quinta-feira, 23 de novembro de 2017

[Resenha] Retratos de uma vida

| 1 comentários
Autora: Naty Rangel
Páginas: 200
Editora: Ler Editorial
Na adolescência, Jennifer precisou superar a perda dos pais e a traição do namorado com sua melhor amiga. Mas o tempo e o irmão inseparável deram a força que ela precisava para seguir adiante.O emprego dos sonhos é a primeira de muitas conquistas e é só o começo de uma sessão de flashes emocionantes em sua vida. Ela está prestes a conquistar o coração de alguém bastante improvável, mas terá que lutar para superar os obstáculos que estão por vir.
Retratos de Uma Vida narra a história da fotógrafa Jennifer Torres, seus conflitos no início da vida adulta, as dificuldades para conseguir um bom emprego e a descoberta do amor.
Um livro que experimenta a fórmula teen dos dramas americanos em nossa cultura, trazendo uma história repleta de superações e reviravoltas.


Retratos de uma vida tem uma capa linda demais. Eu confesso que um dos motivos para eu solicitar a obra foi esse. E claro, a sinopse em si chama bastante a atenção, que realmente me deixou intrigada e me fez querer conhecer mais sobre Jennifer. A obra cativa o leitor da primeira à última página. Com uma escrita leve, Naty Rangel nos presenteia com uma história linda, encantadora e com alguns momentos tristes. Esses momentos tocam nosso coração, e nos deixam com raiva, mas conseguem ser esquecidos com tantos outros momentos divertidos e fofos no meio.

terça-feira, 21 de novembro de 2017

[Resenha] Os 12 signos de Valentina

| 3 comentários
Autora: Ray Tavares
Páginas: 392
Editora: Galera Record
Isadora é ariana e seu ex namorado pisciano... Inferno astral! Em busca da combinação astrológica perfeita, ela cria um blog para relatar suas experiências. Isadora descobriu da pior forma possível que o namorado a traíra. E com sua melhor amiga, ainda por cima! A estudante de jornalismo entra numa fossa sem fim. Sem nenhum estágio à vista, ela se afoga em filmes feitos para chorar, pizza e em sua mais nova obsessão: stalkear o perfil do ex namorado no Facebook. Até descobrir exatamente o que deu errado entre ela e Lucas: seus signos são incompatíveis. Basta encontrar um rapaz de libra e seu mundo entrará nos eixos novamente. Com a nova obsessão e a desculpa do trabalho final de jornalismo online, uma reportagem investigativa sob um pseudônimo, Isadora une o útil ao agradável e cria um blog para relatar a experiência: Os 12 signos de Valentina. Já que precisa encontrar o libriano perfeito, por que não aproveita e experimenta os outros signos do zodíaco para ter certeza mesmo?

Os 12 signos de Valentina me conquistou de cara! Eu não sou louca por astrologia, mas confesso que de vez em quando gosto de ler sobre o meu signo. A verdade é que eu acho esse tema muito interessante, e adorei ver em um livro. O que me conquistou também foi o fato da protagonista também ser do signo de Áries. Me vi um pouco na personagem em algumas atitudes, e eu achei isso o máximo. Eu já sabia que iria curtir a leitura, mas foi muito mais que isso. É claro que nossa vida não pode ser totalmente baseada no que o horóscopo diz, mas várias coisas têm um pouco de sentido vistas por esse ângulo.

domingo, 19 de novembro de 2017

[Resenha] Volúpia de veludo

| 4 comentários
Autora: Loretta Chase
Páginas: 320
Editora: Arqueiro
Série: As modistas, 3
Simon Fairfax, o fatalmente charmoso marquês de Lisburne, acaba de retornar relutantemente a Londres para cumprir uma obrigação familiar.
Ainda assim, ele arranja tempo para seduzir Leonie Noirot, sócia da Maison Noirot. Só que, para a modista, o refinado ateliê vem sempre em primeiro lugar, e ela está mais preocupada com a missão de transformar a deselegante prima do marquês em um lindo cisne do que com assuntos românticos.
Simon, porém, está tão obcecado em conquistá-la que não é capaz de apreciar a inteligência da moça, que tem um talento incrível para inventar curvas – e lucros. Ela resolve então ensinar-lhe uma lição propondo uma aposta que vai mudar a atitude dele de uma vez por todas. Ou será que a maior mudança da temporada acabará acontecendo dentro de Leonie?
Volúpia de veludo, terceiro livro da série As Modistas, é uma história de amor envolvente, com personagens femininas fortes e determinadas que transitam com perfeição entre o romantismo e a sensualidade.

