[Resenha] Desastre fashion

Autora: Holly Smale
Páginas: 272
Editora: Fundamento
Série: Geek girl, 2
Ter entrado por acaso no mundo da moda não transformou Harriet em uma modelo perfeita da noite para o dia. E nem acabou com seus problemas. Na verdade, parece até que as confusões só aumentaram. Annabel, sua madrasta, está grávida e talvez o bebê tenha tirado literalmente de Harriet seu espaço na casa e até o carinho dos pais. Sua melhor amiga, Nat, foi despachada para a França pela mãe, arruinando os planos das duas adolescentes para o verão. E Harriet ainda luta para não pensar em Nick, mas tirar alguém da cabeça não é tarefa simples.
Então, quando surge uma oportunidade de estrelar uma campanha exclusivíssima no Japão, é hora de sacudir a poeira e dar a volta por cima. Mas será que vai dar certo? Pelo jeito, não... A avó de Harriet, escalada para acompanhá-la à Terra do Sol Nascente, praticamente some quando as duas chegam lá. Suas companheiras de apartamento parecem legais, mas a maquiagem esconde segredos e sentimentos que não podem ser revelados. Para completar, Nick está no Japão e aparece em todos os lugares aonde Harriet vai. E ele continua lindo!
Harriet está carregando um peso enorme nas costas, mas precisa ser delicada como uma flor de cerejeira se quiser pôr ordem no caos que se instalou em sua vida. Será que a geek favorita de todos vai mostrar do que é capaz? Aperte os cintos e embarque para o outro lado do mundo em uma história para lá de bacana!

1. Geek girl

Desastre fashion é o segundo volume da série Geek Girl, e temos de volta a personagem mais fofa e geek que se possa imaginar. Harriet chega a ser inocente demais, mas é isso o que faz o leitor se apaixonar pela sua personalidade e jeito de ser. Eu confesso que estava com saudades dela, a história é uma daquelas que te deixa com um sorriso bobo no rosto por ser tão cativante e até mesmo divertida. As questões comuns da adolescência são tratadas como em vários outros livros, porém, o grande destaque se dá pela personagem em si. Ela não tem o padrão de beleza que todos acham aceitável, não é rebelde, nem nada típco dos adolescentes, como eu falei, ela é geek, talvez estranha para alguns, mas é tudo isso que transforma a leitura em algo diferente e bastante envolvente.

[Resenha] A garota do calendário - Abril

Autora: Audrey Carlan
Páginas: 160
Editora: Verus
Série: A garota do calendário, 4
Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... O cliente de abril é o astro do beisebol Mason Murphy, de Boston, que precisa de Mia a seu lado para melhorar sua imagem com os patrocinadores. Mason não está acostumado a ouvir “não” de mulher alguma, e Mia vai representar o desafio supremo para ele.


3. Março

E chegamos ao quarto volume de A garota do calendário. E eu não sei vocês, mas a cada livro eu estou adorando ainda mais esta série. A trama tem o lado mais erótico, mas ao mesmo tempo fala de situações sérias, e histórias que poderiam ser reais. Mia é uma personagem inconstante, mas que segue no rumo certo de amadurecer como pessoa e mulher. Algumas atitudes suas são meio absurdas, mas é impossível não gostar dela. Abril é mais um livro que nos mostra um lado de Mia que ainda não conhecíamos. Eu gostei bastante desse volume!

[Resenha] As vidas impossíveis de Greta Wells

Autor: Andrew Sean Greer
Páginas: 256
Editora: Jangada
Durante um tratamento psiquiátrico após perder seu irmão e o rompimento de seu relacionamento, Greta Wells se vê transportada para vidas que poderia ter tido se tivesse nascido em épocas diferentes. Sua consciência se alterna entre seu próprio tempo e sua vida em 1918, em que trai o marido, e outra em 1941, em que é mãe e esposa devotada. As três vidas de Greta são repletas de tensões familiares e escolhas difíceis. Cada realidade tem suas perdas, recompensas e desafios. Será que são efeitos do tratamento ou ela realmente está vivendo essas vidas? E se Greta descobrir como permanecer em um dos outros mundos, em qual época ela vai querer ficar?

As vidas impossíveis de Greta Wells era um livro que eu estava muito ansiosa para ler, mas eu confesso que não esperava uma trama tão peculiar e delicada. Eu realmente achei que era só mais uma história com viagem no tempo como elemento principal, porém é perceptível que o autor buscou trazer muito mais ao leitor. Com um tema bastante debatido hoje em dia, que é a depressão, Andrew proporciona ao leitor reflexões sobre a vida através de uma ficção que é quase uma metáfora da nossa existência. 

[Novidades] Jangada

A série Starling chega a seu desfecho épico neste terceiro volume. A ancestral profecia nórdica do Ragnarök está prestes a se cumprir. Mason Starling tem nas mãos o destino do mundo, enquanto Fennrys, seu amor, jaz a seus pés sangrando, com a vida por um fio. No entanto, o que quer que esteja por vir não ocorrerá por causa de uma profecia ou dos planos maquiavélicos do seu pai. Tudo depende apenas das decisões de Mason e Fenn. E o mundo deve torcer para que ambos alcancem aquilo que suas almas e suas espadas mais almejam: evitar o fim do mundo.





Após uma catástrofe que matou milhões de pessoas, uma fenda se abre entre as dimensões e as cidades passam a ser assombradas por fantasmas. Verônica não passa um dia sem ver um fantasma, mas eles não a assustam. Porém, os fantasmas estão ganhando força e começam a aparecer com muito mais frequência. Ela e seu colega de classe Kirk, investigam por quê e descobrem uma história sinistra: August, seu professor de história, não se conforma que a sua filha não voltou do mundo dos mortos como fantasma e acha que para isso acontecer ela precisa primeiro se apossar de um corpo, e que Verônica é a pessoa certa para abrigar o espírito da filha. Mesmo que esteja errado, que mal há em criar mais um fantasma, se já existem tantos!




Eu estou muito ansiosa para ler Transcendente, pois a série é muito boa, e no volume anterior as coisas ficaram bem tensas! Gostaram dos lançamentos?!