[Resenha] Cyberstorm

Autor: Matthew Mather
Páginas: 368
Editora: Aleph
Em meio a uma forte tensão política internacional, os Estados Unidos sofrem um grande ataque cibernético: todos os meios de comunicação começam a falhar. Ao mesmo tempo, uma forte tempestade de neve assola a cidade de Nova York, e uma possível epidemia de gripe aviária parece se aproximar. Presos na cidade e quase sem contato com o resto do mundo, os moradores de repente se veem imersos em um cenário verdadeiramente apocalíptico. Enquanto rumores e especulações correm sobre a origem desses ataques, Mike Mitchell se concentra em questões que para ele parecem mais urgentes. A crise o atingiu em um momento crítico de sua vida, complicando seus já confusos problemas pessoais e financeiros. Agora, sua prioridade é manter a família unida e viva no crescente caos que se que se forma a sua volta.

Tudo o que espero em um livro com uma trama quase pós-apocalíptica, Cyberstorm apresenta. E por eu gostar de assistir filmes com essa temática, como o filme O Dia Depois de Amanhã, acrescentando o detalhe de ataques cibernéticos, me fez ter vontade de ler esse livro. 

[Resenha] Horror na colina de Darrington

Autor: Marcus Barcelos
Páginas: 144
Editora: Faro Editorial
Em 2004, Benjamin Simons deixa o orfanato em que viveu desde a infância para ajudar alguns parentes num momento difícil: com sua tia debilitada e o tio trabalhando dia e noite, precisavam de alguém para tomar conta de sua prima Carla, de apenas cinco anos de idade.
No entanto, certa madrugada, a tranquilidade da colina de Darrington é interrompida por um estranho pesadelo, que vai tomando formas reais a cada minuto. Logo, Ben descobre-se preso numa casa que abriga mistérios, onde o inferno parece mais próximo e o mal possui uma força evidente.
Passaram-se mais de 10 anos. Isso tudo aconteceu quando Ben estava com dezessete anos, e foram experiências das quais ele preferia esquecer completamente…
Mas aquele passado o acompanha de perto. Ben sente que precisa voltar e sabe que, ou desvenda tudo ou sempre viverá com medo. Então, ele decide contar, e traz numa narrativa angustiante e rica em detalhes tudo o que viveu e todas as batalhas impensáveis que travou para tentar manter a si próprio e a jovem prima em segurança. E se descobre no centro de uma conspiração capaz de destruir até a sua própria sanidade. Onde termina o inferno e começa a realidade?

Horror na colina de Darrington é um relançamento, desta vez publicado pela editora Faro Editorial, e o autor no início do livro explica que nesta edição acrescentou alguns detalhes e ilustrações. Eu não havia lido a primeira edição, então estava bastante empolgada para saber o que iria encontrar nesta leitura. Pela capa e sinopse esperava uma história sombria, sobrenatural e de dar medo. E, em partes, foi o que eu encontrei. A trama não é focada exatamente na parte sobrenatural, como pensamos no início, mas com certeza faz o leitor ficar arrepiado em diversos momentos.

[Resenha] O peão

Autor: Steven James
Páginas: 416
Editora: Companhia Editora Nacional
Série: Os arquivos Bowers, 1
As aventuras de Patrick Bowers ao longo de cinco livros nos levam por um mundo de violência psicopata. Com uma inteligência acima da média, o agente especial do FBI chega, nessa série, ao limite de suas capacidades, enfrentando criminosos cada vez mais habilidosos. Trazido da Carolina do Norte para ajudar no caso de um serial killer, o agente especial do FBI Patrick Bowers se vê no meio de um jogo de gato e rato. Astuto e letal, o assassino está sempre um passo à frente da lei e está prestes a marcar mais um ponto novamente. Bowers vai ter que usar todos os seus instintos, habilidades e suas modernas e controversas técnicas de criminologia ambiental para deter o homem que se autodenomina o Ilusionista.

O peão
 é o primeiro livro da série Os arquivos Bowers, do autor Steven James. Eu já li alguns livros únicos deste autor, e posso dizer que sua escrita é excelente. Apesar de as tramas terem aquela intensidade que o gênero policial possui, sua narrativa é sempre muito leve, envolvente e rápida de ler. E claro, os personagens são bastante marcantes, como no caso dessa série. Patrick Bowers não é o típico agente com o ego grande demais, ou um homem com problemas com mulheres, bebidas ou simplesmente depressivo, como normalmente encontramos em livros do gênero. Não, Patrick Bowers sabe que é bom no que faz, mas não é arrogante, e sua vida é marcada por uma grande perda: sua esposa. Não bastasse isso, ele precisa saber se aproximar da enteada de dezessete anos, o que implica uma grande responsabilidade, que ele não sabe se conseguirá ter.

Caixinha de correio #111

Boa noite, pessoal! Resolvi não deixar acumular a caixinha de correio, pois essa semana chegou MUITA coisa, então já vou mostrar tudo o que eu recebi nesses primeiros dias de dezembro. Com a Black Friday, tudo o que eu não gastei em livros durante o ano, me passei em uma semana só. Mais alguém se identifica? haha :P


Parceria



Recebi em parceria com a Gryphus Coração do dragão, e apesar de estar muito, muito mesmo, atrasada na série, estou empolgada para ler a história. ♥



Recebi da Callis Enclave, junto com váriooos marcadores lindos. Vou fazer sorteio deles! :D Estou curiosa para conferir a obra, ela é bem curtinha, então vou encaixar nas leituras do mês.