Volúpia de veludo é o terceiro volume da série As modistas, e se você não leu as outras resenhas, aconselho a ler logo! Essa é uma das minhas séries favoritas de romance de época. A trama foca na terceira - e última - irmã Noirot, e mais uma vez me vi apaixonada pela trama e personagens. Loretta Chase sabe conduzir muito bem suas histórias, e consegue criar personagens com personalidades diferentes e cativantes. As três irmãs Noirot são completamente admiráveis, porém, Leonie, a irmã caçula, foi a que menos teve destaque nos livros anteriores. Soubemos muito pouco sobre ela, então iniciar essa leitura foi ainda mais empolgante.

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

[Resenha] Notas de um megalomaníaco minimalista

| 4 comentários
Autor: Matheus Peteleiro
Páginas: 83
Editora: Giostri
Uma novela, um romance, uma história de amor, ou um simples debate existencialista de caráter profundo e linguagem popular. São estas algumas das maneiras as quais pode ser denominada essa obra, que, na verdade, é muito mais que uma história, um relato, um desabafo. Uma história contada por um rapaz que discute sobre tudo o que teme e lhe agrada, um relato sobre os seus egoísmos e suas formas de buscar a grandeza nas coisas mais simples, um desabafo aos ouvidos de uma moça que sorri e esbanja estilo enquanto tudo que deseja é perpetuar aquele momento.
Notas de um megalomaníaco minimalista é uma manifestação do autor em torno das aflições contemporâneas e das suas próprias também. Ou, talvez, apenas um singelo registro do conjunto de inquietações de um mundo globalizado, sob a face de um rapaz e uma moça num dia ensolarado frente ao mar.

Notas de um megalomaníaco minimalista é o segundo livro que eu leio do autor. Gostei bastante de Mundo cão, com todas suas críticas sociais e uma escrita envolvente, então quando o Matheus Peteleiro me enviou um e-mail contando sobre seu novo livro eu fiquei bastante animada para resenhá-lo. A obra tem menos de cem páginas, mas consegue fazer o leitor refletir sobre diversos assuntos que são comentados. Diferente de sua outra obra, essa não é uma história com início, meio e fim, é quase que uma crônica, onde duas pessoas dialogam sobre a vida, cinema, preconceitos, os pensamentos mais profundos e experiências.

terça-feira, 14 de novembro de 2017

[Resenha] Amor de todas as formas

| 5 comentários
Autoras: JC Ponzi, Mila Wander, M.S. Fayes, Raiza Varella e Tatiana Amaral
Páginas: 384
Editora: Pandorga
Não existe um jeito certo de amar nem a hora certa para o amor chegar. O amor pode aparecer no supermercado depois que a porta se fechar, que mal tem? Ou quem sabe aparecer através de uma forma pura, meiga e delicada como em uma linda dança de balé? Ao espiar por uma janela proibida, quem sabe você se depara com aquele garoto de olhos azuis que sonha? Você pode viver uma aventura deliciosa, mesmo não parecendo muito correta, e essa aventura aquecerá seu coração. O destino tem, sim, o poder de unir dois corações de caminhos opostos, afinal, no amor não existe impossível. Todo dia é dia de comemorar o amor. O importante é abrir o coração, sair do convencional, driblar as asperezas da vida, estar pronto para dar um fora na rotina e viver todos os dias uma grande paixão. Experimente o Amor… De Que Forma? Não importa! O Que Importa Mesmo É Se Entregar Ao Amor De Todas As Maneiras.


Amor de todas as formas é um livro que reúne contos de cinco autoras: Tatiana Amaral, M. S. Fayes, Raiza Varella, JC Ponzi e Mila Wander. Todas as histórias são sobre amor, e é impossível não se apaixonar por cada uma delas. Algumas dessas autoras eu ainda não conhecia, então foi uma ótima forma de ter um contato com a escrita delas. E outras, eu já conheço, e adorei poder matar a saudade. ♥ Eu sou apaixonada por contos, e pela primeira vez - eu acho - eu gostei de todas as histórias. Posso dizer que os cinco contos são meu favoritos?!