sexta-feira, 19 de abril de 2019

[Resenha] Um acordo pecaminoso

| 0 comentários
Autora: Lisa Kleypas
Páginas: 304
Editora: Arqueiro
Série: Os Ravenels, 3
Lady Pandora Ravenel é muito diferente das debutantes de sua idade. Enquanto a maioria delas não perde uma festa da temporada londrina e sonha encontrar um marido, Pandora prefere ficar em casa idealizando jogos de tabuleiro e planejando se tornar uma mulher independente.
Mas certa noite, num baile deslumbrante, ela é flagrada numa situação muito comprometedora com um malicioso e lindo estranho.
Gabriel, o lorde St. Vincent, passou anos conseguindo evitar o casamento, até ser conquistado por uma garota rebelde que não quer nada com ele. Só que ele acha Pandora irresistível e fará o que for preciso para possuí-la.


1. Um sedutor sem coração
2. Uma noiva para Winterborne

Um acordo pecaminoso é o terceiro volume da série Os Ravenels, da autora Lisa Kleypas. Eu estava muito ansiosa por esse volume, pois é protagonizado por uma das gêmeas, minhas personagens favoritas. E a minha surpresa maior foi ver personagens da série As quatro estações do amor nessa história! Eu amo essa outra série da autora e foi muito lindo ver Evangeline e Sebastian mais velhos e com filhos. Foi uma leitura encantadora e eu adorei poder conhecer melhor Lady Pandora.

terça-feira, 16 de abril de 2019

[Resenha] A canção das águas

| 3 comentários
Autora: Sarah Tolcser
Páginas: 432
Duologia: Plataforma21
Série: Jornada das águas, 1
Caroline Oresteia está prometida ao rio. Por gerações, sua família ouviu o chamado do deus do rio, que guiou suas embarcações em incontáveis viagens pelas terras fluviais. Aos dezessete anos, Caroline está preparada para conhecer seu destino, após anos ouvindo a voz das águas. Mas o deus do rio ainda não falou o seu nome – e se ele não o fez até agora, existe uma chance de que nunca o fará. Ela decide tomar as rédeas de seu próprio destino quando seu pai é preso por se recusar a transportar um caixote misterioso. Ao concordar em fazer a entrega em troca de sua liberdade, Caroline é pega em uma rede de políticas e mentiras, sem a ajuda do deus do rio e com perigosos piratas atrás da carga. Com tanta coisa em jogo, ela precisa escolher entre a vida que sempre quis e a que nunca imaginou para si.



A canção das águas é o primeiro volume da duologia Jornada das águas, da autora Sarah Tolcser. Essa é uma fantasia que me surpreendeu bastante. Sarah consegue nos guiar pelas águas de forma envolvente, com muitos piratas, lendas e seres místicos. O melhor de tudo é o livro ter uma personagem principal tão empoderada e corajosa quanto Caroline. Embarquei junto nessa aventura e quando menos percebi já não conseguia mais desgrudar da leitura. 

domingo, 14 de abril de 2019

[Resenha] Nunca jamais - Parte dois

| 3 comentários
Autoras: Colleen Hoover e Tarryn Fisher
Páginas: 144
Editora: Galera Record
Série: Nunca jamais, 2
A segunda parte do suspense romântico de tirar o fôlego “Nunca Jamais” Um garoto abre os olhos e sequer se lembra que seu nome é Silas. O telefone toca... “Encontrou ela?”, pergunta a voz do outro lado da linha. Quem é ela? Quem sou eu? Charlie se vê presa em um lugar parecido com quartos de hospital (ou de um manicômio). Também não se lembra de nada, nem sequer do próprio rosto. O tempo passa e ninguém vem salvá-la. Ela precisa escapar por conta própria. Aos poucos, os dois descobrem que vêm perdendo a memória em períodos cíclicos. E também que se amam imensamente. Numa corrida para descobrir a razão dos apagões em suas memórias, Silas e Charlie acabam descobrindo muito mais sobre si e os mistérios que envolvem suas famílias. Mas muito em breve vão esquecer tudo de novo. E precisam estar juntos para evitar o pior.




