora fiquei curioso de conhecer essa série dos guardiões!!
    Abraços =)

    ResponderExcluir