domingo, 24 de março de 2013

[Série] United States of Tara

|


Uma mulher, múltiplas personalidades. Tara é dona de casa e mãe de dois adolescentes que sofre de transtorno de identidade dissociativa. Quando decide parar de tomar o medicamento para descobrir as reais causas de sua doença, suas outras personalidades emergem: a adolescente T, a dona de casa Alice e o veterano do Vietnã Buck. Pelo menos Tara pode contar com o apoio do marido, o paciente Max, sua filha um pouco perturbada Kate, e o seu filho, o bondoso (mas esquisito) Marshall.



Quando comecei a série ela já havia sido finalizada, então vi um episódio atrás do outro, de tão boa que ela é! São apenas 3 temporadas, cada uma com 12 episódios de 30 minutos. 

United States of Tara tem muito mais drama do que comédia, mas mesmo assim consegue arrancar algumas risadas. Com uma história instigante que difere de qualquer outra série, ela nos apresenta personagens inteligentes e encantadores.

As outras personalidades de Tara são chamadas de alters, e cada um consegue de alguma forma atrapalhar a vida dela. Depois de um tempo sem se "transformar", ela resolve parar com os medicamentos, assim suas outras personalidades acabam voltando. Depois de cada apagão, Tara não se lembra de praticamente nada, fazendo-a levar um tempo para perceber que eles estão de volta.




    Gosto mais dos alters do que da própria Tara, rs. Eles são totalmente diferentes um do outro e colocam ela em cada confusão que chega a dar pena.

  Alice é uma dona de casa antiquada e quase fica louca com Kate, a filha problemática de Tara. Ela tenta até ter um filho com Max, o marido, e chega a acreditar que está mesmo grávida.



  Buck, um veterano do Vietnã, é um alter masculino metido a machão. O engraçado é que ele realmente se comporta como homem e até dá em cima das mulheres. 



     T. é uma garota de 16 anos que usa roupas muito ousadas, além de ter um vocabulário típico de adolescente. É meu alter preferido, uma das mais engraçadas <3. Ela tenta dar em cima de Max, mas ele e Tara fizeram um acordo: não dormir com nenhum alter acho que com o Buck nem precisa relembrar o acordo, né? rs.



Agora falar de uma das minhas personagens favoritas: KATE <3 
     Metida a rebelde, ela tenta se conformar com a doença da mãe, mas sempre acaba brigando com alguma das personalidades dela. Faz muitas loucuras e é sempre divertida, mas apesar disso acho que ela amadurece bastante durante as temporadas.



   Existem outros alters "secundários" que aparecem mais na última temporada. Curiosos? Vão assistir a série, então!!
      Toni Collette (Tara) fez muito bem os papéis dos alters. Soube diferenciar cada um, fazendo o espectador até esquecer que era a mesma atriz. Vou sentir falta da série, não me importaria de mais algumas temporadas, rs. Porém, gostei do final que deram para ela. 





3 comentários:

  1. Tenho que assistir, gostei da dica.

    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Assisti só duas temporadas mas amei essa série. Amei a mistura de loucura com drama (apesar de achar forte às vezes e acabar o episódio chorando XD). Meus personagens preferidos eram o Buck e o Marshall.
    Foi bom ter visto esse post. Preciso ver a última temporada, né? =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, precisa sim! *-* A série é muito boa mesmo. :D

      Excluir