Essa é a segunda parte do livro Nunca jamais, publicado pela Galera record. Eu havia sido completamente fisgada pelo enredo no livro anterior, e aquele final me deixou muito empolgada para saber mais. Eu demorei um pouco para começar a segunda parte porque queria que a terceira já estivesse quase sendo lançada, para não sofrer tanto de novo. E após terminar essa leitura, minha crítica continua a mesma: POR QUE UM LIVRO TÃO CURTO? Eu ainda acho muita maldade da Tarryn e Colleen de dividir a história em três partes. 

quinta-feira, 11 de abril de 2019

[Resenha] Garota em pedaços

| 7 comentários
Autora: Kathleen Glasgow
Páginas: 384
Editora: Outro Planeta
Além de enfrentar anos de bullying na escola, Charlotte Davis perde o pai e a melhor amiga, precisando então lidar com essa dor e com as consequências do Transtorno do Controle do Impulso - um distúrbio que leva as pessoas a se automutilarem. "Viver não é fácil". Quando o plano de saúde de sua mãe suspende seu tratamento numa clínica psiquiátrica - para onde foi após se cortar até quase ficar sem vida -, Charlotte Davis troca a gelada Minneapolis pela ensolarada Tucson, no Arizona (EUA), na tentativa de superar seus medos e decepções. Apesar do esforço em acertar, nessa nova fase da vida ela acaba se envolvendo com uma série de tipos não muito inspiradores.
Cansada de se alimentar do sofrimento, a jovem se imbui de uma enorme força de vontade e decide viver e não mais sobreviver. Para fugir do círculo vicioso da dor, Charlotte usa seu talento para o desenho e foca em algo produtivo, embarcando de cabeça no mundo das artes. Esse é o caminho que ela traça em busca da cura para as feridas deixadas por suas perdas e os cortes profundos e reais que imprimiu em seu corpo.


Garota em pedaços, da Kathleen Glasgow, foi publicado pelo selo Outro planeta (da Editora Planeta), e foi um soco enorme no estômago. Eu estava procurando algum livro para ler no kindle e quando vi esse título resolvi iniciar a leitura sem nem saber muito sobre o enredo. E, no fim, acabei bastante surpreendida com a obra, que nos mostra algo que é quase um tabu: automutilação. Esse livro nos mostra a realidade de muitos jovens que sofrem calados, e usam a dor para continuar sobrevivendo. 

segunda-feira, 8 de abril de 2019

[Resenha] Mil beijos de garoto

| 7 comentários
Autora: Tillie Cole
Páginas: 400
Editora: Outro Planeta
Um beijo dura um instante. Mas mil beijos podem durar uma vida inteira. Um garoto. Uma garota. Um vínculo que é definido num momento e se prolonga por uma década. Um vínculo que nem o tempo nem a distância podem romper. Um vínculo que vai durar para sempre. Ao menos era o que eles imaginavam. Quando, aos dezessete anos, Rune Kristiansen retorna da Noruega para o lugar onde passou a infância – a cidade americana de Blossom Grove, na Geórgia –, ele só tem uma coisa em mente: reencontrar Poppy Litchfield, a garota que era sua cara-metade e que tinha prometido esperar fielmente por seu retorno. E ele quer descobrir por que, nos dois anos em que esteve fora, ela o deletou de sua vida sem dar nenhuma explicação.




Mil beijos de garoto, da Tillie Cole, e lançado pelo selo Outro planeta, foi uma das minhas leituras de fevereiro do kindle. Essa obra não estava nos meus desejados, mas como eu já tinha lido algumas resenhas e a trama tinha me interessado resolvi dar uma chance. E, no fim das contas foi uma leitura muito emocionante e fofa. Porém, tive minhas ressalvas, e por isso acabei não dando cinco estrelas.